A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Integrantes: Matrícula: Fernando Barbelli Feitosa 06/84295 Fernando Donizette Jesuino 06/84341 Jacqueline Damascena Dutra 06/8670 Patrícia Ribeiro Assad.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Integrantes: Matrícula: Fernando Barbelli Feitosa 06/84295 Fernando Donizette Jesuino 06/84341 Jacqueline Damascena Dutra 06/8670 Patrícia Ribeiro Assad."— Transcrição da apresentação:

1 Integrantes: Matrícula: Fernando Barbelli Feitosa 06/84295 Fernando Donizette Jesuino 06/84341 Jacqueline Damascena Dutra 06/8670 Patrícia Ribeiro Assad de Souza (Responsável) 05/90282 Wagner Assunção 06/ Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

2 Logistica Integrada Idéia: Nova visão de logística integrada Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

3 Introdução Log í stica: gerenciamento do fluxo f í sico de materiais que come ç a com a fonte de fornecimento no ponto de consumo – f á brica, locais e n í veis de estocagem, sistemas de informa ç ão, transporte e armazenamento. Gerenciamento Log í stico: conceitos de fluxo e compras de mat é rias- primas, opera ç ões de produ ç ão e transforma ç ão, controles de materiais e processo, produtos acabados, gerenciamento de transporte e distribui ç ão de produtos destinados a vendas, desde dep ó sitos intermedi á rios at é a chegada dos produtos aos consumidores finais Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

4 Introdução Principais missões dentro da Log í stica: fornecer quantidade desejada de servi ç os aos clientes – n í veis de custos aceit á veis e competitivos; proporcionar subs í dios e condi ç ões para que se movimentem da maneira mais r á pida e eficaz poss í vel; e contribuir para a gestão comercial da companhia – confiabilidade e efic á cia da movimenta ç ão de materiais; prazos e metas de atendimento aos pedidos efetuados pelos clientes Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

5 Questões básicas levantadas pela logística Caracter í sticas necess á rias à integra ç ão log í stica no âmbito gerencial: Perfil de senioridade: n í vel de responsabilidade e autonomia; Comunica ç ão transparente e fluida: perfeita e otimizada; Servi ç o ao cliente: satisfa ç ão da razão de existir da corpora ç ão; Trabalho em equipe: perfeita integra ç ão dos departamentos Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

6 Questões básicas levantadas pela logística Log í stica Moderna: atendimento de diferentes necessidades dos clientes, com n í veis de servi ç o diferenciados, pela integra ç ão total entre á reas e entidades externas Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

7 A Evolução nas Últimas Décadas Nos últimos 20 anos, tornou-se uma das mais importantes ferramentas para os administradores; Inicialmente, foco interno; depois, foco empresa-cliente; e finalmente, logística integrada Filosofia integrativa, visando redução de custos e satisfação do cliente; Tendência futura a chegar na logística interempresarial Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

8 Papel da logística na empresa A logística tem a função de responder por toda a movimentação de materiais dentro do ambiente interno e externo dentro das empresas, desde a chegada da matéria-prima até a entrega do produto ao consumidor final Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

9 Divisões da logística Atividades primárias – muito importantes para o cumprimento da função logística; contribuem com maior parte do custo total da logística transportes gestão de estoques processamento de pedidos Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

10 Divisões da logística Atividades secundárias – dão suporte às atividades primárias a fim de cumprir a níveis de excelência de serviços requisitados pelos clientes armazenagem manuseios de materiais embalagem de proteção programação de produtos manutenção de informação Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

11 Divisões da logística Por meio da gestão adequada das atividades primárias e secundárias que a logística pode atender ao seu objetivo de proporcionar aos clientes produtos e serviços que satisfaçam as suas necessidades Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

12 Características básicas de controle de estoques Custo associados a estoques Custo de pedir: pedido; processamento burocrático, contábil e de almoxarifado; recebimento e verificação Custo de manter estoque: armazenagem, seguro, deterioração, obsolescência e oportunidade Custo total: custo de pedir + custo de manter Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

13 Características básicas de controle de estoques Objetivos do estoque Objetivos de custo: balancear custos de manter e de pedir, pois são conflitantes Objetivos de nível de serviço: manter equilíbrio entre produção e custo total de estoque e nível de serviço prestado Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

14 Características básicas de controle de estoques Previsão de incertezas Previsão de demanda: prever qual produto e que quantidade serão necessários Previsão de tempo de ressuprimento (lead time): mapear o tempo entre o pedido ao fornecedor e a entrega do mesmo Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

15 Estoques: gestão x controle Visão tradicional: manter estoques para variação de demanda, produzir lotes econômicos ou não perder vendas Resultado da visão: custo alto, menor tempo de resposta ao mercado e inventário obsoleto Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

16 Estoques: gestão x controle Gestão de estoque Origem nas empresas ; Função de compras, de acompanhamento, gestão de armazenagem, planejamento e controle de produção e gestão de distribuição; Criada como meio de redução de custos totais, com independência entre as partes da cadeia; Altas taxas de juros e competição global forçam o questionamento das formas de controle de estoque; Estratégias mais proativas são exigidas Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

