A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade de Brasília ADM – Departamento de Administração Administração de Recursos Materiais Turma 14 GRUPO 41 13 de setembro de 2009 Subgrupo X: Adelson.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade de Brasília ADM – Departamento de Administração Administração de Recursos Materiais Turma 14 GRUPO 41 13 de setembro de 2009 Subgrupo X: Adelson."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade de Brasília ADM – Departamento de Administração Administração de Recursos Materiais Turma 14 GRUPO de setembro de 2009 Subgrupo X: Adelson Júnior – 09/88308 Carolina Torma – 09/91694 Subgrupo Y: Adso Oliveira – 07/43372 Willie Macedo – 07/55451 Camila Wanderley – 09/91163 Responsável: Camila Wanderley

2 R03 Técnicas de Gestão de Estoques – II Fatores que têm Levado a Organização a Mudar seu Papel na Logística

3 1. Segundo o enfoque do fluxo contínuo de materiais, o estoque de produtos acabados é evitado tanto quanto possível, especialmente o estoque de segurança. Por que isso ocorre? A razão disso é que a produção ocorre contra a demanda real. Um pequeno estoque, porém, pode ser produzido contra previsão, como estoque regulador para facilitar o transporte e reduzir custos.

4 2. Explique, resumidamente, o que é: a) Fluxo sincrônico de material; a) O fluxo sincrônico de material é um novo enfoque que está emergindo, ainda mais eficiente, para o sistema de controle da produção. A produção e a distribuição se tornam integradas por meio do uso da tecnologia de informação.

5 b) Relação simbiótica. b) Relação simbiótica é o nome dado a relação cada vez mais próxima entre cliente e fornecedor que é demandada no enfoque do fluxo sincrônico de material.

6 3. A execução das atividades relativas a movimentação, armazenagem, seleção de fornecedores, compras, produção é realizada nas empresas de forma separada e funcional. Quais as conseqüências que esse enfoque fracionado traz? Falta de foco no cliente; Níveis de serviço abaixo do desejado; Custos de logística elevados; Capital empregado em estoques; e Ciclos longos de produção e pouca flexibilidade.

7 4. Quais são os principais fatores de pressão da mudança do papel da logística? Competição externa; Ciclo de vida do produto; Clientes mais exigentes e melhor informados; Racionalização da base de fornecedores; Papel mais restrito dos distribuidores; e Demanda por parcerias.

8 5. Como funciona a racionalização da base de fornecedores e qual o seu objetivo? A racionalização da base de fornecedores envolve o estreitamento do relacionamento entre a empresa e seus fornecedores, a fim de obter melhor qualidade, diminuir os estoques, reduzir o lead time de fornecimento e ter produtos disponíveis sempre que necessário. Dentro deste modelo, a empresa reduz o número de seus fornecedores ao mesmo tempo em que seus fornecedores criam uma cadeia de subfornecedores, para que a empresa tenha contato apenas com seu fornecedor, porém, receba dele os seus diversos insumos.

9 6. De que forma o ciclo de vida do produto influencia na mudança do papel da logística? Devido ao rápido avanço tecnológico e ao constante avanço de produtos, o ciclo de vida dos produtos diminuiu de forma considerável, exigindo das empresas uma logística integrada e eficiente para que a mesma tenha uma flexibilidade maior e mantenha seus produtos atualizados.

10 Bibliografia CHING, Hong Yuh. Gestão de Estoques na Cadeia de Logística Integrada. 3ª ed. São Paulo: Atlas, GOOGLE Imagens. Disponível em:. Acesso em: 11 set


Carregar ppt "Universidade de Brasília ADM – Departamento de Administração Administração de Recursos Materiais Turma 14 GRUPO 41 13 de setembro de 2009 Subgrupo X: Adelson."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google