A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO A DISTÂNCIA DISCIPLINA: COMÉRCIO EXTERIOR PROFESSOR: FERNANDO SEABRA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO A DISTÂNCIA DISCIPLINA: COMÉRCIO EXTERIOR PROFESSOR: FERNANDO SEABRA."— Transcrição da apresentação:

1 CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO A DISTÂNCIA DISCIPLINA: COMÉRCIO EXTERIOR PROFESSOR: FERNANDO SEABRA

2 2. Comércio Exterior Brasileiro: Incotermos

3 2. Incotermos: a distribuição do risco

4 Documentação em comércio exterior Nomenclatura dos produtos para exportar: HS2007 = sistema padrão de seis dígitos adotada por mais de 200 países NCM = nomenclatura comum do Mercosul: 6 primeiros dígitos iguais ao HS2007 = 2 dígitos extras (maior especific.) Ex.: – terminais portáteis de telefonia celular Documentos mais importantes: Commercial invoice Registro de exportação Conhecimento de Embarque (Bill of Lading)

5 Exemplo de certificado de embarque

6 Transporte e Logística Transporte marítimo = 80% do comércio exterior. Unitização de cargas: pallets e container Containers de 20 (vinte pés): comprimento: 20 (ou 6,10 m); largura: 8 (ou 2,44 m); altura: 86 (ou 2,59 m). Container de 40 (quarenta pés): comprimento 40 e o resto igual ao de 20. É o mais usado no comércio exterior. Tipos de containers Container padrão: concebido para transportar carga seca em geral (ver foto); Container refrigerado: para carga que requer baixas temperaturas (resfriadas ou congeladas, até -25º) Container flat rack: são abertos nas laterais; para cargas superdimensionadas; Container open top: aberto em cima (tb para cargas suoerdimensionadas) Container ventilated: são aqueles com janelas de ventilação; para produtos orgânicos.

7 3. Competitividade, Marketing e Sistemas de Incentivo às Exportações Acessar o mercado externo: duas alternativas Exportação ou Investimento no exterior busca de mercados busca de recursos Razões para exportar maiores lucros qualidade e incorporação de tecnologia novos produtos e maior eficiência no uso da capacidade imagem da empresa diminuição da carga tributária

8 3. Competitividade, Marketing e Sistemas de Incentivo às Exportações Determinantes da competitividade Preço o liderança da empresa em custos o produto razoavelmente homogêneo em relação à concorrência Diferenciação o qualidade do produto o design o embalagem o assistência técnica o marca

9 3. Competitividade, Marketing e Sistemas de Incentivo às Exportações Financiamento à exportação ACC (Adiantamentos sobre Contratos de Câmbio) ACE (Adiantamentos sobre Cambiais Entregues) Fluxos Comerciais e Financeiros em uma Operação de ACC.

10 3. Competitividade, Marketing e Sistemas de Incentivo às Exportações Marketing internacional quando as decisões de uma firma a respeito de suas estratégias de marketing são influenciadas pela ação da empresa em dois ou mais países. Pesquisa de mercado serve de base para o planejamento de uma estratégia de marketing internacional. País Exportador País Importador: EUAPaís Importador: Reino Unido ValorUS$miQtde1000paresPreçoUS$/parValorUS$miQtde1000paresPreçoUS$/par China , ,32 Itália , ,96 Vietnã , ,80 Brasil , ,48 Total , ,42 Imp ortações de Calçados de Solado de Couro NCM 6403 – Países Importadores: EUA e Reino Unido – Fonte: Dados brutos – Comtrade

11 3. Competitividade, Marketing e Sistemas de Incentivo às Exportações Feiras internacionais eventos que reúnem os principais produtos e inovações de determinado setor ou indústria. organizadas por governos, associações industriais ou companhias especializadas. aproximam ofertantes e demandantes de forma estruturada em um ambiente interativo e de contato imediato. O Efeito de Feiras Internacionais sobre a Comercialização. Fonte: elaborado pelo autor.


Carregar ppt "CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO A DISTÂNCIA DISCIPLINA: COMÉRCIO EXTERIOR PROFESSOR: FERNANDO SEABRA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google