A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Cabeamento par trançado

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Cabeamento par trançado"— Transcrição da apresentação:

1 Cabeamento par trançado
Ethernet Mac Address ARP

2 Conectividade elétrica – Par trançado
UTP – Unshielded Twisted Pair (par trançado não-blindado) STP – Shielded Twisted Pair (par trançado blindado)

3 Conectividade elétrica – Par trançado
Vantagens: Baixo custo; Forte resistência à interferências no STP; largamente utilizado; Conexões baratas. Usos: redes de computadores, telefonia (utilizando sistemas digitais – ex.: VOIP)

4 Par trançado – padronizações
ANSI American National Standards Institute (Instituto Nacional Americano de Padrões); EIA Electronic Industry Association (Associação da Indústria Eletrônica); TIA Telecommunications Industry Association (Associação da Indústria de Telecomunicações)

5 Par trançado – Categorias (norma ANSI / TIA – EIA 568 – A)
Aplicação MHz=largura de banda Cat. Tipo Mbps/Gbps- máxima taxa de transmissão 1 UTP voz analógica 2 UTP voz digital acima de 1 Mbps 3 UTP, STP dados, 16MHz, 4 Mbps 4 UTP, STP dados, 20MHz, 16 Mbps 5 UTP, STP dados, 100MHz, 100 Mbps 5e UTP, STP dados, 100MHz, 1 Gbps (e=enhanced) 6 UTP, STP dados, 200MHz, 10 Gbps 7 STP dados, 600MHz

6 Par trançado – padronizações
Especificação de cores para os cabos Par 1: Branco-Azul / Azul Par 2: Branco-Laranja / Laranja Par 3: Branco-Verde / Verde Par 4: Branco-Marrom / Marrom

7 Par trançado – padronizações
Conector: modular de oito pinos (erroneamente, mas popularmente, chamado de RJ-45 – Registered Jack – USOC, telefonia, RJ-11 4 fios) Especificação de conectores Par Pino 1 5 e 4 2 3 e 6 3 1 e 2 4 7 e 8 Par Pino 1 5 e 4 2 1 e 2 3 3 e 6 4 7 e 8 T568-A T568-B

8 Par trançado – padronizações
Conector: modular de oito pinos (erroneamente, mas popularmente, chamado de RJ-45 – Registered Jack – USOC, telefonia, RJ-11 4 fios)

9 Par trançado – nomenclatura IEEE
nnnBaseT T – Twisted pair 100 metros Velocidade de transmissão: 10 Mbps ou 100 Mbps Banda Base: usa toda a largura da banda para um único sinal

10 Ethernet Arquitetura mais utilizada em redes locais;
Padrão que define como os dados serão transmitidos fisicamente através dos cabos de rede; Opera nas camadas 1 e 2 do modelo ISO/OSI; Seu papel é pegar dados entregues pelas camadas superiores e inseri-los dentro de quadros que serão enviados através da rede.

11 Ethernet Possui 3 funções:
Controle do Link Lógico – inclui informações do protocolo de alto nível que entregou o pacote de dados a ser transmitido; Controle de Acesso ao Meio – monta o quadro de dados a ser transmitido pela camada física; Física – transmite os quadros usando o método CSMA/CD. Define como os dados serão transmitidos através do cabeamento e também o formato dos conectores utilizados na placa de rede.

12 Ethernet: nomenclatura correta 802.3

13 IEEE 802.3: principais padrões
Padrão Cabo Conector Velocidade Distância (m) 10Base5 Coaxial grosso AUI de 15 pinos 10 Mbps 500 10Base2 Coaxial fino BNC 185 10BaseT Par trançado RJ-45 100 10BaseF Fibra Ótica AUI 2000 100BaseTX 100 Mbps 100BaseFX ST ou SC 1000BaseT Par Trançado 1000 Mbps

14 Quadro (frame) Ethernet

15 MAC Media Access Control (controle de acesso ao meio) Address: um endereço de 6 bytes, escrito em hexadecimal (exemplo: F-EC), onde os 3 primeiros identificam o fabricante da placa de rede; Na hora em que um quadro é transmitido, todas as máquinas o recebem; Todas as placas de rede possuem um MAC address que não se repete; Gravado fisicamente em memória ROM na placa; Somente a máquina cujo endereço MAC conste no campo endereço MAC destino do quadro é que captura o quadro para ela. (exceção  quadros de broadcast).

16 IP (lógico) x MAC Address (físico)
Para que o pacote IP seja encaminhado dentro da mesma rede física é necessário transpor o endereço lógico para um endereço físico; Para isto é usado o protocolo ARP (Address Resolution Protocol). Isso também possibilita descobrir se já há o mesmo IP sendo utilizado na rede.

17 IP (lógico) x MAC Address (físico)

18 ARP São enviados quadros Ethernet com endereço de broadcast (todas as estações) pela máquina X, perguntando a quem “pertence” o endereço Y. O dono do endereço Y “responde” e os endereços MAC são armazenados em um cache na máquina X.

19 Funcionamento do ARP Nó A deseja enviar datagrama IP para x.y.z.n:
Nó A verifica sua própria tabela ARP (tem “prazo de validade” pois o IP pode mudar se for dinâmico); Se não encontrou, envia mensagem em broadcast, perguntando qual o MAC Address associado ao IP em questão: <x.y.z.n,MAC?>; Caso exista, x.y.z.n responde: <x.y.z.n,MAC(n.n.n.n.n.n); Nó A guarda a resposta em sua tabela.


Carregar ppt "Cabeamento par trançado"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google