A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Procedimentos do Programa em matéria de verificações.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Procedimentos do Programa em matéria de verificações."— Transcrição da apresentação:

1 1 Procedimentos do Programa em matéria de verificações

2 Reporte da execução à Autoridade de Gestão PEDIDOS DE REEMBOLSO Com a aprovação dos pedidos de financiamento, torna-se necessário o acompanhamento e verificação da sua execução. Neste contexto, o reporte de informação e a troca de fluxos financeiros entre as Entidades Beneficiárias e a Autoridade de Gestão, em conformidade com a aprovação efetuada, realiza-se ao longo da execução do projeto através dos Pedidos de Reembolso.

3 Reporte da execução à Autoridade de Gestão Como efetuar um pedido de reembolso? Através da submissão dos formulários de Pedido de Reembolso, via SIIFSE, de modo a reportar à autoridade de gestão a execução financeira e execução física, com o consequente pedido de reembolso de despesas realizada. Quando? A periodicidade dos pedidos de reembolso, deve ser mínima mensal, ou seja o mínimo período de tempo considerado de reporte é de um mês de execução. Quais os pedidos de reembolso obrigatórios? Pedido de reembolso intermédio (IAE) com reporte da execução a 31 de Dezembro, e pedido de saldo final.

4 O Ciclo de Vida do pedido de reembolso ENTIDADES BENEFICIÁRIAS AUTORIDADE DE GESTÃO VERIFICAÇÃO DECLARAÇÃO DE DESPESA GLOBAL PARA CERTIFICAÇÃO Submissão PR (Via SIIFSE) CERTIFICAÇÃO PEDIDOS DE PAGAMENTO À CE AUTORIDADE DE PAGAMENTO Reembolso

5 Procedimentos da Autoridade de Gestão em matéria de verificações Tipo de Verificações As atividades de verificação efetuadas junto das entidades beneficiárias podem ser de dois tipos: Verificações administrativas, realizadas nas instalações do programa, procedendo-se à solicitação de um conjunto de elementos às entidades beneficiárias do POAT FSE. Verificações no local, realizadas no espaço onde estão em funcionamento as ações aprovadas às entidades beneficiárias ou onde estas tenham a respetiva documentação técnica e contabilística, no âmbito dos pedidos de financiamento aprovados pelo POAT FSE.

6 Procedimentos da Autoridade de Gestão em matéria de verificações Todos os pedidos de reembolso submetidos à Autoridade de Gestão serão alvo de verificação. Todos os pedidos de financiamento, serão alvo de uma verificação no Local, pelo menos uma vez no decurso do desenvolvimento do projeto.

7 Circuito de verificação administrativa VERIFICAÇÕES ADMINISTRATIVAS Submissão PR Selecção da amostra (min. 20%) Notificação à entidade para envio de documentos Análise documental Envio dos documentos (formato papel ou electrónico) Entidade Beneficiária Notificação da análise do pedido de reembolso ENTIDADES BENEFICIÁRIAS

8 Circuito Verificação no Local VERIFICAÇÕES NO LOCAL Submissão PR Selecção da amostra (min. 20%) Notificação de marcação da visita no local Análise documental no local Entidade Beneficiária Notificação da análise do pedido de reembolso ENTIDADES BENEFICIÁRIAS

9 Check Lists utilizadas nas verificações As check lists de verificações, incidem essencialmente sobre os seguintes pontos: Verificação do dossier técnico e financeiro; Verificação dos contratos do pessoal externo afeto ao pedido de financiamento, consultores e dos fornecedores; Verificação do cumprimento dos procedimentos de contratação pública; Verificação do cumprimento das regras de informação e publicidade Verificação da validade e legalidade dos documentos contabilísticos bem como do comprovativo do pagamento efetivo da despesa; (conceito de despesa efetivamente paga) Verificação da aposição do carimbo nos documentos; Verificação da natureza da despesa apresentada; Verificação do cumprimento das obrigações fiscais; Verificação do correto tratamento das receitas: 9

10 Estrutura de custos por rubrica 10 Rubrica 1 : Encargos com pessoal Rubrica 2: Deslocações e Estadias Rubrica 3: Encargos com instalaçõesRubrica 4 : Encargos com Informática Rubricas 5 e 6 : Encargos com informação e Estudos : Rubrica 7: Encargos Gerais de FuncionamentoRubrica 8:Outros encargos de Assistência TécnicaRubrica 9: Despesas Especificas Rubrica 10: Despesas ao abrigo do Regulamento FEDER

11 11 Apenas Pessoal interno – Atenção ao limite máximo de remuneração de 3.360,65 euros (Despacho Normativo n.º 12/2012) Chave de imputação/afetação e respetivos pressupostos Lista de pessoal afeto Valor do documento no preenchimento do PR Encargos com Segurança Social – Documento de suporte ENCARGOS COM PESSOAL RUBRICA 1 A Apenas pessoal interno DESLOCAÇÕES E ESTADIAS RUBRICA 2 Principais aspetos a ter em conta por rubrica Táxi: devidamente fundamentado e a título excecional Kms dentro das localidades Limites Valor máximo elegível Ajuda de Custo nacional 43,39 euros (Despacho Normativo n.º 12/2012)

12 12 Rendas Alugueres de espaço ENCARGOS COM INSTALAÇÕES RUBRICA 3 Estudos ENCARGOS COM INFORMAÇÃO E ESTUDOS RUBRICA 5 E 6 Principais aspetos a ter em conta por rubrica Seminários, Encontros, Workshops Pessoal externo Atenção aos limites máximos dos consultores (Despacho Normativo n.º 12/2012)

13 13 Custos Indiretos ENCARGOS GERAIS DE FUNCIONAMENTO 7 DESPESAS AO ABRIGO DO REGULAMENTO FEDER RUBRICA 10 Principais aspetos a ter em conta por rubrica Aquisições de Equipamentos

14 14 Obrigada pela atenção !


Carregar ppt "1 Procedimentos do Programa em matéria de verificações."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google