A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Métricas na Espondilite Anquilosante Andressa Z Canavezzi Dias Serviço de Reumatologia da ISCMSP.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Métricas na Espondilite Anquilosante Andressa Z Canavezzi Dias Serviço de Reumatologia da ISCMSP."— Transcrição da apresentação:

1 Métricas na Espondilite Anquilosante Andressa Z Canavezzi Dias Serviço de Reumatologia da ISCMSP

2 Avaliação do paciente O uso de marcadores laboratoriais de fase aguda para aval de atividade de doença é controverso Não há um exame laboratorial que estabeleça o diagnóstico de EA

3 Exames de avaliação de atividade inflamatória Os mais utilizados são: Específicos: VHS: que pp nos surtos agudos VHS: que pp nos surtos agudos PCR: ainda é controversa sua associação com atividade da dça PCR: ainda é controversa sua associação com atividade da dça Não específicos: Anemia Anemia FA FA creatinofosfoquinase creatinofosfoquinase

4 Instrumentos de avliação clínica

5

6 DOR Recomenda-se a avaliação da dor através de dois instrumentos: Recomenda-se a avaliação da dor através de dois instrumentos: EVA mm para dor noturna. EVA mm para dor noturna. EVA mm para dor, sem predominância de horário. EVA mm para dor, sem predominância de horário. Ambos os instrumentos estão relacionados à dor na coluna devido à EA, na última semana. Ambos os instrumentos estão relacionados à dor na coluna devido à EA, na última semana.

7

8 BASDAI Bath EA Disease Activity questionário desenvolvido para medir a atividade da doença. questionário desenvolvido para medir a atividade da doença. Provou ser válido, reprodutível e sensível a mudanças. Provou ser válido, reprodutível e sensível a mudanças. Consiste em 6 questões que abordam domínios relacionados à fadiga, dor na coluna, dor e sintomas articulares, dor devido ao acometimento das enteses, e 2 questões relacionadas à qualidade e quantidade de rigidez matinal. Consiste em 6 questões que abordam domínios relacionados à fadiga, dor na coluna, dor e sintomas articulares, dor devido ao acometimento das enteses, e 2 questões relacionadas à qualidade e quantidade de rigidez matinal.

9 BASDAI O escore é medido em escala visual analógica (EVA) de 0 a 10 (0 = bom; 10 = ruim). O escore é medido em escala visual analógica (EVA) de 0 a 10 (0 = bom; 10 = ruim). É considerado, atualmente, um dos mais importantes instrumentos para a utilização em ensaios clínicos É considerado, atualmente, um dos mais importantes instrumentos para a utilização em ensaios clínicos

10

11 Vários estudos utilizam o BASDAI, que contém três medidas de EVA para a avaliação de dor e desconforto: Vários estudos utilizam o BASDAI, que contém três medidas de EVA para a avaliação de dor e desconforto: dor no pescoço, coluna ou quadril. dor no pescoço, coluna ou quadril. dor/edema em outras articulações. dor/edema em outras articulações. desconforto em áreas sensíveis ao tato ou à pressão. desconforto em áreas sensíveis ao tato ou à pressão. Os dois últimos itens relacionam-se a articulações periféricas. Os dois últimos itens relacionam-se a articulações periféricas. Esta avaliação é feita em outro domínio pelo consenso do ASAS working group. Esta avaliação é feita em outro domínio pelo consenso do ASAS working group.

12 BASFI = funcinal Bath Ankylosing Spondylitis Funcional Index 10 questões para avaliar o grau de limitação funcional: 8 associadas à atividades relativas à capacidade funcional 2 relacionadas à capacidade de integração nas atividades de vida diária Uso da EVA (escala visual analógica): fácil = 0 à impossível = 10 Resultado= média aritmética de cada questão Detecta exacerbação ou remissão em vigência de AINH

13

14

15 BASRI (Bath EA Radiology ) método de graduação radiográfica do acometimento da coluna, em uma escala de 0 a 4 método de graduação radiográfica do acometimento da coluna, em uma escala de 0 a 4 0 = normal, 0 = normal, 1 = lesões suspeitas, 1 = lesões suspeitas, 2 = quadratura vertebral com erosões e esclerose, 2 = quadratura vertebral com erosões e esclerose, 3 = lesões mais difusas com formação de sindesmófitos, 3 = lesões mais difusas com formação de sindesmófitos, 4 = anquilose 4 = anquilose

16 BASMI (Bath EA Metrology Index) engloba medidas da coluna no intuito de definir o status axial do paciente. engloba medidas da coluna no intuito de definir o status axial do paciente. As medidas envolvidas são: As medidas envolvidas são: rotação cervical, rotação cervical, distância occipito-parede, distância occipito-parede, flexão lombar, flexão lombar, teste de Schober modificado e teste de Schober modificado e distância intermaleolar. distância intermaleolar. Cada medida é convertida em um escore de 0 a 10 (0 = bom; 10 = ruim) Cada medida é convertida em um escore de 0 a 10 (0 = bom; 10 = ruim)

17 Teste de Schober modificado 1) Com o paciente de pé, fazer uma marca na região lombar,no meio de uma linha imaginária unindo as duas espinhas ilíacas póstero-superiores 2) Fazer uma nova marca 10 cm acima da primeira 3) Pedir para o paciente fletir o tronco ao máximo, mantendo os joelhos estendidos 4) Medir a distância entre as duas marcas 5) A distância normal deve ultrapassar 15 cm

18

19 BASRI As localizações escolhidas para a abordagem são bacia, coluna cervical e lombar, resultando em um escore de 2 a 12. As localizações escolhidas para a abordagem são bacia, coluna cervical e lombar, resultando em um escore de 2 a 12.

20 BAS-G The Bath EA Global Score É uma medida auto administrada, que reflete o efeito da EA no bem estar e, portanto, na qualidade de vida do paciente, num intervalo de tempo específico (na última semana e nos últimos 6 meses)

21 DFI (Dougados' Functional Index) Instrumento para a avaliação da capacidade funcional. Instrumento para a avaliação da capacidade funcional. Contém 20 itens relacionados à capacidade do paciente em realizar tarefas da vida diária. Contém 20 itens relacionados à capacidade do paciente em realizar tarefas da vida diária. Todas a questões iniciam-se por Você consegue, com três modalidades de resposta: 0 (sim, sem dificuldade), 1 (sim, com dificuldade) e 2 (não). Todas a questões iniciam-se por Você consegue, com três modalidades de resposta: 0 (sim, sem dificuldade), 1 (sim, com dificuldade) e 2 (não). O escore é calculado como a soma de todas as respostas (0-40). O escore é calculado como a soma de todas as respostas (0-40).

22

23 Mander Enthesis Index

24 Escore Maastricht para EA

25 HAQ : Avaliação da qualidade de vida

26

27 Seleção dos pacientes ASAS group ASAS group

28

29 Avaliação da doença

30 Avaliação de resposta ao tratamento

31 Obrigada! Obrigada!


Carregar ppt "Métricas na Espondilite Anquilosante Andressa Z Canavezzi Dias Serviço de Reumatologia da ISCMSP."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google