A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Promoção de saúde na comunidade surda Ana Paula Azevedo Dias 1, Carolina Ribeiro Costa 1, Cristiana Torres Klimsa 4, Diene Almeida Seixas 2, Leonor Bezerra.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Promoção de saúde na comunidade surda Ana Paula Azevedo Dias 1, Carolina Ribeiro Costa 1, Cristiana Torres Klimsa 4, Diene Almeida Seixas 2, Leonor Bezerra."— Transcrição da apresentação:

1 Promoção de saúde na comunidade surda Ana Paula Azevedo Dias 1, Carolina Ribeiro Costa 1, Cristiana Torres Klimsa 4, Diene Almeida Seixas 2, Leonor Bezerra Guerra 3, Renan Detoffol Bragança 1, Vanessa Barbosa Silva 1, Virgínia Sheila Xavier Silva 1. Introdução: O COMUNICA, projeto de extensão da UFMG que visa trabalhar com surdos, atua na Escola Estadual Francisco Sales (EEFS) desde No curso noturno, realiza-se a Educação de Jovens e Adultos (EJA) surdos, alguns deles com comprometimentos cognitivos de graus variados que repercutem na vida acadêmica, social e familiar. Em parceria com a diretoria da escola, constataram-se algumas demandas relacionadas a este grupo de alunos. Dentre elas, estava a necessidade de realização de atividades visando à promoção de saúde. Objetivos: Materiais e métodos: Sessenta e quatro alunos participaram das atividades. A maioria era do sexo masculino (64%) e a média de idade foi 37 anos. Apenas 3 alunos fumavam. O IMC médio foi de 23, porém nos chamou a atenção o fato de 24% dos alunos estarem com sobrepeso. Quanto à realização de atividade física, 54% dos alunos declararam se exercitar por pelo menos 30 minutos. Porém, dentre eles, 50% faziam apenas uma vez por semana e 17% apenas duas vezes. 76% dos alunos eram normotensos, 22% pré-hipertensos e 2% hipertensos (uma aluna). Entre os que faziam atividade física, 14% eram pré-hipertensos e entre os que não faziam, 32%. Avaliar o estado de saúde, hábitos de vida e alimentação dos alunos da EEFS; orientar quanto à necessidade de uma alimentação balanceada e realização de atividade física regular; e realizar um acompanhamento dos hábitos de vida, medidas de peso e pressão arterial em diferentes intervalos de tempo durante um ano para verificar se as orientações surtiram efeito. Foi aplicado um questionário que aborda a realização de atividade física e tabagismo; realizada aferição da pressão arterial, peso, altura e cálculo do IMC. Foi realizada uma palestra, concomitante a um teatro, abordando a questão de que uma alimentação inadequada associada ao sedentarismo pode prejudicar a saúde e que a mudança desses hábitos poderia reverter tal quadro (Figura 1). Posteriormente os alunos foram chamados a interagir montando pratos que julgassem saudáveis e não-saudáveis com o uso de fotografias de alimentos. Resultados e discussão: Conclusão: A atividade realizada chamou a atenção dos surdos quanto à necessidade de hábitos de vida saudáveis para a manutenção da saúde. O retorno percebido pelos integrantes do COMUNICA foi muito bom e acreditamos que a atividade tenha atingido seus objetivos. A grande parcela de pré-hipertensos e alunos com sobrepeso confirma a necessidade do acompanhamento longitudinal dos alunos da EEFS. Os surdos se interessaram pelo assunto e participaram ativamente durante a palestra e teatro. Demonstraram ter compreendido o tema ao montarem corretamente pratos solicitados (Figuras 2 e 3). Os primeiros dados dos hábitos de vida, valores de pressão arterial, peso e IMC foram coletados e os resultados são os seguintes: Instituições financeiras / parceiras: Escola Estadual Francisco Sales 1 Aluno(a) voluntário - Faculdade de Medicina, 2 Aluna bolsista - Faculdade de Medicina, 3 Coordenadora - Instituto de Ciências Biológicas, 4 Faculdade de Medicina Área temática: Saúde Pode-se perceber que o tabagismo é um hábito pouco comum entre os alunos da EEFS, e durante a coleta de dados muitos demonstraram entender que o cigarro gera malefícios. Era esperada uma pequena taxa de hipertensos devido a média de idade dos alunos. A aluna hipertensa já possuía diagnóstico e estava em tratamento. Ela será acompanhada pelo grupo na tentativa de um melhor controle da pressão arterial. Nos chamou a atenção a grande porcentagem de pré- hipertensos (22%) e o fato de 24% dos alunos estarem com sobrepeso. Tais dados nos mostram o quão fundamental pode ser nossa intervenção com palestras e orientações aos alunos. O COMUNICA pretende continuar fazendo atividades na EEFS estimulando a atividade física e alimentação saudável na tentativa de prevenir o desenvolvimento de hipertensão e obesidade entre os alunos. Em conjunto com essas atividades será feito o acompanhamento longitudinal das medidas da pressão, do IMC e dos hábitos de vida. Figura 1: Teatro concomitante a palestra. Explicar o que estiver na foto. Figura 2: Aluno após montagem de prato saudável. Figura 3: Aluno após montagem de prato com alimentação inadequada.


Carregar ppt "Promoção de saúde na comunidade surda Ana Paula Azevedo Dias 1, Carolina Ribeiro Costa 1, Cristiana Torres Klimsa 4, Diene Almeida Seixas 2, Leonor Bezerra."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google