A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

+ Ensino, Pesquisa e Profissão em Relações Internacionais Profª. Drª. Danielly Ramos Becard UnB – IREL - IERI.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "+ Ensino, Pesquisa e Profissão em Relações Internacionais Profª. Drª. Danielly Ramos Becard UnB – IREL - IERI."— Transcrição da apresentação:

1 + Ensino, Pesquisa e Profissão em Relações Internacionais Profª. Drª. Danielly Ramos Becard UnB – IREL - IERI

2 + Leituras obrigatórias Aula 2 – Vizentini (2005). A evolução da produção intelectual e dos estudos acadêmicos de relações internacionais no Brasil Aula 3 – Lessa (2005). O ensino de Relações Internacionais no Brasil.

3 + Evolução das Relações Internacionais no Brasil 1. Temas e obras em RI 2. A carreira de RI 3. O ensino em RI 4. A pesquisa em RI

4 + PRODUÇÃO EM RI TEMAS E OBRAS

5 + Questões centrais Quais foram os primeiros temas estudados e obras publicadas na área de RI, a partir do século XIX? Quais foram os principais temas estudados e obras publicadas na área de RI, a partir da segunda metade do século XX? Quais foram os principais elementos que influenciaram nas escolhas temáticas e qualidade das obras publicadas a partir de 1990 na área de RI?

6 + Temas e obras em RI Temas séc. XIX / 1ª metade XX – História diplomática do Brasil Política externa nacional Obras Pandiá Calógeras, A Política Exterior do Império. Helio Vianna, História Diplomática do Brasil. Delgado de Carvalho, História Diplomática do Brasil. SÉCULO XIX – 1ª METADE SEC. XX

7 + Temas e obras em RI Temas Política externa independente Implantação do regime militar. Obras José Honório Rodrigues. Interesse nacional e política externa. Moniz Bandeira. Presença dos Estados Unidos no Brasil Revistas especializadas Política Externa Independente RBPI ( IBRI) ANOS 1950 / 1960

8 + Temas e obras em RI Temas Campo diplomático / Itamaraty Forças Armadas / estudos estratégicos. Obras Revistas especializadas Contexto Internacional (IRI/PUC- RJ – 1985) Política e Estratégia ( ) Coletâneas Gelson Fonseca Júnior, Waldemar Carneiro Leão e Sérgio Nabuco de Castro(orgs). Temas de Política Exterior I e II. José Augusto Guilhon Albuquerque – Sessenta anos de Política Externa Brasileira ANOS 1970 / 1990

9 + Temas em RI Fase científico-acadêmica na produção bibliográfica. Expansão dos cursos de RI e processo de abertura no Brasil. Regionalização, interdependência, transnacionalização, cooperação e regimes internacionais. Demanda por conhecimento específico sobre esses movimentos, incentivando a busca por profissionais capacitados e por análises especializadas. ANOS 1990 AOS DIAS ATUAIS

10 + Obras em RI Amado Luiz Cervo e Clodoaldo Bueno – História da Política Exterior do Brasil; A política Externa da Primeira República (Bueno); O Desafio Internacional (Cervo). Gerson Moura – Autonomia na Dependência (Relações Estados Unidos – América Latina). José Luis Werneck da Silva. As duas faces da moeda: a política externa do Brasil monárquico. IPRI – FUNAG - Tradução de textos conhecidos e inéditos - Coleção Clássicos IPRI Ed. UnB - Coleção Relações Internacionais UFRGS – Coleção Relações Internacionais e Integração – política externa brasileira.Coleção Estudos Internacionais – publicação de teses e dissertações sobre temas específicos. Ed. Vozes - Coleções – Século XXI, Horizontes da Globalização, Relações Internacionais. Outras editoras - Unijui, Record, Contraponto, Juruá, Manole, Alfa Omega, PUC/MG, Leitura XXI, Elsevier, Konrad Adenauer. Anos 1990 aos dias atuais

11 + Produção em Relações Internacionais Estudos diplomáticos Política Externa Estudos Estratégicos Temas variados e mais especializados

12 + Paulo Roberto de Almeida No Brasil, a tendência observada (...) é de um progressivo deslocamento da produção historiográfica em Relações Internacionais dos gabinetes da elite intelectual, e também governamental (...) para as salas mais acanhadas das novas gerações de pesquisadores profissionais (...) (2004).

