A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Perspectivas para as revistas científicas latino-americanas em saúde Regina C. Figueiredo Castro Abel Laerte Packer BIREME/OPAS/OMS I Encontro Sul-Americano.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Perspectivas para as revistas científicas latino-americanas em saúde Regina C. Figueiredo Castro Abel Laerte Packer BIREME/OPAS/OMS I Encontro Sul-Americano."— Transcrição da apresentação:

1 Perspectivas para as revistas científicas latino-americanas em saúde Regina C. Figueiredo Castro Abel Laerte Packer BIREME/OPAS/OMS I Encontro Sul-Americano de Editores Científicos da Área da Saúde São Paulo, 2 de abril de 2005

2 Fluxo de comunicação científica: do papel ao eletrônico Revistas científicas na área da saúde na América Latina e Caribe Perspectivas para as revistas latino-americanas no ambiente eletrônico

3 o acesso à informação e ao conhecimento científico é essencial para o desenvolvimento social e econômico os resultados da pesquisa científica são comunicados e validados principalmente por meio das revistas científicas ciência é ciência publicada autores / pesquisadores / cientistas desejam que seus trabalhos tenham visibilidade e acessibilidade nacional e internacional Comunicação científica em saúde: premissas as revistas científicas cumprem as funções de: comunicar e validar os resultados de pesquisas registro / memória da ciência avaliação / qualidade / premiação

4 Fluxo tradicional da comunicação científica Seqüencial Foco em fascículos Modelo para a versão impressa Revisão e seleção RedaçãoPublicaçãoIndexaçãoDisseminação

5 Fluxo da comunicação científica no ambiente eletrônico Revisão e seleção Redação PublicaçãoIndexação Disseminação Internet Não seqüencial Convergência de autores, revisores, editores, usuários Alto grau de simultaneidade Acesso aberto (open access) Usuário

6 Artigo Revisão e seleção PublicaçãoIndexaçãoDisseminaçãoAvaliação Redação Fluxo da comunicação científica no ambiente eletrônico Centrado nos artigos Publicação eletrônica Gerenciamento eletrônico Publicação on the fly

7 Mudanças de papéis Autores = redação + publicação Editores = seleção + publicação + indexação produtores de bases de dados das revistas Produtores de bases de dados = indexação + disseminação + avaliação links entre bases de dados Autores, revisores, editores acompanham fluxo de publicação e interagem

8 Fluxo da comunicação científica no ambiente eletrônico Accessibilidade e visibilidade Sites próprios das revistas Acesso a coleções completas das revistas: digitalização de volumes impressos Bases de dados para pesquisa em coleções inteiras de revistas: títulos, autores, palavras... Sites de busca na Internet Metadados para outras fontes de informação Open access

9 Fluxo da comunicação científica no ambiente eletrônico Valor agregado Recursos de multimídia: filmes, áudio Pesquisa e consulta em coleções completas das revistas: títulos, autores, palavras-chave, imagens,... Links, links, links: dentro e fora do texto para outras fontes de informação Indicadores de uso Indicadores de citação

10 artigo SciELO CAPES DOAJ OAI Lattes ScienTI Revista FAPESP SciELO PUBMED MEDLINE ISI/WoSLILACS Lattes ScienTI LILACSSciELOSHARED Grupos de pesquisa Lattes ScienTI MEDLINE Acessibilidade e visibilidade

11 Acesso aberto: conceito Segundo a Declaração de Bethesda, uma publicação de acesso aberto é aquela que atinge as seguintes condições: – O autor e o detentor de direito autoral garantem a todos os usuários direito de acesso perpétuo no mundo todo, irrevogável e livre, bem como uma cópia de licença para copiar, utilizar, distribuir, transmitir e mostrar o trabalho publicamente e fazer e distribuir trabalhos derivados, em qualquer meio digital para qualquer propósito respeitável, sujeito a atribuir apropriadamente o direito autoral e também o direito de fazer um pequeno número de cópias impressas para uso pessoal. – A versão completa do trabalho e também de todo material suplementar, incluindo a cópia de permissão como estipulada acima, num formato eletrônico de padrão conveniente é depositada imediatamente após a publicação em ao menos um repositório online mantido por uma instituição ou sociedade acadêmica, agência governamental ou outra agência bem estabelecida que procure disponibilizar o acesso aberto, distribuição irrestrita, interoperabilidade e arquivamento por longo tempo.

