A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

21 3a Jornada para o Estudo Intenso da Logística 21 Em 25 de novembro, 2008 UnB/FACE/ADM.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "21 3a Jornada para o Estudo Intenso da Logística 21 Em 25 de novembro, 2008 UnB/FACE/ADM."— Transcrição da apresentação:

1 21 3a Jornada para o Estudo Intenso da Logística 21 Em 25 de novembro, 2008 UnB/FACE/ADM

2 A e 21B Priscila, Gabriela, Luiz, Elza 1 Produtos funcionais requerem um processo produtivo eficiente, enquanto produtos inovadores requerem um processo produtivo mais responsivo (V); 1 Produtos funcionais requerem um processo produtivo eficiente, enquanto produtos inovadores requerem um processo produtivo mais responsivo (V); 2 No caso dos produtos inovadores, a demanda tende a ser instável e imprevisível, os ciclos de vida mais curtos e as margens de lucro, relativamente mais altas (V) 2 No caso dos produtos inovadores, a demanda tende a ser instável e imprevisível, os ciclos de vida mais curtos e as margens de lucro, relativamente mais altas (V)

3 A e 21B Priscila, Gabriela, Luiz, Elza 3 No caso dos produtos funcionais, a demanda tende a ser mais estável e previsível e os ciclos de vida dos produtos, mais longos (V); 3 No caso dos produtos funcionais, a demanda tende a ser mais estável e previsível e os ciclos de vida dos produtos, mais longos (V); 4 O efeito chicote diz respeito à ampliação da variância das informações da demanda à medida que elas se propagam no sentido montante da SC (V) 4 O efeito chicote diz respeito à ampliação da variância das informações da demanda à medida que elas se propagam no sentido montante da SC (V)

4 D e 21E Lúcia, Alexandre, Leonardo, Mariana (V) O efeito chicote diz respeito à ampliação da variância das informações da demanda a medida que elas se propagam no sentido montante da SC (p.137) (V) O efeito chicote diz respeito à ampliação da variância das informações da demanda a medida que elas se propagam no sentido montante da SC (p.137) (V) O efeito chicote tem quatro causas básicas, que são por eles modeladas e discutidas matematicamente. Em termos, qualitativos são: Atualização da demanda, jogo do racionamento, processamento de ordens e variação de preços (p. 139 a 141). (V) O efeito chicote tem quatro causas básicas, que são por eles modeladas e discutidas matematicamente. Em termos, qualitativos são: Atualização da demanda, jogo do racionamento, processamento de ordens e variação de preços (p. 139 a 141).

5 D e 21E Lúcia, Alexandre, Leonardo, Mariana (F) Taylor, na conclusão de sua pesquisa, sugere que quando estudamos a amplificação da demanda em uma SC não devemos separar os fatores que disparam (causas raízes) e os fatores que simplesmente amplificam a variação e amplitude na demanda (p.146). (F) Taylor, na conclusão de sua pesquisa, sugere que quando estudamos a amplificação da demanda em uma SC não devemos separar os fatores que disparam (causas raízes) e os fatores que simplesmente amplificam a variação e amplitude na demanda (p.146). (F) São objetivos básicos na DCM: aumentar a demanda, desenvolver sistemas com flexibilidade de resposta, definir claramente o papel dos estoques e aumentar o número de pessoas que influenciam a demanda (p 146 e 147). (F) São objetivos básicos na DCM: aumentar a demanda, desenvolver sistemas com flexibilidade de resposta, definir claramente o papel dos estoques e aumentar o número de pessoas que influenciam a demanda (p 146 e 147).

6 F Leonardo e Rafael ( F ) os níveis de planejamentos são estratégico, analítico, tático e operacional ( F ) os 4 componentes de processo de otmização são: variáveis de decisão, restrição, objetivos, modelos e o próprio planejamento.

7 G e 21I João Bosco, Yuri, Waikynã e Adrianne (F) O procedimento formalizado por Handfield (2000) de desenvolvimento de fornecedores é composto por quatro etapas: 1- identificar os itens mais críticos, 2- identificar os fornecedores críticos, 3-formar equipe, alinhar objetivos, 4- definir detalhes. (F) O procedimento formalizado por Handfield (2000) de desenvolvimento de fornecedores é composto por quatro etapas: 1- identificar os itens mais críticos, 2- identificar os fornecedores críticos, 3-formar equipe, alinhar objetivos, 4- definir detalhes. (F) Na página 163, Pires coloca que o desenvolvimento de fornecedores precisa ser visto de forma estratégica, onde a empresa deve procurar ser parceira de todos os fornecedores. (F) Na página 163, Pires coloca que o desenvolvimento de fornecedores precisa ser visto de forma estratégica, onde a empresa deve procurar ser parceira de todos os fornecedores.

8 G e 21I João Bosco, Yuri, Waikynã e Adrianne (F) Em termos estratégicos e operacionais é recomendável ter um número relativamente grande de fornecedores e ter um relacionamento próximo de parceria com todos eles. (F) Em termos estratégicos e operacionais é recomendável ter um número relativamente grande de fornecedores e ter um relacionamento próximo de parceria com todos eles. (V) Algumas vantagens de se ter fornecedores únicos são: cooperação no desenvolvimento de novos produtos, maior comprometimento e foco dos esforços e uma maior economia de escala. (V) Algumas vantagens de se ter fornecedores únicos são: cooperação no desenvolvimento de novos produtos, maior comprometimento e foco dos esforços e uma maior economia de escala.

9 164 – H Marcio, Emanuel, Vinícius 1 (V) Uma melhor comunicação e precisão dos dados transacionados, rapidez no acesso à informação e mair produtividade nas transações de dados são vantagens do EDI; 1 (V) Uma melhor comunicação e precisão dos dados transacionados, rapidez no acesso à informação e mair produtividade nas transações de dados são vantagens do EDI; 2 (F) A prática do ECR é bastante antiga, tendo suas primeiras aparições no intercâmbio de mercadorias entre Portugal e as Indias 2 (F) A prática do ECR é bastante antiga, tendo suas primeiras aparições no intercâmbio de mercadorias entre Portugal e as Indias

10 164 – H Marcio, Emanuel, Vinícius 3 (V) O CPFR é uma evolução quase que natural do CR e aborda aspectos até então inéditos, como a influência das promoções na previsão de vendas e na gestão de estoques; 3 (V) O CPFR é uma evolução quase que natural do CR e aborda aspectos até então inéditos, como a influência das promoções na previsão de vendas e na gestão de estoques; 4(F) A prática conhecida como ECR é auxiliada pela prática do VMI, onde o Fornecedor é isentado de participação na gestão de estoques para um maior controle gerencial da empresas foco. 4(F) A prática conhecida como ECR é auxiliada pela prática do VMI, onde o Fornecedor é isentado de participação na gestão de estoques para um maior controle gerencial da empresas foco.


Carregar ppt "21 3a Jornada para o Estudo Intenso da Logística 21 Em 25 de novembro, 2008 UnB/FACE/ADM."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google