A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Dakir Larara Machado da Silva

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Dakir Larara Machado da Silva"— Transcrição da apresentação:

1 Dakir Larara Machado da Silva
Geografia Política e Geopolítica: Espaço e Poder, Território e Cidadania Dakir Larara Machado da Silva

2 Espaço e Poder, Território e Cidadania
Espaço Geográfico, conforme Milton Santos (1997), constitui "um sistema de objetos e um sistema de ações" que: (...) "é formado por um conjunto indissociável, solidário e também contraditório, de sistemas de objetos e sistemas de ações, não considerados isoladamente, mas como um quadro único na qual a história se dá. No começo era a natureza selvagem, formada por objetos naturais, que ao longo da história vão sendo substituídos por objetos fabricados, objetos técnicos, mecanizados e, depois cibernéticos fazendo com que a natureza artificial tenda a funcionar como uma máquina."

3 Espaço e Poder, Território e Cidadania
Observa-se que na concepção de espaço geográfico está contido a expressão de diferentes categorias de análises. Entende- se por categoria palavras ou conceitos "as quais se atribui dimensão filosófica, ou seja, produzem significado, pois são utilizadas em certos contextos de pensamentos e referenciais teóricos."(Genro Filho, 1986). Estas categorias são: natureza, sociedade, tempo e espaço.

4 Espaço e Poder, Território e Cidadania
A construção do conceito de espaço geográfico implica trabalharmos outras duas categorias: tempo e espaço. Estas também apresentam-se sob concepções diferenciadas. A visão crítica da Geografia, ao romper com a visão de estabilidade/continuidade temporal, passa a conceber o tempo como espiral. Neste sentido, o tempo é entendido como seta e ciclo, ou seja, o espaço geográfico se forma (no sentido de formação, origem) e se organiza (no sentido de funcionalidade), projetando-se como determinação ou como possibilidade. Esta projeção se faz por avanços (seta) e retornos (ciclo). Neste contexto, o espaço geográfico é a coexistência das formas herdadas (de uma outra funcionalidade), reconstruídas sob uma nova organização com formas novas em construção, ou seja, é a coexistência do passado e do presente ou de um passado reconstituído no presente.

5 Espaço e Poder, Território e Cidadania
O espaço constituirá, por sua vez, a categoria central para a Geografia. As transformações do mundo pós-guerra associadas à difusão de novas concepções científicas (Física de Einstein) permitem à Geografia, após os anos 50, falar de outro espaço: o espaço relativo. Neste contexto, os geógrafos passaram a falar de espaço como algo definível a partir de variáveis pré-estabelecidas, definidas a priori, a partir dos objetivos de delimitação. O espaço existiria, então, como representação, podendo ser objetivamente delimitado em cartas e mapas. Neste sentido, o clássico trabalho de Grigg, (in Chorley e Haggett,1974), Regiões Modelos e Classes, para quem, o processo de regionalização e a região nada mais são do que uma classificação e uma representação a partir de determinados critérios, é um bom exemplo.

6 Espaço e Poder, Território e Cidadania
David Harvey (1980) em seu livro Justiça Social e a Cidade, aborda o espaço sob outra perspectiva. Num contexto dialético, vai conceber o espaço como sendo ao mesmo tempo, absoluto (com existência material), relativo (como relação entre objetos) e relacional (espaço que contém e que está contido nos objetos). Explicando, "o objeto existe somente na medida em que contém e representa, dentro de si próprio, as relações com outros objetos". Ex.: O automóvel; o Shopping Center; a ONU, um Estado-Nação, etc.

7 Espaço e Poder, Território e Cidadania
Categorias de análise do Espaço Geográfico: Paisagem Território Ambiente Lugar

8 Espaço e Poder, Território e Cidadania
Sob o conceito de Território, tratamos o espaço geográfico a partir de uma concepção que privilegia o político ou a dominação-apropriação. Historicamente, o território na Geografia foi pensado, definido e delimitado a partir de relações de poder. No passado da Geografia, Ratzel (1899), ao tratar do território, vincula-o ao solo, enquanto espaço ocupado por uma determinada sociedade. A concepção clássica de território vincula-se ao domínio de uma determinada área, imprimindo uma perspectiva de análise centrada na identidade nacional. Afirmava Ratzel (1899),"no que se refere ao Estado, a Geografia Política está desde a muito tempo habituada a considerar junto ao tamanho da população, o tamanho do território". Continuando, "a organização de uma sociedade depende estritamente da natureza de seu solo, de sua situação, o conhecimento da natureza física do país, suas vantagens e desvantagens pertence a história política" (Ratzel, 1899).

