A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Disciplina: Nutrição Aplicada à Enfermagem Profª Ms Ana Carolina L. Ottoni Gothardo Estado nutricional do indivíduo: Avaliação do estado nutricional, Necessidades.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Disciplina: Nutrição Aplicada à Enfermagem Profª Ms Ana Carolina L. Ottoni Gothardo Estado nutricional do indivíduo: Avaliação do estado nutricional, Necessidades."— Transcrição da apresentação:

1 Disciplina: Nutrição Aplicada à Enfermagem Profª Ms Ana Carolina L. Ottoni Gothardo Estado nutricional do indivíduo: Avaliação do estado nutricional, Necessidades e Recomendações nutricionais.

2 Definição Ciência que determina o estado nutricional por meio de análise da história médica, dietética e social do indivíduo; - dados antropométricos; bioquímicos e interações droga-nutriente. O estado nutricional de um indivíduo reflete o grau pelo qual as necessidades fisiológicas de nutrientes estão sendo atendidas.

3 Importância Identificar os distúrbios nutricionais, possibilitando uma interpretação adequada de forma a auxiliar na recuperação e/ou manutenção do estado de saúde de um indivíduo (Cuppari, 2005). Identificar aqueles que necessitam de apoio nutricional mais intenso; recuperar ou manter o estado nutricional do indivíduo; identificar a terapia nutricional apropriada e monitorar a eficácia dessas terapias.

4 Diagnóstico Nutricional ELEMENTOS BÁSICOS: a história obtida do paciente, os sinais detectados no exame físico e os resultados da investigação complementar. A ênfase na história clínica bem dirigida deve ser feita na abordagem inicial, onde começa o estabelecimento da relação profissional-paciente

5 DIAGNÓSTICO NUTRICIONAL: Processo do cuidado nutricional Métodos Subjetivos Métodos Objetivos

6 Processo do cuidado nutricional 1. Triagem do risco nutricional 2. Avaliação Nutricional (do estado e das necessidades nutricionais) 3. Diagnóstico Nutricional 4. Intervenção Nutricional 5. Monitoramento e avaliação dos resultados

7 Identificação do Risco Nutricional Perda ou ganho de peso não intencional ≥10% do usual dentro de 6 meses; Perda de peso não intencional ≥5% do usual em um mês; Peso atual 20% acima ou abaixo do ideal Presença de doenças crônicas Requerimentos metabólicos aumentados Ingestão alimentar insuficiente por mais de 7 dias, incluindo alteração da capacidade de ingerir ou absorver os alimentos adequadamente.

8 TRIAGEM DO ESTADO NUTRICIONAL Triagem = processo de identificação das características conhecidas em trazer problemas nutricionais. Objetivo da triagem = identificar indivíduos desnutridos ou em risco. A partir daí deve ser realizada uma avaliação mais completa. Sistema de apoio no processo de avaliação. MÉTODOS: Avaliação Subjetiva Global (ASG) OU Avaliação Subjetiva Global do Estado Nutricional Produzida Pelo Paciente (ASG-PPP)

9 ASG = ETAPAS 1ª PARTE = coleta de dados da história do paciente, visando avaliar a perda de peso nos seis meses anteriores à avaliação (quanto à proporção de peso perdido) e verificar alteração de peso nas últimas duas semanas (que permite identificar a velocidade de emagrecimento). 2ª PARTE = exame físico, objetivando medir a perda de gordura, de massa muscular e a presença de líquido no espaço extravascular. Neste exame faz-se avaliação por meio de palpação e inspeção dos braços, ombros, costelas etc. 3ª PARTE = classificação do estado nutricional do paciente em bem nutrido, moderadamente desnutrido ou suspeito de desnutrição e gravemente desnutrido.

10 IMC(kg/m 2 ) Classificação Índice de Massa Corporal (IMC) para indivíduos dos 18 aos 59 anos (OMS 1997) < 18,5 Baixo peso 18,5 – 24,9 Normal 25,0 – 29,9 Pré-obesidade 30,0 – 34,9 Obesidade grau I 35,0 – 39,9 Obesidade grau II  40 Obesidade grau III

11 IMC(kg/m 2 ) Classificação Índice de Massa Corporal (IMC) para indivíduos com idade  60 anos (OMS 2001) < 23,0 Baixo peso 23,0 – 27,9 Normal 28,0 – 29,9 Risco de obesidade  30,0 Obesidade

12 Medida complementar ao diagnóstico nutricional Indica acúmulo de gordura abdominal, que é fator de risco para doença coronária, diabetes tipo 2 e mortalidade Circunferência da cintura (Cc)

13 Cc(cm) Classificação < 94 Normal < 80 HomensMulheres 94 – – 88 Risco moderado > 102 > 88Alto risco

14 Objetivos do processo de avaliação nutricional global: Identificar o estado nutricional de indivíduos e populações; Identificar o risco nutricional de indivíduos e populações; Direcionar o planejamento de intervenções nutricionais; Avaliar as intervenções nutricionais implementadas.

15 RELAÇÃO PROFISSIONAL-PACIENTE É o vínculo que se estabelece entre o profissional e a pessoa que o procura, estando doente ou não. São aspectos fundamentais desta relação bilateral: O paciente deseja ser ouvido O paciente não é uma doença, mas um indivíduo doente (compreensão do todo) O paciente necessita de informações Usar linguagem compreensível na comunicação com o paciente e sua família O paciente espera competência. Princípios da Bioética: beneficiência, não-maleficiência, justiça e autonomia Respeitar a liberdade individual para decisões diagnósticas e terapêuticas Sigilo das informações Evitar juízo de valor Evitar que sentimentos pessoais prejudiquem o atendimento Envolver a família no manejo da doença

16 NECESSIDADES DIARIAS

17 PROTEINAS Fonte de energia: Protetores 1g 4Kcal =

18 Necessidades Diárias - Proteína Indivíduos normais: 0,8g/Kg; Hipermetabólicos:  1,5g/Kg; Falências renal e hepática não acompanhadas de SIRS ou trauma: menor necessidade

19 LIPÍDEOS Fonte e reserva de energia 1g 9Kcal =

20 Necessidades Diárias - Lipídeos Valores de referência norte-americanos: 65g total 20g AG saturados

21 CARBOIDRATOS - Estrutural Fonte energética: 1g 4Kcal =

22 Necessidades Diárias - Carboidratos Valores de referência norte- americanos: 300g (~ 60% VCT)

23 FIBRAS Misturas complexas e heterogêneas Solúveis / Insolúveis Celulose, hemicelulose Pectinas, gomas, mucilagens

24 ÁGUA 65 a 70% do Peso Corpóreo Homeostase depende da interação SNC – Rim (Hormônio Antidiurético) Ingestão controlada pela sede (osmolaridade, hipovolemia)

25 Requerimentos Diários - Água 1500mL/m mL para os primeiros 20Kg + 20mL/Kg acima dos 20Kg 30mL/Kg (55 a 65 anos) 25mL/Kg (> 65 anos)

26 DESCOBRIR AS NECESSIDADES É O PRIMEIRO PASSO PARA PREVENIR DISTURBIOS ALIMENTARES


Carregar ppt "Disciplina: Nutrição Aplicada à Enfermagem Profª Ms Ana Carolina L. Ottoni Gothardo Estado nutricional do indivíduo: Avaliação do estado nutricional, Necessidades."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google