A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade de Brasília Departamento de Administração Administração de Recursos Materiais Turma 14 Grupo 43 - R10 Subgrupo X :Augusto Sardeiro 09/90051.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade de Brasília Departamento de Administração Administração de Recursos Materiais Turma 14 Grupo 43 - R10 Subgrupo X :Augusto Sardeiro 09/90051."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade de Brasília Departamento de Administração Administração de Recursos Materiais Turma 14 Grupo 43 - R10 Subgrupo X :Augusto Sardeiro 09/90051 Gizelle Nóbrega ( responsável) 09/95509 Subgrupo Y : Guilherme Amaral09/95720 Matheus Reis 10/02422

2 Cadeia de Suprimentos da Saúde e Tecnologia de Informação A indústria de saúde tradicionalmente concentrou seus esforços em diminuir, mediante descontos, os preços por volumes de compras para tentar diminuir os custos. Porém, essa técnica de redução de custos passou a não exercer mais impacto significativo e, aliado a pressões externas, a exigir novas posturas.

3 Cadeia de Suprimentos da Saúde e Tecnologia de Informação As pressões externas estão levando muitos hospitais a procurarem outras alternativas para reduzirem os custos.

4 Cadeia de Suprimentos da Saúde e Tecnologia de Informação Pressões externas Pressões de forças competitivas; Governo: maior consumidor em matéria de saúde. Ele exerce grande influência na definição do valor dos preços dos produtos, das ações e serviços de saúde e que está a exigir diminuição de custos e aumento na qualidade;

5 Cadeia de Suprimentos da Saúde e Tecnologia de Informação Aumento da expectativa de vida das pessoas e os avanços tecnológicos que a proporcionam também estão a exercer pressão sofre os gastos do governo em matéria de saúde.

6 Cadeia de Suprimentos da Saúde e Tecnologia de Informação Como solução para esse dilema, em 1997, a American Hospital Association patrocinaram uma pesquisa chamada de Efficient Healthcare Consumer Response ( EHCR ). Ela trouxe como recomendação o uso de Sistemas de Informação para automatizar os atuais processos na cadeia de suprimentos.

7 E- commerce: Espécie de tecnologia de informação que possibilita um significativo impacto em cada um dos componentes do gerenciamento de uma cadeia de suprimentos. Gerenciamento de fornecedores Gerenciamento de estoques Gerenciamento de distribuição e de pagamentos. Cadeia de Suprimentos da Saúde e Tecnologia de Informação

8 Está no gerenciamento de compras a maior oportunidade de economia, especificamente nas atividades de: processo de atualização dos catálogos de preços; processo de pedidos de compras; avisos de encaminhamento; gerenciamento das notas fiscais e dos pagamentos.

9 Cadeia de Suprimentos da Saúde e Tecnologia de Informação O que é o Business-to-business e-commerce? São simplesmente companhias conduzindo negócios uma com a outra por meio do World wide web. O B2B permite que dezenas de milhares de companhias conectem-se com dezenas de outras, por meio de uma rede virtual.

10 Cadeia de Suprimentos da Saúde e Tecnologia de Informação Vantagens do B2B E-commerce: Diminuir erros; Atualizações de preços e informações instantaneamente; Economizar tempo e dinheiro; Permitir que os hospitais comprem diretamente dos fornecedores. Controle de inventários. Eliminar a necessidade do papel;

11 Perguntas 1) A indústria de saúde tradicionalmente concentrou seu esforço em diminuir, mediante descontos, os preços por volume de compras para assim reduzir os custos de materiais e suprimentos. Porém, essa técnica de redução de custos cada vez menos exerce impacto significativo sobre so custos totais, levando à uma pressão de outros setores para que a indústria de saúde busca novos meios de redução. Quem são os "setores" que mais pressionam a indústria de saúde por redução de custos? O Governo é o maior consumidor de material de saúde, assim exerce maior influência na definição do valor dos preços. Agrega-se a isso a o aumento da expectativa de vida das pessoas e sua maior informãção sobre os gastos públicos com saúde. 2) O e-commerce, espécie de tecnologia de informação, destaca-se por possibilitar um significativo impacto positivo em cada um doscomponentes do gerenciamento de uma cadeia de suprimentos. Qual a sua importância no gerenciamento de estoques? No gerenciamento de estoques, o e-commerce pode reduzir a diminuição do ciclo de encomenda- faturamento-remessa, matendo, assim, os níveis de estoque em patamares mínimos.

12 Perguntas 3) A pesquisa EHCR revela que entre os diversos setores da cadeia de suprimentos, o gerenciamento de compras é que apresenta maior oportunidade de economia. Por quê? Porque há muitas atividades específicas que podem aumentar a eficiência do gerenciamento em compras como: o processo de atualização dos catálogos dos preços, o processo de aviso de encaminhamento, gerenciamento de notas fiscais, etc. 4) O que o Business-to-business e-commerce(B2B) trouxe a mais em comparação ao Business-to- consumer e-commerce ? O B2B permite que milhares de companhias conectem entre si por meio de uma rede virtual, ao invés de se conectarem por apenas um computador centrl como no Business-to-consumer e-commerce.

13 Bibliografia CHING, Hong Yuh. Gestão de Estoques na Cadeia de Logística Integrada. 3ª ed. São Paulo: Atlas, GOOGLE Imagens. Disponível em:. Acesso em: 13 de nov de 2009.


Carregar ppt "Universidade de Brasília Departamento de Administração Administração de Recursos Materiais Turma 14 Grupo 43 - R10 Subgrupo X :Augusto Sardeiro 09/90051."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google