A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Reflexão para o Dia do SARESP na Escola DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE SÃO VICENTE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Reflexão para o Dia do SARESP na Escola DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE SÃO VICENTE."— Transcrição da apresentação:

1 Reflexão para o Dia do SARESP na Escola DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE SÃO VICENTE

2 SARESP 2011/2012 A estratégia do Relatório Pedagógico: uma lógica que orienta para o estudo e a análise DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE SÃO VICENTE Núcleo Pedagógico 05/09/2011

3 Um indicador educacional é uma expressão em geral numérica, mas que, em si, não altera a realidade que traduz. É uma chamada para que entremos na escola e valorizemos a importancia do trabalho pedagógico, que não é um trabalho de aplicação de uma técnica, e sim de uma articulação de grupo, de entendimento de pessoas, de acerto e erro. (WERLE,2012) Núcleo Pedagógico 05/09/2011

4 Dispõe sobre a realização das provas de avaliação relativas ao Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo – SARESP/2012 Resolução SE 44, julho 2011 inciso IV art. 5º - Dispõe sobre o Dia do SARESP na escola Núcleo Pedagógico 05/09/2011 Resolução SE 72, de Decreto 54253, abril 2009 Decreto 55864, maio 2010

5 Esse instrumento de avaliação externa viabiliza, para cada rede de ensino, a possibilidade de comparação entre os resultados do SARESP e aqueles obtidos por meio de avaliações nacionais, como o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica – SAEB e a Prova Brasil; Núcleo Pedagógico 05/09/2011

6 Os resultados do SARESP, por comporem o IDESP – Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo, constituem, para cada unidade escolar, um importante indicador de melhoria qualitativa do ensino oferecido. Núcleo Pedagógico 05/09/2011

7 A avaliação do SARESP, a se realizar nos dias 27 e 28 de novembro de 2012, Alunos matriculados: 3ºs, 5ºs, 7ºs e 9ºs anos do Ensino Fundamental 3ªs séries do Ensino Médio Núcleo Pedagógico 05/09/2011

8 DiaProvasAnos/série 27/11/2012 Língua Portuguesa3º ano EF Língua Portuguesa e Redação 5º ano EF/ 4ª série Língua Portuguesa e Matemática 7º ano EF/ 6ª série EF 9º ano EF/ 8ª série EF 3ª série EM 28/11/2012 Matemática3º ano EF 5º ano EF/ 4ª série EF Ciências Ciências da Natureza ( Física, Química e Biologia) Redação 7º ano EF / 6ª sérieEF 9º ano EF/ 8ª série EF 3ª série EM Núcleo Pedagógico 05/09/2011

9 (I) Saber em que direção caminha a Educação Básica paulista; (II) Verificar se houve evolução em relação às avaliações dos últimos anos; (III) Localizar evidências de melhoria e as fragilidades do ensino; (IV) Buscar os aspectos diferenciais, os modelos bem sucedidos e sobretudo, as diferenças entre o desejado e o alcançado.

10 A escala de proficiência dos alunos do 5º, 7º, 9º anos do EF e 3ª série EM são consideradas nas mesmas escalas métricas do Saeb. A escala de proficiência é pontuada em 125, 150, 175, 200, 225, 250, 275, 300, 325, 350, 375, 400, 425, onde o ponto 250 equivale a média dos alunos de 9º ano no Saeb 2007, em intervalos de 25 pontos (meio desvio padrão). Núcleo Pedagógico 05/09/2011

11

12

13 A lógica é que, quanto mais o aluno caminha ao longo da escala, mais habilidades terá desenvolvido. A descrição de cada ponto da escala apresenta as habilidades que os alunos desenvolveram, com base na média de desempenho (pela rede, diretoria ou escola, por ano / série). p.5 Núcleo Pedagógico 05/09/2011

14 Níveis de Proficiência 5º ano7º ano9º ano3ª série Abaixo do Básico < 175< 200< 225< 275 Básico175 a < a < a < a < 350 Adequado225 a < a < a < a < 400 Avançado º ano 7º ano 9º ano 3ª série Núcleo Pedagógico 05/09/2011

15

16

17 A maior concentração de alunos está no nível básico. Na 3ª série, a maior concentração de alunos está no nível abaixo do básico. No EF, o 7º ano apresenta a maior concentração de alunos no nível abaixo do básico. No nível adequado e no nível avançado, a maior concentração é de alunos do 5º ano. p. 27

