A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

31-05-2008Isabel Mendinhos. A leitura – um bem essencial Na Sociedade do Conhecimento, é fundamental dominar a leitura. 31-05-2008Isabel Mendinhos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "31-05-2008Isabel Mendinhos. A leitura – um bem essencial Na Sociedade do Conhecimento, é fundamental dominar a leitura. 31-05-2008Isabel Mendinhos."— Transcrição da apresentação:

1 Isabel Mendinhos

2 A leitura – um bem essencial Na Sociedade do Conhecimento, é fundamental dominar a leitura Isabel Mendinhos

3 A situação em Portugal Quase metade dos jovens que passaram pela escola obtêm níveis muito baixos Isabel Mendinhos

4 Isabel Mendinhos

5 Conclusões Regista-se uma ligeira melhoria, em relação a Os resultados continuam abaixo da média europeia. Só Grécia, Itália e Espanha estão abaixo de Portugal Nota: Este estudo do PISA não incidiu tão detalhadamente sobre a leitura como os de 2000 e de Isabel Mendinhos

6 Tentativas para inverter a situação Enfoque no desenvolvimento de competências mas Manutenção da excessiva compartimentação do currículo Currículo Nacional do Ensino Básico (2001) Isabel Mendinhos

7 Tentativas para inverter a situação São anunciadas melhorias significativas em mas As melhorias resultam de outros factores que não o aumento das competências em leitura e literacias. Medidas de combate ao insucesso escolar (2006) Isabel Mendinhos

8 Tentativas para inverter a situação Intervenção decidida para elevar os níveis de literacia mas Ainda é cedo para se verem resultados. Plano Nacional de Leitura (2006) Isabel Mendinhos

9 Tentativas para inverter a situação Visa colocar Portugal entre os cinco países Europeus mais avançados ao nível de modernização tecnológica do ensino. mas A tecnologia, só por si, não resolve os problemas. Plano Tecnológico da Educação (2007) Isabel Mendinhos

10 Intervenções pioritárias Promoção dos hábitos de leitura e do prazer de ler Promoção dos hábitos de leitura e do prazer de ler Formação, ao longo da escolaridade, de leitores competentes nos vários tipos de leitura Formação, ao longo da escolaridade, de leitores competentes nos vários tipos de leitura Desenvolvimento da literacia da informação Desenvolvimento da literacia da informação Isabel Mendinhos

11 O papel da Biblioteca Escolar Em qualquer das prioridades, a BE desempenha um papel fulcral Isabel Mendinhos

12 O papel da Biblioteca Escolar Colaborando com as estruturas de gestão pedagógica do agrupamento e com os professores, nos domínios que se seguem Isabel Mendinhos

13 Promoção dos hábitos de leitura e do prazer de ler Intervenção na formação de pais e encarregados de educação (com especial incidência no pré- -escolar) para a instalação de atitudes indutoras da leitura; Desenvolvimento de projectos de leitura, em parceria com as famílias Isabel Mendinhos

14 Promoção dos hábitos de leitura e do prazer de ler Análise, com os professores de Língua Portuguesa, das formas de levar à prática o Plano Nacional de Leitura, nos vários níveis de ensino. Escolha das obras a abordar em leitura orientada Estratégias de abordagem das obras Diversificar estratégias e adaptá-las ao nível dos alunos Organizar momentos de leitura, apenas para fruição Criação de diários de leitura Encontrar formas de recorrer progressivamente menos ao manual Isabel Mendinhos

15 Promoção dos hábitos de leitura e do prazer de ler Análise dos programas das várias disciplinas Propostas de abordagem de obras de ficção relacionadas com as temáticas dessas disciplinas Apresentação dessas propostas nas reuniões de Conselho de Turma para elaboração dos PCT Isabel Mendinhos

16 Promoção dos hábitos de leitura e do prazer de ler Dinamização de actividades em torno da leitura, sempre em articulação com o trabalho de sala de aula Encontros com escritores Concursos Hora do Conto Criação e animação de blogs À conversa sobre os livros Isabel Mendinhos

17 Formação de leitores competentes nos vários tipos de leitura Dinamização de reuniões de trabalho com os professores de cada departamento para: Analisar textos dos manuais das suas disciplinas Delinear estratégias para que os professores possam orientar os seus alunos, em aspectos comoestratégias Descobrir as ideias essenciais Depois da leitura, completar textos com espaços em branco Fazer esquemas com base na informação obtida no texto Fazer resumos orientados Isabel Mendinhos

