A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Circulação no Golfo de Cadiz José Miguel Rodrigues Alves.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Circulação no Golfo de Cadiz José Miguel Rodrigues Alves."— Transcrição da apresentação:

1 Circulação no Golfo de Cadiz José Miguel Rodrigues Alves

2 Características da topografia regional (1) Cabo de São Vicente (2) Canhão de Portimão (3) Canhão de Lagos (4) Canhão de São Vicente Instrumentos CTD e XCTD (condutividade, temperatura e pressão) L_ADCP (velocidades zonal e meridional)

3 Água Central do Atlântico Norte Água Mediterrânica Água Profunda do Atlântico Norte (1) Núcleo Superior (2) Núcleo Inferior (3) Difusão vertical de Água Mediterrânica Massas da água presentes no Golfo de Cadiz

4 Distribuição da salinidade, temperatura potencial e densidade ao longo da secção meridional 6º15 W SalinidadeTemperatura potencial Densidade Salinidade na região mais profunda 38.2 Temperatura na região mais profunda 12.5 ºC Máximo densidade γ0=28.6 kg.m -3

5 SalinidadeTemperatura potencial Núcleo superior centrado a 700 m Núcleo inferior centrado a 1100 m Aos 1100 m parte da Água Mediterrânica separa-se da vertente continental Distribuição da salinidade e temperatura potencial ao longo da secção zonal 35º50N

6 Julho 2000 Novembro 2000 Julho 2000Novembro 2000 Densidade Densidade Distribuição da salinidade e temperatura potencial ao longo da secção 8º20 W

7 Distribuição da velocidade do som ao longo da secção 8º20W Julho 2000Novembro 2000 A velocidade do som na água no mar aumenta com a pressão, salinidade e temperatura Dois canais de som SOFAR centrados aos 500 m e aos 2000 m.

8 Distribuição da frequência de Brunt-Väisälä ao longo da secção 8º20W

9 Correntes zonais versus Salinidade ao longo da secção meridional 8º20W Correntes zonais versus Salinidade ao longo da secção meridional 8º20W Julho 1999Julho 2000 Julho 1999Julho 2000

10 Modelo Inverso Camadas definidas : 1ª Camada da superfície até à isopícnica γ 0 =27.20 kg.m -3 2ª Camada da isopícnica γ 0 =27.20 kg.m -3 até à isopícnica γ 2 =36.90 kg.m -3 3ª Camada da isopícnica γ 2 =36.90 kg.m -3 até ao fundo Balanço de volume Transportes impostos a priori no Estreito de Gibraltar 0.72 Sv para este na 1ª camada 0.00 Sv na 2ª camada 0.68 Sv para oeste na 3ª camada Transportes impostos a priori na secção 8º20W 3.00 Sv para este na 1ª camada 3.00 Sv para oeste na 2ª camada 0.00 Sv na 3ª camada Balanço de salinidade Q i.S i =Q o.S o Q i = 0.72 Sv ;S i =36.10;Q o = 0.68 Sv ;S o = 38.22

11 Gráficos dos transportes cumulativos ao longo da secção 8º20W Julho 1999Julho 2000 Novembro 2000Julho 2001

12 Transportes obtidos com o modelo inverso no Golfo de Cádis Julho 1999Julho 2000 Novembro 2000Julho 2001

13 Propriedades hidrológicas e interacção de dois meddies

14 Frequência de B-V e velocidade do som Velocidade do somFrequência de Brunt-Väisälä

15 Trajectórias dos três flutuadores Rafos 800 m 1000 m1300 m

16 Secções das velocidades geostróficas Meddy oeste Meddy este

17 Interacçâo dinâmica entre os dois Meddies

18 Objectivos e motivações Influência do canhão de Portimão na corrente de AM Geração de instabilidades que levem à origem de eddies Modelo numérico BOM Bergen Ocean Model

19 Modelo BOM Bergen Ocean Model Equações de águas pouco profundas Descritização pelo método das diferenças finitas Coordenada Modelo inicializado com perfis de S e T Calculo de Calculo de viscosidade e difusividade vertical Separação modo barotrópico/baroclinico Calculo de viscosidade e difusividade vertical Calculo da componente baroclinica tendo em conta o termo de Coriolis e da viscosidade horizontal Adicionar efeitos de viscosidade vertical Cálculo de W pela equação da continuidade


Carregar ppt "Circulação no Golfo de Cadiz José Miguel Rodrigues Alves."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google