A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. André Sales. Imagens Respeitadas as singularidades, as imagens que "lemos" fazem parte de um contexto que não é necessariamente o nosso, trata-se.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. André Sales. Imagens Respeitadas as singularidades, as imagens que "lemos" fazem parte de um contexto que não é necessariamente o nosso, trata-se."— Transcrição da apresentação:

1 Prof. André Sales

2 Imagens

3 Respeitadas as singularidades, as imagens que "lemos" fazem parte de um contexto que não é necessariamente o nosso, trata-se de um conceito social e coletivo onde prevalece o consenso comum da sociedade ou grupo que tenha mais "força".

4

5

6 A imagem, mais especificamente a fotografia, roteiriza os fatos, retém as cenas. Desta forma, os dados oferecidos pela imagem podem levar a uma compreensão e leitura muito mais rápida do que as produzidas somente pelo texto.

7

8 A imagem é vista e percebida por um sujeito (observador) que a recorta e a constitui novamente em sua mente, agregando seus valores, emoções e cultura ao mesmo.

9

10 Possui um caráter de elemento de registro e expressão. Através do qual o observador ou idealizador demonstra (representa) visualmente seu pensamento ou lembrança.

11

12

13 A maneira como apresentamos e o local onde for inserida influencia a leitura que temos da imagem. Uma mesma imagem apresentada em um livro romântico terá outro significado se apresentada em uma seção de esportes de um jornal ou no noticiário político.

14

15 As imagens podem ser usadas para representar os signos visuais e expressar seus significados.

16

17

18 PIM

19 TEMA: RESSIGNIFICANDO Objetivo Geral: Desenvolver um produto (livro-objeto) a partir das obras de artistas e movimentos da História da Arte, tendo como fundamentação teórico os conhecimentos aprendidos nas disciplinas do curso. Objetivos Específicos: Desenvolver a Criatividade, ampliar o repertório artístico e cultural, fomentar o hábito de registro das idéias.

20 DISCIPLINAS CONTEMPLADAS: História da Arte: é o embasamento do projeto. O grupo deve criar uma comunicação visual a partir de um movimento, obra ou artista. Composição e Projeto Gráfico: é o fio condutor do projeto. Através dessa disciplina, o aluno vai escolher seu suporte, desenvolver seu processo criativo, registrá-lo e executá-lo. O projeto deverá ser fundamentado também seguindo os conceitos da Semiótica para explorar o sentido da obra.

21 DISCIPLINAS CONTEMPLADAS: Registro Visual e Sonoro: Cuidará dos registros das imagens necessárias para a significação da peça. Comunicação Aplicada: responsável pelo desenvolvimento de toda parte escrita do projeto. Princípios de Sistema de Informação: Prestará o suporte necessário à formatação e apresentação do projeto.

22 ETAPAS: Compreender Movimento, obra e/ou artista: O grupo precisa analisar o movimento, obra ou artista sugerido pelo orientador e relacioná-lo com uma expressão ou evento contemporâneo. Definir a mensagem: Qual a mensagem que o grupo deseja transmitir visualmente Executar a criação do Livro-objeto: Selecionar os materiais para criação do objeto, levando em conta os conceitos que serão transmitidos.

23 OBSERVAÇÕES: O Projeto PIM deve ser em grupo de 5 alunos. O grupo deverá buscar orientação, sendo obrigatório o mínimo de três(03) orientações. A formatação gráfica do trabalho deverá seguir as normas da ABNT.

24 AVALIAÇÃO: A média do PIM é uma combinação de vários fatores: - Apresentação do Embasamento Histórico - Objetivo da mensagem (Relevância) - Criatividade do Livro Objeto - Nota dos membros do Projeto A nota do PIM entra na composição da nota de cada disciplina. P1 x 4 + P2 x4 + PIM x 2 ____________________ = Média 10

25

26

27

28 Ilustração

29 O desenho sempre foi uma poderosa ferramenta de comunicação. Antes da fotografia, a realidade era retratada com pigmentos de cores e traços de lápis.

30

31 Tipos de Ilustração: Cartaz Ilustração Técnica Ilustração Científica Ilustração Infantil História em Quadrinhos Storyboard Ilustração Editorial Ilustração Publicitária

32 Cartaz: é uma comunicação, normalmente em papel, afixado de forma que seja visível em locais públicos. Sua função principal é a de divulgar informação visualmente, mas também tem sido apreciada como uma peça de valor estético. O cartaz possui um valor histórico como meio de divulgação em importantes movimentos de caráter político ou artístico.

33

34 Ilustração Científica Tem o enfoque na riqueza e precisão da informação visual. Muitos dos ilustradores que trabalham nessa área costumam se especializar nela já que exige rigor técnico.

35

36 Ilustração Infantil É a expressão visual melhor recebida e identificada pela criança. Por sua proximidade com os traços e referencias do universo infantil.

37 História em quadrinhos As histórias são contadas quadro a quadro, com a impressão de que estamos assistindo a um filme, só que sem som. Expressões, movimentos, luzes, sombras e perspectivas precisam ser trabalhados de maneira que garantam a vida no papel.

38

39 Storyboard Na publicidade e no cinema os ilustradores fazem uso deste recurso para demonstrar e representar as cenas de um comercial ou filme antes de sua produção.

40

41 Ilustrações editorial Usada em livros, revistas e jornais. Normalmente, sintetiza uma idéia e serve de complemento ao texto para que a mensagem seja interpretada da maneira mais correta possível. Também pode ser conhecida como Infográfia

42

43 Ilustrações Publicitária Tende a ser mais forte no significado que o texto Tem que ser objetivo para transmitir de maneira rápida a informação Expressa o produto ou serviço apresentado

44

45

46


Carregar ppt "Prof. André Sales. Imagens Respeitadas as singularidades, as imagens que "lemos" fazem parte de um contexto que não é necessariamente o nosso, trata-se."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google