A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gcompris Apresentação da Disciplina TIAE do curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Tecnologias da Informação Aplicadas à Computação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gcompris Apresentação da Disciplina TIAE do curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Tecnologias da Informação Aplicadas à Computação."— Transcrição da apresentação:

1 Gcompris Apresentação da Disciplina TIAE do curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Tecnologias da Informação Aplicadas à Computação.

2 Grupo 4 - Participantes Carlos Leonardo Tresse Marcelo Gomes da Silva Mário Augusto S. da Fonseca Rodrigo Ferreira Moglia Raphael R. dos Reis

3 Introdução - Pressuposto
Um mundo marcado pela desigualdade e injustiça recursivas a todas as camadas sociais, fundamentalmente nos aspectos econômicos, raciais e de gênero, dentro e fora de fronteiras. Para alguns, este mundo é marcado pelo progresso técnico-científico. Devemos refletir acerca dos conceitos da educação e o que esperamos dela, além do que esperam que esperemos dela (o poder, a disciplina, "a sociedade"). Podemos separar produto e processo? Podemos ter uma educação autoritária e disciplinadora para formar homens e mulheres livres e democráticos?

4 Introdução - Intencionalidade
Acreditando que "(...) anterior a todo e qualquer intento de educação, subjaz uma concepção de homem." (GALLO, 2007, p. 33) Acreditando que a educação transpassa a vida em sociedade, não circunscrevendo-se a limites espaço-temporais, como a escola, nem sendo exclusiva de indivíduos especialistas como professoras e professores, difusa em todas as relações sociais. (BRANDÃO, 1989) Extrapolamos: antecede a qualquer intenção humana, seja educacional ou não, um modelo de homem e de mulher. Aqui nos ligamos à intencionalidade e ao uso do software dentro e fora da escola. Na hipocrisia vigente, porém não se desfaz o modelo, apenas "os fins justificam os meios" para si, não para os outros. Por exemplo, temos um professor que omite ou mente acerca de um tema porque julga não adequar-se ao modelo de aluno que se quer. Neste trabalho há intencionalidade! Esperamos que esteja explicita.

5 Introdução - Apropriação
“Todo período histórico possui um conjunto de tecnologias que as sociedades dominantes e dentro delas, suas elites, utilizam como fonte especial de poder e de reprodução da riqueza.” (SILVEIRA, 2005, p )     É basilar ter total liberdade na apropriação do software de maneira a aproveitá-lo contextualizado socialmente e de acordo com suas próprias necessidades. Portanto, escolhemos utilizar software livre. Isso porque ele possibilita aos usuários “executarem, copiarem, distribuírem, estudarem, modificarem e aperfeiçoarem o software”.

6 Introdução - Holismo Indissociabilidade entre forma e conteúdo, sujeito e objeto, processo e produto. Partindo da discussão sobre a indissociabilidade de sujeito e objeto na ciência (reflexão inclusive da disciplina MPED), podemos refletir acerca da suposta dicotomia processo-produto, que abrange também o universo da computação, dos softwares e, claro, dos softwares educativos.

7 Introdução - Ratificando
O software educativo não é produto apenas da intenção explícita de seu idealizador, mas incorpora organicamente o pensar, o dizer e o agir, com suas contradições, tanto do próprio "idealizador", quanto do designer, do programador, do marqueteiro, etc. Estando, portanto, eivado de intenções pedagógicas, ideológicas, religiosas, éticas e econômicas, entre outras. Estando, portanto, eivado de intenções pedagógicas, ideológicas, religiosas, éticas e econômicas, entre outras. Isto ratifica a utilização de software livre, principalmente aqueles gestados colaborativamente.

8 Histórico / Importância
Gcompris foi criado com o objetivo de prover uma alternativa livre ao mercado de softwares educacionais. Não podemos afirmar até que ponto os computadores são úteis para ensinar os nossas crianças, mas se forem, devemos razões éticas, acreditar que devem ser feitos utilizando software livre. Liberdade é o primeiro e um dos melhores conceito éticos a ser apresentado a uma criança.

9 Entendi, mais o que é o Gcompris
Gcompris é um software (suite) educacional dedicado a crianças de 2 a 10 anos de idade. Ele inclui um software núcleo, uma API (Permite a criação de novas atividades) e uma série de plugins que implementam as atividades. Já existem mais de 60 atividades prontas para a suite.

10 Gcompris em Casa Provê entreterimento as crianças em GNU/Linux sendo este mais um motivo para abolir as plataformas proprietárias se você não fez isso antes porque não encontrava softwares educativos para seus filhos para GNU/Linux. Prove incentivo para que as escolas tenham computadores rodando Software Livre e Legalizado.

11 Gcompris na Escola Baseado em um grande número de atividades, é muito fácil para os professores localizarem atividades condizentes com seus trabalhos educacionais correntes e também de acordo com as capacidades individuais de cada criança. Com o gcompris-edit o professor pode escolher o sub-conjunto de atividades a serem exibidas. Com o comando 'gcompris -d 1' você pode orientar o software a por exemplo exibir somente atividades de dificuldade nível 1

12 Instalação / Disponibilidade
Gcompris é distribuido em tgz, rpm and deb. Empacotado para Debian, Mandrake, Suse, Fedora, MacOSX, até mesmo  em Windows (Versão Limitada) ... Existe um grande esforço de manter o núcleo do programa separado de suas atividades. É distribuido em Live Cds (Possibilidade de Executar os Softwares Sem Modificar Nada em Seu Computador) Exemplos: (Kurumin Classe) (Edubuntu) Instalação Dedicada: (Linux Educacional - ProInfo) Edubuntu - - O Edubuntu é uma personalização para escolas da conhecida distribuição GNU/Linux Ubuntu (http://www.ubuntu.org). A base do Edubuntu é Debian, ou seja, tem por base um dos sistemas de gestão de software mais estável e flexível do mundo do software livre. A instalação do Edubuntu é muito fácil, quer seja um professor ou um aluno, ou um administrador à procura, por exemplo, de um sistema LTSP. A instalação pode ser feita em português e a maioria das aplicações pré-instaladas têm também tradução para português. O ambiente de trabalho é bastante apelativo para todas as idades. O acesso facilitado aos repositórios do Ubuntu permite a instalação fácil de aplicações através da internet.

