A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VITA, ALVARO, SOCIOLOGIA DA SOCIEDADE BRASILEIRA, CAP.5 DESENVOVIMENTO CAPITALISTA E LUTAS SOCIAIS NO CAMPO – 1940-1964.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VITA, ALVARO, SOCIOLOGIA DA SOCIEDADE BRASILEIRA, CAP.5 DESENVOVIMENTO CAPITALISTA E LUTAS SOCIAIS NO CAMPO – 1940-1964."— Transcrição da apresentação:

1 VITA, ALVARO, SOCIOLOGIA DA SOCIEDADE BRASILEIRA, CAP.5 DESENVOVIMENTO CAPITALISTA E LUTAS SOCIAIS NO CAMPO –

2 1. As transformações no mundo rural Crise da estrutura agraria em diversos pontos do país. Década de 40 a 60 : transformações econômicas e sociais no mundo rural brasileiro Grilagem nas terras devolutas Negociatas: governos estaduais. Companhias imobiliarias e de colonização e fazendeiros

3 1. As transformações no mundo rural Conflitos sociais: despejos de posseiros, expulsão de camponeses Movimenos de resistências dos trabalhadores rurais. Formação das Ligas Camponesas na região canavieira no Nordeste. Década de 40 a 60 : transformações econômicas e sociais no mundo rural brasileiro

4 2. O fim do colonato e o surgimento do proletariado agrícola O colonato substituiu o trabalho escravo nas fazendas de café de São Paulo – imigrantes Dissolução do colonato 1. Crise do café /30 Substituição por pastagens, algodão, laranja e cana de açucar Agro-industria açucareira Expulsão dos colonos Boias-frias Trabalhador rural Casa de colono

5 Dissolução do colonato 2. Estatuto do Trabalhador Rural-1963 Extensão dos direitos trabalhistas Trabalhadores temporarios ou boias- fria Empreiteiros : gatos 3.Consequências sociais Rompimento do universo comunitário Deslocamento para a cidade, com a mecanização Urbanização do campo

6 3. As Ligas Camponesas e a luta pela Reforma Agrária nos anos 60 Causas Baixa do preço do açúcar no Comercio Internacional nas primeiras décadas do século XX Aluguel de terra a foreiros Subida dos preços em 1939/40 Expulsão dos camponeses: mão de obra temporária – trabalhador assalariado Crescimento da população rural na periferia das cidades

7 Consequências no Nordeste Organização para tentar resistir à expulsão 1955:criação da Sociedade Agricola e Pecuaria dos Plantadores de Pernambuco, em Vitoria de Santo Antão : Liga Camponesa da Galileia Proliferação das Ligas, sociedade civis, sem burocracia do Miinisterio do Trabalho Liderança de Francisco Julião Movimento por uma reforma agrária radical I Congresso Nacional dos Lavradores e Trabalhadores Agrícolas( Belo Horizonte, 1961) Fim do movimento : golpe militar de 1964

8 A Questão Agrária no contexto do nacionalismo dos anos 60 Causas do declinio do movimento social PCB e grupos nacionali stas 1. A sociedade brasileira deveria passar por uma etapa de desenvolvimento capitalista nacional, sem a participação do capital estrangeiro 2. Apoio à burguesia nacional 3.Dificuldades para o crescimento de um mercado interno

9 divergências sobre a Reforma Agraria 4. Contra a reforma agrária radical; ela deveria vir por etapas Latifúndio semi-feudal Estrutura fundiária atrasada Terras improdutivas Miséria da população camponesa A Questão Agrária no contexto do nacionalismo dos anos 60

10 5. O Golpe Militar de 64 : o fim das ilusões 1964 União Latifundiarios feudais Burguesia industrial Capital estrangeiro A favor do Golpe militar Fim das ilusões nacionalistas

11

12 Antes do Golpe Declinio das Ligas Camponesas Ênfase na luta dos assalariados rurais A conquista dos direitos trabalhistas melhor do que a reforma agraria Estatuto do Trabalhador Rural Extensão dos direitos trabalhistas ao homem do campo Sindicalismo rural Órgão vinculado ao Ministério do Trabalho Reforma Agrária do Governo Detonador do Golpe


Carregar ppt "VITA, ALVARO, SOCIOLOGIA DA SOCIEDADE BRASILEIRA, CAP.5 DESENVOVIMENTO CAPITALISTA E LUTAS SOCIAIS NO CAMPO – 1940-1964."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google