18 Relat. Pedag. SARESP 2011 p.33

19 5º ano 7º ano abaixo do básico34,832,621,919,5abaixo do básico43,536,439,935,5 básico38,639,343,343,7básico43,947,546,447,1 adequado22,422,529,827,6adequado11,814,712,816,3 avançado4,35,65,19,2avançado0,71,30,91,2 9º ano 3º série abaixo do básico35,528,236,835abaixo do básico57,162,66262,8 básico56,161,957,256,8básico39,234,735,534,9 adequado7,89,45,77,6adequado3,52,62,32,2 avançado0,60,50,20,6avançado0,2 0,1

20 Língua Portuguesa Matemática Ciências e Ciências da Natureza Geografia e História

21 Cálculo da defasagem (em anos): 5º ano - 7º ano - 9º ano - 3ª série EM (200) (225) (275) (300) = 100 Sendo do 5º ano até a 3ª EM = 7 anos Então: 7 anos 100 pontos Fazendo 100 : 7 = 14 pontos /anos

22 Cálculo da defasagem (em anos): 5º ano - 7º ano - 9º ano - 3ª série EM (225) (250) (300) (350) = 125 Sendo do 5º ano até a 3ª EM = 7 anos Então: 7 anos 125 pontos Fazendo 125 : 7 = 17,9 ou 18 pontos /anos

23 Cálculo da defasagem (em anos): 7º ano - 9º ano - 3ª série EM (250) (300) (350) = 100 Sendo do 7º ano até a 3ª EM = 5 anos Então: 5 anos 100 pontos Fazendo 100 : 5 = 20 pontos /anos

24 Cálculo da defasagem (em anos): 7º ano - 9º ano - 3ª série EM (225) (250) (275) = 50 Sendo do 7º ano até a 3ª EM = 5 anos Então: 5 anos 50 pontos Fazendo 50 : 5 = 10 pontos /ano

25 LÍNGUA PORTUGUESA divide por 14 MATEMÁTICA divide por 18 CIÊNCIAS DA NATUREZA divide por 20 GEOGRAFIA/HISTÓRIA divide por 10

26 O que a escola pode focar no dia do SARESP Comparar também com os níveis esperados para cada ano / série Níveis esperados (adequados) 5º ano7º ano9º ano3ª série LP MAT CCN ,5 pontos 2 anos (300 – 200) : 7 14 pontos / ano 67 pontos 3,5 anos (350 – 225) : 7 18 pontos / ano 93 pontos 4,5 anos (350 – 250) : 5 20 pontos / ano

27 Sugestão para um trabalho na escola, voltado para a análise do Boletim da Escola e o Relatório do SARESP 2012

28 7º ano – LÍNGUA PORTUGESA Nível esperado (Adequado) 225 pontos Nível alcançado pela Escola 196,5 pontos Defasagem = ,5 = 28,5 pontos Transformando esta defasagem em anos: 28,5 : 14 = 2 anos

29 9º ano – MATEMÁTICA Nível esperado (Adequado) 300 pontos Nível alcançado pela Escola 233,3 pontos Defasagem = 300 – 233,3 = 66,7 ou 67 pontos Transformando esta defasagem em anos: 67 : 18 = 3,7 ou 4 anos *3,7 anos = 3 + 7/10 = 3 anos + (7/10 x 12= 84: 10= 8,4 meses). Então 3,7 anos = 3 anos e 8 meses ou 4 anos

30 3ª série – CIÊNCIAS DA NATUREZA Nível esperado (Adequado) 350 pontos Nível alcançado pela Escola 257,4 pontos Defasagem = 350 – 257,4 = 92,6 ou 93 pontos Transformando esta defasagem em anos: 92,6 : 20 = 4,6 *4,6 anos = 4 + 6/10 = 4 anos + (6/10 x 12= 7,2 meses). Então 4,6 anos = 4 anos e 7 meses ou 5 anos

31 BOLETIM DA ESCOLA 7º ano – MATEMÁTICA Nível esperado (Adequado) 250 Pontos Nível alcançado pela Escola Pontos Transformando esta defasagem em anos: Defasagem = =Pontos Nível AdequadoNível Escola Resultado :18 = anos ResultadoDefasagem

32 BOLETIM ESCOLA 9ª ANO – MATEMÁTICA Nível esperado (Adequado) 300 pontos Nível alcançado pela Escola.... Pontos Defasagem = =Pontos Nível AdequadoNível Escola Resultado Transformando esta defasagem em anos: :18 = anos ResultadoDefasagem

33 BOLETIM ESCOLA 3ª SÉRIE E.M. – MATEMÁTICA Nível esperado (Adequado) 350 pontos Nível alcançado pela Escola.... pontos Defasagem = =Pontos Nível AdequadoNível Escola Resultado Transformando esta defasagem em anos: :18 = anos ResultadoDefasagem

34

35

36 Estudo e Análise de questões do SARESP 10/09/2012

37

38 A questão envolve uma situação-problema em que a ideia de parte todo da qual se pretende calcular a quarta parte (24/4=6). Apenas cerca de 21% dos alunos assinalaram a alternativa correta C. Pode-se conjecturar que a grande maioria dos alunos, cerca de 59%, assinalou o item A ao identificar 4 selinhos retirados e associando diretamente essa quantidade de 1/4.