13 + A CARREIRA EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS Habilidades Competências Setores de atuação

14 + Questões centrais Quais habilidades e competências um profissional de RI deve possuir, preferencialmente? Por quê? Quais são as principais carreiras nos setores público e privado na área de Relações Internacionais?

15 O Profissional de RI O Profissional de RI deve possuir capacidade de entender, analisar e processar condicionantes internos e internacionais e de propor pontos de vista, alternativas de adaptação e de intervenção realista na cena internacional, regional e sub-regional.

16 Quais são as habilidades e competências gerais do profissional de RI? Capacidade de Comunicação Trabalho em equipe Planejamento e Organização Comprometimento e Aprendizado Continuado Conhecimento e uso de tecnologias da informação Visão multidisciplinar

17 Capacidade de Comunicação Cultura geral sólida Constante atualização sobre os principais acontecimentos mundiais Visão e postura cosmopolitas Capacidade de escrever de forma clara e concisa Capacidade de argumentação e negociação Capacidade de elaboração de documentos Conhecimento avançado oral e escrito em uma ou mais línguas estrangeiras

18 Trabalho em Equipe Capacidade de manter boas relações interpessoais Capacidade de motivar a equipe Habilidade em trabalhar de forma cooperativa com colegas de diferentes nacionalidades e históricos culturais para atingir objetivos organizacionais

19 Capacidade de Planejamento e Organização Capacidade de estabelecer prioridades Capacidade de coordenar seu próprio plano de trabalho Capacidade de respeitar prazos

20 Visão Multidisciplinar Conhecimentos e habilidades em Ciências Sociais / Relações Internacionais / Política Conhecimentos e habilidades em Economia / Comércio / Finanças Conhecimentos e habilidades em Direito Internacional / Cooperação Internacional / Comunicação sob contextos multiculturais

21 Antônio Carlos Lessa (2004) (...) a idéia era a de formar profissionais que estivessem aptos a situar-se com agilidade intelectual diante das dinâmicas do mundo contemporâneo, cada vez mais fundamentalmente influenciado por eventos e decisões que transcendem o poder de Estados e das instituições nacionais.

22 + Quais são os setores de atuação do profissional em RI? Setor Público Setor Privado Terceiro Setor Organizações Internacionais Setor Acadêmico

23 + Carreiras de RI no setor público Carreira Diplomática (MRE) Oficial de Chancelaria (MRE) Analista de Comércio Exterior (MDIC) Analista de Informações e Pesquisador (ABIN) Consultor legislativo do Senado Federal Analista legislativo da Câmara dos Deputados Assessor da área internacional de governos federal e estadual.

24 Habilidades e competências do Diplomata (MRE) Representação do Brasil perante a comunidade de nações; Coleta das informações para formulação da política externa; Elaboração e implementação de políticas de cooperação internacional; Participação em reuniões internacionais; Assistência às missões no exterior; proteção dos compatriotas; Promoção da cultura e dos valores brasileiros.

25 Habilidades e competências do Oficial de Chancelaria (MRE) Orientação, controle e execução de tarefas técnicas e administrativas, em grau de significativa complexidade, em apoio às atividades de natureza diplomática e consular na Secretaria de Estado das Relações Exteriores e nos postos do exterior. Atividades de administração pública específicas da Secretaria de Estado das Relações Exteriores.

26 Analista de Comércio Exterior (MDIC) Promoção comercial; Participação em negociações internacionais; Elaboração de políticas e gestão de comércio exterior, defesa comercial, operações de comércio, crédito e financiamento. Compilação e análise da balança comercial; Preparação de discursos e textos oficiais, entre outras funções.

27 Analista e Assistente em Negócios (APEX) Identificação e análise das necessidades e oportunidades de negócios; Elaboração de projetos e programas; Formulação e análise de soluções e implementação de ações ligadas a demandas internas e externas à APEX; Desenvolvimento de estratégias alinhada com a missão e os valores da APEX.

28 Analista de Informações e Pesquisador (ABIN) Realização de atividade de Inteligência, mediante uma ação de coordenação do fluxo de informações necessárias às decisões de Governo, Análise de informações para aproveitamento de oportunidades, identificação de antagonismos e ameaças, reais ou potenciais, para os mais altos interesses da sociedade e do País.

