A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Perfil do Público-Alvo no Paraná Elaborado para: Sebrae Por: Diferencial Pesquisa de Mercado Março de 2008 Parte II Informações dos Empreendedores.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Perfil do Público-Alvo no Paraná Elaborado para: Sebrae Por: Diferencial Pesquisa de Mercado Março de 2008 Parte II Informações dos Empreendedores."— Transcrição da apresentação:

1 Perfil do Público-Alvo no Paraná Elaborado para: Sebrae Por: Diferencial Pesquisa de Mercado Março de 2008 Parte II Informações dos Empreendedores

2 2 Sumário I –Introdução03 II – A Presença dos Empresários e Empreendedores em Curitiba e Região Metropolitana 21 Primeira Parte – Informações dos Empresários III –Características Gerias dos Empresários34 IV –História da Empresa e Trajetória do Empresário86 V –Apoio Institucional aos Empresários111 VI –Necessidade dos Empresários144 Segunda Parte – Informações dos Empreendedores VII –Características Gerais dos Empreendedores04 VIII –Formas de Abertura das Empresas47 IX –Apoio Institucional aos Empreendedores72 X –Necessidades e Demandas dos Empreendedores107 XI –Percepções Preliminares do Estudo do Público-Alvo do Sebrae120

3 Segunda Parte – Informações dos Empreendedores Características Gerais dos Empreendedores, Forma de Abertura da Empresa, Apoio Institucional aos Empreendedores, Necessidades e Demandas dos Empreendedores

4 VII – Características Gerais dos Empreendedores Sexo, Idade, Renda Familiar, Ocupação, Escolaridade e Características Gerais do Futuro Empreendimento

5 5 Sexo dos Empreendedores Perfil dos Empreendedores Base: 1462

6 6 Sexo dos Empreendedores Perfil dos Empreendedores Base: Percentual de Mulheres Empreendedoras Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

7 7 Perfil dos Empreendedores Faixa Etária dos Empreendedores Base: 1462* Idade Média: 38 Anos * Um entrevistado não informou a idade, o que representa 0,07% do total de respondentes. Idade Mediana: 37 anos

8 8 Perfil dos Empreendedores Faixa Etária dos Empreendedores Base: Média de Idade dos Empreendedores Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

9 9 Perfil dos Empreendedores Renda Familiar dos Empreendedores (em R$) Base: 1462* Renda Média: R$ 1.437,52 * Seis entrevistados não informaram a faixa de renda familiar, o que representa 0,4% do total de respondentes Renda Mediana: R$ 961,00

10 10 Perfil dos Empreendedores Renda Familiar dos Empreendedores Base: Renda Média Familiar Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

11 11 Perfil dos Empreendedores Grau de Escolaridade dos Empreendedores Base: 1462* 39% * Fonte: Banco de Dados SIDRA - Sistema IBGE de Recuperação Automática (Censo 2000) ** Dos entrevistados, 7 não responderam essa questão, o que representa 0,5% do total 26%

12 12 Perfil dos Empreendedores Grau de Escolaridade dos Empreendedores Base: Percentual de Empreendedores com Curso Superior Completo ou Pós- graduação, Especialização, Mestrado ou Doutorado Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

13 13 Perfil dos Empreendedores Base: 1462 Estado Civil dos Empreendedores

14 14 Perfil dos Empreendedores Estado Civil dos Empreendedores Base: Percentual de Empreendedores Casados Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

15 15 Perfil dos Empreendedores Ciclo de Vida dos Empreendedores Base: 1462

16 16 Perfil dos Empreendedores Ciclo de Vida dos Empreendedores Base: Percentual de Empreendedores Casados com Filhos Pequenos – Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

17 17 Perfil dos Empreendedores Ocupação Atual dos Empreendedores Base: 1462

18 18 Perfil dos Empreendedores Ocupação Atual dos Empreendedores Por Segmentos Base: Percentual de Empreendedores Empregados no Setor Privado sem Função de Chefia Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

19 19 Perfil dos Empreendedores Ocupação Atual dos Empreendedores Por Segmentos Base: Percentual de Empreendedores Desempregados Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

