A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CATEQUISTA-COORDENADOR COMO CONSTRUTOR DE COMUNIDADE Setembro 2009, SDCIA – Santarém Inspirado no site.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CATEQUISTA-COORDENADOR COMO CONSTRUTOR DE COMUNIDADE Setembro 2009, SDCIA – Santarém Inspirado no site."— Transcrição da apresentação:

1 CATEQUISTA-COORDENADOR COMO CONSTRUTOR DE COMUNIDADE Setembro 2009, SDCIA – Santarém Inspirado no site

2 Perfil do Catequista Coordenador Devemos olhar para Jesus e nEle procurar o modelo de Catequista-Coordenador: Jesus não esteve sozinho na sua missão Jesus subiu depois a um monte, chamou os que Ele queria e foram ter com Ele. Estabeleceu doze para estarem com Ele e para os enviar a pregar, com o poder de expulsar demónios. Mc 3, Jesus conhece cada um e aceita-o como é, procurando conduzir cada um a um crescimento cada vez mais profundo Depois, disse a Tomé: «Olha as minhas mãos: chega cá o teu dedo! Estende a tua mão e põe-na no meu peito. E não sejas incrédulo, mas fiel.» Tomé respondeu-lhe: «Meu Senhor e meu Deus!» Jo 20, Inspirado no site

3 Jesus exerce sua autoridade com caridade Tiago e João, filhos de Zebedeu, aproximaram-se dele e disseram: «Mestre, queremos que nos faças o que te pedimos.» Disse-lhes: «Que quereis que vos faça?» Eles disseram: «Concede-nos que, na tua glória, nos sentemos um à tua direita e outro à tua esquerda».... Jesus disse-lhes... «Não deve ser assim entre vós. Quem quiser ser grande entre vós, faça-se vosso servo e quem quiser ser o primeiro entre vós, faça-se o servo de todos. Pois também o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por todos.» Mc 10, Perfil do Catequista Coordenador Inspirado no site

4 Jesus integra a comunidade e lidera-a de forma humilde Erguendo o olhar e reparando que uma grande multidão viera ter com Ele, Jesus disse então a Filipe: «Onde havemos de comprar pão para esta gente comer?» Dizia isto para o pôr à prova, pois Ele bem sabia o que ia fazer. Jo 6, 5-6 Aquela gente, ao ver o sinal milagroso que Jesus tinha feito, dizia: «Este é realmente o Profeta que devia vir ao mundo!» Por isso, Jesus, sabendo que viriam arrebatá-lo para o fazerem rei, retirou-se de novo, sozinho, para o monte Jo 6, Perfil do Catequista Coordenador Inspirado no site

5 Jesus convida os discípulos a partilhar sua Cruz «O Filho do Homem tem de sofrer muito, ser rejeitado pelos anciãos, pelos sumos sacerdotes e pelos doutores da Lei, tem de ser morto e, ao terceiro dia, ressuscitar.» Depois, dirigindo-se a todos, disse: «Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, dia após dia, e siga-me.» (Lc 9, 22-23) Jesus criou uma comunidade para a Missão Aproximando-se deles, Jesus disse-lhes: «Foi-me dado todo o poder no Céu e na Terra. Ide, pois, fazei discípulos de todos os povos, baptizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a cumprir tudo quanto vos tenho mandado. E sabei que Eu estarei sempre convosco até ao fim dos tempos.» Mt 28,18-20 Perfil do Catequista Coordenador Inspirado no site

6 Competências Criar pontes Ordenar com Objectivos Recursos Dinamizador Envolver Nomear Avaliar Dupla Fidelidade Oração Raízes Revista Catequistas, n.º 42, Outubro 2008 Inspirado no site

7 A coordenação da catequese é uma tarefa importante, no conjunto de uma Igreja particular. Ela pode ser considerada: dentro da própria catequese, entre as suas diversas formas, destinada às diferentes idades e ambientes sociais; em referência aos laços que a catequese mantém com as outras formas do ministério da Palavra e com outras acções evangelizadoras. A coordenação da catequese não é um facto meramente estratégico, pensando numa maior eficácia da acção evangelizadora, mas possui uma dimensão teológica de fundo. A acção evangelizadora deve ser bem coordenada, porque tem como objectivo a unidade da fé, que, por sua vez, sustenta todas as acções da Igreja. DGC 272 Inspirado no site

8 A Equipa A organização da catequese na paróquia não é uma dimensão meramente superficial que pertença só ao pároco e ao catequista. Pelo contrário, é importante a formação de uma equipa coordenadora que assuma a sua missão articuladora e animadora da catequese, promovendo a união de esforços e fomentando, entre os seus membros, a participação, a cooperação, a co-rresponsabilidade, de forma a tornar efizaz todo o processo catequético. As pessoas convidadas a formar esta equipa têm que ter um coração grande, cheio de amor, humildade, abnegação e simplicidade, a fim de realizarem, com alegria, a missão para que foram convocados. Catequistas XXI Inspirado no site

9 As tarefas Animação Comunhão fraterna Mobilização Organização Planificação Inspirado no site

10 Ora, vós sois o corpo de Cristo e sois seus membros, cada um no seu lugar (cfr I Cor 12, 27) Inspirado no site


Carregar ppt "CATEQUISTA-COORDENADOR COMO CONSTRUTOR DE COMUNIDADE Setembro 2009, SDCIA – Santarém Inspirado no site."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google