A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Centro Universitário Franciscano I Colóquio do Núcleo de Proteção da Criança e do Adolescente Internauta Em Pauta: Impactos do Cyberbullying Profª Drª

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Centro Universitário Franciscano I Colóquio do Núcleo de Proteção da Criança e do Adolescente Internauta Em Pauta: Impactos do Cyberbullying Profª Drª"— Transcrição da apresentação:

1 Centro Universitário Franciscano I Colóquio do Núcleo de Proteção da Criança e do Adolescente Internauta Em Pauta: Impactos do Cyberbullying Profª Drª Rosane Leal da Silva (2012)

2 O projeto sobre Cyberbullying Marco teórico: Teoria da proteção integral na sociedade informacional. Integrantes Apoio do CNPq.

3 Revolução informacional: características - flexibilidade dos usos possíveis das tecnologias informacionais; - estrutura em redes descentralizadas Linguagem todos-todos e inteligências coletivas.

4 A sociedade informacional

5 WEB

6 Vantagens da sociedade informacional: Diversidade de produtos, serviços e oportunidades que mobiliza.

7 Comunicação horizontal e sem hierarquia.

8 Novas possibilidades de comunicação

9 Acesso ao entretenimento e possibilidade de produção de conteúdos.

10 Os pequenos internautas: De acordo com os dados da primeira edição da Pesquisa sobre o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação – TIC Crianças 2009, 29% das crianças com idade entre De acordo com os dados da primeira edição da Pesquisa sobre o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação – TIC Crianças 2009, 29% das crianças com idade entre 5 e 9 anos entrevistas declarou ter acessado a Internet, percentual que varia de acordo com a região do Brasil, com a renda, idade e classe social do entrevistado. 5 e 9 anos entrevistas declarou ter acessado a Internet, percentual que varia de acordo com a região do Brasil, com a renda, idade e classe social do entrevistado.

11 Os pequenos internautas: Além das amplas possibilidades de acesso à informação em tempo real, o uso dessa tecnologia abre a possibilidade de o próprio internauta produzir a informação e divulgá-la, valendo-se para tanto de blogs e outros ambientes disponíveis, como o YouTube, o que é acessado por 58% dos respondentes com idade entre 10 e 15 anos (BRASIL, 2010 b, p. 255). Além das amplas possibilidades de acesso à informação em tempo real, o uso dessa tecnologia abre a possibilidade de o próprio internauta produzir a informação e divulgá-la, valendo-se para tanto de blogs e outros ambientes disponíveis, como o YouTube, o que é acessado por 58% dos respondentes com idade entre 10 e 15 anos (BRASIL, 2010 b, p. 255).

12 Problemas e riscos decorrentes da utilização das TICs:

13 Hipercomunicação. Facilidade da violação de direitos fundamentais.

14 A superexposição: Não basta ser, tem que APARECER...

15 A vida na grande vitrine Há limites?

16 Direitos fundamentais de crianças e adolescentes, com destaque para arts. 17 e 18, ECA. Do conceito às gerações ou dimensões de direitos fundamentais. A indivisibilidade e interdependência dos direitos fundamentais de crianças e adolescentes.

17 Proteção integral – art. 227, CF/88 Prioridade absoluta Livre manifestação do pensamento: art. 5º, inc. IV e V, CF/88.

18 O bullying : Segundo o Relatório produzido pela Organização não-governamental Plan Org. (2008), O termo bullying foi adotado universalmente para definir atitudes agressivas, intencionais e repetidas que ocorrem sem motivação evidente, adotadas por um ou mais estudantes contra outro(s), causando dor e angústia, e sendo executadas dentro de uma relação desigual de poder. É um comportamento comum em escolas do mundo inteiro. Segundo o Relatório produzido pela Organização não-governamental Plan Org. (2008), O termo bullying foi adotado universalmente para definir atitudes agressivas, intencionais e repetidas que ocorrem sem motivação evidente, adotadas por um ou mais estudantes contra outro(s), causando dor e angústia, e sendo executadas dentro de uma relação desigual de poder. É um comportamento comum em escolas do mundo inteiro. Atores: agressor, vítima e assistentes. Atores: agressor, vítima e assistentes.

