A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Composição Química da Célula. Inorgânicos Água Sais Minerais Orgânicos Proteínas Lipídios Carboidratos Àcidos Nucléicos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Composição Química da Célula. Inorgânicos Água Sais Minerais Orgânicos Proteínas Lipídios Carboidratos Àcidos Nucléicos."— Transcrição da apresentação:

1 Composição Química da Célula

2 Inorgânicos Água Sais Minerais Orgânicos Proteínas Lipídios Carboidratos Àcidos Nucléicos

3 Composição Química da Célula

4 POLARIDADE Oxigênio Hidrogênio

5 ENCONTRA-SE NA CÉLULA Na forma livre Representa 95% da água total, é a parte usada principalmente como solvente para os solutos e como meio dispersante

6 ÁGUA A água é um solvente universal. A água é um regulador de temperatura. A água é um lubrificante ideal, A água participa de reações químicas A água atua como mecanismo de proteção

7 ELEMENTOS MINERAIS Representam cerca de 1% do total da composição celular; São necessários em concentrações da ordem de miligramas por litro de cultura.

8 FUNÇÃO Atuam principalmente como reguladores da atividade celular. Encontram-se na forma: Insolúvel Dissolvidos em água

9 Tabela de Sais Minerais Fonte: Enciclopédia Conhecer 2000, Nova Cultural, 1995 Carnes, miúdos, aves, peixes, ovo, leguminosas, queijo, cereais integrais Maior probabilidade de ocorrência de fraturas; músculos atrofiados; alterações nervosas; raquitismo Atua na formação de ossos e dentes; indispensável para o sistema nervoso e o sistema muscular; junto com o cálcio e a vitamina D, combate o raquitismo Fósforo Está contido na vitamina B 12 e no tomate Age junto com a vitamina B 12, estimulando o crescimento e combatendo as afecções cutâneas Cobalto Queijo, leite, nozes, uva, cereais integrais, nabo, couve, chicória, feijão, lentilha, amendoim, castanha de caju Deformações ósseas; enfraquecimento dos dentes Atua na formação de tecidos, ossos e dentes; age na coagulação do sangue e na oxigenação dos tecidos; combate as infecções e mantém o equilíbrio de ferro no organismo Cálcio FontesSua falta provocaFunçãoSal mineral

10 FontesSua falta provocaFunçãoSal mineral Frutas cítricas, leguminosas, gema de ovo, salsinha, agrião, espinafre, cebola, tomate, mel Provoca extrema sensibilidade ao frio e ao calor Atua na formação dos tecidos, ossos e dentes; ajuda a metabolizar os carboidratos; controla a excitabilidade neuromuscular Magnésio Azeitona verde, ameixa seca, ervilha, figo, lentilha, espinafre, banana, laranja, tomate, carnes, vinagre de maçã, arroz integral Diminuição da atividade muscular, inclusive a do coração Atua associado ao sódio, regularizando as batidas do coração e o sistema muscular; contribui para a formação as células Potássio É difícil haver carência e cloro, pois existe em quase todos os vegetais; o excesso de cloro destrói a vitamina E e reduz a produção de iodo Constitui os sucos gástricos e pancreáticos Cloro Agrião, alcachofra, alface, alho, cebola, cenoura, ervilha, aspargo, rabanete, tomate, peixes, frutos do mar vegetais Bócio; obesidade, cansaçoFaz funcionar a glândula tireóide; ativa o funcionamento cerebral; permite que os músculos armazenem oxigênio e evita que a gordura se deposite nos tecidos Iodo Fígado, rim, coração, gema de ovo, leguminosas, verduras, nozes, frutas secas, azeitona AnemiaIndispensável na formação do sangue; atua como veiculador do oxigênio para todo o organismo Ferro

11 FontesSua falta provocaFunçãoSal mineral Centeio, lentilha, figo eco, banana, damasco, passas, ameixa, batata, espinafre Age na formação da hemoglobina (pigmento vermelho do sangue) Cobre Agrião, alho, aveia, brócolis, beterraba, cebola, couve-flor, maçã, trigo integral A necessidade de flúor é muito pequena; ele é recomendado apenas para gestantes para crianças durante a formação da segunda dentição Forma ossos e dentes; previne dilatação das veias, cálculos da vesícula e paralisia Flúor Amora, aveia, escarola, alface, abóbora, azeitona, cebola Age na formação dos vasos e artérias e é responsável pela sua elasticidade; atua na formação da pele, das membranas, das unhas e dos cabelos; combate as doenças da pele e o raquitismo Silício Cereais integrais, amendoim, nozes, feijão, arroz integral, banana, alface, beterraba, milho Importante para o crescimento; intervém no aproveitamento do cálcio, fósforo e vitamina B 1 Manganês