18 Desenvolver a literacia da informação Em reuniões de Departamento Apresentar aos professores várias definições de literacia da informação e concluir sobre qual delas adoptar, para enquadrar o trabalhodefinições de literacia da informação Apresentar vários modelos(1, 2, 3) e propor um modelo orientador de trabalhos de pesquisa123um modelo Reflectir sobre a forma de orientar as aprendizagens dos alunos, com base nesse modelo Isabel Mendinhos

19 Desenvolver a literacia da informação Em reuniões de Departamento Reflectir sobre a abordagem construtivista da aprendizagem, a aprendizagem com base em recursos a importância do trabalho colaborativo entre os alunos entre os professores do Conselho de Turma Entre os professores curriculares e a BE Isabel Mendinhos

20 Desenvolver a literacia da informação Em reuniões de Departamento Fazer o levantamento dos conteúdos a trabalhar recorrendo às novas modalidades apresentadas Isabel Mendinhos

21 Desenvolver a literacia da informação Planificar essas aulas Elaborando o respectivo guião Tendo em conta o modelo de pesquisa adoptado Dando especial atenção à definição de critérios de avaliação ao acompanhamento dos alunos no momento da formulação das questões a serem objecto de pesquisa aos momentos que exigem estratégias de leitura Listando todos os recursos existentes na BE e seleccionando recursos online Identificando os momentos em que o trabalho seja feito na e com a BE Isabel Mendinhos

22 A BE impusiona a mudança pedagógica Comunicação num só sentido O sábio no palco ( Sage on the stage ) Comunicação interactiva O guia lado a lado ( Guide on the side ) Ruth Small (2005) Isabel Mendinhos

23 ANEXOS Isabel Mendinhos

24 Conceitos relacionados Aprendizagem construtivista Ensino e aprendizagem colaborativos Aprendizagem baseada em recursos Isabel Mendinhos Regressar

25 Literacia da Informação - Definições Um estudante letrado em informação é um leitor ávido, um pensador crítico, um pensador criativo, um aluno interessado, um investigador organizado, um comunicador eficaz, um utilizador responsável da informação e um utilizador competente dos instrumentos tecnológicos. Loertscher (1996)...capacidade de reconhecer uma necessidade [de informação] e depois de aceder, encontrar, avaliar, utilizar e comunicar a informação. Taylor (2006) A Literacia da Informação é a capacidade das pessoas para: -Reconhecer as suas necessidades de informação -Localizar e avaliar a quadidade da informação -Guardar e recuperar informação -Fazer um uso efectivo e ético da informação -Aplicar a informação na criação e comunicação de conhecimento. Proclamação de Alexandria (2005), adoptada pela UNESCO Isabel Mendinhos Regressar

26 Literacia da Informação - Modelos Modelo EXIT Modelo EXIT (David Wray e Maureen Lewis – Reino Unido) 10 momentos / 10 actividades mentais: Suscitar conhecimentos prévios Estabelecer objectivos Localizar a informação Adoptar uma estratégia adequada Interagir com o texto Acompanhar o processo de compreensão Tomar notas Avaliar a informação Apoiar a memorização Comunicar a informação Isabel Mendinhos Regressar

27 Literacia da Informação - Modelos Modelo BIG6 Modelo BIG6 (Eisenberg e Berkowitz – EUA) Seis etapas: – 1. Definição da Tarefa – 2. Estratégias de pesquisa de informação – 3. Localização e acesso – 4. Uso da informação – 5. Síntese – 6. Avaliação Isabel Mendinhos Regressar

28 Literacia da Informação - Modelos Modelo PLUS Modelo PLUS ( James E. Herring - Austrália ) Quatro fases: – Purpose (Objectivo) – Location (Localização) – Use (Uso) – Self-evaluation (Auto-avaliação) Isabel Mendinhos Regressar

29 O nosso modelo Isabel Mendinhos Regressar

30 In D.A.R.T.S - Directed Activities Related to Texts Actividades dirigidas (DARTs) Completamento de textos Palavras / frases apagadas. Os alunos tentam adivinhar o que estaria em cada espaço. Actividades com base em texto desordenado – os alunos propõem uma sequência lógica para os segmentos de texto ou classificam os segmentos de acordo com instruções dadas pelo professor. Actividades de reconstrução de texto Preenchimento de diagramas: Os alunos completam diagramas, usando o texto ou outras fontes. Formular hipóteses: Depois de analisar partes de um texto colocadas em sequência, o aluno coloca hipóteses sobre o que vem a seguir. Completar tabelas: Completamento de uma tabela que contém espaços em branco, recorrendo às categorias da tabela e ao texto, como referência Isabel Mendinhos Regressar


Carregar ppt "31-05-2008Isabel Mendinhos. A leitura – um bem essencial Na Sociedade do Conhecimento, é fundamental dominar a leitura. 31-05-2008Isabel Mendinhos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google