29 Consultor legislativo do Senado Federal Consultoria e assessoramento institucional, com atenção aos aspectos político-parlamentares; Realização de estudos, notas técnicas e pesquisas para Senadores e Comissões compreendendo a produção escrita de proposições legislativas, emendas, relatórios, pareceres, discursos, revisões de trabalhos e o atendimento a consultas diversas de Senadores; Acompanhamento do trabalho de comissões técnicas e de inquérito.

30 Analista legislativo da Câmara dos Deputados Elaboração de proposições em geral, pareceres, estudos, relatórios, pesquisas, análises e pronunciamentos parlamentares.

31 Assessoria internacional em Ministérios Planejar, orientar, promover e coordenar o processo de planejamento de programas, projetos e atividades internacionais; Assistir ao Ministro e aos dirigentes dos órgãos e entidades do Ministério na coordenação e supervisão dos assuntos internacionais, bilaterais e multilaterais; Implementar, em coordenação com os demais órgãos e entidades do Ministério, as diretrizes da política externa brasileira; Organizar e subsidiar a participação do Ministro ou de seu representante em conferências, assembléias e comitês internacionais.

32 + Carreiras de RI no Setor privado Agente de Comércio Exterior Agente financeiro Analista de mercado Assessor em Câmaras Bilaterais de Comércio Assessor em Entidades Patronais (FIEG, FIESP, etc.).

33 Agente de comércio exterior Análises e estudos acerca da realidade internacional; Interpretações sobre movimentos internacionais; Identificação de desafios e oportunidades; Pesquisa e planejamento em comércio exterior; Gestão em logística, vendas, marketing, finanças.

34 Carreiras de RI no Terceiro Setor e Organizações Internacionais Consultor Gestor de Projetos Assessor

35 Habilidades do Gestor de projetos internacionais Atuação nas relações do setor público com o privado nas áreas que se dedicam à internacionalização de suas atividades; Elaboração, implementação e acompanhamento de políticas de cooperação internacional em todos os níveis; Formulação e implementação de políticas internacionais para diferentes atores; Realização de análises e estudos acerca da realidade internacional / políticas públicas; Identificação de problemas e formulação de recomendações;

36 Habilidades do Gestor de projetos internacionais (cont.) Preparação de resenhas, textos analíticos, discursos, relatórios de reuniões; Organização de eventos e preparação de apresentações com recursos áudio-visuais; Elaboração, gestão e avaliação de projetos; Realização de pesquisas; Compilação de dados estatísticos; Análise da mídia; Captação de recursos.

37 + Carreiras de RI no Setor Acadêmico Professor Gestor Acadêmico (Coordenador de Curso, Diretor de Institutos / Departamentos, Assessor na área de Cooperação Internacional e em Pró- Reitorias, etc.). Pesquisador

38 Habilidades e competências do Professor-Gestor-Pesquisador Apreço pela difusão do conhecimento; Capacidade de análise e síntese de grande volume de informação; Capacidade de comunicação; Capacidade de motivar grupos e administrar diferenças; Capacidade de respeitar prazos; Disposição para organizar e participar de Seminários; Participação em grupos de pesquisas.

39 + O ENSINO DE RI Padrão de Qualidade Curriculo do IREL

40 + Questões centrais Quais são as principais disciplinas específicas, auxiliares e profissionalizantes do currículo de Relações Internacionais? Quais são os objetivos de cada grupo de disciplina do currículo de RI?

41 + A graduação como espaço de formação básica em RI Disciplinas específicas das RI - Disciplinas que caracterizam o curso de RI. Por meio delas, os conceitos e as categorias empregadas nas RI são ministrados. Disciplinas auxiliares e correlatas –Disciplinas que tratam de matérias de formação básica e das áreas no âmbito das quais os fenômenos internacionais se manifestam. Disciplinas optativas e com orientação profissional – Disciplinas voltadas para a orientação profissional, que podem variar de acordo com os diferentes cursos de RI, dependendo das demandas regionais e locais.

42 + Disciplinas específicas das RI Disciplina introdutória que apresenta noções fundamentais empregadas nas RI; Disciplinas voltadas para o ensino das principais correntes teóricas no estudo das RI e que incluem aplicação desses conhecimentos na análise da política internacional; Disciplinas de história e análise da política externa brasileira; Disciplinas de história das RI; Disciplinas de análise das instituições políticas e econômicas internacionais.

