A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade do Vale do Paraíba Colégio Técnico Antônio Teixeira Fernandes Disciplina Ferramenta de Desenvolvimento Material II-Bimestre Conceitos de lógica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade do Vale do Paraíba Colégio Técnico Antônio Teixeira Fernandes Disciplina Ferramenta de Desenvolvimento Material II-Bimestre Conceitos de lógica."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade do Vale do Paraíba Colégio Técnico Antônio Teixeira Fernandes Disciplina Ferramenta de Desenvolvimento Material II-Bimestre Conceitos de lógica de Programação usando PHP (Receber dados via GET e POST; URLencode; Vetores e matrizes; Inclusão e requisição de arquivos; Funções Matemáticas; Manipulação de strings) Prof. Responsável Wagner Santos C. de Jesus 1

2 Recepção dados via GET e POST 2

3 Captura de dados de um formulário Para realização de envio de dados o protocolo HTTP disponibiliza dois principais métodos para essa funcionalidade esses métodos são denominados GET e POST. 3

4 Exemplo de dados Enviados pelo método Get : Obs : A declaração do método deverá ser feita sempre em um formulário. o=Rua+Paraiso+34&Bairro=Centro

5 Exemplo do GET para captura de dados. $nome = $_GET[Nome]; $endereco = $_GET[endereco]; 5

6 Exemplo de Formulário Usando Get Nome : Endereço: Bairro: 6

7 Exemplo Código PHP Captura de dados usando $_GET 7

8 Sintaxe do POST para captura de dados. $_POST[ ] : A expressão do tipo String que determina o nome do atributo que contem o dado do formulário que será omitido da barra de endereço no navegador. 8

9 Exemplo Código PHP Captura de dados usando $_POST 9

10 Capturando dados de objetos de agrupamento (Botão de Rádio, Caixa de Verificação, Caixa de Lista e Combinação e Área de texto) 10

11 Envia dados de um botão de rádio Java : HTML : 11 Nomes Iguais (ch)

12 Captura dados de botão de rádio 12

13 Envia dados de uma caixa de verificação Java : HTML : 13

14 Captura dados de uma caixa de verificação 14

15 Envia dados de uma caixa de combinação Programador Junior Programador Senior Programador Pleno Analista Programador 15

16 Captura dados de uma caixa de combinação 16

17 Envia dados de uma caixa de lista Programador Junior Programador Senior Programador Pleno Analista Programador Analista de Negocio 17

18 Captura dados de uma caixa de lista 18

19 Enviando dados de uma caixa de texto. 19

20 Captura dados de uma área de texto 20

21 foreach() Captura o conteúdo de um objeto lista e armazena o resultado em uma variável de memória a cada laço executado. Sintaxe: foreach( as ){ } 21

22 Exemplo de uma aplicação usando foreach() 22

23 Código HTML Envia Dados Dominando Java Dominando Visual Basic Dominando Delphi Dominando PHP Dominando C++ 23

24 Capturando um conjunto de dados em uma caixa de lista 24

25 Encode Trabalhando Encode para envio de dados para variáveis em um programa. 25 Variáveis Programa Atual Captura de dados Programa anterior Método Get Montagem da String

26 Função: urlencode() Esta função é conveniente para codificar uma string para ser usado em uma parte de consulta de URL, como uma forma de passar variáveis para a próxima página 26

27 Exemplo da função urlencode() 27

28 Criação e Manipulação de Array 28

29 Conceito de Array Um array vem a ser uma variável que pode conter vários elemento. No entanto existem vários tipos de Array: Vetor, Matriz ou Monobloco; Tuplas; Listas; Hashtable; 29

30 Observação sobre vetor Em PHP um vetor é dinâmico e não pode ser criado para ser usado. 30

31 Exemplo de Vetor $vet[0] = "Abacaxi"; $vet[1] = 1; $vet[2] = ; $vet[3] = true; for($i=0;$i<=3;$i++) echo $vet[$i]." "; 31

32 Exemplo de Matriz (Linhas e Colunas) for($i=0;$i<=9;$i++) { for($j=0;$j<=9;$j++){ $vetor[$i][$j] = Arranjos ".$i.",".$j; echo $vetor[$i][$j]." "; } 32

