A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

I Conferência Internacional de Direitos Humanos da ONDH ONDH.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "I Conferência Internacional de Direitos Humanos da ONDH ONDH."— Transcrição da apresentação:

1 I Conferência Internacional de Direitos Humanos da ONDH ONDH

2 APRESENTAÇÃO O congresso irá debater e avaliar a assimilação do paradigma da proteção integral e os desafios na busca do reconhecimento e aplicação das normas de proteção aos direitos humanos pela sociedade brasileira. Além de estimular o intercâmbio de experiências, e o diálogo entre membros e demais parceiros como órgãos e conselhos estaduais. Oportunidade única de abordagem de assuntos relevantes para sociedade a serem discutidos e apresentados aos candidatos ao Governo Federal, Estadual e Municipal nas próximas eleições de outubro de Reunirá renomados profissionais engajados na defesa dos direitos sociais. Em 2000, a Organização das Nações Unidas (ONU), ao analisar os maiores problemas mundiais, estabeleceu oito Objetivos do Milênio que são maneiras de mudar o mundo em que vivemos para melhor: Acabar com a fome e a miséria; Educação Básica de qualidade para todos; Igualdade entre sexos e valorização da mulher; Reduzir a mortalidade infantil; Melhorar a saúde das gestantes; Combater a HIV, a Malária e outras doenças; Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente; Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento. ONDH

3 IGUALDADE RACIAL Através dos tempos o homem infelizmente propaga a discriminação, quer seja por sexo, raça, cor, etnia, procedência, origem, religião, idade, classe social ou deficiência física. A ONDH visa à integração, a unidade de todos os seres humanos, com respeito e sem discriminação, só as transformações de uma sociedade mais justa poderão atingir nossos objetivos: solidários, fraterno e igualitário. Quando o homem tiver o discernimento que não há resquícios de ódio, de orgulho, de egoísmo, olhando para seu irmão com total transparência e dignidade, vendo-o como um indivíduo em igualdade de condições, ai sim, os antigos preconceitos ficarão para trás e não haverá limites para uma nova era. É importante a presença do Grande Arquiteto do Universo nos corações dos homens, transformando um universo único, unindo as seres humanos fraternalmente, sempre visando ajudas mutuas. ONDH

4 PROSTITUIÇÃO INFANTIL A prostituição infantil é um mal presente em todas as partes do país, normalmente envolvendo o crime organizado que alicia crianças e jovens para essa atividade. A prostituição infantil pode acontecer: Quando uma criança ou adolescente se prostitui nas ruas de qualquer cidade em busca de dinheiro. A criança leva este fim quando é submetida à violência dentro de casa e resolve fugir. Para fugir, necessita de ajuda de terceiros e faz qualquer coisa para ficar livre de casa e de sua família, se submetendo a qualquer tipo de modo, iniciam a vida sexual e posteriormente tornam-se escravas do sexo para ganharem dinheiro para comer, se vestir e, principalmente, para se drogar. Normalmente são aliciadas por cafetinas e cafetões, que permanecem por trás da organização, mas há casos de menores que encontram um ponto e ali permanecem para vender seu corpo. Quando um conhecido ou parente usa uma criança ou adolescente a fim de promover seu prazer. Toca a criança para estimulá-la e também coloca a criança para tocá-lo com o único objetivo de usá-la como objeto de prazer. Crianças agressivas com a família, com dores na genitália, com lesões e/ou sêmen no ânus ou na vagina, com preocupações precoces relacionadas ao sexo, com inflamações e hemorragias devem ser examinadas, pois estes são sintomas que uma criança ou adolescente que está sendo ou que foi sexualmente abusada apresenta. Prostituição infantil é crime de ordem pública, isto é, pode ser denunciada por qualquer pessoa que viu ou presenciou tal fato. ONDH

5 CONSCIENTIZAÇÃO Em uma sociedade onde o único que predominasse fosse o mercado, as divisões sociais seriam coextensivas com a divisão social do trabalho, patrões e empregados, burgueses e proletários. No Brasil, no entanto, como em graus diferentes, em todas as partes a sociedade se estrutura tanto em função da organização econômica quanto em função de outros fatores, as origens étnicas e culturais, a localização geográfica, as divisões e solidariedades lingüísticas e religiosas. As próprias relações de classe, aquelas referidas mais diretamente à divisão do trabalho econômico e à distribuição da renda, são influenciadas e condicionadas pelo sistema político, se, por exemplo, o Estado intervém ou não na regulação das relações de trabalho, se o acesso a empregos e a rendas pode ser obtido pela via política e institucional, e assim por diante. O que caracteriza a sociedade brasileira, talvez mais do que muitas outras, é a ausência de uma sociedade efetivamente organizada em termos de classe, ou seja, de relações de mercado, e a impregnação de todas as interações sociais pela presença do Estado, da política e, eventualmente, de outras instituições. ONDH

