A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE."— Transcrição da apresentação:

1 GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE 3ª POLICLÍNICA - NITERÓI

2 Cap Priscilla Gil Cap Viviane Salles Cap Serpa Ten Gleicy Sgt Josilvo

3 REMÉDIOS PARA EMAGRECIMENTO – RISCO E BENEFÍCIOS

4 Quantos obesos existem no mundo? SOBREPESO: 1,6 bilhões de adultos (> 15 anos) OBESOS: 400 milhões até Em 2015: 2,3 bilhões de sobrepesos e mais de 700 milhões de adultos obesos no mundo. Ministério da Saúde : SOBREPESO: Subiram de 42,7% para 46,6% OBESO: Subiram de 11,4% para 13,9%

5 Eu já tenho obesidade? Como identificá-la? IMC RISCO DE DOENÇA NORMAL 18,5-25normal SOBREPESO aumentado OBESIDADE >30ALTO

6 Classificação pelo IMC Obesidade grau I: IMC 30 a 35 Kg/m 2 Obesidade grau II: IMC 35 a 40 Kg/m 2 Obesidade grau III: IMC > 40 Kg/m 2 1

7 Pré-obeso Risco Poss. Elevado Obesidade Grau I e II Risco Elevado Obesidade Grau III Risco Muito Elevado Taxa de Mortalidade 18,5 Peso Normal COMPORTAMENTOMEDICAMENTOSCIRUGIA IMC - Índice de masa corporal (Kg/m 2 ) Curva em J de mortalidade X IMC

8 Síndrome Metabólica

9 Locais diferentes Comportamentos diferentes

10 Minha obesidade/sobrepeso está associada à síndrome metabólica? 20 a 25% das pessoas tem Síndrome Metabólica Obesidade centrípeta (cintura aumentada) e dois ou mais dos parâmetros: International Diabetes Federation (IFD): - triglicérides 150; - HDL < 40 (homens) e < 50 (mulheres); - pressão arterial sistólica 130 ou diastólica 85; - glicemia plasmática de jejum 100.

11 TIPOS DE OBESIDADE: ANDRÓIDE X GINECÓIDE

12 Síndrome Metabólica: Pacientes com sínd. metabólica apresentam um risco 2 a 3 vezes maior de morbidade cardiovascular do que os pacientes sem a síndrome

13 DOENÇAS GERADAS PELA OBESIDADE: S. METABÓLICA

14 Arq Bras Endocrinol Metab. 2009;53/2 CAUSAS DA OBESIDADE:

15 Causas Secundárias: Doenças endócrinas Terão o tratamento específico 1. Hipotireoidismo 2. Cushing 3. Deficiência de GH 4. Hipogonadismo 5. Insulinoma 6. Obesidade Hipotalâmica

16 CAUSAS DA OBESIDADE: TRANSTORNOS ALIMENTARES (causas psquiátricas) - Transtorno de compulsão alimentar (episódios de binge) USO DE MEDICAÇÕES PARA O EIXO NEURO- ENDOCRINO - Bulimia

17 Quando partir para uso de medicação???

18 INDICAÇÃO CORRETA DA MEDICAÇÃO Quem deve usar remédio para emagrecer? - Obesos (IMC>30) - Sobrepesos (IMC >25) com alguma co-morbidade - Pacientes com transtorno de compulsão alimentar - SEMPRE COM ACOMPANHAMENTO MÉDICO (ESPECIALISTA EM ENDOCRINOLOGISTA)

19 INDICAÇÃO CORRETA DA MEDICAÇÃO Quem não deve usar? - IMC menor que 25 - Só para fechar um pouco a boca - Hipertensos descontrolados - História de doença coronariana (não usar anorexígenos) ou insuficiência cardíaca - -Diabéticos (cuidados específicos) - Por conta própria - Outras doenças endócrinas hormonais associadas (Cushing, hipotireoidismo, hipogonadismo)

20 TEMPO DE USO DAS MEDICAÇÕES ANTI-OBESIDADE A obesidade é uma doença crônica e deve ser tratada por longo prazo como qualquer outra doença crônica deve ser.