19 Segundo Shariff (2011, p. 33), até 1980 o bullying não era visto como um problema que demandasse atenção das autoridades envolvidas com a educação, sendo visto como algo natural no desenvolvimento da infância e ingresso na adolescência. Foi somente nos anos 90, quando os Estados Unidos passaram a registrar uma série de tiroteios em escolas protagonizados por supostas vítimas de violência, que o tema passou a despertar interesse dos investigadores. Segundo Shariff (2011, p. 33), até 1980 o bullying não era visto como um problema que demandasse atenção das autoridades envolvidas com a educação, sendo visto como algo natural no desenvolvimento da infância e ingresso na adolescência. Foi somente nos anos 90, quando os Estados Unidos passaram a registrar uma série de tiroteios em escolas protagonizados por supostas vítimas de violência, que o tema passou a despertar interesse dos investigadores.

20 Segundo Shariff (2011, p. 39), o bullying pode ser declarado ou dissimulado, verbal ou avançar até a forma de violência física e sexual. Do comportamento que inicialmente se caracteriza como a grosseria "gentil", esse tipo de violência eclode quando passa a incomodar o destinatário, que não mais se mostra de acordo em ser o alvo das brincadeiras. Apesar de não querer manter o relacionamento, a pessoa não consegue interromper o comportamento do emissor da mensagem, ficando imobilizada diante do desequilíbrio de poder existente. Segundo Shariff (2011, p. 39), o bullying pode ser declarado ou dissimulado, verbal ou avançar até a forma de violência física e sexual. Do comportamento que inicialmente se caracteriza como a grosseria "gentil", esse tipo de violência eclode quando passa a incomodar o destinatário, que não mais se mostra de acordo em ser o alvo das brincadeiras. Apesar de não querer manter o relacionamento, a pessoa não consegue interromper o comportamento do emissor da mensagem, ficando imobilizada diante do desequilíbrio de poder existente. Perfil da vítima. Perfil da vítima.

21 Do bullying ao cyberbullying O cyberbullying ocorre pelo uso da internet, de celulares e de outras tecnologias digitais para ameaçar ou abusar de crianças e adolescentes, o que significa que agora a intimidação pode ocorrer em qualquer momento e quase sem limitação. O cyberbullying ocorre pelo uso da internet, de celulares e de outras tecnologias digitais para ameaçar ou abusar de crianças e adolescentes, o que significa que agora a intimidação pode ocorrer em qualquer momento e quase sem limitação. Fatores que potencializam: Fatores que potencializam: - sentimento e confiança despertado pelo uso das TICs; - sentimento e confiança despertado pelo uso das TICs;

22 Fatores que potencializam: Fatores que potencializam: sentimento de anonimato; sentimento de anonimato; Excessiva exposição da própria vítima, disponibilizando dados que são utilizados pelo agressor; Excessiva exposição da própria vítima, disponibilizando dados que são utilizados pelo agressor;

23 De acordo com a Plan Org. (2010, p. 71), os maus tratos pela internet se manifestam principalmente por meio de insultos e difamações feitas por , MSN e sites de relacionamento, como o Orkut. Como indica a tabela abaixo, as opções mais citadas para a pergunta de que maneira você foi maltratado por colegas de escola no mundo virtual? são: i) enviaram falando mal de mim (6,4%) e ii) falaram mal de mim no MSN, no Orkut e outros sites de relacionamento (5,8%), seguidas pela opção furtaram minha senha e invadiram meu , em cerca de 4% dos casos. As demais respostas para essa pergunta apresentam incidência em porcentagens baixas e muito próximas entre si. De acordo com a Plan Org. (2010, p. 71), os maus tratos pela internet se manifestam principalmente por meio de insultos e difamações feitas por , MSN e sites de relacionamento, como o Orkut. Como indica a tabela abaixo, as opções mais citadas para a pergunta de que maneira você foi maltratado por colegas de escola no mundo virtual? são: i) enviaram falando mal de mim (6,4%) e ii) falaram mal de mim no MSN, no Orkut e outros sites de relacionamento (5,8%), seguidas pela opção furtaram minha senha e invadiram meu , em cerca de 4% dos casos. As demais respostas para essa pergunta apresentam incidência em porcentagens baixas e muito próximas entre si.