6 COMBATE AS DROGAS O Brasil tem adotado uma política consistente no que diz respeito ao controle de drogas e combate ao tráfico. As prioridades têm sido coibir o abuso e a demanda dentro das fronteiras e praticar uma política de estreita cooperação com outros países. Neste sentido, o Brasil é parte contratante dos tratados mais relevantes relacionados ao controle de drogas e, em maio de 1995, foi eleito para a Comissão de Entorpecentes das Nações Unidas sobre Drogas. Da mesma forma, em nível regional, o País tem participado ativamente do trabalho da Comissão Interamericana para o Controle do Abuso de Drogas da Organização dos Estados Americanos (OEA). ONDH

7 TRABALHO ESCRAVO Trabalho escravo contemporâneo é o trabalho degradante que envolve restrições à liberdade do trabalhador. O trabalhador é obrigado a prestar um serviço, sem receber um pagamento ou recebem um valor insuficiente para suas necessidades e as relações de trabalho costumam ser ilegais. Diante destas condições, as pessoas não conseguem se desvincular do trabalho. A maioria é forçada a trabalhar para quitar dívidas, muitas vezes contraída por um ancestral. Estima-se que existam no mundo entre 12 a 27 milhões de pessoas escravizadas nos diversos ramos da indústria, serviços e agricultura. Em geral, os escravos provêm de regiões muito empobrecidas, com pouco acesso à educação e saúde e ao crédito formal. São locais onde as leis de proteção são fracas, ou sua aplicação é restrita, de forma que a ação dos aliciadores é facilitada. São jovens, a maioria do sexo feminino. Muitos são forçados a se deslocar de sua região de origem em busca de oportunidades e são aliciados para este tipo de trabalho.

8 VIOLÊNCIA DOMÉSTICA A Violência doméstica pode ser dividida em violência física quando envolve agressão direta, contra pessoas queridas do agredido ou destruição de objetos e pertences do mesmo (patrimonial); violência psicológica quando envolve agressão verbal, ameaças, gestos e posturas agressivas, juridicamente produzindo danos morais; e violência socioeconômica, quando envolve o controle da vida social da vítima ou de seus recursos econômicos. É mais freqüente o uso do termo "violência doméstica" para indicar a violência contra parceiros, contra a esposa, contra o marido e filhos. A expressão substitui outras como "violência contra a mulher". Também existem as expressões "violência no relacionamento", "violência conjugal" e "violência intra-familiar". Muitos casos de violência doméstica encontram-se associados ao consumo de álcool e drogas, pois seu consumo pode tornar a pessoa mais irritável e agressiva especialmente nas crises de abstinência. Nesses casos o agressor pode apresentar inclusive um comportamento absolutamente normal e até mesmo "amável" enquanto sóbrio, o que pode dificultar a decisão da parceiro em denunciá-lo. ONDH

9 PATROCINADOR Ducato 2010 Multijet Economy O Fiat Ducato tem vocação para o trabalho : Seja para transportar passageiros com conforto e segurança; Seja para levar cargas bem acomodadas em seu amplo vão. A combinação de funcionalidade, economia e praticidade faz deste furgão o líder em seu segmento. E as inovações não param! Baseado no sucesso do conceito Economy, a Fiat estende esta ação para o Novo Ducato 2010, com um novo motor, muito mais econômico: o MULTIJET ECOMOMY, desenvolvido e produzido pela FPT – Powertrain Technologies. Alta tecnologia, aliado a ótimo desempenho, menor consumo e menores índices de emissões, caracterizam esse modelo que se encaixa no moderno conceito de downsizing, presente na Europa e trazido para o Brasil pela Fiat. Ocupando os espaços ONDH Ducato 2010 Multijet Economy

10 PATROCINADOR Ocupando os espaços Fiat Siena 1.0 flex 2010 Ítens de série: Alerta de limite de velocidade Alerta de manutenção programada Apoios de cabeça dianteiros com regulagem de altura Apoios de cabeça traseiros (3) rebaixados com regulagem de altura Banco traseiro rebatível Bancos com assento anti-submarining Bancos dianteiros com regulagem milimétrica do encosto Barra de proteção nas portas Bolsa porta-objetos nas portas dianteiras Bolsa porta-revistas no encosto dos bancos dianteiros Brake light ONDH

11 CONTRAPARTIDA Ocupando os espaços ONDH

12 BRINDES Ocupando os espaços Alguns dos animais que poderão ser inclusos nos materiais promocionais ONDH

13 LOCAL E REALIZAÇÃO ONDH QI 23 CJ 12 Lote 16 – Lago Sul - Brasília – DF - CEP: I Conferência Internacional de Direitos Humanos da ONDH


Carregar ppt "I Conferência Internacional de Direitos Humanos da ONDH ONDH."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google