21 Princípios Gerais do Tratamento 5-10% em 6 meses - melhora significativa do estado metabólico Velocidade 2-4 Kg/mês 5-10% em 6 meses - melhora significativa do estado metabólico Velocidade 2-4 Kg/mês Terapia Combinada Terapia Combinada drogas + Mudanças no estilo de vida Idosos: considerar risco drogas + Mudanças no estilo de vida Idosos: considerar risco cardiovascular/comorbidades/polifarmácia cardiovascular/comorbidades/polifarmácia

22 Consumo de medicações para emagrecer no Brasil

23 A escolha da medicação A escolha é opção do endocrinologista! E não do farmacêutico ou auto-medicação!

24 Apreensão de medicações falsas – farmácias de manipulação

25 Tratamentos Questionáveis: Fitoterápicos Multifarmácia Multifarmácia Fórmulas Fórmulas.

26 Garcinia

27 Ortomolecular/ homeopatia /empirismo para obesidade RESOLUÇÃO CFM Nº 1500/98 Art.13. São métodos destituídos de comprovação científica suficiente quanto ao benefício para o ser humano sadio ou doente e, por essa razão, proibidos de divulgação e uso no exercício da Medicina os procedimentos de prática Ortomolecular, diagnósticos ou terapêuticos AINDA SEM COMPROVAÇÃO CIENTÍFICA AINDA SEM COMPROVAÇÃO CIENTÍFICA

28 Tratamentos alternativos / empirismo

29 SIBUTRAMINA (Sibus, biomag, reductil, plenty) Atua em neurotransmissores cerebrais (serotonina e dopamina), aumentado a sensação de saciedade. Além disso, acarreta um aumento do gasto calórico, por aumentar levemente a pressão arterial e o batimento cardíaco. Útil em indivíduos compulsivos para doces e hidratos de carbono complexos (pães e massas).

30

31

32 Contra- indicações da sibutramina HAS descontrolada Diabetes Doença coronariana Insuficiencia cardiaca Arritmias cardiacas Efeitos colaterais: hipertensao, palpitações, boca seca,constipação, insonia

33 Fluoxetina (anti-depressivo) Inibe recaptação de Serotonina (neurotrans- missor cerebral), gerando saciedade.

34 ANFETAMINAS (anorexígenos) femproporex, dietilpropiona, anfepramona e mazindol. Essas medicações atuam aumentado a concentração de neurotransmissores cerebrais (como a noradrenalina), causando anorexia (perda do apetite). EFEITOS COLATERAIS: Palpitações (inclusive arritmias cardíacas), elevação da pressão arterial, boca seca, sudorese, constipação intestinal, ansiedade, irritabilidade,insônia, depressão e dependência química.

35 Femproporex (Desobesi-M)

36 Anfepramona

37 Mazindol

38 ORLISTAT (lipblock, orlistat) Reduz absorção intestinal das gorduras. Seu principal efeito colateral é a esteatorréia (eliminação de fezes amolecidas e com gorduras). Por não atuar no cérebro e no sistema cardiovascular, não acarreta os efeitos colaterais das anfetaminas. Controle da glicemia e dos níveis de colesterol

39 Orlistat (Lipblock, xenical, Alli)

40 Outros anti-depressivos Fluoxetina / sertralina / bupropriona Estas medicações são preferidas nos obesos com distúrbios do humor (depressão) ou distúrbios alimentares (como o distúrbio do comer compulsivo).

41 Topiramato É um anticonvulsivante (tratamento da epilepsia), que é útil no combate da compulsão alimentar. Diminui o apetite, por ação antiglutamatérgica. Efeitos colaterais: sonolência, tontura, irritabilidade, fadiga, distúrbios da fala, alterações do raciocínio, alterações da visão, dificuldade de memorização, náuseas, distúrbios de linguagem, depressão, labilidade emocional (humor variável), leucopenia (diminuição dos leucócitos) e nefrolitíase (pedra nos rins).

42 Rimonabanto – Retirado do mercado em 2009 Aumento dos casos de suicídio relacionados a tomada da medicação

43 Tiratricol (Triac) – Fórmulas milagrosas!!! Proibido em diversos paises, mas ainda se vende no Brasil

44

45 NOVAS MEDICAÇÔES CONTRAVE Em fase 3 de estudo Serão lançadas no EUA em 2011

46


Carregar ppt "GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SAÚDE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google