A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROFESSORA VERA VARGAS As Bases Bioquímicas da Senescência.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROFESSORA VERA VARGAS As Bases Bioquímicas da Senescência."— Transcrição da apresentação:

1 PROFESSORA VERA VARGAS As Bases Bioquímicas da Senescência

2 Bases Bioquímicas da Senescência EMENTA Introdução à biogerontologia Epidemiologia do envelhecimento Características gerais do envelhecimento humano Teorias do envelhecimento Doenças crônicas degenerativas

3 Conteúdo Programático Introdução à biogerontologia Conceitos; Envelhecimento, Senescência, Longevidade e Métodos de estudo Epidemiologia do envelhecimento Características demográficas e dados atuariais do envelhecimento Características gerais do envelhecimento humano Envelhecimento molecular; Envelhecimento celular e Envelhecimento dois órgãos e sistemas

4 Conteúdo Programático Teorias do envelhecimento baseadas em eventos programados As bases genéticas da senescência As bases hormonais da senescência As bases imunológicas da senescência Teorias estocásticas do envelhecimento Teoria do acúmulo de resíduos Teoria oxidativa do envelhecimento Construção de uma teoria unificada

5 Conteúdo Programático Envelhecimento e doenças crônicas degenerativas Diabetes mellitus, Doenças circulatórias, Câncer e Doenças neurodegenerativas Envelhecimento, nutrição e atividade física Nutrição e o processo do envelhecimento Atividade física e o processo do envelhecimento Ciências farmacêutica e envelhecimento Valores de referência na terceira idade Prevenção e monitoramento O uso de medicamentos na terceira idade

6 Referências Bibliográficas BIBLIOGRAFIA BÁSICA CLEMENTE, Elvo; JECKEL-NETO, Emilio A Aspectos biológicos e geriátricos do envelhecimento. Ed. EDIPUCRS. Porto Alegre, JECKEL-NETO, Emilio A; MANICA DA CRUZ, Ivana B. Aspectos biológicos e geriátricos do envelhecimento II. Ed. EDIPUCRS. Porto Alegre, FREITAS, Elizabete Viana de; PY, Ligia; NERI Anita Ligeralesso; CANÇADO Flávio Aluízio Xavier; GORZONI Milton Luiz; ROCHA Sônia Maria da. Tratado de Geriatria e Gerontologia. 1ª edição. Editora: GUANABARA KOOGAN S.A. Rio de Janeiro, RJ BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR NERI, Anita Liberaleso. Palavras-chave em Gerontologia. Ed. Alínea. Campinas, SP, HAYFLICK, Leonard. Como e por que envelhecemos.

7 Gerontologia: desafio do século XXI

8 Desde o início da civilização, o homem se preocupa com o processo do envelhecimento e sua conseqüência natural a velhice

9 Pré-história Período que antecede a escrita (evento que marca o começo dos registros históricos) O gênero HOMO apareceu entre 4 e 1 milhão de anos a.C. Restos de armas, utensílios, pinturas - desenhos e ossos Escrita em torno do ano 4000 a.C. escrita cuneiforme Mesopotâmia

10 Homem pré-histórico -> três etapas de evolução PALEOLÍTICO (idade da pedra lascada) Paleolítico inferior: – a.C. Paleolítico superior: – a.C. NEOLÍTICO (nova idade da pedra) – a.C. IDADE DOS METAIS – a.C

11 Pré-história Homem -> IM = 8 anos Causas morte: feras, alimentos, clima Unhas Garras Dentes Presas Pele Couro Inteligência: tacape, fogo, plantar

12 História antiga Início aparecimento da escrita cuneiforme Final tomada do Império romano pelos Bárbaros

13 História antiga IM: 20 a 30 anos Causas morte: doenças infecto- contagiosas Durante muitos séculos o homem manteve essa longevidade

14 Finitude da Vida Ser Humano Imortalidade Deuses e Divindades História antiga

15 Como atingir a Imortalidade? Ameba Mortal se sofrer um acidente e for devorada por um predador. Imortal se dividir eternamente, dando origem a duas novas amebas A primeira envelhece? Ela morre? Ela é uma das duas amebas?

