A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

E.E Camilo Bonfim Professora: Terezinha Disciplina: Ciências da Natureza Alunos: Pablo, Thalia Nayane. Dione Série: 8º AnoB tema:Cocaína.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "E.E Camilo Bonfim Professora: Terezinha Disciplina: Ciências da Natureza Alunos: Pablo, Thalia Nayane. Dione Série: 8º AnoB tema:Cocaína."— Transcrição da apresentação:

1 E.E Camilo Bonfim Professora: Terezinha Disciplina: Ciências da Natureza Alunos: Pablo, Thalia Nayane. Dione Série: 8º AnoB tema:Cocaína

2 O que é cocaína ?. Cocaína é uma droga extraída de uma planta conhecida como Erythroxylum Coca. Pó branco, normalmente inalado (cheirado) ou diluído em água para ser injetado nas veias (administração intravenosa). Quase sempre vendida em pequenas quantidades, embrulhadas em pedaços de plástico ou papel alumínio, conhecidos como papelote.

3 Produção A cocaína é extraída das folhas da planta Eritroxilon coca em duas fases. Primeiramente, as folhas são prensadas com ácido sulfúrico, querosene ou gasolina, formando a pasta de coca, a qual, por sua vez, contém até 90% de sulfato de cocaína. Em seguida, a pasta é tratada com ácido clorídrico, formando o cloridrato de cocaína: pó branco e cristalino.

4 Substâncias ativas A cocaína é uma benzoilmetilecgonina, sendo o principal alcalóide existente nas folhas de Eritroxilon coca e de outras espécies do mesmo gênero. Apresenta-se em quantidades que variam de 0,5 % a 1,8 % do peso das folhas da planta. As formas químicas utilizadas da droga são: cloridrato de cocaína e pasta- base.

5 Formas de Consumo Nos países produtores da folha da coca, estas são usadas quando mascadas ou ingeridas em forma de chá. Nos demais países, a cocaína é freqüentemente utilizada nas seguintes formas: Ingestão oral,Intranasal, Respiratória:Endovenosa.

6 O efeito da cocaína no cérebro Corte cerebral pós-morte de um viciado em cocaína. A lesão mostrada refere-se a uma hemorragia cerebral massiva e está associada ao uso da cocaína.

7 Efeitos gerais A cocaína provoca febre devido ao aumento da produção de calor (por ação no SNC), além da diminuição das perdas desse calor (em função da vasoconstrição periférica). Finalmente, desmaios, suores frios, calafrios, vômitos e diarréia podem ser ocasionados pelo uso da droga.

8 Referâncias Bibliográficas ogas/cocaina1.php#ixzz1yvtx4NQy ogas/cocaina1.php#ixzz1yvuwaS1N


Carregar ppt "E.E Camilo Bonfim Professora: Terezinha Disciplina: Ciências da Natureza Alunos: Pablo, Thalia Nayane. Dione Série: 8º AnoB tema:Cocaína."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google