33 Conceito de Tupla Vem a ser um array que não pode ser modificado em termos de número de elementos. 33

34 Exemplo de tupla $vetor = array(12,14,1,16,18,20); for($i=0;$i<=5;$i++) echo $vetor[$i]." "; 34

35 Lista Uma lista ou sequência é uma estrutura de dados abstrata que implementa uma coleção ordenada ou não ordenada de valores, onde o mesmo valor pode ocorrer mais de uma vez. 35

36 Uma lista deve conter as seguinte operações Criação da lista; Inserção na lista; Busca de elementos na lista; Acesso a elementos da lista; Eliminação de elementos da lista; Retorno do tamanho da lista. Ordenação da lista. 36

37 Criação de uma lista função array(). 37

38 array_push(): Insere elemento na lista. Sintaxe: array_push(, ); Exemplo: 38

39 array_search(): Busca um elemento em uma lista e retorna com índice correspondente. Sintaxe: array_search(, ); Exemplo: 39

40 in_array: Busca de elementos em lista. Checa se um valor existe em uma lista e retorna verdadeiro de existir. Sintaxe: = in_array(, ); 40

41 Exemplo de in_array() 41

42 array_shift(): Acessa e Elimina Retira o primeiro elemento de uma lista e o retorna, diminuindo a lista em um elemento e movendo todos os outros elementos para trás. Todas as chaves numéricas alteradas para começar a contar de 0 (zero). 42

43 Sintaxe array_shift() Sintaxe: = array_shift( ); : Variável de memoria que guarda o elemento que foi encontrado e retirado. : Lista onde encontrar os elementos. 43

44 Exemplo array_shift(): 44

45 count() : Retorna o tamanho da lista. Sintaxe: count ( ); Exemplo: 45

46 Ordenar uma lista sort()/rsort() : Ordena uma lista de forma crescente ou decrescente. Sintaxe: sort(, ); : Lista a ser ordenada; : Tipos de caracteres a ser ordenados. 46

47 Flags: sort()/rsort() 47 Parâmetros Descrição SORT_REGULARCompara os itens normalmente (não modifica o tipo) SORT_NUMERICCompara os itens numericamente. SORT_STRINGCompara os itens como strings

48 Exemplo sort() $frutas = array("limao", "laranja", "banana","abacaxi", "melancia"); sort($frutas); for($indice=0;$indice<=count($frutas)-1;$indice++) echo $frutas[$indice]." "; 48

49 Tabela de hash. Uma tabela de hash é uma estrutura de dados vetorial (ou seja, um array unidimensional) em que o acesso a cada entrada é precedido da execução de uma função de hash associada à referida tabela. Por regra, a função de hash é aplicada à componente chave de um registro do tipo e o hash resultante atua como índice de uma entrada da tabela, associada ao registro. 49

50 Estrutura hashtable. Para se criar uma tabela de hash usa-se o construtor array(). Sintaxe: $thash = array( =>,[ => ] ); 50

51 Exemplo Prático de hash "laranja", "b"=>"banana", "c"=>"maçã"); echo $lista["c"]; // Resultado maçã ?> 51

52 Destruição de variáveis - unset() unset() – Mata uma variável ou estrutura de dados e seu conteúdo. Sintaxe : unset( ); $lista = array("a"=>"laranja", "b"=>"banana", "c"=>"maçã"); echo $lista["b"]; unset($lista); echo $lista["b"]; // Variável indefinida 52

53 Funções e Procedimentos Definidos pelo usuário 53

54 Conceito de Função e Procedimento Função sub rotina que realiza uma funcionalidade para o programa e retorna um valor de resposta. Procedimento sub rotina que realiza uma funcionalidade para o programa e não retorna valor de resposta. 54

55 Algumas das vantagens na utilização de sub-rotinas durante a programação são: A redução de código duplicado num programa; A possibilidade de reutilizar o mesmo código sem grandes alterações em outros programas; A decomposição de problemas grandes em pequenas partes; Melhorar a interpretação visual de um programa; Esconder ou regular uma parte de um programa, mantendo o restante código alheio às questões internas resolvidas dentro dessa função; 55