43 + Disciplinas auxiliares e correlatas Disciplinas introdutórias (Economia, Direito, Sociologia, Filosofia); Disciplina introdutória de Ciência Política, apresentando conceitos fundamentais da área; Teoria Política; Metodologia aplicada à Ciência Política e RI; Estatística e métodos quantitativos; Disciplinas de Relações Econômicas Internacionais; Economia Brasileira; Direito Internacional; Idiomas.

44 + Disciplinas optativas e com orientação profissional Comércio Exterior Cooperação Internacional Elaboração de Projetos Internacionais Negociação Internacional Monografia Integração Regional Política Externa das Grandes Potências Processos Decisórios em Relações Internacionais

45 + A PESQUISA EM RI Áreas temáticas Linhas de Pesquisa

46 + Questões centrais Quais são as principais áreas de pesquisa em Relações Internacionais, desenvolvidas atualmente? Quais temas são mais pesquisados na área de Relações Internacionais atualmente e por quê?

47 + Por que fazer pesquisa em RI? Promover o contato com núcleos de pesquisa desenvolvidos pela Universidade. Permitir ao aluno aprender métodos e técnicas científicas e a pensar a pesquisa, sob orientação docente. Promover o debate e estudo aprofundado de fenômenos internacionais complexos, cuja influência se estende de forma direta ou indireta a todos os países do globo. Colaborar para a formação integral do futuro profissional de RI.

48 + Principais áreas temáticas das RI Economia Política Internacional Instituições Internacionais Integração Regional Política Externa Segurança Internacional Teoria das Relações Internacionais História das Relações Internacionais Política Internacional Comparada

49 + Linha de Estudo e Pesquisa em Economia Política Internacional Estudo das relações entre atores econômicos Estudo das dimensões político-econômicas das Relações Internacionais Sistema financeiro internacional, dívida externa Sistema multilateral de comércio, fluxos comerciais Investimentos diretos e indiretos externos Políticas de desenvolvimento O papel do Estado e das Empresas multinacionais na economia internacional

50 Linha de Instituições Internacionais Estudo das organizações internacionais; Estudos das instituições econômicas internacionais Estudo dos regimes internacionais; Estudo dos princípios de ordenação no sistema internacional.

51 Linha de Integração Regional Avaliação de tópicos políticos, econômicos, institucionais, sociais e culturais envolvidos no processo de integração. Estudos dos agentes e dos processos de integração regional e global. Estudos de relações multilaterais e seus graus de institucionalização.

52 Linha de Política Externa Estudos sobre formulação, implementação e avaliação das opções externas do País. Estudos sobre as determinações estruturais, que delimitam o campo de ação dos agentes decisores e das determinações conjunturais, dadas pela decisão e ação dos policy-makers. Estudo de fontes internas e externas da política externa. Estudo das relações político-diplomáticas e econômico-comerciais de um país com seus principais parceiros.

53 Linha de Segurança Internacional Avaliação das ameaças internacionais e seus impactos sobre a sociedade (terrorismo, crime, nacionalismo). Estudos sobre armamentos e militarização. Estudos sobre motivações para ir à guerra. Estudos sobre estratégias e táticas de um país nas áreas de segurança e defesa

54 Linha de Teoria das Relações Internacionais Estudo das visões, métodos e conceitos fundamentais das principais correntes teóricas das relações internacionais Estudos voltados para a compreensão da natureza e do funcionamento do Sistema Internacional. Estudo dos modelos de explicações sobre fenômenos mais importantes da política mundial.

55 Linha de História das Relações Internacionais Estudo da relação entre história e teoria das relações internacionais. Estudo das diferentes interpretações sobre a formação das Relações Internacionais. Estudo sobre o surgimento e transformações na configuração do sistema internacional. Estudo evolutivo da distribuição de poder e obtenção de ordem no sistema internacional.

56 Linha de Política Internacional Comparada Estudo de elementos comuns entre dois ou mais países, com utilização do método comparado. Estudo dos métodos quantitativos e qualitativos aplicados nos estudos comparados. Estudos com ênfase na comparação entre semelhanças e diferenças de dois ou mais países na condução de suas políticas domésticas e internacionais.

57 Questão central Quais fatores ajudam a explicar a expansão do ensino, pesquisa e atuação profissional na área de RI? Quais são os principais desafios a serem enfrentados na consolidação e fortalecimento da área de Relações Internacionais?


Carregar ppt "+ Ensino, Pesquisa e Profissão em Relações Internacionais Profª. Drª. Danielly Ramos Becard UnB – IREL - IERI."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google