A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

COMO EU ME VEJO, COMO VOCÊ ME VÊ, COMO EU PENSO QUE VOCÊ ME VÊ... E COMO EU REALMENTE SOU!

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "COMO EU ME VEJO, COMO VOCÊ ME VÊ, COMO EU PENSO QUE VOCÊ ME VÊ... E COMO EU REALMENTE SOU!"— Transcrição da apresentação:

1 COMO EU ME VEJO, COMO VOCÊ ME VÊ, COMO EU PENSO QUE VOCÊ ME VÊ... E COMO EU REALMENTE SOU!

2 Eu Tive Um Sonho Kid Abelha Eu tive um sonho Vou te contar Eu me atirava do Oitavo andar E era preciso Fechar os olhos Pra não morrer e não me Machucar É o que devemos fazer Não temos que ter medo É o que devemos fazer Eu tive um sonho Muitos soldados Me procuravam dentro do Meu prédio E era preciso Voar pelas escadas Pra não deixar que eles Chegassem perto É o que devemos fazer Não temos que ter medo É o que devemos fazer Não deixe de cruzar O seu olhar com o meu Eu vou jogar meu corpo em cima do seu Não deixe de cruzar O seu olhar com o meu Eu vou jogar meu corpo Em cima, em cima do seu...É o que devemos fazer Não deixe de cruzar O seu olhar com o meu Eu vou jogar meu corpo em cima do seu Não deixe de cruzar O seu olhar com o meu Eu vou jogar meu corpo Em cima, em cima Do seu...

3 Aprender a olhar A ação de olhar e escutar é um sair de si para ver o outro e a realidade segundo seus próprios pontos de vista, segundo sua história. Madalena Freire

4 SE PODES OLHAR, VÊ SE PODES VER, REPARA. José Saramago SE PODES OLHAR, VÊ SE PODES VER, REPARA. José Saramago

5 Cada ponto de vista é a vista de um ponto e cada cabeça pensa a partir de onde seus pés pisam. Leonardo Boff - A águia e a galinha, a metáfora da condição humana. 1998,Ed Vozes.

6 Observar não é apenas olhar, contemplar, senão ver e entender o que se vê. É uma capacidade da inteligência que pode ser desenvolvida, educada e utilizada para o bem próprio e coletivo. É necessário olhar, ver, entender e fazer um bom uso do que se aprendeu.

7 Segundo Larrosa, o ativismo extremado, apressado e agressivo do sujeito moderno, o leva a pretender conformar tanto o seu entorno como o seu interno. Isto o impede de um gesto de interrupção que deixe que algo lhe aconteça, o afete, lhe permita...

8 ... parar para pensar, parar para olhar, parar para escutar, pensar mais devagar, olhar mais devagar e escutar mais devagar; parar para sentir, sentir mais devagar, demorar-se nos detalhes, suspender a opinião, suspender o juízo, suspender a vontade, suspender o automatismo da ação, cultivar a atenção e a delicadeza, abrir os olhos e os ouvidos, falar sobre o que nos acontece, aprender a lentidão, escutar os outros, cultivar a arte do encontro, calar muito, ter paciência e dar-se tempo e espaço.

9 EU E MEUS EUS

10 construir reconstruir construir reconstruir Movimento da Formação do nosso eu E de nossa aprendizagem

11 ...de nada adiantaria acumularmos conhecimentos, lermos pilhas de livros e gastamos todo tempo estudando se todo esse conhecimento não nos levasse ao descaminho de nós mesmos, se não nos conduzisse a transformações do que somos e de quem somos, se não nos direcionasse a reinvenções das formas de nos relacionar com o outro em sua radical diferença conosco – sem querer assimilar, dominar ou corrigir o modo de ser alheio.

12 Finalizo, com a inquietante pergunta feita por Foucault (1984), convidando-os a pensar de que modos vocês, como gestores, poderiam tecer descaminhos para que no futuro suas escolas possam ter outros porvires. A pergunta que ele nos endereça é a seguinte: De que valeria a obstinação do saber se ele assegurasse apenas a aquisição dos conhecimentos e não, de certa maneira, e tanto quanto possível, o descaminho daquele que conhece? (p.13)


Carregar ppt "COMO EU ME VEJO, COMO VOCÊ ME VÊ, COMO EU PENSO QUE VOCÊ ME VÊ... E COMO EU REALMENTE SOU!"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google