20 20 Perfil dos Empreendedores Resumo do Perfil dos Empreendedores Maiores Destaques Regional Maringá (74%) Comércio (74%) Interior Cidades Menores (69%) Percentual de Empreendedores com Superior Completo ou mais Percentual de Empreendedores com Família Constituída Idade Média dos Empreendedores Percentual de Mulheres Empreendedoras Menores Destaques Renda Média Familiar Mensal (R$) Regional Curitiba (58%) Serviço (53%) Capital (47%) Indústria (42 anos) Regional Maringá (40 anos) Regional Curitiba (36 anos) Serviço (36 anos) Capital (13%) Regional Curitiba (8%) Serviço (7%) Indústria (3%) Indústria (74%) Serviço (66%) Regional Curitiba (62%) Capital (50%) Capital (1,9 mil) Regional Curitiba (1,6 mil) Serviço (1,5 mil) Regional Maringá (1,2 mil) Interior Cidades Maiores (1,2 mil) Agrobusiness (1,0 mil)

21 21 Características do Empreendimento Formalização da Futura Empresa Base: 1462 Pretende Iniciar a Atividade com a Empresa Formalizada ou Formalizá-la Após Algum Tempo de Existência do Negócio?

22 22 Características do Empreendimento Formalização da Futura Empresa Base: Percentual de Empreendedores que Pretendem Iniciar a Atividade com a Empresa Formalizada Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

23 23 Características do Empreendimento Pretensão de Início das Atividades Base: 1462* Quando Pretende Iniciar as Atividades? * 1 entrevistado não respondeu quando pretende iniciar as atividades da futura empresa, o que representa 0,07% do total de respondentes.

24 24 Características do Empreendimento Principal Atividade a ser Desenvolvida pela Futura Empresa Comércio Base: 1462 Serviço Base: 1462

25 25 Características do Empreendimento Principal Atividade a ser Desenvolvida pela Futura Empresa Indústria Base: 1462

26 26 Características do Empreendimento Base: 1462 Número de Funcionários com os Quais Pretende Iniciar o Negócio Média*: 0,93 Funcionário Mediana: Nenhum Funcionário * Para o cálculo da média, os empreendedores que não pretendem ter nenhum funcionário foram considerados como zero funcionário. Considerando apenas os empreendedores que pretendem ter algum funcionário a média passa para 2,35.

27 27 Características do Empreendimento Base: Percentual de Empreendedores que Pretendem Iniciar o Empreendimento com Funcionários e Prestadores de Serviços Fixos por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor Número de Funcionários com os Quais Pretende Iniciar o Negócio

28 28 Características do Empreendimento Número de Funcionários com os Quais Pretende Iniciar o Negócio Base: Média* de Funcionários por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor * Para o cálculo da média, os empreendedores que não pretendem ter nenhum funcionário foram considerados como zero funcionário.

29 29 Características do Empreendimento Base: 1462 Pretensão de Participação da Família no Quadro de Funcionários Fixos Pretende Iniciar o Empreendimento com Funcionários Fixos e Prestadores de Serviços? Entre os Funcionários Fixos e Prestadores de Serviços, Quantos Serão Familiares? Base: % dos funcionários fixos e prestadores de serviços serão familiares.

30 30 Características do Empreendimento Pretensão de Participação da Família no Quadro de Funcionários Fixos Base: Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor Média de Funcionários Fixos e Prestadores de Serviços que Serão Familiares por Segmento

31 31 Média de Faturamento: R$ ,70 Características do Empreendimento Base: 1462* Faturamento que Pretende Alcançar no Primeiro Ano da Empresa (em R$) Mediana de Faturamento: R$ ,00 * 8 entrevistados não responderam o quanto de faturamento pretendem alcançar no primeiro ano de empresa, o que representa 0,6% do total de respondentes.