16 Elixir da longa vida A fonte da eterna juventude Por causa deste sonho o homem sempre foi vítima de charlatões que exploram a sua ignorância e vaidade. Na tentativa de atingir a imortalidade mitos e lendas

17 Elixir da Longa Vida Elixir da Imortalidade É uma preparação farmacêutica que poderia curar todas as doenças, prolongando a vida indefinidamente (até que um acidente os matasse) Não é um elixir da imortalidade

18 Elixir da Longa Vida Alquimistas A alquimia é a ciência que ensina a preparar um elixir combinando elementos de Química, Antropologia, Física, Astrologia, Magia, Filosofia, Metalurgia, Matemática, Misticismo, Medicina e Religião

19 A fonte da eterna juventude Conforme a lenda, haveria em algum lugar a Fonte da Juventude, cujas águas garantiriam pleno rejuvenescimento a quem delas bebesse

20 História do homem Inteligência Física: Microscópio Química: Medicamentos Biologia: Vacinas

21 Uma breve história da Biogerontologia moderna

22 Ilya Ilyich Metchnikoff ( ) Ignaz L. Nascher ( )

23 Gerontologia – 1903 Metchnikoff, cientista russo Géron (grego) homem velho estudo científico do processo de envelhecimento (tudo que tem vida) Interdisciplinar aspectos sociológicos, psicológicos, biológicos e outros Acreditava que uma velhice fisiológica poderia ser alcançada pelos homens

24 Geriatria – 1909 geriatra Ignas L. Nascher, médico geriatra, norte-americano Geriatria Geriatria ocupa-se estritamente dos problemas médicos dos idosos Autor do primeiro livro sobre geriatria Fundou a Sociedade de Geriatria em 1912

25 Acrescentar vida aos anos e não apenas anos à vida Lema

26 Pesquisas em Biogerontologia

27 Célula Schleiden e Schwann (1838) a célula é a unidade funcional de todos os seres vivos Alexis Carrel e Albert Ebeling (1912) cultivaram células de coração de galinha por 34 anos continuamente, Nobel Hayflick cultivou células e descobriu que elas eram mortais e derrubou a teoria de Carrel

28 Telomerase Conhecimento Hoje Teoria da telomerase

29 Nobel de Medicina 2010 Robert G. Edwards (britânico), Universidade de Cambridge, Nobel de Medicina, 2010, pelo trabalho que iniciou em meados do século passado, e culminou com o nascimento do primeiro "bebé- proveta" em 25 de Julho de Louise Brown. Conhecimento Hoje

30 Conhecimento Hoje Conhecimento Hoje Geração de indivíduos geneticamente iguais – clones. Ovelha Dolly, vítima de envelhecimento precoce, morre em Ian Wilmut, do Instituto Roslin, da Escócia, foi o pesquisador responsável por este experimento, de 1995 a 1996, publicado em 1997

31 Conhecimento Hoje Conhecimento Hoje Terapia com células tronco, É uma terapia celular para tratar doenças e lesões através da substituição de tecidos doentes por células saudáveis. Por exemplo, o transplante de medula óssea para tratar pacientes com leucemia é um método de terapia celular já conhecido e comprovadamente eficiente. A medula óssea do doador contém células-tronco sangüíneas que vão fabricar novas células sangüíneas sadias.

32 Conceitos em Biogerontologia

33 Envelhecimento (processo), velhice (fase da vida), velho ou idoso (resultado final), senescência ou senectude, senilidade, autonomia...

34 Envelhecimento É um processo dinâmico e progressivo, no qual há modificações morfológicas, funcionais, bioquímicas e psicológicas que determinam perda da capacidade de adaptação do indivíduo ao meio ambiente, ocasionando maior vulnerabilidade e maior incidência de processos patológicos que terminam por levá-lo à morte (Papaléo Neto, 1996).

35 Envelhecimento

36 É um processo natural, não patológico, caracterizado por uma série de alterações morfofisiológicas, bioquímicas e psicológicas que ocorrem no organismo ao longo da vida ou, segundo alguns autores, logo após a maturação sexual estendendo-se até a longevidade máxima. Infância - Puberdade – Juventude – Adulto Nascimento Fertilização Desenvolvimento

37 Velhice A última fase do ciclo da vida, com suas manifestações somáticas, que se caracteriza pela diminuição na capacidade funcional, redução do desempenho no trabalho e está associada às perdas dos papéis sociais, solidão e perdas psicológicas, motoras e afetivas.

38 Velho - Idoso Alguns parecem velhos aos 45 anos de idade e outros jovens aos 70 anos Baldessin (1996). Costuma-se dizer que a idade determinante da velhice é 65 anos, quando se encerra a fase economicamente ativa da pessoa e começa a aposentadoria...

39 Desafios em Biogerontologia

40 Envelhecimento populacional GRÁFICO 1 – Porcentagem de idosos na população brasileira de 1940 a 2000 e previsão para Fonte: IBGE, 2002.

41 Pesquisa em Biogerontologia Por que as células mais velhas são mais suscetíveis a doenças do que as células mais jovens?

42 Desafios Gerar conhecimento para entender as alterações progressivas não-patológicas, biológicas e fisiológicas, e como elas influenciam nos indivíduos. quais Precisamos saber por que ocorre o processo do envelhecimento e não somente quais e como são as suas características


Carregar ppt "PROFESSORA VERA VARGAS As Bases Bioquímicas da Senescência."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google