A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. Érico Pagotto - 1 DISCIPLINA: Intermodais AULA 4: O Contêiner, histórico, dimensões, peso e padronização e tipos de contêiner.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. Érico Pagotto - 1 DISCIPLINA: Intermodais AULA 4: O Contêiner, histórico, dimensões, peso e padronização e tipos de contêiner."— Transcrição da apresentação:

1 Prof. Érico Pagotto - 1 DISCIPLINA: Intermodais AULA 4: O Contêiner, histórico, dimensões, peso e padronização e tipos de contêiner

2 PEA - Plano de Ensino e Aprendizagem AULA 2: Geopolítica de transportes AULA 3: Conceitos básicos ao Transporte AULA 4: O Contêiner, histórico, dimensões, peso e padronização e tipos de contêiner AULA 5: Transporte rodoviário AULA 6: Prova

3 Embalagem Projetar uma embalagem envolve conceitos de Marketing, Engenharia de Produção, Logística e Meio Ambiente Embalagem serve para: -Proteger -Transportar -Armazenar -Informar -Comercializar (varejo)

4 Unitização É a criação de unidades de transporte de uma determinada mercadoria Pode ser feito com: -Cintas (sling bag) -Pallets -Big-bag -Contêineres

5 Conteinerização da Carga Conceito de CONTÊINER Para que serve um contêiner: -Facilitar operação multimodal -Possibilitar o trabalho a despeito das intempéries -Aumentar produtividade -Redução nos tempos de movimentação -Facilita automatização -Segurança contra roubos e avarias -Evitam a contaminação

6 Contêineres térmicos

7 Contêineres tanques

8 Contêineres plataforma

9 Conteinerização da Carga Histórico: -1945: hospital de campanha -1956: Ideal X – petroleiro adaptado -1966: navio Fairland – 1ª. Viagem internacional full container -1972: navio Galloway (400 TEU) TEU = Twenty-foot Equivalent Unit 20 x 8 x 8 pés ou 6 x 2,4 x 2,4 metros

10 Conteinerização da Carga -1982: navios Panamax TEU -1988: navios Pos-Panamax TEU -1994: Regina Maersk TEU

11 Conteinerização da Carga -1997: Sovereign Maersk TEU -2006: Emma Maersk TEU -2011: Maersk 3E Class TEU

12 Avarias em Contêineres Principais tipos de avarias: Acidentes rodoviários Manipulações de guindastes Acidentes naturais: raio, tempestade, neve, etc. Mal acondicionamento interno da carga Distribuição inadequada do peso interno

13 Procedimentos gerais de vistoria Transportadoras tendem a eximir- se da culpa por danos nas cargas Melhor forma de evitar problemas: -Desenvolver um processo padronizado de inspeção; -Manter controle rígido da inspeção e treinamento dos funcionários; -Registrar ocorrências em formulários específicos.

14 Ovação do Contêiner (Estufagem) FCL: Full Container Load Carga de apenas um embarcador LCL: Less than a Container Load Vários lotes, de embarcadores diferentes

15 Questões importantes no LCL 1.Restringir o acesso 2.Observar cargas avariadas 3.Observar compatibilidade de cargas 4.Regras de empilhamento 5.Distribuição do peso 6.Embalagem de proteção 7.Preencher espaços vazios 8.Travar o container sem forçar 9.Etiquetar adequadamente

16 Problemas de Exsudação Choques térmicos Absorção de umidade Importância da embalagem correta Proteger do contato com as paredes internas do contêiner Cuidados especiais na embalagem de mercadorias úmidas

17 Vistoria do Contêiner e Desova Recomendações de verificação para desova: Vistoria externa Vistoriar o lacre e registrar ocorrências Deixar ventilar para liberação de gases Descarregar Vistoriar container vazio Segregar mercadorias avariadas Registrar faltas ou acréscimos Registrar posição de empilhamento

18 Vistoria do Contêiner após desova Lavar logo após desova Vistoriar

19 19 DÚVIDAS?

20 Para próxima aula: 1.Ler capítulo 8 do livro-texto.


Carregar ppt "Prof. Érico Pagotto - 1 DISCIPLINA: Intermodais AULA 4: O Contêiner, histórico, dimensões, peso e padronização e tipos de contêiner."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google