32 32 Características do Empreendimento Faturamento que Pretende Alcançar no Primeiro Ano da Empresa (em R$) Base: Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor Média de Faturamento Por Segmentos

33 33 Características do Empreendimento Base: 1462 Papel do Empreendimento como Fonte de Renda* A Atividade que Pretende Desenvolver Será a Única Fonte de Renda, Sua Fonte de Renda Principal ou Uma Fonte de Renda Complementar? *Fonte de Renda Única – Não manterá outras fontes de renda Fonte de Renda Principal – Manterá outras fontes de renda, mas esta representará mais de 50% Fonte de Renda Complementar – Manterá outras fontes de renda, mas esta atividade representará menos de 50%

34 34 Características do Empreendimento Papel do Empreendimento como Fonte de Renda Base: Percentual de Empreendedores que Pretendem Desenvolver a Atividade como Única Fonte de Renda Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

35 35 Características do Empreendimento Pretensão de Parcerias com Outras Empresas Base: 431 Principais Tipos de Parceria Base: 1462 Pretende Fazer Parcerias com Outras Empresas?

36 36 Características do Empreendimento Percentual de Empreendedores que Pretendem Fazer Parcerias com Outras Empresas Por Segmentos Base: Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor Pretensão de Parcerias com Outras Empresas

37 37 Características do Empreendimento Tipo de Cliente que Pretende Vender – Estimulado Base: 1462 Para Quais Tipos de Cliente Pretende Vender? *Nesta pergunta o entrevistado poderia responder quantas alternativas fossem necessárias, por isso o total é superior a 100% já para o principal cliente o entrevistado apontou apenas 1 opção.

38 38 Características do Empreendimento Tipo de Cliente que Pretende Vender – Estimulado Base: Percentual de Empreendedores que Pretendem Vender para Clientes Finais Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

39 39 Características do Empreendimento Tipo de Cliente que Pretende Vender Base: Percentual de Empreendedores que Imaginam que os Clientes Finais Serão Seus Principais Clientes Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

40 40 Características do Empreendimento Comercialização dos Produtos -Estimulado Base: 1462 Para Quais Mercados Pretende Vender seu Produto ou Prestar seus Serviços?

41 41 Características do Empreendimento Comercialização dos Produtos – Estimulado Base: Percentual de Empreendedores que Pretendem Vender em Outras Regiões Fora da sua Cidade, mas Dentro do Estado Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

42 42 Características do Empreendimento Equipamentos que Pretende Adquirir Rapidamente para a Futura Empresa Base: 1462 Média*: 1,03 linhas telefônicas Média*: 1 Fax Média*: 1,43 Microcomputadores Quantidade Média de Equipamentos que Pretende Adquirir * Considerando somente os empreendedores que pretendem adquirir o equipamento.

43 43 Características do Empreendimento Equipamentos que Pretende Adquirir Rapidamente para a Futura Empresa Base: Percentual de Empreendedores que Pretendem Adquirir Microcomputadores Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

44 44 Características do Empreendimento Equipamentos que Pretende Adquirir Rapidamente para a Futura Empresa Base: Percentual de Empreendedores que Pretendem Adquirir Internet Banda Larga Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

45 45 Características do Empreendimento Resumo das Características das Empreendimentos Maiores Destaques Regional Pato Branco (56%) Comércio (54%) Interior Cidades Maiores (50%) Média de Faturamento Anual que Pretende Alcançar (R$) Percentual de Empreendedores que Pretendem Vender em Outras Regiões Fora da sua Cidade, mas Dentro do Estado Percentual de Empreendedores que Pretendem Vender para Clientes Finais Média de Funcionários Fixos e Prestadores de Serviços que Serão Familiares Menores Destaques Capital (41%) Serviço (37%) Regional Londrina (34%) Interior Cidades Maiores (98%) Comércio (98%) Regional Pato Branco (93%) Indústria (86%) RM de Curitiba (69,3 mil) Regional Pato Branco (62 mil) Serviço (57,2 mil) Regional Maringá (46,2 mil) Interior Cidades Maiores (41 mil) Agrobusiness (36,1 mil) Indústria (36%) Capital (25%) Regional Curitiba (20%) Regional Cascavel (12%) Comércio (12%) Interior Cidades Maiores (10%)

