A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Migração e Urbanização. Globalização Multietnicidade Migrações são os deslocamentos de grupos humanos que se afastam de suas residências habituais. Podem.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Migração e Urbanização. Globalização Multietnicidade Migrações são os deslocamentos de grupos humanos que se afastam de suas residências habituais. Podem."— Transcrição da apresentação:

1 Migração e Urbanização

2 Globalização Multietnicidade Migrações são os deslocamentos de grupos humanos que se afastam de suas residências habituais. Podem ser pacíficos, beligerantes, voluntários ou involuntários.

3 Êxodo Rural Êxodo Urbano Intracontinentais Intercontinentais

4 Entre as migrações atuais, podemos distinguir fenômenos muito distintos:

5 Principais causas motivadoras da migração internacional: - a busca de melhores condições de vida para o individuo e sua família; - as disparidades de renda entre diversas regiões e dentro de uma determinada região; - as políticas trabalhistas e migratórias dos países de origem e de destino; - os conflitos políticos (que estimulam a migração transfronteiriça, bem como os deslocamentos dentro de um mesmo país); - a degradação do meio-ambiente, incluindo a perda de terras de cultivo, bosques e pastagens (os refugiados do meio-ambiente, em sua maioria, se dirigem para as cidades, ao invés de emigrarem para o exterior); - o êxodo de profissionais ou migração dos jovens com formação educacional de países em desenvolvimento, para preencher as lacunas da força de trabalho nos países industrializados.

6

7

8

9 A urbanização resulta fundamentalmente da transferência de pessoas do meio rural (campo) para o meio urbano (cidade). Assim, a idéia de urbanização está intimamente associada à concentração de muitas pessoas em um espaço restrito (a cidade) e na substituição das atividades primárias (agropecuária) por atividades secundárias (indústrias) e terciárias (serviços). Entretanto, por se tratar de um processo, costuma-se conceituar urbanização como sendo "o aumento da população urbana em relação à população rural", e nesse sentido só ocorre urbanização quando o percentual de aumento da população urbana é superior a da população rural.

10 URBANIZAÇÃO: FENÔMENO RECENTE Apesar de o processo de urbanização ter se iniciado com a Revolução Industrial, foi até meados do século XX um fenômeno relativamente lento e circunscrito. Após a Segunda Guerra Mundial, esse fenômeno foi concluído nos países desenvolvidos e iniciado de maneira avassaladora em muitos países subdesenvolvidos, na maioria dos países latino- americanos e em muitos países asiáticos. O continente africano até hoje é muito pouco urbanizado. Segundo dados do Relatório do desenvolvimento humano 1995, publicado pela ONU, a população que vive em cidades antigas atingiu 34% do total em 1960, 44% em 1992.

11 O que se percebe é que todos os países desenvolvidos, bem como alguns países de industrialização recente, apresentam taxas altas de urbanização. Com exceção da China e da Índia, com as maiores populações do planeta e de industrialização recente, todos os países industrializados são urbanizados. Há países que apresentam índices muitos baixos de industrialização e outros que praticamente não dispõem de um parque industrial, e mesmo assim, são fortemente urbanizados. Conclui-se que há dois conjuntos básicos de fatores que condicionam a urbanização: os atrativos, que atraem populações para cidades; e os repulsivos que as repelem do campo.

12

13 A rede urbana é formada pelo sistema de cidades, interligadas umas as outras através dos sistemas de transportes e de comunicações. Obviamente, as redes urbanas dos países desenvolvidos são mais densas e articulados, pois tais países apresentam alto nível de industrialização e de urbanização, economias diversificadas e dinâmicas, vigoroso mercado interno e alta capacidade de consumo. Quanto mais complexa a economia de um país ou de uma região, maior é a sua taxa de urbanização e a quantidade de cidades, mais densa é a sua rede urbana e, portanto, maiores são os fluxos que as interligam. Assim, as redes de cidades mais densas e articuladas surgem justamente naquelas regiões do planeta onde estão as megalópoles.

14 Metrópole Nacional Metrópole Regional Pólo Regional Cidade LocalVila

15 Metrópole é um termo que pode designar a cidade principal ou capital de um determinado país ou província, ou ainda, alguma cidade que, por algum motivo, exerce influência (cultural, social, econômica) sobre as demais cidades da região metropolitana. Pode designar, também, de forma oficial, a cidade principal de um conjunto de cidades que encontram-se unidas geograficamente. A esse processo de junção das cidades devido ao crescimento horizontal das mesmas, dá-se o nome de conurbação. E à região onde ocorre a conurbação, chama-se de região metropolitana. Megalópole seria o aglomerado (conurbação) de várias metrópoles ou regiões metropolitanas como, por exemplo, a faixa que se estende pela costa norte-americana desde Boston a Washington e compreende Nova York, Filadélfia e Baltimore, constituindo a maior megalópole do mundo.

