A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CARACTERIZAÇÃO DO MEIO RECEPTOR AMOSTRAGEM, ANÁLISES QUÍMICAS, MICROBIOLÓGICAS E ECOTOXICOLÓGICAS Life02/ENV/P/000416.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CARACTERIZAÇÃO DO MEIO RECEPTOR AMOSTRAGEM, ANÁLISES QUÍMICAS, MICROBIOLÓGICAS E ECOTOXICOLÓGICAS Life02/ENV/P/000416."— Transcrição da apresentação:

1 CARACTERIZAÇÃO DO MEIO RECEPTOR AMOSTRAGEM, ANÁLISES QUÍMICAS, MICROBIOLÓGICAS E ECOTOXICOLÓGICAS Life02/ENV/P/000416

2 RAZÕES HISTÓRICAS - BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO TRANCÃO ØSub-bacia hidrográfica do Tejo, com graves problemas identificados Ø Ocupação caótica do solo, dificultando: Ø Regularização fluvial Ø Protecção contra cheias Ø Degradação da qualidade das linhas de água

3 CARACTERIZAÇÃO DO RIO TRANCÃO ØNasce no Alto do Casal, perto da Malveira ØComprimento: 30 Km ØÁrea total da bacia: 288Km 2 ØDesagua na margem direita do rio Tejo, na zona de estuário, em Sacavém ØPrincipais afluentes: ØRib.ª Loures ØRib.ª Póvoa ØRib.ª Odivelas

4 LOCALIZAÇÃO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO TRANCÃO Limite da bacia hidrográfica Area de jurisdição da CCDRLVT Limite do País

5 EVOLUÇÃO DOS RESULTADOS ØAØA análise dos resultados tem indicado, ao longo do tempo, um forte grau de poluição, excluindo as linhas de água de qualquer uso potencial; ØCØCom a entrada em funcionamento de vários sistemas de saneamento básico na região, notou-se uma ligeira melhoria do estado da qualidade da água, contudo, sem atingir ainda valores aceitáveis; ØAØAs principais causas continuam a ser descargas de água residuais domésticas e industriais não ligadas aos sistemas ou clandestinas.

6 ESTAÇÕES DE AMOSTRAGEM Locais de amostragem Limite da bacia hidrográfica Rio Trancão Rio Loures Rio Póvoa

7 TORRE DOS TROTOS

8 PONTE AMÉRICO

9 AVIÁRIO DO FREIXIAL

10 PONTE DE FRIELAS

11 PONTE DE RESINGA

12 PONTE DE PINHAL

13 PONTE DE CANAS

14 CAIS DE SACAVÉM

15 OBJECTIVOS DAS ANÁLISES FÍSICO- QUÍMICAS, MICROBIOLÓGICAS E ECOTOXICOLÓGICAS ØClassificação da água relativamente aos seus constituintes ØIdentificação de constituintes que afectem usos ØDetectar o nível de contaminação ØDetectar flutuações sazonais

16 REQUISITOS DAS AMOSTRAS A COLHER ØRepresentatividade ØVolume suficiente que permita reprodutibilidade dos ensaios ØColheita, armazenamento e manipulação que evite alteração dos parâmetros a amostrar

17 RECOLHA DAS AMOSTRAS

18 ENCHIMENTO DOS FRASCOS

19

20 ESCOLHA DOS PARÂMETROS MONITORIZADOS ØMatriz Mínima Ø Conjunto de parâmetros de caracterização geral da água Ø Baseou-se no anexo XXI do DL nº 236/98, de 1 Agosto - Objectivos ambientais de qualidade mínima para as águas superficiais ØDependem da localização da estação de amostragem em relação a fontes poluidoras

21 PARÂMETROS MEDIDOS EM CAMPO ØTemperatura da amostra; ØpH; ØOxigénio dissolvido (mg/l O2); ØOxigénio dissolvido (% sat.); ØCondutividade; ØSalinidade (). Sonda paramétrica ØTemperatura do ar - Termómetro; ØNível hidrométrico (escala hidrométrica no ponto de colheita).

22 SONDA PARAMÉTRICA

23 ESCALA HIDROMÉTRICA

24

25 PARÂMETROS ANALISADOS EM LABORATÓRIO ØFósforo total; ØÓleos e gorduras; ØColiformes totais; ØColiformes fecais; ØOrtofosfatos; ØOxigénio dissolvido; ØCor ØCondutividade; ØSólidos suspensos; ØAzoto amoniacal; ØNitritos; ØNitratos; ØAzoto total;

26 PARÂMETROS ANALISADOS EM LABORATÓRIO (continuação) ØCloretos; ØCarência bioquimica de oxigénio ao 5º dia; ØOxidabilidade; ØCádmio; ØChumbo; ØMercúrio ØCobre; ØBoro; ØZinco; ØNíquel; ØSelénio; ØArsénio; ØCianetos; ØPesticidas (PCB e Líndano).

27 CALENDÁRIO DE CAMPANHAS

28 ECOTOXICOLOGIA Ensaios em curso: ØDaphnia magna ØVibrio fischeri


Carregar ppt "CARACTERIZAÇÃO DO MEIO RECEPTOR AMOSTRAGEM, ANÁLISES QUÍMICAS, MICROBIOLÓGICAS E ECOTOXICOLÓGICAS Life02/ENV/P/000416."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google