A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ROMA ANTIGA Prof. Geraldo M. Modesto. PERÍODOS Monarquia (753-509 a.c.) Monarquia (753-509 a.c.) República (509-27 a.c.) República (509-27 a.c.) Império.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ROMA ANTIGA Prof. Geraldo M. Modesto. PERÍODOS Monarquia (753-509 a.c.) Monarquia (753-509 a.c.) República (509-27 a.c.) República (509-27 a.c.) Império."— Transcrição da apresentação:

1 ROMA ANTIGA Prof. Geraldo M. Modesto

2 PERÍODOS Monarquia (753-509 a.c.) Monarquia (753-509 a.c.) República (509-27 a.c.) República (509-27 a.c.) Império (27 a.c. – 476 d.c.) Império (27 a.c. – 476 d.c.)

3 MONARQUIA (756-509 a.c.) Segundo a tradição, Roma teve sete reis, os três últimos seriam etruscos. Em 509 a.c., ocorreu uma revolução que derrubou o último rei de Roma, Tarquínio, e implantou a República.

4 REPÚBLICA (509-27 a.c.) Período marcado por conflitos sociais internos (patrícios X plebeus) e pela expansão territorial com a formação do chamado império romano.

5 CLASSES SOCIAIS Patrícios – aristocracia proprietária de terras, acreditava-se descender das primeiras famílias que habitaram Roma. Patrícios – aristocracia proprietária de terras, acreditava-se descender das primeiras famílias que habitaram Roma. Plebeus – formavam a maior parte da população, eram pequenos agricultores, pastores, comerciantes e artesãos. Plebeus – formavam a maior parte da população, eram pequenos agricultores, pastores, comerciantes e artesãos. Clientes – recebiam uma pequena gleba e tinham que realizar um pagamento anual ao patrício. Clientes – recebiam uma pequena gleba e tinham que realizar um pagamento anual ao patrício.

6 ESTRUTURAS POLÍTICAS Senado – principal órgão político da República, era formado por 300 patrícios nomeados, vitaliciamente pelos cônsules. Senado – principal órgão político da República, era formado por 300 patrícios nomeados, vitaliciamente pelos cônsules. Cônsules – provenientes da nobreza, atuavam como juízes e controlavam o exército, eram eleitos (2) anualmente. Cônsules – provenientes da nobreza, atuavam como juízes e controlavam o exército, eram eleitos (2) anualmente. Assembléia das Centúrias – eram assembléias populares, votavam as leis e elegia os cônsules. Assembléia das Centúrias – eram assembléias populares, votavam as leis e elegia os cônsules.

7 LUTA DE ORDENS (SÉC. V) Tribuno da Plebe – era eleito entre a plebe através de plebiscito, tinha o direito de veto. Tribuno da Plebe – era eleito entre a plebe através de plebiscito, tinha o direito de veto. Lei das 12 Tábuas (450 a.c.) – primeiro código de leis romanas, estabelecia a igualdade jurídica. Lei das 12 Tábuas (450 a.c.) – primeiro código de leis romanas, estabelecia a igualdade jurídica. Lei Canuléia (445 a.c.) – estabelecia a igualdade civil. Lei Canuléia (445 a.c.) – estabelecia a igualdade civil. Lei Licínia (367 a.c.) – estabelecia a igualdade política. Lei Licínia (367 a.c.) – estabelecia a igualdade política. Lei Hortênsia (287 a.c.) – Assembléia da Plebe passa a criar leis independente do Senado. Lei Hortênsia (287 a.c.) – Assembléia da Plebe passa a criar leis independente do Senado.

8 GUERRAS PÚNICAS 1ª Guerra (264-241 a.c.) – disputas no sul do Mediterrâneo entre Roma e Cartago. 1ª Guerra (264-241 a.c.) – disputas no sul do Mediterrâneo entre Roma e Cartago. 2ª Guerra (218-202 a.c.) – Aníbal marcha sobre a península itálica, mas não conquista Roma. 2ª Guerra (218-202 a.c.) – Aníbal marcha sobre a península itálica, mas não conquista Roma. 3ª Guerra (149-146 a.c.) – destruição de Cartago. 3ª Guerra (149-146 a.c.) – destruição de Cartago.

9

10 TENTATIVA DE REFORMA DOS GRACOS Tibério Graco (163-133 a.c.) – tentou realizar uma reforma agrária e acabou assassinado pela aristocracia. Tibério Graco (163-133 a.c.) – tentou realizar uma reforma agrária e acabou assassinado pela aristocracia. Caio Graco (153-121 a.c.) – tentou levar adiante a proposta de seu irmão e existe a suposição que, após a forte oposição do senado, se matou. Caio Graco (153-121 a.c.) – tentou levar adiante a proposta de seu irmão e existe a suposição que, após a forte oposição do senado, se matou.

11 FIM DA REPÚBLICA Insurreição de Espártaco (73-71 a.c.) Insurreição de Espártaco (73-71 a.c.) 1º Triunvirato (60-53 a.c.) -Júlio César, Pompeu e Crasso 1º Triunvirato (60-53 a.c.) -Júlio César, Pompeu e Crasso César se torna ditador vitálicio (45 a.c.) e é assassinado (44 a.c.) César se torna ditador vitálicio (45 a.c.) e é assassinado (44 a.c.) 2º Triunvirato (43-31 a.c.)-Marco Antônio, Lépido e Otávio. 2º Triunvirato (43-31 a.c.)-Marco Antônio, Lépido e Otávio.

12

13 ALTO IMPÉRIO (SÉC.I-III d.c.) Otávio vence Marco Antônio e recebe o título de Augusto (27 a.c.-14 d.c.) Otávio vence Marco Antônio e recebe o título de Augusto (27 a.c.-14 d.c.) Pax Romana – fim das guerras de expansão, período de prosperidade econômica e estabilidade político-social. Pax Romana – fim das guerras de expansão, período de prosperidade econômica e estabilidade político-social. Criação da guarda pretoriana e da política de pão e circo. Criação da guarda pretoriana e da política de pão e circo.

14 GOVERNO DOS CESARES (14-235 d.c.) Período marcado por conflitos entre os imperadores e o senado, apesar da estabilidade econômica e do desenvolvimento das artes.

15 BAIXO IMPÉRIO (235-476 d.c) Crise do sistema escravista de produção. Crise do sistema escravista de produção. Êxodo urbano Êxodo urbano Anarquia militar Anarquia militar Diocleciano cria a tetrarquia (293-313 d.c.) Diocleciano cria a tetrarquia (293-313 d.c.) Surgimento do colonato Surgimento do colonato Divisão em Império Romano do ocidente e oriente (395 d.c.) Divisão em Império Romano do ocidente e oriente (395 d.c.) Invasões bárbaras Invasões bárbaras

16

17

18 CRISTIANISMO Incêndio de Roma (64 d.c.) – Nero queimou Roma e culpou os cristãos. Incêndio de Roma (64 d.c.) – Nero queimou Roma e culpou os cristãos. Edito de Milão (313 d.c.) – Constantino concedeu liberdade de culto para os crstãos. Edito de Milão (313 d.c.) – Constantino concedeu liberdade de culto para os crstãos. Religião do Estado (391) – Teodósio transformou o cristianismo em religião oficial e proibiu o culto pagão. Religião do Estado (391) – Teodósio transformou o cristianismo em religião oficial e proibiu o culto pagão.


Carregar ppt "ROMA ANTIGA Prof. Geraldo M. Modesto. PERÍODOS Monarquia (753-509 a.c.) Monarquia (753-509 a.c.) República (509-27 a.c.) República (509-27 a.c.) Império."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google