A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SÍNODO DIOCESANO Diocese de São José dos Campos. 1.Entendendo o contexto... A história pastoral da Diocese de São José dos Campos é marcada pelas Assembléias.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SÍNODO DIOCESANO Diocese de São José dos Campos. 1.Entendendo o contexto... A história pastoral da Diocese de São José dos Campos é marcada pelas Assembléias."— Transcrição da apresentação:

1 SÍNODO DIOCESANO Diocese de São José dos Campos

2 1.Entendendo o contexto... A história pastoral da Diocese de São José dos Campos é marcada pelas Assembléias Diocesanas. Todas elas apontaram de forma bastante clara as prioridades que deveriam nortear a nossa ação pastoral-evangelizadora em momentos específicos de nossa caminhada. Foram vitais para que chegássemos onde nos encontramos hoje. Podemos dizer que responderam as necessidades do contexto em que estavam inseridas e cumpriram o seu papel.

3 Diante da maturidade pastoral que nossa Diocese atingiu, diante do espaço de referência que ocupa em âmbito de sub-região, regional ou mesmo nacional, diante dos desafios que o novo tempo nos proporciona, diante da influência que temos exercido nas decisões importantes em todas as esferas de nossos municípios e por fim diante das informações de que nossa região está entre as que mais vão se desenvolver nos próximos anos, sentimos que chegou o momento de definirmos com clareza nossa identidade. Precisamos determinar o nosso rosto e projetar como queremos que ele esteja no futuro, por exemplo, quando completarmos 50 anos de Diocese.

4 Não podemos navegar sem uma direção nesse mar de opções pastorais que aumentam a cada dia com variadas ofertas religiosas que tratam de responder, à sua maneira, à sede de Deus que nossos povos manifestam (D.Ap. 10). Com nossa identidade bem delimitada saberemos distinguir entre as novidades que somam a nossa vida eclesial das que dividem e nos tiram da rota fazendo com que nos percamos no caminho. Temos que nos preparar para o futuro! Nosso tempo não tolera mais improviso, o preço de uma ação sem planejamento pode ser alto demais.

5 Sugerimos, depois de uma pesquisa teórica e prática, o Sínodo Diocesano como instrumento para responder a esses anseios. Ele nos dará mais eficácia no governo pastoral por parte do bispo e mais segurança a coordenação de pastoral, como nos ensina a Instrução sobre os Sínodos Diocesanos da Congregação para os Bispos e Congregação para a Evangelização dos Povos: É sumamente desejável que também as "assembléias diocesanas" ou outras reuniões, na medida em que têm semelhança de fins e de composição com o sínodo, encontrem o seu lugar no âmbito da disciplina canônica, graças à acolhida das disposições canônicas e da presente Instrução, para garantir a sua eficácia para o governo da Igreja particular. (Congregação para os Bispos e Congregação para a Evangelização dos Povos. Instrução sobre os Sínodos Diocesanos, Proêmio).

6

7 Ouvir o Conselho de Presbíteros; Formação da Comissão Preparatória; Formação das Sub-Comissões de trabalho; Comunicação; Liturgia; Secretaria. Elaboração do Regulamento do Sínodo; Elaboração de Subsídios: Espirituais/Litúrgicos; Catequéticos e informativos. Elaboração e Aplicação da Pesquisa: Quantitativa externa; Quantitativa interna. 2.Convocação e Preparação (paralelo)

8 1.Abertura Solene do I Sínodo Diocesano; 2.Sessões Marco da Realidade; I Capítulo do Instrumento de Trabalho; 3.Sessões do Marco Doutrinal; II Capítulo do Instrumento de Trabalho; 4.Sessões do Marco Referencial; III Capítulo do Instrumento de Trabalho; 5.Promulgação do Documento Final; 6.Encerramento e Acolhida do Documento Final; 7.Assembléias Diocesanas. 3.Sessões do Sínodo...

