A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ÁFRICA Informações Gerais LIMITES: Norte: mar Mediterrâneo Oeste: Oceano Atlântico Leste: oceano índico Zonas: Centro-Norte (Saara) Centro-sul:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ÁFRICA Informações Gerais LIMITES: Norte: mar Mediterrâneo Oeste: Oceano Atlântico Leste: oceano índico Zonas: Centro-Norte (Saara) Centro-sul:"— Transcrição da apresentação:

1

2 ÁFRICA

3

4

5

6

7

8

9

10 Informações Gerais LIMITES: Norte: mar Mediterrâneo Oeste: Oceano Atlântico Leste: oceano índico Zonas: Centro-Norte (Saara) Centro-sul: floresta tropical africana

11 A Separação Racial na África NORTE NORTE : ÁRABES, EGÍPCIOS, BERBERES E OS TUAREGUES CENTRO SUL – 800 ETNIAS NEGRAS AFRICANAS

12

13

14

15 Causas do Atraso da África Meridional ISOLAMENTO GEOGRÁFICO; AFASTADA DO MEDITERRÂNEO PELO DESERTO DO SAARA E LONGE DOS OUTROS CONTINENTES, POR CAUSA DA PROXIMIDADE COM O ATLÂNTICO E O ÍNDICO VÍTIMAS DE EXPEDIÇÕES COLONIAS TIVERAM SEUS FILHOS VENDIDOS COMO ESCRAVOS

16 Origens do Tráfico Negreiro Tradição cultural entre as tribos da África; Bula do Papa Nicolau V (1454) concedendo aos portugueses o direito de escravizar os negros; Necessidade de mão-de-obra no campo, em Portugal.

17

18

19 Agricultura Subsistência: Técnicas arcaicas como o uso de queimadas, gerando o esgotamento prematuro do solos; Policulturas; Minifúndios; Consumo interno; Baixa produtividade (sistema extensivo).

20 Plantation: Técnicas modernas com o uso de fertilizantes e máquinas agrícolas; Monocultura; Latifúndios; Consumo externo; Alta produtividade (sistema intensivo).

21 Pecuária Baixa produtividade; Técnicas rudimentares com o gado do tipo zebu criado solto na pastagem; Pequenas propriedades; Consumo interno; Problemas com a doença - do - sono, provocada pela mosca tsé- tsé.

22 Grande riqueza mineral, com exceção do carvão, que não é encontrado no continente; Destaque para o petróleo (Líbia, Argélia e Nigéria = OPEP), manganês (Gabão), fosfato (Marrocos) e cobre (Zâmbia); O destaque de país é a África do Sul que explora quase todos os minérios, em especial o ouro e o diamante em larga escala e como grande fonte de divisa. Minérios

23 Problemas da industrialização Falta capital para exploração de minérios pelos países; Pequena rede hidrelétrica instalada; Deficiências nas redes de transportes, que são apenas para o modelo comercial; Pequena mão-de-obra especializada; Baixo poder aquisitivo da população.

24 O mais utilizado é o aéreo devido as longas distâncias e aos outros modelos serem basicamente para atender o sistema de exportação do continente, ou seja, a rede é para entregar e não integrar os povos; Os sistemas rodoviários e ferroviários fazem apenas ligações com as regiões produtoras e os portos; O sistema marítimo é um dos maiores do globo, mas servem apenas para a marinha mercante, ou seja, nada de transportar pessoas. Rede de transportes

25 Geopolítica da Descolonização da África Domínio de antigas civilizações pelo europeus; No século XV, tem início a expansão européia com a instalação de feitorias, ou seja, entrepostos comerciais que criaram uma dependência com os europeus; Modelo de produção artesanal e manufatureira. Necessidade de matéria-prima e criação de mercado consumidor; A partir de 1850 o processo de colonização se intensifica; A conferência de Berlim determina os processos de ocupação e a partilha da África, gerando países artificiais que abrigam tribos inimigas; Desestruturação da economia devido à dependência com os europeus.

26 Movimentos de independência Os primeiros países independentes e únicos antes da 2ª Guerra Mundial eram o Egito (1922), Libéria (1826), África do Sul (1910) e Etiópia; Após a 2ª Guerra Mundial começa um processo de independência através de acordos ou à força, que se intensifica entre os anos de 50 a 70; Permanece a dependência econômica;

27 África setentrional Predomínio de relevo planáltico em estrutura recente; Clima árido com destaque para o deserto do Saara; Importante estrategicamente por se localizar próximo a Europa; Dois grupos étnicos principais (os Camitas e os Semitas); Economia baseada no comércio, agricultura e exploração mineral.