12 Acesso aberto: objetivos e modelos O objetivo principal do acesso livre é maximizar o impacto das pesquisas, maximizando o acesso às pesquisas (Steven Harnad) Vários modelos: – Autor paga para publicar – Agências de financiamento financiam publicação de trabalhos de pesquisa – Agências governamentais financiam revistas científicas – Assinaturas na versão impressa subsidiam publicação eletrônica – Acesso aberto parcial (depois de um tempo de publicação) –....

13 Acesso aberto: movimentos – Budapest Open Access Initiative – Berlin Declaration on Open Access to Knowledge in Sciences and Humanities – Bethesda Statement on Open Access Publishing – Scottish Declaration on Open Access – IFLA Statement on Open Access to Scholarly Literature and Research – Wellcome Trust position statement in support of open access publishing

14 Acesso aberto: iniciativas - PubMed Central - Open Archives Initiative - Public Library of Science (PLoS) - BioMed Central - SPARC – Scholarly Publishing and Academic Resources Coalition - …

15 Revistas científicas na área da saúde na América Latina e Caribe Revistas latino-americanas: baixa percentual em relação à produção científica mundial 1,3% na base MEDLINE de Praticamente ausentes das bases de dados internacionais Pouca visibilidade: poucas citações nem mesmo os autores nacionais citam revistas nacionais Aumento da qualidade, principalmente com as novas possibilidades da publicação e gerenciamento eletrônicos

16 os países desenvolvidos contam com uma infra-estrutura avançada de comunicação científica Legado a ser superado nos países em desenvolvimento contam com um conjunto selecionado de revistas de qualidade que são identificadas no meio científico como de corrente principal, isto é, são indexados em índices internacionais reconhecidos como de referência, como o ISI, MEDLINE, etc. somente uma pequena porcentagem da comunicação científica dos países em desenvolvimento compartilham essa infra-estrutura a maioria dos periódicos dos países em desenvolvimento tem distribuição e disseminação limitadas em conseqüência, o conhecimento científico gerado e publicado localmente tende a se perder ou tem impacto limitado

17 ISI-JCR 27 MEDLINE 64 SciELO 150 LILACS 655 Bases de dados nacionais Revistas científicas da área da saúde (Brasil e outros países da América Latina)* * Dados atualizados em março de 2005 Brasil ISI 11 MEDLINE 30 SciELO 67 LILACS 262

18 ………. 4 …… 3 … 2 1 Fator de impacto desafio: circulo vicioso círculo virtuoso

19 Situação da indexação das revistas científicas da área da saúde da América Latina Bases de dadosTotal de revistas Total de países MEDLINE6412 EMBASE859 ISI278 LILACS65518 SciELO1509 Fontes: List of journals indexed for MEDLINE 2005, List of EMBASE journals 2003, ISI 2004, LILACS 2005, SciELO.org 2005

20 Article Revisão e Seleção PublicaçãoDisseminaçãoIndexaçãoAvaliaçãoRedação Perspectivas para as revistas latino-americanas no ambiente eletrônico Sites próprios

21 Fatores que favorecem as revistas latino- americanas no ambiente eletrônico Accessibilidade e visibilidade SciELO: links com as principais fontes de informação Acesso a coleções completas das revistas: digitalização de volumes impressos e criação de bases de dados para consulta Envio de metadados das revistas para alimentação imediata de bases de dados LILACS Express, MEDLINE Gerenciamento eletrônico do fluxo editorial: submissão, revisão e publicação online maior rapidez de publicação Uso de outros recursos: valor agregado Indicadores de uso e citações vídeo ewampentrevistas

22

23

24

25

26

27

28 Revistas eletrônicas indexadas na base de dados LILACS: de 2001 a 2004 Total em 2001: 119 (20%) Total em 2004: 326 (49%) Fonte: Biblioteca Virtual em Saúde, Portal de Revistas Científicas, agosto de 2004

29 Perspectivas futuras Quase totalidade das revistas da LILACS em formato eletrônico Gerenciamento eletrônico de revistas e submissão online Exportação de metadados para PubMed Central: maior representatividade internacional das revistas brasileiras Expansão do movimento de acesso aberto na América Latina: integração com outras iniciativas mundiais

30 Encontros de editores científicos no ICML9/CRICS7 International Seminar on Open Access for Developing Countries Painel 4 – Comunicação científica. Open Access Grupo de Trabalho de Editores Científicos na 4ª Reunião de Coordenação Regional da BVS Reunião Internacional de Associações de Editores Científicos da Área da Saúde

31 Até Salvador em setembro!


Carregar ppt "Perspectivas para as revistas científicas latino-americanas em saúde Regina C. Figueiredo Castro Abel Laerte Packer BIREME/OPAS/OMS I Encontro Sul-Americano."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google