A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Tempo Real Relação com o tempo na Era da Informática Escrita X Informática Escrita – um reflexo, um eco das ações humanas; Informática – relação com.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Tempo Real Relação com o tempo na Era da Informática Escrita X Informática Escrita – um reflexo, um eco das ações humanas; Informática – relação com."— Transcrição da apresentação:

1 O Tempo Real Relação com o tempo na Era da Informática Escrita X Informática Escrita – um reflexo, um eco das ações humanas; Informática – relação com a necessidade de reorganização permanente; flexibilidade, estoque zero, prazo zero.

2 O Tempo Real Escrita – é uma técnica - Tempo delimitado - Estoque de conhecimento - Possibilidade de consulta - Saber teórico - Estímulo à cognição

3 O Tempo Real Informática – é uma técnica - Constrói um novo cidadão - Flexibilidade - Fluxo tensionado - Estoque zero - Prazo zero

4 O Tempo Real Informática - Saber transitório - Um banco de dados (informação raramente será reencontrada) - Saber não será reinterpretado - É luz para especialistas; confunde os analfabetos

5 O Tempo Real Banco de dados – é usado, consultado; não é lido - Implosão do tempo cronológico; não há linearidade - Tempo é pontual (quase sem contexto) O conhecimento oferecido pela informática está em tempo real; trata-se de uma operação em andamento

6 O Tempo Real Fim da história? Escrita - Registrou a história - Acúmulo de conhecimento; possibilidade de teorias - Saber estocado, estável, sem velocidade definível - Saber deixa de ser apenas aquilo que me é útil no dia a dia - Construção de uma verdade alheia a nós

7 O Tempo Real Fim da história? Informática - É velocidade - Espetáculo - Superfície das telas nada retém - Esquecimento (até das artes)

8 O Tempo Real Visão apocalíptica X Novas possibilidades (Só o futuro dirá) Ao transformar os personagens e os heróis aventureiros da oralidade em conceitos, a escrita tinha permitido o desdobramento de um pensamento do ser. Ao animar em seus programas os velhos conceitos saídos da escrita, ao fazer da lógica um motor, a informática assimilaria ao mesmo tempo o ser e a história na aceleração pura? (Levy, p.116)

9 O Tempo Real Visão pessimista negligencia diversos fatores Livros históricos, reflexivos ou críticos continuam a ser publicados e lidos. Outros ritmos de formação e difusão dos conhecimentos que não os da mídias e da informática (em breve reunidas em uma única grande rede digital) continuam funcionando [...]. Inúmeras habilidades e representações ainda são transmitidas e transformadas de forma oral nas famílias, grupos de trabalho e nas diversas redes sociais (Levy, p.116). *Podemos incluir universidades, escolas etc

10 O Tempo Real Textos literários clássicos, por exemplo, podem ser lidos, anotados, comentados, comparados, podem ser objeto de pesquisas minuciosas com um luxo de meios fora do alcance das técnicas associadas ao papel. Em breve, os documentos audiovisuais digitalizados poderão ser objeto de um trabalho crítico semelhante (Levy, p.117).

11 O Tempo Real Indeterminação e Ambiguidade Informática: - Vai além da escrita (imagem e som) - Uma nova ecologia cognitiva está em formação - Rede múltipla (novos conceitos de comunicação; coletividade x individualidade)

12 O Tempo Real Informática e memória - É construída com o tempo e as experiências - Aceleração técnica acarreta modulação constante, mudanças radicais - Antes, o coletivo tinha uma só memória (oralidade) - Escrita: permitiu a construção de um saber separado do objeto - Informática: afasta-se da memória e a verdade deixa de ser fundamental

13 O Tempo Real Declínio da verdade, da objetividade e da crítica - Características não necessariamente condenáveis (pós-modernidade) - Não significa permissão para mentir (mudança de ênfase) - Verdade crítica estava condicionada à escrita (hoje, mudou) Texto, livro etc permaneciam, formavam unicidade, garantiam explicação correta

14 O Tempo Real -Teorias cederam espaço aos modelos O modelo não se encontra mais inscrito no papel, este suporte inerte, mas roda em um computador. É desta forma que os modelos são continuamente corrigidos e aperfeiçoados ao longo das simulações. Um modelo raramente é definitivo (Levy, p.120)

15 O Tempo Real Um modelo digital normalmente não é nem verdadeiro nem falso, nem mesmo testável, em um sentido estrito. Ele apenas será mais ou menos útil, mais ou menos eficaz ou pertinente em relação a este ou aquele objetivo específico (Levy, p.120)

16 O Tempo Real O declínio da verdade crítica não significa, portanto, que a partir de agora qualquer coisa será aceita sem uma análise, mas que iremos lidar com modelos de pertinência variável, obtidos esimulados de forma mais ou menos rápida, e isto de forma cada vez mais independente de um horizonte da verdade, uma à qual pudéssemos aderir firmemente. Se há cada vez menos contradições, é porque a pretensão a verdade diminui. Não critica-se mais, corrigem-se os erros (Levy, p.120)

17 O Tempo Real Mensagens hoje são cada vez mais independentes das circunstâncias particulares de um emissor X receptor - O envio de um texto é cada vez mais seguido de um telefonema - O artigo muitas vezes comenta um acontecimento que já foi visto pela televisão, repete uma comunicação oral em colóquio, etc - As mensagens escritas são cada vez menos recebidas ou interpretadas fora do contexto de sua emissão

18 O Tempo Real Modelo digital não é lido ou interpretado. É explorado de forma interativa Conhecimento se dá por simulação O conhecimento por simulação é sem dúvida um dos novos gêneros de saber que a ecologia congnitiva informatizada transporta (Levy, p.121) O termo simulação conota esta dimensão interativa, tanto quanto a imitação ou a farsa (Levy, p.121)

19 O Tempo Real Simulação – programas disponíveis no mercado Estes sistemas permitem modelar situações complexas de produção industrial ou de transporte, fluxos financeiros, sistemas biológicos, redes de computadores, etc. Bibliotecas de programas oferecem, já programados, um certo número de objetos e de rotinas básicas para cada área. Basta que o usuário adapte-as a sua situação particular e monta-as para obter uma simulação de sua futura cadeia de produção (Levy, p.122)


Carregar ppt "O Tempo Real Relação com o tempo na Era da Informática Escrita X Informática Escrita – um reflexo, um eco das ações humanas; Informática – relação com."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google