12 Carnes, fígado, peixe, ovo, leguminosas, nozes Diminui a produção de hormônios masculinos e favorece o diabete Atua no controle cerebral dos músculos; ajuda na respiração dos tecidos; participa no metabolismo das proteínas e carboidratos Zinco Nozes, alho, cebola, batata, rabanete, repolho, couve-flor, agrião, laranja, abacaxi Facilita a digestão; é desinfetante e participa do metabolismo das proteínas Enxofre Todos os vegetais (principalmente salsão, cenoura, agrião e cebolinha verde), queijo, nozes, aveia Cãibras e retardamento na cicatrização de feridas Impede o endurecimento do cálcio e do magnésio, o que pode formar cálculos biliares ou nefríticos; previne a coagulação sangüínea Sódio FontesSua falta provocaFunçãoSal mineral

13 PROTEÍNAS São constituintes básicos da vida; São macromoléculas complexas; Constituem cerca de 50 a 80% do peso seco da célula eucariótica; São constituídas por aminoácidos.

14 PROTEÍNAS TipoFunção Proteínas estruturais Componentes das membranas celularesDesempenham diversas funções: determinam o diâmetro dos poros; auxiliam os hormônios no reconhecimento celular ColágenoComponente estrutural dos músculos e tendões QueratinaParte da pele e do pêlo Hormônios peptídicos (p. ex., insulina, hormônio do crescimento) Muitos hormônios são proteínas e exercem efeitos sobre diversos sistemas orgânicos HemoglobinaTransporte de oxigênio AnticorposProtegem o corpo contra organismos causadores de doenças Proteínas plasmáticasCoágulo sangüíneo; equilíbrio de líquidos Proteínas muscularesTornam o músculo capaz de contrair EnzimasRegulam os padrões das reações químicas

15 AMINOÁCIDOS Um peptídio é formado quando alguns aminoácidos se unem através de ligações peptídicas. A formação de um polipetídio ocorre quando diversos aminoácidos se unem. As proteínas são polipeptídios muito grandes, sendo que a maioria das proteínas é composta por mais de uma cadeia de polipeptídeos.

16 CLASSIFICAÇÃO DAS PROTEÍNAS Quanto à composição: Proteínas simples Ex. albuminas, globulinas Proteínas conjugadas Ex. hemeproteínas, lipoproteínas, glicoproteínas

17 CLASSIFICAÇÃO DAS PROTEÍNAS Quanto à forma: Proteínas fibrosas: são insolúveis em água, compridas e filamentosas. A maioria tem função estrutural ou protetiva. Ex. colágeno Proteínas globulares: geralmente solúveis em água, formam estruturas compactas fortemente enroladas em forma globular ou esférica. Função relacionada com manutenção e regularização de processos vitais: enzimática, transporte, defesa e hormonal. Ex. hemoglobina.

18 CARBOIDRATOS Os carboidratos são também conhecidos como glicídios ou açúcares, sendo as moléculas biológicas mais abundantes na natureza. São compostos por carbono, hidrogênio e oxigênio. Representam a principal fonte de energia para a célula.

19 CARBOIDRATOS Abrangem um dos maiores grupos de compostos orgânicos encontrados na natureza. Junto com as proteínas formam os principais constituintes dos organismos vivos. São responsáveis pela energia que move o ser vivo

20 CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATOS MONOSSACARÍDEOS São compostos com uma fórmula geral C n (H 2 O), que não podem ser hidrolisados a compostos mais simples. Contêm de três a seis átomos de carbono. Exemplos: Glicose, Frutose e Galactose Glicose é o mais importante dos três e é utilizada pelas células como fonte imediata de energia.

21 CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATOS MONOSSACARÍDEOS Ribose Desoxirribose

22 CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATOS MONOSSACARÍDEOS

23 UTILIZAÇÃO DA GLICOSE A glicose é utilizada de três maneiras: pode ser queimada imediatamente como combustível. pode ser armazenada como glicogênio para queima posterior. pode ser armazenada sob a forma de gordura.

24 CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATOS DISSACARÍDEOS OU OLIGOSSACARÍDEOS São açúcares duplos, contendo duas moléculas de monossacarídeos. Na grande maioria são compostos cristalinos, solúveis em água e de sabor doce. Exemplos: Sacarose, Lactose e Maltose.

25 CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATOS DISSACARÍDEOS OU OLIGOSSACARÍDEOS

26 CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATOS POLISSACARÍDEOS São formadas por três ou mais moléculas de açúcares. Podem ser chamadas de glicanas. Os três polissacarídeos de interesse para nós são o amido, o glicogênio e a celulose.

