A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Reanimação Cardiopulmonar em Pediatria Dr. Eduardo Emergência de Pediatria do Hospital Regional da ASA Sul (HRAS)/SES/DF www.paulomargotto.com.br 5/4/2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Reanimação Cardiopulmonar em Pediatria Dr. Eduardo Emergência de Pediatria do Hospital Regional da ASA Sul (HRAS)/SES/DF www.paulomargotto.com.br 5/4/2009."— Transcrição da apresentação:

1 Reanimação Cardiopulmonar em Pediatria Dr. Eduardo Emergência de Pediatria do Hospital Regional da ASA Sul (HRAS)/SES/DF 5/4/2009

2 Falência respiratória Choque Falência cardiopulmonar Parada cardiopulmonar Diferentes Etiologias Trauma, Hipovolemia, Doenças respiratorias, Infecções

3 Conseqüências: Parada Respiratória vs Parada Cardiopulmonar na Criança 100% 50% 0% Parada Respiratória Parada Cardiopulmonar Taxa de sobrevida

4 O que é essencial então?? Saber reconhecer um quadro de desconforto respiratório e sua consequência mais imediata:a falência respiratória Saber reconhecer sinais de choque Determinar as condutas de ressuscitaçao evitando o evento final, muitas vezes letal, que seria a PCR

5 O ABC da Ressuscitação A = Via Aérea (Airway) Ventilação B = Boa respiração (Breath)Oxigenação C = Circulação (Circulação)Perfusão

6 Atendimento na Sala de Reanimação - Avaliação Cardiopulmonar Rápida Pérvias Sustentáveis Não sustentáveis sem intubação Exame Físico - Vias éreas Exame Físico - Vias A éreas

7 Via Aérea Passos Inicias: Passos Inicias: Aspiração de VAS: Aspirador de ponta rígida ou o mais calibroso possível Aspiração de VAS: Aspirador de ponta rígida ou o mais calibroso possível Abertura da Via Aérea Abertura da Via Aérea – Sem suspeita de Trauma: – Extensão do pescoço e elevação do queixo(POSIÇÃO DO FAREJADOR) – Com Suspeita de Trauma: – Elevação da Mandíbula – Manter Cabeça em Posição Neutra: (Coxim)

8

9 Boa Respiração Freqüência Esforço respiratório Entrada de ar: Ruídos audíveis ou não Ausculta respiratória. Coloração da pele e temperatura Exame Físico - Avaliação Respiratória

10 B oa Respiração Condutas: Oximetria de pulso Fornecer oxigênio com a máxima FiO2 possível

11 Métodos de fornecer O2 FluxoFiO2 Cateter nasal1-4 l/min30-40% Máscara simples de O² 6-10 l/min35-60% Hood10-15 l/min80% VenturiVariávelAté 60% Máscara NR com reservatório l/min95-100%

12 Tamanho adequado da máscara facial

13 Não está melhorando com O2? Iniciar VPP (Bolsa Valva-máscara com reservatório) – Indicações: – Apnéia apesar de fornecimento de O2 – Bradicardia – Persiste cianose e baixa saturação mesmo com fornecimento de O2

14

15 Avaliar freqüência cardíaca: Ausculta cardíaca e palpação de pulsos: RN: Coto umbilical Lactente: Pulso femoral ou braquial Criança acima de 1 ano: Carotídeo Perfusão sistêmica Pulsos periféricos Enchimento capilar Nível de consciência Débito urinário Pressão sangüínea Exame Físico Circulação C irculação

16 Freqüência Cardíaca em Crianças Normais Idade Faixa Criança até 3 meses 85 – 200 bpm Criança até 3 meses 85 – 200 bpm 3 meses a 2 anos 100 – 190 bpm 2 a 10 anos 60 – 140 bpm

17 Enchimento Capilar O tempo de enchimento capilar normal é < 2 segundos em ambiente aquecido

18 C irculação – A Acordado – V Responde ao estímulo Verbal – D Responde ao estímulo Doloroso – N Não responde Nível de Consciência (Perfusão cerebral)

19 Avaliação Cardiopulmonar Rápida durante RCP Idade Percentil 5 em mmHg Pressão Sistólica 0 a 1 mês60 > 1 mês a 1 ano70 > 1 ano 70 + (2 x idade em anos)

20 Conhecimento e Habilidades Essenciais na RCP Manter vias aéreas pérvias Proporcionar ventilação e oxigenação adequadas Manter débito cardíaco adequado. Acesso venoso para infusão de líquidos e drogas Acesso venoso periférico Intraóssea Acesso venoso central

21 Indicações de Compressão Torácica(MCE) FC abaixo de 60 bpm Crianças até 1 ano: Relação Compressão/Ventilação – 1 socorrista :Relação 30:2. Dois dedos comprimindo o terço inferior do esterno. – 2 socorristas Relação 15: 2. Manobra dos polegares abraçando o tórax

22 Compressões Torácicas(MCE) Criança acima de 1 ano e adulto: 1 – 8 anos: Uma das mãos (região hipotenar) comprimindo o terço inferior do esterno, evitando o apêndice xifóide Acima de 8 anos: Duas mãos no mesmo local Um socorrista: Relação 30:2 Dois socorristas: Relação 15:2 Adultos: SEMPRE 30:2 Profundidade: ½ a 1/3 do diâmetro do Tórax

23

24

25 Compressões torácicas(MCE) Realizar cerca de 100 compressões por minuto Realizar 5 ciclos de 30:2(cerca de 2 minutos), se estiver sozinho, reavaliando o pulso ao término dos 2 minutos. Dois socorristas : realizar 10 ciclos de 15 :2 (cerca de 2 minutos) reavaliando o pulso ao término. Revezar funções após cada 2 minutos Com a via aérea segura(entubado): não é mais necessário a pausa para ventilação. Compressões contínuas com uma ventilação a cada 6-8 segundos.