56 Criação de uma Função ]) { return ; } ?> 56

57 Criação de um Procedimento ]) { } ?> 57

58 Exemplo prático de função 58

59 Exemplo 2 - funções 59

60 Criação de Procedimento ]) { } ?> 60

61 Exemplo Procedimento 61

62 Criando um arquivo somente de funções ou procedimentos Para se ter um melhor aproveitamento e organização e melhoria na qualidade da manutenção. Usa-se um arquivo com o código separado contendo todas as funções necessárias para o tipo especifico de programa. 62

63 Inclusão de arquivo de funcionalidades Comando include: Permite a inclusão de arquivo php em um outro. Sintaxe: include 63

64 Exemplo de arquivo de inclusão 64

65 Funções Matemáticas em PHP 65

66 Conceito de função matemática As funções são definidas abstratamente por certas relações. Por causa de sua generalidade, as funções aparecem em muitos contextos matemáticos em muitas áreas da matemática baseiam-se no estudo de funções. 66

67 Funções Explicitas Exemplo: 67 f(x) = x

68 Função abs() Calcula o valor absoluto de um número. Sintaxe: = abs( ); 68

69 Função base_convert(): Converte um número entre bases arbitrárias. Sintaxe: = base_convert(,, ); : Valor na base desejada. : Valor da Base corrente. : Valor da base a ser convertida. 69

70 base_convert(): 70

71 Função bindec() Converte um valor da base 2 (binária) em um valor de base 10 (decimal). Sintaxe: = bindec( ); 71

72 bindec() 72

73 Funções round(): Retorna com o arredondamento de um número informando o número de casas de precisão. Sintaxe: =round ( [, ] ); 73

74 Exemplo de round() 74

75 Função number_format() Formata um número com os milhares agrupados. Sintaxe: = number_format(, [,, ]); : Variável numérica contendo os valor. : Numero de casas decimais. : Separador de casas decimais. : Separador de milhar. 75

76 Exemplo: number_format() 76

77 Função fmod() Retorna com o resto da divisão entre pontos flutuantes. Sintaxe: = fmod(, ); 77

78 Exemplo: fmod() 78

79 Função hypot() Retorna o tamanho da hipotenusa de um ângulo reto do triângulo com lado de tamanho x e y, ou a distância do ponto (x, y) de uma origem. Sintaxe: = hypo( [,, ]); : Valor do lado A vetor na direção x. : Valor do lado B vetor na direção y. : Valor do vetor na direção z. 79

80 Exemplo hypot() 80

81 Função log10() Calcula Logaritmo na base-10 de número passado como parâmetro. Sintaxe: = log10(

82 Exemplo log10() 82

83 Função sqrt() Calcula a raiz quadrada de um número informado como argumento. Sintaxe: = sqrt(

84 Função pi() Retorna o valor de π com 14 casas de precisão. Sintaxe: = pi(); Exemplo : $x = pi(); 84

85 Função max() Retorna o maior número entre o uma lista ou um par de valores passados como parâmetros. Sintaxe: = max( [, ]); : Pode ser um valor ou um conjunto de valores. : Array contendo um conjunto de números. 85

86 Exemplo max() 86

87 Função min() Retorna o menor número entre o uma lista ou um par de valores passados como parâmetros. Sintaxe: = min( [, ]); : Pode ser um valor ou um conjunto de valores. : Array contendo um conjunto de números. 87

88 Exemplo min() 88

89 Funções Trigonométricas 89

90 Função cos() Retorna o coseno do argumento. O parâmetro argumento deve estar em radianos. Sintaxe: = cos( ); 90

91 Exemplo cos() Ângulo deve estar sempre em radiano. 91

92 Função sin() Retorna o seno do argumento. O parâmetro argumento deve estar em radianos. Sintaxe: = sin( ); 92

93 Exemplo sin() Ângulo deve estar sempre em radiano. 93

94 Função tan() Retorna a tangente do argumento. O parâmetro argumento deve estar em radianos. Sintaxe: = tan( ); 94

95 Exemplo tan() Ângulo deve estar sempre em radiano. 95

96 Números aleatórios Em estatística, um número aleatório é um número que pertence a uma série numérica e não pode ser previsto a partir dos membros anteriores da série. 96

