A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Disciplina de Traumato-Ortopedia e Reumatologia Patologias da coluna vertebral Prof. Marcelo Bragança dos Reis.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Disciplina de Traumato-Ortopedia e Reumatologia Patologias da coluna vertebral Prof. Marcelo Bragança dos Reis."— Transcrição da apresentação:

1 Disciplina de Traumato-Ortopedia e Reumatologia Patologias da coluna vertebral Prof. Marcelo Bragança dos Reis

2 Escoliose idiopática Dorso curvo Cervicobraquialgia Lombalgia e lombociatalgia Estenose do canal vertebral Espondilolistese Introdução

3 Definição Deformidade tridimensional da coluna vertebral Desvio no plano frontal >10º Alterações no plano sagital e axial Escoliose

4 Definição Desvia a coluna da linha média no plano frontal Maior rotação está no ápice da curva Rotação ocorre em direção à convexidade da curva Escoliose

5

6 Definição Desvios normais da coluna vertebral - plano frontal: <10º - lordose cervical: 20º - 40º - cifose torácica: 20º - 40º - lordose lombar: 40º - 60º Escoliose

7

8 Classificação Escoliose

9 Exame físico Escoliose

10 Exame físico Escoliose

11

12 Radiografias Escoliose

13

14 Radiografias Escoliose

15

16 Radiografias Escoliose Risser

17

18 Radiografias Escoliose Risser - potencial de crescimento

19 Escoliose idiopática do adolescente Escoliose Forma mais comum de escoliose Mais frequente em meninas - > 20º - 4 : 1 - > 40º - 8 : 1

20 Escoliose idiopática do adolescente Escoliose Fatores de risco de progressão - sexo feminino - estirão do crescimento - magnitude da curva - torácica > lombar

21 Tratamento conservador Escoliose Expectante - < 20º Colete - 20º a 40º Risser < 3

22 Tratamento conservador Escoliose Coletes - Milwaukee - Boston - OTLS

23 Tratamento conservador Escoliose Coletes - Milwaukee

24 Tratamento conservador Escoliose Coletes - Milwaukee

25 Tratamento conservador Escoliose Coletes - Boston

26 Tratamento conservador Escoliose Coletes - OTLS

27 Tratamento conservador Escoliose Coletes - OTLS

28 Tratamento cirúrgico Escoliose Artrodeses

29 Tratamento cirúrgico Escoliose Artrodeses

30

31

32

33 Definição Dorso Curvo Doença de Scheuermann Aumento da cifose torácica Cifose torácica ou tóraco-lombar rígida que acomete adolescentes

34 Quadro clínico Dorso Curvo

35

36 Critérios de Sorenson Dorso Curvo Cifose torácica > 45º Encunhamento > 5º em 3 corpos vertebrais consecutivos

37 Critérios de Sorenson Dorso Curvo

38

39 Diagnóstico diferencial Dorso Curvo Scheuermann Postural

40 Tratamento conservador Dorso Curvo Fisioterapia - postural ou deformidade discreta <50º - alongamento muscular: isquiotibiais, flexores do quadril, peitorais e paravertebrais lombares - fortalecimento dos músculos abdominais, glúteos, paravertebrais torácicos - conscientização postural

41 Tratamento conservador Dorso Curvo Colete - Milwaukee: curvas <70º em pacientes com potencial de crescimento - gessado: curvas < 80º

42 Tratamento cirúrgico Dorso Curvo Artrodese - abordagem anterior e posterior - indicação: curvas rígidas >80º

43

44 Causas Cervicobraquialgia Traumática Degenerativa Inflamatória Infeciosa Tumoral

45 Síndromes Cervicobraquialgia Dor cervical Radiculopatia Mielopatia

46 Dor cervical Cervicobraquialgia Principais causas - músculos - ligamentos - disco intervertebral - artrose das facetas

47 Radiculopatia Cervicobraquialgia Principais causas - compressão da raiz nervosa por hérnia de disco e osteófitos

48 Radiculopatia Cervicobraquialgia

49

50 Radiculopatia Cervicobraquialgia

51

52 Radiculopatia Cervicobraquialgia

53

54 Conservador Cirúrgico Tratamento Cervicobraquialgia

55 Relevância Lombalgia Causa mais frequente de limitação das atividades da vida diária nos adultos jovens 2ª maior causa de consultas médicas e afastamento do trabalho ( 1ª ap. respiratório) 70% das pessoas apresentam dor lombar em algum momento da vida

56 Etiologia Lombalgia Inespecíficas: 80% - muito mais comuns - não é possível definir a etiologia Específicas: 20% - hérnias discais, espondilolistese, espondiloartrose, estenose do canal...