9 Sessão de Abertura Solene na Catedral. Apresentação dos Delegados Sinodais. Sessões Marco da Realidade. I Capítulo do Instrumento de Trabalho. Apresentação da pesquisa quantitativa externa e interna; Considerações sociológicas da pesquisa Considerações históricas da pesquisa Análise de conjuntura sócio-político-econômico (mundial, continental, nacional e local); Análise de conjuntura eclesial (mundial, continental, nacional e local); Diocese: seu contexto histórico e suas estruturas e forças vivas; Elaboração do Marco da Realidade; Apreciação e aprovação do Bispo Diocesano do Marco da Realidade. 4.O Esquema de Desenvolvimento...

10 Sessões do Marco Doutrinal II Capítulo do Instrumento de Trabalho. Retiro de Discernimento; Critérios Pastorais objetivos do Magistério (o ideal); Discernimentos dos acertos e erros presentes em nossa realidade; Elaboração do Marco Doutrinal; Apreciação e aprovação do Bispo Diocesano do Marco Doutrinal.

11 Sessões do Marco Operacional III Capítulo do Instrumento de Trabalho Questões para as sessões sinodais marco referencial; Sessões e sub-sessões para cada uma das nove comissões. 1.Ministérios Ordenados e Vida Consagrada; Presbíteros Diáconos Religiosos (as) e Vida Consagrada 2.Laicato, Vida e família; Juventude Pequenas Comunidades Família e Defesa da Vida

12 3.Ação Missionária e Cooperação Inter-eclesial; Missionariedade Dízimo 4.Animação Bíblico-Catequética; Formação Inicial Formação Permanente 5.Liturgia; 6.Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso; 7.Serviço da Caridade, Justiça e Paz;

13 8.Cultura, Educação e Comunicação Social; 8.Educação 9.Comunicação 9.Movimentos e Novas Comunidades; Movimentos Eclesiais Novas Comunidades Elaboração do Marco Operacional; Apreciação e aprovação do Bispo Diocesano do Marco Operacional.

14 Promulgação do Documento Final: Elaboração do Documento Final; Apreciação, aprovação e promulgação do Documento Final pelo Bispo Diocesano Encerramento e Acolhida Sessão Solene de Conclusão do Sínodo: entrega a quem é de direito; Recepção e Acolhida do Documento Final nas paróquias e pastorais, movimentos, espiritualidades e organismos de nossa Diocese. 5.Promulgação, Encerramento...

15 Assembléias Diocesanas Periodicamente (acompanhando a CNBB – depois das diretrizes) sempre considerando o Documento Sinodal como referência necessária; Escolha das prioridades para os quatro anos; Elaboração dos Projetos para esses quatro anos por comissões. 6.Assembléias Diocesanas...

16 De Direito Bispo1 Vigário Geral1 Conselho de Presbíteros11 Sub total13 Eleitos Comissões18 Dois por Comissões Paróquias80 Dois por paróquia Presbítero por Região Pastoral07 Um presbítero eleito e mais um como suplente Diáconos08 Coordenador mais sete Religiosos(as)14 Representante de cada congregação mais um como suplente Sub total127 Livre Escolha CAED02 Observadores de outras Igrejas01 IECLB - CONIC Sub total03 Nomeados Equipe Executiva03 Pe. Celso José / Diác. Claúdio / Diác. Thiago Equipe de Secretaria05 Regina / Débora / ??? Seminaristas27 Filosofia e Teologia Sub total35 TOTAL DE DELEGADOS143 TOTAL DE OUVINTES035 TOTAL GERAL178 Operacionalização e Participação...

17 Proporcionalidade... Clero Diocesano02815,73% Religiosos(as)0147,86% Leigos(as)10056,18% Observadores(as)0010,57% Serviço0084,49% Seminaristas02715,17% Total178100%

18 Sub-Comissão: Comunicação... (Pe. Paulo Renato/ Diác. Claudio e Diác. Tiago / Pe. Edinei e equipe) Projeto de curto, médio e longo prazo. Objetivo: Tornar o Sínodo visível (logo e material de divulgação), Informar sobre o Sínodo, esclarecer sobre o Sínodo, interação Sínodo / Diocesanos.