27 CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATOS POLISSACARÍDEOS

28 LIPÍDIOS São compostos orgânicos formados por carbono, hidrogênio e oxigênio. União de ácido graxo e álcool São as gorduras, ceras e óleos Insolúveis na água. Os lipídios mais comuns encontrados no nosso organismo são os triglicerídeos, os fosfolipídios e os esteróides.

29 ONDE SÃO ENCONTRADOS Associados a membrana; Transportados pelo plasma; Barreira hidrofóbica( impermeabilização- ceras) Funções reguladoras ou de coenzimas( óleos); Controle da homeostase do corpo( gorduras) A maioria dos componentes não protéicos.

30 Meio extracelular citoplasma filamentos protéicos proteína de reconhecimento receptor protéico proteína transportadora sítio ligante bicamada lipídica fosfolipídio colesterol carboidrato LIPÍDIOS NA MEMBRANA PLASMÁTICA

31 LIPÍDIOS MAIS COMUNS Triglicerideos Fosfolipídios Glicolipídios Esteróides

32 Triglicerideos Plantas e animais; São triésteres de glicerol com ácidos graxos; Reserva de energia em animais; Formam CO 2 e H 2 O na célula.

33 FOSFOLIPÍDIOS Contêm ácidos graxos unidos a uma molécula de glicerol. São os principais componentes das membranas celulares.

34 GLICOLIPÍDIOS Todas as membranas do corpo. Camada externa da membrana plasmática. Regulação das interações. Fonte de antígenos do grupo sangüíneo. Receptores para toxinas.

35 ESTERÓIDES Colesterol é o mais importante. Está presente em todas as membranas celulares. É necessário para a síntese de vitamina D na pele. É utilizado pelos ovários e testículos na síntese dos hormônios sexuais.

36 VITAMINAS São compostos orgânicos imprescindíveis para algumas reações metabólicas específicas, requeridos pelo corpo em quantidades mínimas para realizar funções celulares. São usualmente classificadas em dois grupos com base na sua solubilidade, estabilidade, ocorrência em alimentos.

37 CLASSIFICAÇÃO HIDROSSOLÚVEIS São vitaminas solúveis em água.vitaminaságua Tiamina, Riboflavina, Niacina, Biotina, Ácido Pantotênico, Ácido Fólico, Cobalamina, Peridoxida e Ácido Ascórbico. LIPOSSOLÚVEIS São as vitaminas solúveis em lipídios e não- solúveis em água.lipídioságua Vitamina A, D, E e K.

38 FUNÇÕES Agem muitas vezes como coenzimas ou como parte de enzimas responsáveis por reações químicas essenciais à saúde humana. Mantêm a saúde ideal e a prevenção de doenças crônicas.

39

40 MACETE Vitaminas e doenças ocasionadas pela sua falta: Vitamina A: cegueirA noturnA Vitamina B: Béri Béri Vitamina C: esCorbuto Vitamina D: raquiDismo (qual é a letra que lembra mais o T do raquitismo?) Vitamina E: deixa EstÉril Vitamina K: problemas de Koagulação

41 ÁCIDOS NUCLÉICOS

42 DEFINIÇÕES É unidade estrutural básica dos ácidos nucléicos (DNA e RNA), constituídos por bases purinas (A, G) ou pirimídicas (C, T), ribose ou desoxirribose e ainda grupamento fosfato. NUCLEOTÍDEOS:

43 Seu comprimento linear seria de 2 m de comprimento. É um polímero formado por nucleotídeos, sendo o açúcar desoxirribose e as bases purinas e pirimídicas (C, T, G, A), proporcionando formação de uma fita dupla. DNA

44 Para memorizar as bases nitrogenadas e diferenciá-las, guarde: PUlGA (pulga): PU=púrica, G=guanina, A= adenina; PITUCa (pituca): PI=pirimidina, T= timina, U=uracila e C= citosina;

45 A ADENINA SE LIGA COM A TIMINA E A GUANINA COM A CITOSINA

46 PAREAMENTO DAS BASES A=T C G

47 Está envolvido em decifrar a informação do DNA e carregar sua instrução. Assim como o DNA, o RNA também é composto por nucleotídeos, porém difere em certos aspectos: O açúcar é uma ribose; A base pirimídica timina é substituída pela uracila; Forma somente fita de RNA simples, isto implica que haverá uma porcentagem diferente de A com T e C com G RNA

48


Carregar ppt "Composição Química da Célula. Inorgânicos Água Sais Minerais Orgânicos Proteínas Lipídios Carboidratos Àcidos Nucléicos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google