A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul UNIJUÌ Ciência Política e Teoria do Estado Dejalma Cremonese Acadêmica Greice Keli Schoffen.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul UNIJUÌ Ciência Política e Teoria do Estado Dejalma Cremonese Acadêmica Greice Keli Schoffen."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul UNIJUÌ Ciência Política e Teoria do Estado Dejalma Cremonese Acadêmica Greice Keli Schoffen Direito Suicídios em Conseqüência da Internet Santa Rosa, 26/06/2008

2 De um modo geral, define-se suicídio como a ação pela qual alguém põe intencionalmente termo à própria vida. É um ato exclusivamente humano e está presente em todas as culturas.

3 Nos últimos cinco anos, centenas de pessoas em todo mundo, depois de visitar fóruns e chats on-line cometeram suicídio – isolada ou coletivamente. A tendência está crescendo, na medida em que a Internet se torna mais popular

4 Existem mais sites na Internet que estimulam o suicídio do que aqueles que tentam dissuadir o Internauta a cometer o ato. Uma pesquisa feita pelas universidades de Bristol, Manchester e Oxford, no Reino Unido, foi encontrado no total de 480 sites, metade deles trazia informações sobre métodos suicidas e, segundo os autores, a maior parte desses "encorajava, promovia ou facilitava" o ato.

5 O Japão está tentando combater uma nova onda macabra verificada no país, é cada vez mais freqüente histórias de japoneses que se encontram via Internet para estabelecer pactos de suicídio coletivo. É o país com maior índice de suicídios do mundo, a cada 15 min. uma pessoa se suicida, em 2006, pessoas tiraram suas próprias vidas.

6 Um exemplo do que está ocorrendo no mundo. Foi o caso do jovem Vinícius aos 16 anos, planejou o dia, a hora e o local de sua morte. Ela ocorreria no dia 26 de julho de 2006, a partir das 11h, no banheiro do apartamento onde morava com seus pais, em Porto Alegre.

7 Gaúcho tem morte assistida pela Internet. Uma canadense consegue avisar a polícia do seu país sobre o que se passa no Brasil. A Polícia Federal é informada, mas quando PMs são enviados ao apartamento já é tarde. O adolescente estava sem vida, morreu por intoxicação.

8 Conversa pelo o Blog de Vinícius (Yoñlu) divulgada pela mídia no dia da seu suicídio: Às 14h18min Yoñlu -... eu tenho duas grelhas queimando no banheiro. Aqui está (uma foto é postada para que os demais usuários da rede visualizem), alguém por favor pode me dizer... quando eu posso entrar no banheiro e deitar? Por favor, me ajudem, eu não tenho muito tempo. Às 14h42min Como você está se virando? Espero que você consiga o que você quer.Talvez você vá voltar em um momento tossindo.

9 Dois minutos depois, o garoto retorna ao computador. Ele reclama do calor. Yoñlu - Eu não suporto esse calor. O que eu devo vestir para tornar isso mais suportável? O QUE EU POSSO FAZER? ? ? Pelo amor de Deus alguém por favor me ajude. Às 15h11min, o mesmo internauta alerta para os riscos oferecidos a terceiros. - Isso pode afetar seus vizinhos... Horas mais tarde, alguém dá uma opinião : - Acredito que funcionou (o suicídio) já que ele não tem estado em contato...

10 Não foi a primeira vez que Vinícius tentou o suicídio. Mas foi a primeira vez que havia vozes torcendo para ele morrer. Dizendo como ele podia morrer. E, desta vez, ele morreu. Aqueles que disseram mate-se são vozes sem materialidade, desmancham-se no ar.

11 É necessário um encontro real para existir o crime. No incitamento ao suicídio, não. A única maneira de impedir a continuidade dessa rede de morte é dar corpo às vozes, nome e sobrenome, dar existência concreta aos fantasmas mórbidos da rede.

12 Cidade Azul, assim chamado o orkut, os jovens ao mesmo tempo em que usam o site de relacionamentos Orkut para anunciar a própria morte, adolescentes deixam sinais de que estão sofrendo...

13 Adolescentes manifestavam culpa, solidão e abandono em seus scraps diários no Orkut. Quase nunca planejavam o futuro. Preferiam idealizar a infância e louvar a morte. Alguns pediram ajuda, mas não foram ouvidos.

14 "Os adolescentes que analisei tentaram avisar que iriam se suicidar, mas seus amigos não acreditaram ou não entenderam. Estes "anúncios" constituem, talvez, um pedido de ajuda, uma denúncia de um sofrimento, um apelo, uma forma contraditória e ambígua de resistir à repressão e à dor..." Mônica Vasconcellos Cruvinel escreveu na sua dissertação sobre a Cidade Azul, mestranda em Lingüística na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

15 O psicanalista Mário Corso só aceitou dar esta entrevista porque tem convicção de que Vinícius Gageiro Marques, o Yoñlu, foi vítima de um crime. E por que esse crime, praticado nas ruas escuras da Internet, segue levando adolescentes. O psicanalista afirma que é preciso punir aqueles que incitam os internautas fragilizados ao suicídio.

16 "Mais do que reivindicar medidas que regulamentem os espaços virtuais e protejam nossos adolescentes dos predadores, é preciso entrar na rede para saber onde navegam nossos filhos, nossos alunos, nossos pacientes. É preciso navegar com eles". Comentário de uma Mãe não identificada.

17 O comportamento suicida resulta geralmente da interação de vários fatores: *Perturbações mentais (fundamentalmente depressão e abuso de substâncias). *Fatores sociais (desilusão, perda e ausência de apoio social). *Perturbações da personalidade (impulsividade e agressão). *Uma doença orgânica incurável.

18 No mundo virtual não há nenhuma perversão nova, apenas as velhas modalidades que já assombravam as ruas da realidade. A diferença é que, na Internet, qualquer um pode exercer seu sadismo protegido pelo anonimato, na certeza da impunidade. Basicamente, a idéia é: Se ninguém sabe quem eu sou, não só posso ser qualquer um, como posso fazer qualquer coisa.

19 Para tentar diminuir o possível efeito danoso dos sites que apóiam o suicídio, os autores do estudo sugerem a auto-regulação dos provedores de Internet e o uso, pelos pais de crianças e adolescentes, de programas que filtrem as páginas de Internet.

20 Entretanto, os pesquisadores destacam que "qualquer tentativa de controlar a promoção do suicídio precisa levar em consideração o equilíbrio entre liberdade de expressão, a proteção ao público e a natureza global da Internet".

21 FONTES: Google Jornal O Estado de São Paulo de 03/12/2004 Redação Portal Imprensa BBC Brasil.com Jornal Zero Hora Criança e consumo.org.com Jornalismo da Web Blogs Revista Época msd-brazil.com Terra


Carregar ppt "Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul UNIJUÌ Ciência Política e Teoria do Estado Dejalma Cremonese Acadêmica Greice Keli Schoffen."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google