57 Fatores de risco Lombalgia Idade > 55 anos Obesidade Hábito de dirigir por longos períodos Trabalho braçal Jornada de trabalho na posição em pé ou sentada

58 Fisiopatologia Lombalgia Disco intervertebral - uma das principais fontes de dor Degeneração discal - início de diversas alterações na coluna que vão levar à compensação e dor

59 Fisiopatologia Lombalgia Hérnia discal - ruptura do ânulo fibroso mais frequentemente próximo à sua inserção no corpo vertebral

60 Fisiopatologia Lombalgia Hérnia discal

61 Classificação Lombalgia Normal Protrusão Extrusão Sequestro

62 Classificação Lombalgia Normal Protrusão Extrusão Sequestro

63

64 Classificação Lombalgia Central Centro-lateral Foraminal Extraforaminal

65

66 Quadro clínico Lombalgia Hérnia discal - exame físico

67 Quadro clínico Lombalgia Hérnia discal - exame físico

68

69 Exames complementares Lombalgia Hérnia discal - RM

70 Exames complementares Lombalgia Hérnia discal - RM

71

72

73

74

75

76

77

78 Tratamento conservador Lombalgia Repouso - absoluto: contra-indicado - reltivo: 2 a 4 dias nos casos leves 10 dias na compressão radicular

79 Lombalgia Medicamentos - analgésicos - AINH - corticoides Tratamento conservador

80 Lombalgia FST - estabilização do tronco - fortalecimento e alongamento da musculatura paravertebral, isquiotibiais, glúteos e reto abdominal Tratamento conservador

81 Lombalgia Indicação - falha do tratamento conservador - défict neurológico progressivo - síndrome da cauda equina Tratamento cirúrgico

82 Lombalgia Discectomia associada à laminotomia ou discectomia parcial Artrodese deve ser associada em casos que ocorre instabilidade Tratamento cirúrgico

83 Estenose do canal Estreitamento de seu diâmetro que pode causar compressão medular, no centro do canal vertebral, ou das raízes nervosas, nos forames intervertebrais Estenose do canal vertebral

84 Estenose do canal Estenose do canal vertebral

85

86 Estenose do canal Congênita - idiopática - acondroplasia Adquirida - degeneração discal e óssea – espondilolistese - pós-traumática, iatrogênica, metabólica Etiologia

87 Estenose do canal Principal causa - degenerativa desidratação do disco redução da altura do disco hipermobilidade espondiloartrose Etiologia

88 Estenose do canal Radiografias TC RM ENMG Exames complementares

89 Redução das atividades Redução do peso Repouso durante fase aguda Tratamento conservador Estenose do canal

90 FST - fase aguda: métodos analgésicos - exercícios para equilíbrio muscular após a fase aguda - não há comprovação científica do efeito benéfico de técnicas manipuladoras Tratamento conservador Estenose do canal

91 Medicamentos - analgésicos - AINH - corticoides Tratamento conservador Estenose do canal

92 Indicação - falha do tratamento conservador - piora progressiva dos sintomas e qualidade de vida - défict neurológico progressivo - síndrome da cauda equina Tratamento cirúrgico Estenose do canal

93 Urgência - síndrome da cauda equina aguda Tratamento cirúrgico Estenose do canal

94 Princípios - descompressão completa da medula espinhal e das raízes nervosas - estabilização da coluna vertebral no local da descompressão quando necessário Tratamento cirúrgico Estenose do canal

95 Tratamento cirúrgico Estenose do canal

96

97 Espondilolistese Escorregamento de um segmento da coluna vertebral Definição

98 Espondilolistese I - Displásica Classificação

99 Espondilolistese I - Displásica Classificação

100

101 Espondilolistese II - Ístimica Classificação

102 Espondilolistese III - Degenerativa Classificação

103 Espondilolistese IV - Traumática Classificação

104 Espondilolistese V – Patológica Classificação

105

106

107 Espondilolistese Grau de escorregamento

108

109

110 Espondilolistese Grau de escorregamento Meyerding I - < 25% II – 25 a 50% III – 50 a 75% IV – 75 a 100% V – ptose vertebral

111 Conservador Cirúrgico Tratamento Espondilolistese

112 Tratamento cirúrgico Espondilolistese

113


Carregar ppt "Disciplina de Traumato-Ortopedia e Reumatologia Patologias da coluna vertebral Prof. Marcelo Bragança dos Reis."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google