A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Microbiologia do ar Profª Drª Maria Magali Stelato.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Microbiologia do ar Profª Drª Maria Magali Stelato."— Transcrição da apresentação:

1 Microbiologia do ar Profª Drª Maria Magali Stelato

2 *Introdu ç ão *Fatores que interferem na sobrevivência dos microrganismos no ar: -condições ambientais -natureza dos microganismos *Origem dos microrganismos - Ar externo (atmosfera) -superfície da terra - solo e água -processos industriais, agrícolas e municipais- aerossóis

3 *Ar interno Origem dos microrganismos -humanos infectados -ambiente fatores que interferem: -ventilação, - nº de pessoas que ocupam o ambiente -natureza e grau de atividade desenvolvida pelos indivíduos tipos de microrganismos transmissão -inalação -partículas: aerossóis - homem e ambiente

4 Microrganismos patogênicos no ar - doenças de transmissão aérea Bactéria Streptococcus Características morfofisiológicas Classificação Espécies Streptococcus pyogenes - beta hemolítico do grupo A faringite, amigdalite, febre reumática Estrutura antigênica- proteínas M(80) e T(26)

5

6 *Virulência e patogenicidade -cápsula - antifagocítica -Proteína M - antifagocítica e anticomplementar, adesina -ácido lipoteicóico - adesina - células epiteliais -estreptolisinas S e O - citotóxicas - células do tecido, hemácea e leucócitos -estreptoquinases d - lisa coágulos -DNAse d (estreptodornase) -Hialuronidase d, - C5a peptidase -SPEs - exotoxina eritrogênica(A,B,C) - altera a permeabilidade capilar - Escarlatina

7 *Epidemiologia e significado clínico -Faringite aguda ou faringo-amigdalite -Escarlatina -otite -sinusite -bacteremias, sepse -outras: piodermites - impetigo, erisipela, celulite, etc. -Pós infecção: - Febre reumática, -glomerulonefrite

8

9 Streptococcus pneumoniae *Morfofisiologia *Estrutura antigênica - cápsula - 85 sorotipos *Virulência e patogenicidade -adesina - células aparelho respiratório e auditivo -IgA 1 protease -cápsula - antifagocítica -enzimas: - autolisinas, pneumolisina - lisa membranas celulares de mamíferos

10 *Epidemiologia e significado clínico -Pneumonia -Otite média -Bacteremia/ sepse -Meningite -profilaxia: vacina

11 Mycobacterium tuberculosis *Características morfofisiológicas *Virulência e patogenicidade -lipídeos - inibem a fusão das vesículas fagocíticas com os lisossomos -fofolipase C - ligação na entrada no macrófago, - nutrição dentro do macrófago, - atividade citolítica -depende: - nº de M. tuberculosis e sua multiplicação - resistência e hipersensibilidade do hospedeiro

12 *Epidemiologia e significado clínico -Infecção primária -Tuberculose infecção - 90 a 95% -Tuberculose - 5 a 10% -Sinais de tuberculose latente: teste de mantoux + tuberculina ou PPD raio X + ou - complexo de Gonh

13 -dados epidemiológicos: 1/3 da população está infectado 2 milhões de pessoas morrem a cada ano Brasil casos/ano - 51 casos/ habitantes -profilaxia: vacina - BCG tratamento de doentes quimioprofilaxia

14 *Outros agentes etiológicos: Corynebacterium diphytheriae Bordetella pertusis Haemophilus influenzae Staphylococcus aureus Micoplasma pneumoniae Legionella pneumophila Clamidia psittaci, C.pneumoniae Neisseria meningitidis

15 Virus Rhinovírus - resfriado família - Picornaviridae *Características morfológicas e antigênicas -RNA de fita simples positiva -simetria icosaédrica -não envelopado -ácido lábeis -115 tipos sorológicos *Virulência e patogênicidade -penetra pelo nariz, boca e olhos

16 -replicação no epitélio nasal e difunde- se para outras células -células infectadas liberam bradicinina e histamina - rinorréia -não invade - prefere temperatura de 33ºC -infecção aguda do nariz, garganta, seios paranasais traquéia e bronquios ( 7 dias ) -Acs - IgA e IgG + Interferon - atuam na recuperação -infecção termina - recuperação do epitélio *Epidemiologia e prevenção - não existe vacina -lavagem das mãos

17 Influenzavírus - gripe *Características morfológicas e antigênicas -RNA de fita simples negativa -simetria helicoidal -envelopado: espículas de hemaglutininas(proteína H) neuraminidase(proteína N) -tipos: A, B, C - proteínas internas -subtipos do tipo A: 14 H e 9 N - proteínas externas -Virulência e patogênicidade -penetra pelo trato respiratório -alteração antigênica - H e N - evita ação Ac

18 -Neuraminidase destrói inibidores da fixação viral nas mucosas -multiplicação nas vias respiratórias superiores -disseminação vias respiratórias inferiores -destruição das células epiteliais - lø T citotóxico - descamação - sintomas -diminuição da resposta imune - predisposição a outras infecções

19 Epidemiologia e prevenção -Influenza humana: três subtipos H( H1, H2, H3) e dois subtipos N(N1, N2)

20 *Outros vírus: Herpesvírus( Varicela-zoster), Morbillivírus, Paramixovírus, Rubivírus, Poxvírus *fungos:

21 Síndrome dos edifícios doentes -sintomas: fadiga, dor de cabeça, irritação nos olhos,inf. T.R. superior -% de doentes: + 20% dos ocupantes do edifício -fonte de microrganismos: ¤bandeja de água residual - bactérias, fungos, amebas ¤agentes inertes - pó com esporos de fungos, outros ¤defeito na estrutura de captação do ar externo ¤ductos de retorno do ar acumulado de poeira microrganismos em automóveis ar condicionado em hospitais

22 *Controle de microrganismos no ar radiação ultravioleta -250 a 260 nm - faixa bactericida agentes químicos - substâncias químicas vaporizadas ou borrifadas no ar de um recinto -requisitos para um bom agente químico: ¤ser microbicida ¤facilmente disperso como aerossol ¤ser eficiente em temperatura e umidade normais ¤não ter efeito tóxico ao homem ¤ex: ác. láctico, ác. Hipocloroso e B- propionolactona

23 Filtração - fluxo laminar - ar passa através de filtros HEPA(high efficiency particulate air) constituído de acetato de celulose -remoção de partículas de 0,3 um


Carregar ppt "Microbiologia do ar Profª Drª Maria Magali Stelato."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google