13 Possui concorrentes em algum lugar?
Existem muitos softwares proprietários entretanto, em grande maioria são desenvolvidos para o mercado doméstico, poucos são internacionalizados. Foram portados, inclusive, antigos freewares em DOS interessantes em atividades que foram inclusas no gcompris. Existem várias atividades prontas codificadas em C, Java ou linguagem script entretanto o gcompris foi o primeiro framework multi-atividade livre. Que tal substituir concorrentes por similares?

14 Internacionalização É sempre uma questão complexa para softwares educacionais. Baseada em arquivos .po (Potfiles) Sons são em ogg vorbis em vários idiomas (francês, inglês, espanhol, alemão e português). Italiano, russo estão em andamento. Arquivos texto adcionais (incluindo lista de palavras) Estes recursos permitem adequar o software para cada idioma, acrescentando caracteristicas regionalizadas Permite que todas as pessoas ao redor do globo fiquem estimuladas a contribuir, pois terão uma versão em seu idioma nativo se assim desejarem contribuir. Potfiles permite que pessoas sem conhecimento de programação com o auxilio de um softwares simples possam traduzir os textos do software para o seu idioma local. Ogg vorbis é um formato de audio livre para o uso sem patentes restritivas, um substituto livre para o mp3.

15 Apresentação de Alguns Aplicativos da Suite Gcompris
Gcompris na Prática Apresentação de Alguns Aplicativos da Suite Gcompris

16 Casos de Uso Colegio Nossa Senhora das Dores - Belo Horizonte/MG usa Gcompris 11 de agosto de 2008, por Corina Soares Giovanini Estamos usando o Gcompris com as crianças da Educação Infantil e Ensino Fundamental 1. Eles iniciam as atividades num aplicativo específico indicado pela professora da turma, e depois de ter cumprido a primeira orientação da aula já estão lá a explorar outros aplicativos, encantados pelas possibilidades, pelos desafios, pelas cores e pelos sons! Entregamos aqui na escola um manual do Gcompris para cada professora, indicando a atividade específica de cada aplicativo e também os caminhos para o acesso! Esse passo contribuiu para autonomia na construção dos planejamentos e nos usos pelos alunos! Em se tratando dos desafios de se trabalhar com soluções livres, consideramos que a meninada está curtindo muito o Gcompris! Corina Soares Giovanini Coordenação TI/CNSD/BH/MG

17 Casos de Uso E.M.Maria Arlete de Campos dos Goytacazes-RJ
NTE-UTEC Jardim Botânico do Recife E.M.Maria Arlete de Campos dos Goytacazes-RJ Ivoti-RS  Centro Educacional Raul Veiga SISTEMA DEGRAUS DE ENSINO Ong Casa das Rosas em Magé/RJ Escola Manoel Alexandre de Lima da cidade de Pirai,RJ Escola Municipal Major Theófilo de Carvalho (Secretário, Petrópolis,RJ)  PROINESP - Programa de Informática Educativa Especial, em Guarapari/ES  Municipal Tenente M. M.Penido, em Belo Horizonte Escola Municipal de Ensino Fundamental Viriato Corrêa - Rio Grande/RS  Tantos outros cases de sucesso pelo brasil e pelo mundo! PROINESP - Programa de Informática Educativa Especial, em Guarapari/ES. Usam o gcompris com muita frequência com alunos com deficência mental, surdos, altas habilidades, risco social, dificuldades de aprendizagem, etc.  Também está sendo usado para crianças portadora de necessidades cognitiva especiais, como: TDAH, Dislexia discalculia, e até a alfabetização de crianças Dowm, e com retardo leve.

18 Bibliografia GALLO, Silvio. Pedagogia Libertária: anarquistas, anarquismos e educação. São Paulo: Editora da Universidade Federal do Amazonas, 2007.  BRANDÃO, Carlos R. O que é Educação. São Paulo: Editora Brasiliense, 1989.  SILVEIRA, Sérgio Amadeu; Inclusão Digital, Software Livre e Globalização Contra-hegemônica. In: Centro de Gestão e Estudos Estratégicos: Ministério da Ciência e Tecnologia. (org.). Seminários Temáticos para a 3ª Conferência Nacional de Ciência e Tecnologia e Inovação. Brasília: , 2005, v. , p FSFLA – Fundação Software Livre América Latina <http://www.fsfla.org> Acesso em 15 de setembro de 2007. GCOMPRIS <www.gcompris.net> Acesso 05 de setembro de 2008.

19 Agradecemos a Presença de Todos http://pgtiae.sytes.net/gcompris/
Obrigado Agradecemos a Presença de Todos


Carregar ppt "Gcompris Apresentação da Disciplina TIAE do curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Tecnologias da Informação Aplicadas à Computação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google