A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Olfato Katiane,karen,Luana. olfato O olfato é um dos cinco sentidos pelo qual se percebe os odores. O nariz, equipado com nervos olfativos, é o principal.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Olfato Katiane,karen,Luana. olfato O olfato é um dos cinco sentidos pelo qual se percebe os odores. O nariz, equipado com nervos olfativos, é o principal."— Transcrição da apresentação:

1 olfato Katiane,karen,Luana

2 olfato O olfato é um dos cinco sentidos pelo qual se percebe os odores. O nariz, equipado com nervos olfativos, é o principal órgão do olfato. Os nervos olfativos são também importantes para distinguir o sabor das substâncias que se encontram dentro da boca. Pode-se dizer que muitas das sensações gustativas tem sua origem no olfato. O olfato é um dos cinco sentidos pelo qual se percebe os odores. O nariz, equipado com nervos olfativos, é o principal órgão do olfato. Os nervos olfativos são também importantes para distinguir o sabor das substâncias que se encontram dentro da boca. Pode-se dizer que muitas das sensações gustativas tem sua origem no olfato.nervos

3 Entrodução As sensações olfativas são difíceis de descrever e de classificar. Entretanto, têm-se realizado classificações baseadas em elementos químicos associados aos odores das substâncias. As sensações olfativas são difíceis de descrever e de classificar. Entretanto, têm-se realizado classificações baseadas em elementos químicos associados aos odores das substâncias.

4 A pesquisa sobre olfato As pesquisas sobre o olfato apontam que as substâncias com odores similares apresentam moléculas do mesmo tipo. Estudos recentes mostram que a forma das moléculas que originam os odores determina a natureza do odor dessas moléculas e substâncias. Acredita-se que estas moléculas combinam-se com células específicas do nariz ou com compostos químicos que estão dentro destas células. As pesquisas sobre o olfato apontam que as substâncias com odores similares apresentam moléculas do mesmo tipo. Estudos recentes mostram que a forma das moléculas que originam os odores determina a natureza do odor dessas moléculas e substâncias. Acredita-se que estas moléculas combinam-se com células específicas do nariz ou com compostos químicos que estão dentro destas células.

5 Cérebro A captação dos odores é o primeiro passo de um processo que continua com a transmissão do impulso através do nervo olfativo, até a percepção do odor pelo cérebro. A captação dos odores é o primeiro passo de um processo que continua com a transmissão do impulso através do nervo olfativo, até a percepção do odor pelo cérebro. cérebro

6

7

8

9

10

11 Olfato humano O olfato humano é pouco desenvolvido se comparado ao de outros mamíferos. O epitélio olfativo humano contém cerca de 20 milhões de células sensoriais, cada qual com seis pêlos sensoriais (um cachorro tem mais de 100 milhões de células sensoriais, cada qual com pelo menos 100 pêlos sensoriais). Os receptores olfativos são neurônios genuínos, com receptores próprios que penetram no sistema nervoso central. O olfato humano é pouco desenvolvido se comparado ao de outros mamíferos. O epitélio olfativo humano contém cerca de 20 milhões de células sensoriais, cada qual com seis pêlos sensoriais (um cachorro tem mais de 100 milhões de células sensoriais, cada qual com pelo menos 100 pêlos sensoriais). Os receptores olfativos são neurônios genuínos, com receptores próprios que penetram no sistema nervoso central.

12

13 A cavidade nasal A cavidade nasal, que começa a partir das janelas do nariz, está situada em cima da boca e debaixo da caixa craniana. Contém os órgãos do sentido do olfato, e é forrada por um epitélio secretor de muco. A cavidade nasal, que começa a partir das janelas do nariz, está situada em cima da boca e debaixo da caixa craniana. Contém os órgãos do sentido do olfato, e é forrada por um epitélio secretor de muco.

14 Órgão olfativo O órgão olfativo é a mucosa que forra a parte superior das fossas nasais - chamada mucosa olfativa ou amarela, para distingui-la da vermelha - que cobre a parte inferior. O órgão olfativo é a mucosa que forra a parte superior das fossas nasais - chamada mucosa olfativa ou amarela, para distingui-la da vermelha - que cobre a parte inferior. A mucosa vermelha é dessa cor por ser muito rica em vasos sangüíneos, e contém glândulas que secretam muco, que mantém úmida a região. Se os capilares se dilatam e o muco é secretado em excesso, o nariz fica obstruído, sintoma característico do resfriado. A mucosa vermelha é dessa cor por ser muito rica em vasos sangüíneos, e contém glândulas que secretam muco, que mantém úmida a região. Se os capilares se dilatam e o muco é secretado em excesso, o nariz fica obstruído, sintoma característico do resfriado.

15

16

17 O olfato Pelo olfato reconhecemos o cheiro de diversas substâncias. Desse modo,podemos identificar um alimento estragado ou algum produto capaz de causar danos á saúde.no entanto, é bom lembrar que nem todas as substâncias perigosas e nem todos os alimentos estragados podem ser identificados pelo cheiro. Pelo olfato reconhecemos o cheiro de diversas substâncias. Desse modo,podemos identificar um alimento estragado ou algum produto capaz de causar danos á saúde.no entanto, é bom lembrar que nem todas as substâncias perigosas e nem todos os alimentos estragados podem ser identificados pelo cheiro.

18

19 O olfato humano O olfato humano não é tão desenvolvido quando o da maioria dos mamífero.mesmo assim, temos cerca de 16 milhões de receptores olfatórios,que possibilitam uma percepção de cerca de 10 mil odores diferentes.boa parte do que conhecemos como sabor do alimento deve –se ao olfato:com nariz e olhos tapados,pode ser difícil distinguir

20 Espaco-olfatorio-boticario


Carregar ppt "Olfato Katiane,karen,Luana. olfato O olfato é um dos cinco sentidos pelo qual se percebe os odores. O nariz, equipado com nervos olfativos, é o principal."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google