19 Sub-Comissão: Liturgia... (Pe. Paulo Renato/ Diác. Claudio e Diác. Tiago / Pe. Celso e equipe) Projeto de curto, médio e longo prazo. Objetivo: Rezar o Sínodo em nossas comunidades, pastorais, movimentos..., celebrações especiais (abertura, encerramento de etapas...).

20 Pesquisa... (Pe. Paulo Renato / Pe. Magela / Pe. Toninho / Diác. Claudio e Diác. Tiago) Avaliação do material Fechamento – 01 de julho Reunião do Conselho de Presbíteros Encaminhamento – 02 de julho Instituto Data-Vale Data para entrega -

21 Datas do I Sínodo Diocesano... AtividadeDataObservações Fechamento da Pesquisa01 de julho de 2008 Encaminhamento da Pesquisa02 de julho de 2008 Revisão e Prazo final pesquisa11 de julho de 2008 Escolha dos delegados diáconos02 de agosto de 2008 Comissões para escolha de delegados e articular processo.09 de agosto de 2008 Conclusão da Pesquisa com Relatório11 de agosto de 2008 Escolha dos delegados padres das R.P.s19 de agosto de 2008 Escolha dos delegados religiosos(as) 26 de julho de de agosto de 2008 Delegados leigos (comissões e paróquias) para articulação final.23 de agosto de 2008 Celebração de Abertura do Sínodo5 de setembro de 2008Catedral de São Dimas Apresentação da Pesquisa aos Delegados e fechamento do VER6 de setembro de 2008 Análise de conjuntura27 de setembro de 2008 Elaboração do Marco da RealidadeAté final de 2008 Julgamento da realidade à luz da espiritualidade - Retiro dos Delegados 1º. Semestre de 2009 Julgamento da realidade à luz dos ensinamentos da Igreja1º. Semestre de 2009 Elaboração Marco Doutrinal1º semestre de 2009 Elaboração das Perguntas Sessões Sinodais1º semestre de 2009 Sessões SinodaisAté final de Sessões (+ ou -) Elaboração do Documento Final Realidade (ver), Doutrinal(julgar) e Operacional(agir) Até maio de 2010Depende do andamento das sessões. Celebração de Encerramento1º. de maio de 2010Depende do andamento das sessões.

22 Sugestão de Sessões Sinodais... Ministérios Ordenados e Vida Consagrada 1.Presbíteros 2.Diáconos 3.Religiosos (as) e Vida Consagrada Laicato, Vida e Família 4.Juventude 5.Pequenas Comunidades 6.Família e Defesa da Vida Ação Missionária e Cooperação Inter-eclesial 7.Missionariedade 8.Dízimo Animação Bíblico-Catequética 9.Formação Inicial 10.Formação Permanente Liturgia 11.Vida litúrgica Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso 12.Diálogo Serviço da Caridade, Justiça e Paz 13.Ação Social Cultura, Educação e Comunicação Social 14.Educação 15.Comunicação Movimentos de Novas Comunidades 16.Movimentos 17.Novas Comunidades

23 A vocação ao discipulado missionário é con-vocação à comunhão em sua Igreja. Não há discipulado sem comunhão. ( D.Ap. 156). Não depende tanto de grandes programas e estruturas, mas de homens e mulheres novos que encarem essa tradição e novidade, como discípulos de Jesus Cristo e missionários de seu Reino. ( D.Ap. 11). 7.Conclusão...

24 I SÍNODO DIOCESANO Diocese de São José dos Campos


Carregar ppt "SÍNODO DIOCESANO Diocese de São José dos Campos. 1.Entendendo o contexto... A história pastoral da Diocese de São José dos Campos é marcada pelas Assembléias."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google