17 Estoques: gestão x controle Gestão de estoques - elementos Plano de negócio: fatores políticos, econômicos, demográficos, tecnológicos e competitivos; Plano de produção: baseado na manufatura; Plano das necessidades de recursos: instalações, equipamentos e mão-de-obra; Plano financeiro: objetivos financeiros no médio e no longo prazo; Gerenciamento da demanda: coletar e agregar as demandas das necessidades de produtos Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

18 Estoques: gestão x controle Objetivos da gestão de estoques Planejamento do estoque: valores que o estoque terá com o decorrer do tempo; Controle: registro dos dados reais; Retroalimentação: controle x planejamento Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

19 Estoques: gestão x controle Processo de produção industrial e estoques Objetivos: planejar o estoque as épocas das entradas saídas e o tempo entre estas épocas e os pontos de pedidos Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

20 Estoques: gestão x controle Processo de produção industrial e estoques Tipos de estoques: matéria-prima produtos em processo materiais de embalagem produtos acabados suprimentos Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

21 Perguntas ( ) A DELL conseguiu oferecer serviços com valor agregado para diferentes clientes devido a eliminação do fornecedor intermediário onde adotou-se uma nova maneira de utilização da TI denominada Integração virtual (verdadeiro) ( ) A aplicação pela DELL do modelo direto de negócios resultou na eliminação do custo de estocagem e no aumento das despesas com as revendas ( falso). ( )A visão Kaban implantada pela HP acarretou para empresa redução no lead time, aumento de custos na manutenção de estoques com maior risco do inventário tornar-se obsoleto (falso) Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

22 ( ) Na busca pela redução de estoques, a Dell se utilizou do modelo direto de negócio, que consiste em substituir os canais de distribuição pela venda direta aos consumidores, atendendo as expectativas de cada deles com os equipamentos disponíveis no mercado. O desenvolvimento deste modelo foi possível devido à visão de logística integrada, ao considerar fornecedores e prestadores de serviço como se dentro da empresa estivessem (verdadeira). ( ) O pioneirismo na produção das impressoras deskjet, em Vancouver, possibilitou à HP alcançar um nível elevado de satisfação junto aos clientes, porém o aumento na demanda por tais produtos causou um problema de desabastecimento na Europa e Ásia. A adoção, por parte da empresa, do modelo de gestão de estoque foi a responsável pela deficiência na empresa (falsa). ( ) A instalação de fábricas na Europa e Ásia, em substituição ao modelo centralizado em Vancouver reduziria a crise de estoque decorrente do prazo de transporte (verdadeira) Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

23 ( ) A política da empresa Dell de manter um bom relacionamento com os clientes é uma atitude proativa, tendência no mercado atual ( verdadeiro). ( ) A empresa DELL costuma medir a velocidade do estoque, com intuito, de controlar a rotatividade e não manter produtos obsoletos em sua estocagem, e assim liberar ativos para outro tipo de investimento ( verdadeiro). ( ) A DELL estabelece uma relação tradicional com seus fornecedores – arms length Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

24 ( ) A DELL permanece com uma visão tradicional de que grande quantidades de produtos devem ser mantidos em estoque para acompanhar a variação da demanda ( falso). ( ) A distribuição dos produtos HP era feita por meio marítimo, o que aumentava o lead time - ressuprimento de matéria-prima- e acarretava em custos maiores (verdadeiro). ( ) A HP como empresa fabricante, sofria pressão crescente para proporcionar altos níveis de disponibilidade para revenda ; para assegurar tal disponibilidade, a HP passou a trabalhar com um estoque de segurança para os materiais que chegavam a fabrica, contudo, não eliminou a incerteza na previsão de demandas( verdadeiro) Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação

25 ( ) Temos que decidir qual é a nossa competência central e qual o valor central que damos a ela. Precisamos decidir se estamos no negócio de armazenamento ou integração, e então adotar estratégias para apoiar nosso negócio. Baseado na afirmação acima é possível perceber que a empresa não tem um plano de negócios estruturado (verdadeiro). ( ) A rede de fornecedores, fábricas, centros de distribuição ( CDs), distribuidores e clientes para os produtos Deskjet compreendem a cadeia de suprimentos da impressora Deskjet, fabricada pela HP (verdadeiro). ( ) A execução das atividades relativas a movimentação de materiais e ao fluxo de informações, do fornecedor ao consumidor final e vice-versa é realizada de forma segmentada na HP ( verdadeiro) Gestão de estoques na cadeia de logística integrada - supply chain. CHING, Hong Yuh. 3ª. ed. São Paulo: Atlas, Apresentação


Carregar ppt "Integrantes: Matrícula: Fernando Barbelli Feitosa 06/84295 Fernando Donizette Jesuino 06/84341 Jacqueline Damascena Dutra 06/8670 Patrícia Ribeiro Assad."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google