16 BostonBoston, Nova Iorque, Filadélfia, Baltimore e Washington, DCNova IorqueFiladélfiaBaltimoreWashington, DC

17 ChicagoChicago, Pittsburgh, Cleveland e Detroit;PittsburghClevelandDetroit

18 TóquioTóquio, Kawasaki, Nagoya, Quioto, Kobe, Nagasaki e OsakaKawasakiNagoyaQuiotoKobeNagasakiOsaka

19 Considera-se como "função da cidade" à atividade principal que leva a considerar esta ou aquela cidade "especializada" nessa mesma atividade. É claro que em todas as cidades existem inúmeras atividades (todas as cidades têm um pouco de todas as funções), contudo, há sempre uma delas que mais se destaca, e pela qual a cidade é conhecida e ganha fama.

20

21 Sítio Urbano: é a localização do espaço da cidade e sua relação com a geomorfologia local. A. Em planícies- Londres, Nova York, Paris etc. B. Em Planaltos – Brasília, São Paulo, Curitiba. C. Em Montanhas – Ouro Preto, México, La Paz, etc. D. Insular – Florianópolis(SC), São Luís(MA), Guarujá(SP), etc. Conurbação: Ocorre no momento em que duas ou mais cidades, inicialmente separadas, crescem horizontalmente e se fundem fisicamente, com o tempo, conservando, cada uma delas, sua autonomia. Aglomeração urbana ou metrópole: Considera-se tradicionalmente como aglomeração urbana ou metrópole o conjunto formado por uma cidade principal e por uma série de núcleos que a ela vão se agregando espacialmente, ainda que continuem na condição de municípios autônomos, sem depender funcional ou juridicamente do núcleo principal.

22 Área metropolitana: Utiliza-se o termo áreas metropolitanas funcionais a zonas que contenham os seguintes aspectos: a presença de uma cidade central com um determinado tamanho, a existência de movimentos pendulares de trabalhadores de núcleos satélites com sistema de transportes e de comunicações que permitam que as relações entre a cidade central e os municípios contíguos sejam as mesmas de sua área de influência. Megalópole (etimologicamente, cidade grande) Assim se denomina uma cidade grande que surgiu a partir do crescimento de uma aglomeração urbana. É caracterizada por uma elevada densidade de população ao longo de vastas extensões, com grande desenvolvimento e eficácia do sistema de transporte (rodoviário e ferroviário) e que concentra alto percentual de riqueza e poder político do país. É a união de várias áreas metropolitanas.

23 Classificações das cidades As cidades podem ser classificadas quanto à origem. Nesses termos, encontram-se duas categorias: · cidades espontâneas ou naturais: constituem a maioria das cidades do planeta e foram formadas, através dos tempos, em locais que apresentavam algum tipo de vantagem para seu primitivo grupo populacional. É o caso de cidades que se localizam às margens de mares e de rios, que proporcionam alimentação e facilidade de transporte, por exemplo. Mas é também o caso de cidades que surgiram em torno de castelos, nos entroncamentos de estradas ou em rotas comerciais, que ofereciam respectivamente garantia de segurança, facilidade de deslocamento ou oportunidade de negócios. Alguns exemplos: Londres (Reino Unido), Moscou (Rússia), Paris (França), Rio de Janeiro e São Paulo (Brasil).Reino UnidoRússiaFrançaBrasil

24 · cidades planejadas: aquelas que são intencionalmente criadas em locais previamente escolhidos, implantadas em períodos temporais relativamente breves, com finalidade de caráter geopolítico. Em geral, as cidades planejadas têm seu planejamento rapidamente atropelado pelo crescimento populacional, o que faz o traçado original sucumbir diante da espontaneidade com que a população se espalha pelo seu entorno ou por seu interior. O exemplo máximo que se poderia dar do fenômeno, em termos brasileiros, é Brasília, planejada para acolher 500 mil habitantes, mas já teve esse número multiplicado por quatro, de acordo com o censo de Outros exemplos: Camberra (Austrália), Islamabad (Paquistão), Belo Horizonte e Goiânia (Brasil).AustráliaPaquistão


Carregar ppt "Migração e Urbanização. Globalização Multietnicidade Migrações são os deslocamentos de grupos humanos que se afastam de suas residências habituais. Podem."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google