24 A potencialidade da Internet em ampliar os danos à vítima é percebida por Shariff (2011, p. 61): A potencialidade da Internet em ampliar os danos à vítima é percebida por Shariff (2011, p. 61): Os métodos usados no bullying virtual incluem o envio de mensagens de texto que contenham insultos depreciativos por telefone celular, com os alunos mostrando as mensagens a outros alunos antes de enviá-las ao seu alvo; o envio de s ameaçadores e encaminhamento de e- mails confidenciais a toda uma lista de endereços dos seus contatos, desse modo promovendo a humilhação pública do primeiro remetente. Outros conspiram contra um aluno e o "bombardeiam" com s ofensivos ou preparam um site depreciativo dedicado ao aluno escolhido como alvo e enviam o endereço a outros alunos, solicitando os seus comentários. Os métodos usados no bullying virtual incluem o envio de mensagens de texto que contenham insultos depreciativos por telefone celular, com os alunos mostrando as mensagens a outros alunos antes de enviá-las ao seu alvo; o envio de s ameaçadores e encaminhamento de e- mails confidenciais a toda uma lista de endereços dos seus contatos, desse modo promovendo a humilhação pública do primeiro remetente. Outros conspiram contra um aluno e o "bombardeiam" com s ofensivos ou preparam um site depreciativo dedicado ao aluno escolhido como alvo e enviam o endereço a outros alunos, solicitando os seus comentários.

25 Para Willard (apud PÉREZ, 2010, p. 310) há sete categorias de violência verbal e escrita praticadas através das novas tecnologias da informação e comunicação, a saber: Para Willard (apud PÉREZ, 2010, p. 310) há sete categorias de violência verbal e escrita praticadas através das novas tecnologias da informação e comunicação, a saber: envio de mensagens vulgares ou que falam mal de uma pessoa a um grupo ou a própria vítima via ou SMS; envio de mensagens vulgares ou que falam mal de uma pessoa a um grupo ou a própria vítima via ou SMS; Assédio online: envio repetido de mensagens ofensivas à própria vitima; Assédio online: envio repetido de mensagens ofensivas à própria vitima; assédio com ameaças de danos físicos; assédio com ameaças de danos físicos; Ataque à imagem e à honra a partir do envio de imagens e conteúdos falsos publicados em redes sociais; Ataque à imagem e à honra a partir do envio de imagens e conteúdos falsos publicados em redes sociais; Fazer-se passar pela vítima, enviando a outros mensagens ofensivas e imagens desabonadoras de colegas; Fazer-se passar pela vítima, enviando a outros mensagens ofensivas e imagens desabonadoras de colegas; Divulgar a outros, sem autorização, dados e informações sigilosas ou constrangedoras de uma pessoa; Divulgar a outros, sem autorização, dados e informações sigilosas ou constrangedoras de uma pessoa; Excluir participantes de sua redes sociais de maneira cruel Excluir participantes de sua redes sociais de maneira cruel

26 De acordo com a Plan Org. (2010, p. 71), os maus tratos pela internet se manifestam principalmente por meio de insultos e difamações feitas por , MSN e sites de relacionamento, como o Orkut. Como indica a tabela abaixo, as opções mais citadas para a pergunta de que maneira você foi maltratado por colegas de escola no mundo virtual? são: i) enviaram falando mal de mim (6,4%) e ii) falaram mal de mim no MSN, no Orkut e outros sites de relacionamento (5,8%), seguidas pela opção furtaram minha senha e invadiram meu , em cerca de 4% dos casos. As demais respostas para essa pergunta apresentam incidência em porcentagens baixas e muito próximas entre si. De acordo com a Plan Org. (2010, p. 71), os maus tratos pela internet se manifestam principalmente por meio de insultos e difamações feitas por , MSN e sites de relacionamento, como o Orkut. Como indica a tabela abaixo, as opções mais citadas para a pergunta de que maneira você foi maltratado por colegas de escola no mundo virtual? são: i) enviaram falando mal de mim (6,4%) e ii) falaram mal de mim no MSN, no Orkut e outros sites de relacionamento (5,8%), seguidas pela opção furtaram minha senha e invadiram meu , em cerca de 4% dos casos. As demais respostas para essa pergunta apresentam incidência em porcentagens baixas e muito próximas entre si.

27 Uso das TICs potencializa: rápida difusão e replicação do conteúdo, perpetuando dor e sofrimento; rápida difusão e replicação do conteúdo, perpetuando dor e sofrimento; Visibilidade por número incalculável de pessoas; Visibilidade por número incalculável de pessoas; Perda do controle sobre os dados; Perda do controle sobre os dados; Evidencia a insuficiência das respostas tradicionais do Direito: indenização sempre chega tarde. Evidencia a insuficiência das respostas tradicionais do Direito: indenização sempre chega tarde.

28 Possibilidades de enfrentamento do problema

29 Os desafios da revolução informacional em nossas mãos!

30 Contatos: Núcleo de Proteção da Criança e Adolescente Internauta: sala 310, prédio 13. Blog:


Carregar ppt "Centro Universitário Franciscano I Colóquio do Núcleo de Proteção da Criança e do Adolescente Internauta Em Pauta: Impactos do Cyberbullying Profª Drª"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google