A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SE VOCÊ NÃO ME ESCOVA, EU DANÇO! OBJETIVO - Desenvolver com as crianças da Turma Sol diferentes ações que promovessem a saúde bucal; - Motiva-los a construírem.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SE VOCÊ NÃO ME ESCOVA, EU DANÇO! OBJETIVO - Desenvolver com as crianças da Turma Sol diferentes ações que promovessem a saúde bucal; - Motiva-los a construírem."— Transcrição da apresentação:

1 SE VOCÊ NÃO ME ESCOVA, EU DANÇO! OBJETIVO - Desenvolver com as crianças da Turma Sol diferentes ações que promovessem a saúde bucal; - Motiva-los a construírem hábitos saudáveis de higiene bucal. INTRODUÇÃO Este projeto foi desenvolvido com um grupo de crianças na faixa etária de quatro e cinco anos, identificadas na instituição como Turma Sol. As crianças no momento da escovação mordiam e brincavam com suas escovas, chupavam o creme dental, não gostavam de usar o fio dental entre outras ações. Pensei então que estas condutas deveriam ser melhoradas com urgência e que crianças poderiam modificar tais comportamentos através do desenvolvimento de um trabalho educativo que envolvesse as crianças e suas famílias. Neste sentido, iniciamos o projeto Se você não me escova, eu danço!. Onde as crianças e famílias da turma puderam pesquisar, refletir e reformular suas concepções sobre os cuidados que compreendem a saúde bucal. METODOLOGIA Iniciamos uma conversa sobre como a Turma estava fazendo o uso da escova, se a utilizavam de maneira correta, se comer o creme dental era bom ou não para o nosso organismo, qual a importância de se fazer uma boa higienização bucal etc. Organizamos ações para que as crianças, além de melhorarem a escovação, pudessem entrar em contato com temas importantes sobre a higiene bucal, como também envolver estes temas em situações do faz de conta como brincar de dentista, dançar, ir fazer compras no supermercado, entre outros. OLHA A BACTÉRIA AÍ GENTE!!!!!!! Foi com a música A bactéria que iniciamos a conversa sobre a cárie dentária. Muitas informações sobre como a bactéria atua na boca foram apresentadas para as crianças da turma. Cuidar da higiene bucal não compreende apenas escovar os dentes e para que as crianças se apropriassem das outras práticas de forma significativa e prazerosa utilizei diversas linguagens (musical, plástica, faz-de-conta, etc.) OS ALIMENTOS Destacamos a importância de uma alimentação balanceada e o consumo frequente e exagerado de doces. FIO DENTAL O uso do fio dental é muito importante, pois ele ajuda a remover os restos de alimentos e a placa que se aloja entre os dentes e abaixo da gengiva, onde escova sozinha não consegue retirar. PLACA BACTERIANA E TÁRTARO Descobrimos que a Placa bacteriana é uma película pegajosa e incolor, constituída de bactérias e açúcares que se forma sobre os dentes e que é a principal causa de cáries e gengivite. Se ela não for removida, endurece e forma o Tártaro. O Tártaro é uma camada porosa, provocando as manchas com muita facilidade. VISITAS AO DENTISTA Finalmente falamos sobre a atuação dos dentistas e que é muito importante que a cada seis meses se faça uma visita a ele. É o dentista que realiza exames para prevenir, detectar e tratar as cáries e também orientar quanto ao uso do fio dental, flúor e escovação dos dentes. AVALIAÇÃO Ensinar as crianças a cuidarem de seus dentes desde pequenas só trará benefícios para o resto de suas vidas. O adulto precisa dar exemplo, cuidando bem de seus próprios dentes, incentivando a criança a escovar os dentes junto com ela. Deixar que a criança escolha sua própria escova e o creme dental também são estratégias que motivam a uma boa higiene bucal. A participação das famílias no projeto foi de grande importância para o seu sucesso. Foi uma participação efetiva em todas as etapas. Tivemos a oportunidade de compartilhar conhecimentos e encorajar as crianças a cuidarem melhor de sua higiene bucal. BIBLIOGRAFIA KLASSMANN, M. Larissa. Educação Infantil e Odontologia: uma integração necessária entre educadores e profissionais da saúde. Ciênc.let.Porto Alegre, n e 331p. VASCONCELLOS, Raquel. Escola: um espaço importante de informação em saúde bucal para a população infantil. PGR –Pós-graduação Rev Faculdade Odonto São José dos Campos,v4,n3, set/dez p. ALMEIDA, Cíntia Guimarães de – Nossa turma continua fazendo você sorrir – Guia da preservação da saúde bucal, vol. 2 – SOCI Odontologia – São Paulo – SP;. VARELLA, Drauzio – Entrevistas com o Odontopediatra Dr. Daniel Korytnicki – - CANAL KIDS – Higiene Bucal – - JOHNSON E JOHNSON – Folhetos informativos: Cuidados para um sorriso saudável; Como e por que usar fio dental; Como o flúor funciona na prevenção da doença cárie; Proteja seus dentes - guia para prevenção oral; - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ODONTOLOGIA E COLGATE – Folhetinho Conselhos do Dr. Dentuço para um sorriso saudável A ESCOVA As crianças estavam usando suas escovas de maneira errada, ou seja, mordiam, não tinham cuidado com a mesma, passando em qualquer lugar e ao invés de escovarem os dentes chupavam a pasta dental. Discutimos sobre como a escova ajuda a tirar os restos de comida que ficam presos nos dentes. Eliane Facincani da Costa Creche / Pré - escola Carochinha/COSEAS- USP Agradecimentos: Silvana Januário – Coordenadora do Módulo da Pré – Escola Carochinha -COSEAS/USP Regina Célia Marques Teles – Diretora da Creche/Pré –Escola Carochinha –COSEAS/USP Ensinando estaremos prevenindo problemas antes que aconteçam, além de promover a boa saúde da criança, o projeto também contribuiu de maneira significativa, na promoção da auto-estima de muitas crianças da Turma.


Carregar ppt "SE VOCÊ NÃO ME ESCOVA, EU DANÇO! OBJETIVO - Desenvolver com as crianças da Turma Sol diferentes ações que promovessem a saúde bucal; - Motiva-los a construírem."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google