A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Concepção de Morte. A Morte O homem aceitava a morte simplesmente como justa, o que carecia de solenidade para marcar a importância das grandes fases.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Concepção de Morte. A Morte O homem aceitava a morte simplesmente como justa, o que carecia de solenidade para marcar a importância das grandes fases."— Transcrição da apresentação:

1 A Concepção de Morte

2 A Morte O homem aceitava a morte simplesmente como justa, o que carecia de solenidade para marcar a importância das grandes fases por que todas as vidas devem passar. No séc. XIV ao séc. XVI, a morte representava-se pelos traços de uma múmia, de um cadáver semidecomposto. No séc. XIV ao séc. XVI, a morte representava-se pelos traços de uma múmia, de um cadáver semidecomposto.

3 Mais tarde, no séc. XVII, é que o esqueleto ou os ossos a morte secca, e já não o cadáver em decomposição, se expandiram por todos os túmulos e penetraram até no interior das casas, sobre as chaminés e os móveis.

4

5 Os historiadores ficaram admirados com o aparecimento do cadáver e da múmia na iconografia*. * uma forma de linguagem visual que utiliza imagens para representar determinado tema. A iconografia estuda a origem e a formação das imagens.

6 Após absolvição, acalmadas as manifestações de luto, envolvia-se o corpo num lençol deixando por vezes a cabeça descoberta, e transportava-se, sempre deitado no caixão, para o local onde devia ser deposto na terra ou no sarcófago, acompanhado de alguns amigos.

7 Sarcófago Sarcófago

8

9 Túmulo As efígies* dos túmulos rasos do séc. XV e do séc. XVI eram fabricadas por artesãos especializados. Estes tinham como finalidade de confirmar o prestigio dos mortes no nosso mundo. * um termo normalmente associado a uma representação escultórica de corpo inteiro de uma pessoa já falecida.

10 O túmulo visível estava reservado a uma minoria de santos: os outros, que tivessem sido depostos na vala dos pobres na igreja permaneciam anónimos.

11

12 Missas A missas desenrolam-se a principio independente dos funerais. A partir do séc. XIV, nunca mais lhes foram completamente estranhas. Estas são um sinal da transformação dos funerais em cerimónias cada vez menos civis e cada vez mais religiosas.

13 Funeral

14 As horas e os dias após a morte são assim dominados pela celebração das missas. Estes exercícios reclamavam a participação de um clero numeroso. Mas os padres desempenhavam nos funerais uma outra função para da de celebrante. Eram também pagos só pela sua presença.

15 Trabalho realizado por: Adriana Tavares Nº1 9º3 Adriana Tavares Nº1 9º3 Raquel Glórias Nº23 9º3 Raquel Glórias Nº23 9º3


Carregar ppt "A Concepção de Morte. A Morte O homem aceitava a morte simplesmente como justa, o que carecia de solenidade para marcar a importância das grandes fases."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google