39

40

41 Trata-se de uma questão que envolve um dos mais importantes conceitos da matemática: a proporcionalidade. Ela faz parte de muitas situações do cotidiano e é desenvolvida no currículo de matemática em diferentes momentos por transitar naturalmente entre as diversas temáticas. Este conceito é de fundamental importância para a compreensão de outras áreas do conhecimento como Química, Física, Biologia, Geografia etc.

42 Assim, um encaminhamento interessante seria: o de retomar as diferentes estratégias para resolução, como operações no campo multiplicativo ou da noção de proporcionalidade. Retomar a temática discutida no volume 3 do Caderno do Professor (6ª série/7º ano). Formalizar e aprofundar o conceito de proporcionalidade, por meio de questões de aplicação, leitura e interpretação do enunciado de situações problema e sua resolução.

43

44

45 São recorrentes os baixos percentuais de acerto em questões que pedem do aluno habilidade de escrever a representação fracionária de números decimais e vice- versa, quer nas avaliações do SARESP, quer em outras, como o Saeb.

46 Na prova em análise, este percentual é de 24%, alternativa A: 2,4 pode ser escrito na forma fracionária, na qual o numerador é o número considerado como sendo inteiro e o denominador, é o número formado por 1 seguindo de tantos zeros quantas forem as casas decimais do número a ser transformado, ou seja, 24. 4

47 Os alunos fora atraídos pelo resultado que aparece na alternativa C, 2/4, marcado por mais da metade dos alunos (59%) sem que eles percebam que a divisão de 2 por 4 é 0,5 e não 2,4.

48

49 O estudo envolvendo expressões matemáticas com o uso de letras inicia-se ao final do 7º ano. O caderno do professor (6ª série/7º ano), volume 4 apresenta situações de aprendizagem envolvendo sequências e vai consolidando o uso de expressões algébricas pela observação do equilíbrio de uma balança comparando a equações.

50 Finalizando o módulo a regra de três é apresentada como um recurso prático para a resolução de problemas envolvendo a razão. Esse mesmo assunto é retomado no 8º ano e sua associação com elementos da geometria fica mais evidente. É importante ressaltar que o desenvolvimento dessa temática exige muito esforço do professor por se tratar de uma transição entre o aritmético e o algébrico. Associações concretas e exemplos de aplicação favorecem essa transição concreto/abstrato/concreto/...

51

52

53 A leitura compreensiva e atenta do enunciado permite ao aluno a tradução do problema para a linguagem matemática. Dizer que o preço médio de uma garrafa foi R$ 3,80 é equivalente a: 5,7 +3,5+2,3+ preço da garrafa de suco de uva = 3,8 5 14,7 + preço da garrafa de suco de uva 19 O preço da garrafa de suco de uva é dado por 19 – 14,7 4,3 reais alternativa C, assinalada por apenas 23% dos alunos.

54

55 [...] as questões avaliadas devem ser representativas das habilidades em geral e distribuídas pelos temas das competências cognitivas dos alunos e dos níveis de dificuldade difícil, médio e fácil.

56 É o conjunto de ações e operações mentais que o sujeito utiliza para estabelecer relações com e entre os objetos, situações, fenômenos e pessoas que deseja conhecer p.43 Expressa o que é necessário para compreender ou resolver um problema Ex: Desenvolver o raciocínio quantitativo e o pensamento funcional.

57 Funcionam como indicadores das aprendizagem que se espera os alunos terem realizado no período avaliado. Possibilitam saber o que é necessário que o aluno faça para dar conta e bem do que foi solicitado em cada questão ou tarefa. EX: Reconhecer as principais característica do sistema decimal: contagem, base, valor posicional.

58 Os resultados dos alunos nas diferentes edições do SARESP não estão articulados à seleção ou promoção, mas à verificação de quais competÊncias e habilidades, entre as propostas para cada etapa de ensino aprendizagem escolar, encontram-se em efetivo desenvolvimento entre os alunos.

59 Coerente com seus objetivos o SARESP como avaliação diagnostica do sistema educacional, deve subsidiar a gestão educacional, os programas de formação continuada, o planejamento escolar e o estabelecimento de metas para o projeto de cada escola. Sumário Executivo. SARESP 2011 p.4

60 BOM TRABALHO... Núcleo Pedagógico - DER SVI


Carregar ppt "Reflexão para o Dia do SARESP na Escola DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE SÃO VICENTE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google