A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Proc. desdemocratização em curso - Apelo à dissidência política e social Ant. Pedro Dores Out 2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Proc. desdemocratização em curso - Apelo à dissidência política e social Ant. Pedro Dores Out 2011."— Transcrição da apresentação:

1 Proc. desdemocratização em curso - Apelo à dissidência política e social Ant. Pedro Dores Out 2011

2 Em colapso A perestroika ( reestruturação ) e a glasnost ( transparência ) foram a salvação ou a implosão da URSS? A democracia e a regulação serão a salvação ou a implosão da civilização ocidental?

3 Integração de Portugal no mundo Nem fascismo, nem social-fascismo, independência nacional Importação de modelos de vida em contra ciclo Percebemos a democracia decadente como a democracia

4 Proc. desdemocratização em curso Criminalização extrajudicial do espírito de revolta (Inglaterra e tb em Portugal) por contraste com a democracia como instrumento de solidariedade (Noruega, Islândia) Aumento dos encarceramentos e da importância das polícias – e da torturas – e da inconsequência do activismo dos DH

5 Direito do inimigo Desorientação politicamente organizada do sistema judicial (a partir das universidades, dos seus privilégios e da estupidificação que promove) Estigmatização de uma parte da população ( bairros problemáticos, minorias étnico religiosas, terroristas ) a partir da manipulação da inteligência (mentiras, think thanks, polí(ti)c(i)as secretas)

6 Distinção e promoção social Os lucros têm tomada para si todos os aumentos de produtividade e agora estão a reduzir salários (emagrecimento) Subir na vida passou a significar tratar os debaixo como não gente – vivem abaixo do nível de pobreza, sem que isso incomode as consciências

7 Espírito de Igualdade de Wilkinson e Pickett Desigualdade é correlativa a doenças e violências, no quadro dos países capitalistas A paixão pela igualdade parece ter perdido (outra vez) momentum. Mas isso pode mudar (ou não) num momento: estamos à espera? A violência policial e a guerra estão aí, assim como a xenofobia galopante

8 Onde estão os democratas? O governo diz que 2013 tudo volta à normalidade, o que todos sabem ser mentira O governo diz que quer transformar a sociedade portuguesa, mas ninguém sabe o que isso quer dizer O presidente diz que é preciso ter fé e trabalhar mais (do mesmo) que tudo vai passar (por efeito milagroso dos sacrificios)

9 Avisos à navegação O governo informa ter dado liberdade às polícias para descobrirem os activistas que irão pagar as culpas dos tumultos que lhes parecem ser inevitáveis Muitos novos partidos concorrem às eleições na esperança de algum eleitorado lhes cair no regaço (que é dos rendimentos mais fáceis de obter nesta sociedade)

10 Falta democracia Na Madeira, como no país, como na Europa, não há alternativas Há sim receitas furadas mas obrigatórias, quer o povo goste ou não, sem se poder pronunciar ou sequer discutir Como pode o Povo escolher se a guerra já está decidida e a propaganda pesos pesados organizada? Com a aliança dos principais partidos para a mudança na continuidade?

11 Escolhas do povo Depois da Casa Pia, BPN, submarinos, PT, BCP, univ. moderna, univ. independente e muitos outros casos quotidianamente relatados, que sentido faz prender os Isaltinos ou arrengar contra os Jardins, quando o Banco de Portugal e os amigos do governo andam à solta?

12 Dissidência democrática (I) É preciso renovar a esperança na democracia, no governo pelo Povo e para o Povo É preciso reconhecer e afirmar que o 25 de Abril deu um passo nessa direcção, mas o caminho há muito se esgotou

13 Dissidência democrática (II) É preciso organizar a dissidência, não como iniciativa da sociedade civil ou como unidade de esquerda, mas como conjugação de esforços políticos anti-sectários (esquerdas e direitas incluídas e colaborantes) para desenvolver novas instituições políticas capazes de substituir as actuais e evitar o sangue que está prometido para que, de facto, têm sido treinadas as forças de segurança

14 Dissidência democrática (III) Como medida estratégica primeira, é preciso proteger os desvalidos da chuva de estigmas e porrada que lhes está reservada por órgãos de polícia humilhados pessoal, social e profissionalmente, cuja perspectiva de carreira é tornarem-se ou serem capazes de ser tropas de choque, às ordens dos privilegiados e hipócritas beneficiários da globalização desregulada, cuja política é verem da banca(da) a luta de classes por si organizada

15 Dissidência democrática (III) Isso faz-se com advogados e políticos incorruptíveis inspirados pelas tradições universais do direito a favor da liberdade e da igualdade de todos e cada ser humano. A justiça e a política são demasiado importantes para serem deixadas aos privilegiados ou aos profissionais

16 FIM

17 A realidade às vezes descontrói-se

18 A memória enfatiza o que está escondido

19 A teoria social do estado e transformação (1)

20 A teoria social do estado e transformação (2)

21 A teoria social do estado e transformação (3)

22 Para que serve a democracia? É uma essência moral? É um sistema? Ou um modelo ideal de sistemas? Não há alternativa à democracia? Devemos sacrificar-nos à democracia? A democracia deve sacrificar-se para o nosso bem estar? Há liberdade para se avaliar a democracia?

23 Porque os governantes estão a desistir da democracia? Na gestão das universidades, por exemplo Na luta contra a corrupção Na defesa do Estado de direito e dos direitos humanos Na organização da guerra como defesa, em vez de conquista Na estigmatização de povos (PIGS) aliados e no rasgar dos contratos com os grupos sociais desfavorecidos

24 Podem os povos reclamar a democracia? É o que estão a fazer, no Norte de África e no Médio Oriente – e também no Sul da Europa Com que apoios? Com que solidariedades? Onde estão os democratas? Como se pode avançar para a Humanidade?


Carregar ppt "Proc. desdemocratização em curso - Apelo à dissidência política e social Ant. Pedro Dores Out 2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google