A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Effect of smoking on skin elastic fibres: morphometric and immunohistochemical analysis M. Just, M. Ribera, E. Monsó, J.C. Lorenzo and C. Ferrándiz Karine.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Effect of smoking on skin elastic fibres: morphometric and immunohistochemical analysis M. Just, M. Ribera, E. Monsó, J.C. Lorenzo and C. Ferrándiz Karine."— Transcrição da apresentação:

1 Effect of smoking on skin elastic fibres: morphometric and immunohistochemical analysis M. Just, M. Ribera, E. Monsó, J.C. Lorenzo and C. Ferrándiz Karine Moura de Freitas 1 Edson Rosa Pimentel 2 ¹ Pós-graduanda do programa de Pós- Graduação em Biologia Celular e Estrutural, IB/Unicamp. ² Professor do programa de Pós Graduação em Biologia Celular e Estrutural IB/Unicamp. Orientadora do seminário

2 Introdução - Pele Fibras elásticas Componente amorfo (elastina) + Componente microfibrilar (APC – componente P amilóide + glicoproteínas)

3 Introdução – Pele x tabagismo Tabagismo Desenvolvimento prematuro de rugas. Envelhecimento da pele.

4 Introdução Como o fumo afeta a pele causando envelhecimento e desenvolvimento de rugas????? Elastina é o principal alvo. A elastina é o principal alvo de enfisema induzido pelo fumo; Estudos já mostraram um aumento no número, espessura e área total ocupada por fibras elásticas em fumantes comparado com não fumantes.

5 Objetivos Investigar modificações no tecido elástico da derme não exposta ao sol causadas pelo fumo; Investigar os possíveis mecanismos responsáveis por essas alterações.

6 Material e Métodos Pacientes: 69 homens 20 não fumantes; Homens que nunca fumaram ou fumaram menos que 150 cigarros durante a vida. 19 antigos fumantes; Homens que pararam de fumar há pelo menos 6 meses; 30 fumantes. Homens que fumam pelo menos um cigarro por dia pelo menos nos últimos 6 meses. Idade entre 43 e 70 anos

7 Material e Métodos Foi realizada biópsia, com retirada de um fragmento de pele em uma região do braço não exposta ao sol; O fragmento foi processado, incluído em parafina; Morfometria; Marcação para elastina; Marcação para APC (componente P amilóide). Fig 1. Binary image showing elastic fibres of the dermis as white.

8 Resultados e Discussão As características morfológicas das fibras não estão significativamente relacionadas à idade dos pacientes

9 Resultados e Discussão

10

11 Modificações decorrentes do tabagismo nas fibras elásticas da pele são mais profundas e menos intensas do que as causadas pela exposição ao sol; As alterações observadas nas fibras elásticas provavelmente são causadas pelos componentes do fumo oriundos da corrente sanguínea, já que as alterações significativas ocorreram na derme reticular. Resultados e Discussão

12

13 O aumento da área ocupada por fibras elásticas na derme reticular pode estar relacionado a: Redução da espessura da derme; Deposição de substâncias; Síntese de tecido normal ou anormal; Degradação das fibras elásticas; Nenhuma diferença entre fumantes e não fumantes foi observada na espessura da derme nem na deposição de substâncias externas nas fibras elásticas em estudos anteriores. Associação a inibidores de proteases do plasma e marcação com lectinas das fibras elásticas sugerem um formação relativamente recente. Neste estudo foi observado a falta de inibidores de proteases do plasma assim como a reação negativa para lectina Resultados e Discussão

14 Discussão Metaloproteinases (MMP) de matriz são proteínases dependentes de zinco que degradam colágeno e outras moléculas pertencentes à matriz, inclusive ELASTINA; A expressão de MMP-1 aumenta de maneira dose dependente na pele de fumantes quando comparados a não fumantes, enquanto a produção de inibidores de MMP (TIMP) permanece constante ou decresce. A indução de MMP-1 causada pelo consumo de cigarro pode ser importante no envelhecimento da pele causado pelo tabagismo.

15 Discussão A produção de MMP pode ser induzida pela radiação ultravioleta, e a máxima indução de MMP pode ser observada quando ambos os fatores (radiação ultravioleta e cigarro) foram aplicados.

16 Resultados e Discussão O fumo altera tanto o componente microfibrilar como o componente amorfo que forma as fibras de elastina, mas parece ser mais pronunciado no componente mocrofibrilar;

17 Resultados e Discussão

18 Discussão O fumo por si só não causa modificações macroscópicas na pele protegida do sol de fumantes, porém quando analisada a pele exposta ao sol, houve aumente significativo do tecido elástico tanto na derme papilar quanto na reticular de fumantes quando comparado a não fumante; Envelhecimento acentuado de fumantes está relacionado também a predisposições genéticas, já que somente um quarto de fumantes crônicos apresentam severo enrugamento na pele exposta.

19 Conclusão O tabagismo é um fator de risco, independente da irradiação solar, para o aumento das fibras elásticas na derme reticular; Este aumente está mais relacionado à degradação do tecido elástico que com a síntese, como ocorre na elastólise ocasionada pela exposição ao sol, e está relacionado principalmente a modificações no componente microfibrilar que no material amorfo; A radiação solar e o fumo têm múltiplos efeitos no envelhecimento facial e podem compartilhar a mesma causa patofisiologica.

20 Obrigada!!!


Carregar ppt "Effect of smoking on skin elastic fibres: morphometric and immunohistochemical analysis M. Just, M. Ribera, E. Monsó, J.C. Lorenzo and C. Ferrándiz Karine."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google