28 Região do Magreb Pertence a África Setentrional com os países Marrocos, Argélia e Tunísia; Foi colonizado pela França; África Centro-Oriental Também faz parte da África Setentrional com os seguintes países: Egito e Líbia; Sofreu colonização ou apenas apoio militar dos Britânicos; O Egito apresenta uma economia de subsistências apoiada no turismo e no Canal de Suez; A Líbia é rica em petróleo com economia toda apoiada no setor primário, sendo grande parceiro comercial do Brasil na região.

29

30

31

32 O chifre da África Região composta pela Etiópia, Eritréia, Somália e Sudão; Passou pela colonização britânica e italiana. Sua independência ocorreu entre os anos 50 e 70; Vive em constante instabilidade política e econômica; A Etiópia e a Eritréia passaram por uma guerra civil que dividiu os países; A Somália com grandes regiões áridas viveu uma tribal guerra civil, onde as tropas da ONU (EUA) acabaram não conseguindo controlar a situação, que só foi resolvida após um acordo com o Egito; O Sudão viveu uma guerra civil entre cristãos e fetichistas (animistas) que tinham o apoio dos muçulmanos e acabou destruindo a região do Sahel.

33

34

35 Nome oficial: República da África do Sul Religião: cristianismo 66,4% (independentes reformistas católicos, metodistas, anglicanos, luteranos), hinduísmo 1,3%, islamismo 1,1%, judaísmo 0,2%, sem filiação 1,2%, outras 29,8% (1991). Clima: tropical (maior parte), mediterrâneo extremo sul, árido tropical (NO), de montanha (O). Capital: Cidade do Cabo (judiciária) Moeda: Rand Densidade Demográfica: 39 hab./km2 ÁFRICA DO SUL

36

37 Produz através do plantation algodão, café, bananas e cana-de-açúcar; A vegetação é o Sahel, uma transição entre o deserto, savana e floresta e semelhante ao nosso cerrado;

38 População urbana: 53% (1998). População rural: 47% (1998). Expectativa de vida M/F: 51,5/58 anos ( ). Analfabetismo: 14,9% (2000). IDH (0-1): 0,697 (1998). Taxa de nascimento: 17,71 nascimentos/1.000 habitantes (2008 est.) Taxa de mortalidade: 22,7 mortes/1.000 habitantes (2008 est.)

39 Mandela Nelson Mandela foi um líder rebelde e, posteriormente presidente da África do Sul de 1994 a Principal representante do movimento anti-apartheid, considerado pelo povo um guerreiro em luta pela liberdade, era tido pelo governo sul-africano como um terrorista e passou quase três décadas na cadeia.

40 Apartheid Apartheid ("vida separada") é uma palavra de origem africana, adotada legalmente em 1948 na África do Sul para designar um regime segundo o qual os brancos detinham o poder e os povos restantes eram obrigados a viver separadamente, de acordo com regras que os impediam de ser verdadeiros cidadãos. Este regime foi abolido por Frederik de Klerk em 1990 e, finalmente em 1994 eleições livres foram realizadas. As traduções mais adequadas para português são segregação racial ou política de segregação racial.

41 Economia O território abriga em seu subsolo uma grande quantidade de minérios, e destaca-se na produção de carvão mineral, manganês, ferro, cobre, platina, diamante, ouro e urânio, riquezas que são fundamentais para o desenvolvimento industrial. Outro potencial relevante de recursos é quanto à produção de energia elétrica, impulsionada pelo rio Orange. O país não é independente quanto à produção de petróleo.

42 Agricultura A África do Sul tem uma forte base agrícola. O clima temperado e a grande superfície de terras férteis permitem grande superfície de culturas e abundantes colheitas.

43 Produtos Agrícolas: milho, cana-de-açúcar, uva, laranja e outras frutas. Pecuária: bovinos, aves, caprinos e ovinos. Mineração: carvão, minério de ferro, petróleo, ouro e diamante,urânio Renda per capita: US$ (estimativa ano 2000). Moeda: rand. Indústria: química, petroquímica, carvão, alimentícia, equipamentos de transporte, siderúrgica (aço e ferro), máquinas, metalúrgica. Parceiros comerciais: EUA, Reino Unido, Japão, Alemanha, Irã, Itália.

44 Um conjunto associado de beleza exótica e boa infra-estrutura de estradas e acomodações, fizeram do país um dos principais destinos do continente africano.O turismo apresenta a imagem da África selvagem. O ponto alto do turismo de aventura é um safari pela savana africana. Turismo

45

46 Cultura Não existe uma única cultura da África do Sul devido à diversidade étnica do país, e cada grupo racial tem a sua própria identidade cultural. Isto pode ser apreciado nas diferenças na alimentação, na música e na dança entre os vários grupos.

47

48


Carregar ppt "ÁFRICA Informações Gerais LIMITES: Norte: mar Mediterrâneo Oeste: Oceano Atlântico Leste: oceano índico Zonas: Centro-Norte (Saara) Centro-sul:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google