9 Espaço e Poder, Território e Cidadania
Álvaro Heidrich (1998), ao referir-se à constituição do território, nos diz: "a diferenciação do espaço em âmbito histórico tem início a partir da delimitação do mesmo, isto é; por sua apropriação como território; em parte determinado pela necessidade e posse de recursos naturais para a conquista das condições de sobrevivência, por outra parte, por sua ocupação física como habitat. Neste instante, na origem, a defesa territorial é exercida diretamente pelos membros da coletividade. Noutro extremo, como já ocorre desde a criação do Estado, quando há população fixada territorialmente e socialmente organizada para produção de riquezas, cada indivíduo não mantém mais uma relação de domínio direto e repartido com o restante da coletividade sobre o território que habita. Neste momento, a defesa territorial passa a ser realizada por uma configuração social voltada exclusivamente para a organização e manutenção do poder".

10 Espaço e Poder, Território e Cidadania
Observa-se que, historicamente, a concepção de território associa-se a idéia de natureza e sociedade configuradas por um limite de extensão do poder. Contemporaneamente, fala-se em complexidades territoriais, entendendo território como campo de forças, ou "teias ou redes de relações sociais". Segundo Souza (1995), não há hoje possibilidade de conceber "uma superposição tão absoluta entre espaço concreto com seus atributos materiais e o território como campo de forças". Para este autor, "territórios são no fundo relações sociais projetadas no espaço". Por conseqüência, estes espaços concretos podem formarem-se ou dissolverem-se de modo muito rápido, podendo ter existência regular, porém periódica, podendo o substrato material permanecer o mesmo.

11 Espaço e Poder, Território e Cidadania – quadro síntese sobre as concepções de território, sob a ótica de 3 vertentes

12 Espaço e Poder, Território e Cidadania
Poder – Breves Reflexões Poder militar, poder da elite, poder da natureza, os poderosos que estão no poder contra os que estão alijados do poder, o poder está em todas as frases e todas as bocas, mas o que é, afinal, o Poder? ‘Poder’ é uma palavra que descreve, dentre tudo aquilo que um quer, o que ele pode realizar. “Querer não é poder“, diz o ditado. Quem quer às vezes não pode: eu quero andar e posso, eu quero voar e não posso. Meu poder me permite andar, mas não me permite voar. Assim se usa o termo poder — como fronteira real e prática da ação de um indivíduo, fronteira contra a qual se choca o seu querer. O poder de uma pessoa sobre a outra se divide classicamente em três tipos: Poder Coercitivo, Poder Utilitário e Poder Normativo/persuativo. A sociologia define poder, geralmente, como a habilidade de impor a sua vontade sobre os outros, mesmo se estes resistirem de alguma maneira. Existem, dentro do contexto sociológico, diversos tipos de poder: o poder social, o poder econômico, o poder militar, o poder político, entre outros. O primeiro é o poder da agressão: faça isso ou você apanha. O segundo é o poder do dinheiro, ou, de forma mais geral, de um presente: faça isso que eu te dou isto. O terceiro é o mais sutil: faça isso que serás reconhecido e se sentirás bem. Por exemplo, em uma sociedade de voluntários os mais dedicados recebem reconhecimento público. Outro exemplo são as plaquinhas de “funcionário do mês” nas paredes de alguns restaurantes.

13 Espaço e Poder, Território e Cidadania
Poder – Na ótica da Geografia Política e Geopolítica Poder Econômico/Político Poder Militar/Bélico Poder informacional O primeiro é o poder da agressão: faça isso ou você apanha. O segundo é o poder do dinheiro, ou, de forma mais geral, de um presente: faça isso que eu te dou isto. O terceiro é o mais sutil: faça isso que serás reconhecido e se sentirás bem. Por exemplo, em uma sociedade de voluntários os mais dedicados recebem reconhecimento público. Outro exemplo são as plaquinhas de “funcionário do mês” nas paredes de alguns restaurantes.

14 Espaço e Poder, Território e Cidadania
Transformações das Relações de Poder: Principal mudança: “Crise do Estado-Nação como entidade soberana e a crise conexa da soberania política” Surgimento do Estado em Rede Poder inserido nos códigos culturais batalhas culturais = localizadas na mídia lutas pelo poder = situadas em redes de troca de informação e manipulação de símbolos Cultura (fonte de poder) e Poder (fonte de capital) = base para nova hierarquia social

15 Espaço e Poder, Território e Cidadania
Estado-Nação Moderno - Formação E como a Geografia Política e Geopolítica relacionam-se com tudo isso????


Carregar ppt "Dakir Larara Machado da Silva"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google