97 Função rand() Retorna um número aleatório dentro de um intervalo estabelecido. Sintaxe: = rand(, ); : Valor do intervalo inicial. : Valor do intervalo final. 97

98 Exemplo rand() 98

99 Funções pow() Retona o valor correspondente a exponencial do número. x y Sintaxe: = pow(, ) : Valor correspondente a base. : Valor correspondente a expoente. 99

100 Exemplo pow() 100

101 Função array_sum() Calculo da somatória dos número de uma lista. 101

102 Sintaxe sum() = array_sum( ); : Deve ser um array contendo os elementos que serão somados. 102

103 Exemplo array_sum() 103

104 Manipulação de Strings 104

105 Funções strlen() Retorna o comprimento de uma string passada como parâmetro. Sintaxe: = strlen( ); : String a ser retornado o comprimento. 105

106 Exemplo de strlen() 106

107 Funções substr() Retorna uma parte da string. Mediante ao intervalo numérico especificado pelas expressões. Sintaxe: = substr(,, ); : Expressão do tipo string. : Inicio da string a ser capturada. : Número de caracteres a ser capturado. 107

108 Exemplo substr() 108

109 Função strrchr() Encontra a ultima ocorrência de um caractere em uma string e retorna a parte da string deste caractere até o final. Sintaxe: = strrchr(, ); : String a ser consultada. : String a ser encontrada capturando as demais até o final. 109

110 Exemplo de strrchr() 110

111 Função trim() Retira os espaço em branco a esquerda ou a direita de uma string. Sintaxe: = trim( ); 111

112 Exemplo trim() 112

113 Função chr() Retorna com o caractere mediante a código ASCII informado. Sintaxe: = chr( ); 113

114 Exemplo chr() 114

115 Função stripos() Encontra a primeira ocorrência de uma string sem diferenciar maiúsculas e minúsculas. Sintaxe: = stripos(, ); : String já existente. : String a ser procurada. 115

116 Exemplo stripos() 116

117 Função ord() Retorna o código ASCII do caractere especificado. Sintaxe: = ord( ); 117

118 Exemplo: ord() 118

119 Função str_repeat() Repete uma string um dado número de vezes. Sintaxe: = str_repeat(, ); : Caracter a ser repetido. : Número de vezes a ser repetido. 119

120 Exemplo: str_repeat() 120

121 Função str_split() Converte uma string para um array. Sintaxe: = str_split( [, ]); : String a ser arranjada. : Número de elementos do array. 121

122 Exemplo str_split() 122

123 Função str_ireplace Substitui todas as ocorrências da string de procura com a string de substituição. Não fazendo distinção de maiúsculo e minúsculo. Sintaxe: = str_ireplace(,, ); : Caractere ou string a ser substituído : Caractere ou string de substituição. : String de substituição. 123

124 Exemplo str_ireplace() 124

125 Função strtolower() Converte os caracteres de uma string de maiúsculo para minúsculo. Sintaxe: = strtolower( ); 125

126 Exemplo strtolower() 126

127 Função strtoupper() Converte os caracteres de uma string de minúsculo para maiúsculo. Sintaxe: = strtolower( ); 127

128 Exemplo strtoupper() 128

129 Função substr_count() Conta o número de ocorrências de uma substring. Sintaxe: = echo substr_count( [, ]); : String a ser realizada a contagem. : Caractere ou string para contagem. 129

130 Exemplo substr_count() 130

131 Função substr_replace() Insere substituindo um conjunto de caracteres em uma parte da string. Sintaxe: = substr_replace(,,[ ]); : String original. : String a ser inserida. : Local da String para inserção. 131

132 Exemplo substr_replace() 132

133 Função explode() Divide uma string criando um array de strings. Sintaxe: = explode(, ); : Caractere delimitador. : String a ser dividida. 133

134 Exemplo de explode() 134

135 Função wordwrap() Quebra uma string em um dado número de caracteres. Sintaxe: = wordwrap(,, ); : String a ser trabalhada. : Número de divisão. : Quebra de string. 135

136 Exemplo wordwrap() 136


Carregar ppt "Universidade do Vale do Paraíba Colégio Técnico Antônio Teixeira Fernandes Disciplina Ferramenta de Desenvolvimento Material II-Bimestre Conceitos de lógica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google