26 Indicações para intubação Pode ser realizada a qualquer momento da RCP Indicações precisas: – Ventilação com BVM ineficaz ou prolongada – Coma: Glasgow < 8 – PCR ou Apnéia sem resposta a VPP, MCE ou Epinefrina – Gasping – Criança entrando em fadiga respiratória – Retenção de Co2(PaCo2 > 60) – PaO2 60

27 Intubação Putz!!!. A enfermeira vai perguntar..... Doutor.... Lâmina reta ou curva? Número da lâmina? Qual o número do tubo? Com ou sem Cuff? Quanto de profundidade do tubo vou colocar?

28 Regras práticas IdadeLâminaNúmero tuboDistância (cm) RN pré termoReta 02,5 ou 3 sem cuff8 RN termoReta 0 ou 13,0 ou 3,5 sem cuff mesesReta 0 ou 13,5 ou 4 sem cuff10,5 – 12 1 anoReta 14 ou 4,5 sem cuff12 – 13,5 2 anosReta 24,5 sem cuff13,5

29 Regras (A partir de 2 anos) Número do tubo: – Tubos sem cuff: – Idade(anos) Tubos com cuff: – Idade Distância de inserção(cm) – Número do tubo x 3 – Cateter de Aspiração – Número do tubo x 2

30

31 Intubação Precauções universais: Máscara, luva, óculos de proteção Ventilação rigorosa com VPP antes do procedimento Tenho quanto tempo? 30 segundos !!!

32 Intubação Está entubado??? Parâmetros primários: – Elevação simétrica do tórax durante VPP – Vapor de água na traquéia durante exalação – Ausculta dos sons respiratórios em ambos HTs – Ausência de ruídos respiratórios no abdome Parâmetros secundários: – Melhora da saturação(oximetria) – Capinômetro

33 Intubação-SRI Em paciente com PCR, nem sempre necessária Pré-oxigenação Atropina 0,02 mg/kg(diminuir tono vagal) Midazolan 0,1-0,3 mg/kg Fentanil 1 mcg/kg ou Ketamina(se Broncoespasmo): 1-2 mg/kg

34 Paciente em Parada sem pulso Manter RCP O que mais é essencial??? MONITORIZAÇÃO !!!!!!!

35

36 Porquê ???? Ritmos sem Pulso (Ritmos de colapso) ASSISTOLIA AESP FV TV SEM PULSO

37 Porquê ??? Ritmos não chocáveis AESP e Assistolia Condutas: RCP e Epinefrina Ritmos Chocáveis FV e TV sem Pulso Condutas: RCP e DESFIBRILAÇÃO (2 joules/kg)

38 Circulação-Continuando os passos de RCP Uso de medicações: Sempre em seguida a MCE Droga ouro da ressuscitação: Epinefrina(Adrenalina ) Apresentação: Ampola de 1 ml (1:1000) Dose a ser usada na RCP: 0,01 mg/kg ou 0,1 ml/kg da solução 1: Na prática(A enfermeira vai perguntar...): Diluir uma ampola em 9 ml de SF ou AD e fazer 0,1 ml/kg desta solução, seguida de bolus de 3 a 5 ml de SF Repetir a cada 3 a 5 minutos, mantendo ciclos de RCP

39 Além da Monitorização Cardíaca... Oximetria de Pulso Sonda naso ou orogástrica. Sonda vesical: débito urinário adequado:1-2 ml/kg/hora Glicemia capilar

40 Estabilizado... Exames complementares: Raios X de Tórax: Confirmar localização do tubo e avaliação cardiopulmonar Hemograma, Bioquímica, Gasometria, Culturas, conforme necessidade de cada caso

41 No restante... Considerar uso de: Infusão de fluidos Sangue Correção de acidose metabólica Antimicrobianos Drogas vasoativas. Sedação e Analgesia Conseguir Vaga em UTI e/ou Ventilação Mecânica

42 Nota do Editor do site Dr. Paulo R. Margotto. Consultem também: Novas normas de reanima ç ão neonatal Autor(es): Ruth Guinsburg (SP), Fernanda Branco de Almeida (SP),Realizado por Paulo R. Margotto


Carregar ppt "Reanimação Cardiopulmonar em Pediatria Dr. Eduardo Emergência de Pediatria do Hospital Regional da ASA Sul (HRAS)/SES/DF www.paulomargotto.com.br 5/4/2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google