46 46 Características do Empreendimento Resumo das Características dos Empreendimentos Maiores Destaques Capital (44%) Serviço (40%) Regional Londrina (38%) Percentual de Empreendedores que Pretendem Adquirir Microcomputadores Percentual de Empreendedores que Pretendem Adquirir Internet Banda Larga Empreendedores que Pretendem Iniciar a Atividade com a Empresa Formalizada Menores Destaques Maringá (30%) Interior Cidades Maiores (30%) Capital (73%) Regional Curitiba (57%) Serviço (57%) Indústria (49%) Regional Cascavel (45%) Interior Cidades Maiores (44%) Capital (56%) Regional Londrina (43%) Serviço (42%) Indústria (31%) Regional Cascavel (30%) Interior Cidades Maiores (27%) Percentual de Empreendedores que Pretendem Fazer Parcerias com Outras Empresas Capital (55%) Regional Curitiba (40%) Indústria (36%) Comércio (28%) Regional Pato Branco (22%) Interior Cidades Menores (19%)

47 VIII – Forma de Abertura da Empresa Forma de Fundação da Empresa, Formação de Sociedade, Capital para Abertura do Negócio e Motivos que Influenciaram na Decisão de Abertura do Negócio

48 48 Forma de Fundação da Empresa Abertura da Empresa Base: 1462 Pretende Fundar a Empresa ou Entrar no Negócio de Outra Forma? Como Pretende Entrar no Negócio? Base: 70

49 49 Forma de Fundação da Empresa Abertura da Empresa Base: Percentual de Empreendedores que Pretendem Fundar a Empresa Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

50 50 Formação de Sociedade para a Abertura da Empresa Abertura da Empresa Base: 1392* Fundará a Empresa Sozinho ou Pretende ter Sócios? Pretende fundar com sócios que não são da família 5% Base: 355** Quantos Sócios Pretende Ter? Quantos Sócios? Média: 1 Sócio * Total de entrevistados que pretendem fundar a empresa. ** Total de entrevistados que pretendem fundar a empresa com sócios.

51 51 Formação de Sociedade para a Abertura da Empresa Abertura da Empresa Base: * Percentual de Entrevistados que Pretendem Fundar a Empresa Sozinho Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor * Total de entrevistados que pretendem fundar a empresa.

52 52 Formação de Sociedade para a Abertura da Empresa Abertura da Empresa Base: 7-168* Média de Sócios que os Empreendedores Pretendem Ter Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor * Total de entrevistados que pretendem fundar a empresa com sócios.

53 53 Abertura da Empresa Intenções na Busca de Sócios Base: 355* * Total de entrevistados que pretendem fundar a empresa com sócios.

54 54 Abertura da Empresa Intenções na Busca de Sócios Base: * Percentual de Entrevistados que Pretendem Associar-se a Alguém para Obter Injeção de Capital Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor * Total de entrevistados que pretendem fundar a empresa com sócios.

55 55 Abertura da Empresa Estimativa do Capital Necessário para Compra ou Início da Empresa (em R$) Base: 1462* * Três entrevistados não responderam sobre a estimativa de capital necessário, o que representa 0,2% do total de respondentes. Média: R$ ,70 Mediana: R$ 6.000,00

56 56 Abertura da Empresa Estimativa do Capital Necessário para Compra ou Início da Empresa (em R$) Base: Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor Estimativa Média para Compra ou Início Por Segmentos

57 57 Abertura da Empresa Origem do Capital para Compra ou Abertura da Empresa Base: 1462 Percentual Médio que Representará o Empréstimo em Instituições Financeiras no Capital Necessário Média: 80% Mediana: 100% Base: 501* * Total de entrevistados que pretendem fazer empréstimos de instituições financeiras e que souberam informar o percentual que este empréstimo representará do capital necessário.

58 58 Abertura da Empresa Origem do Capital para Compra ou Abertura da Empresa Base: Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor Percentual de Empreendedores que Recorrerão a Empréstimo em Instituições Financeiras no Capital para Abertura da Empresa Por Segmentos

59 59 Abertura da Empresa Origem do Capital para Compra ou Abertura da Empresa Percentual Médio que Representará o Empréstimo em Instituições Financeiras no Capital Necessário Por Segmentos Base: * Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor * Total de entrevistados que pretendem fazer empréstimos de instituições financeiras e que souberam informar o percentual que este empréstimo representará do capital necessário.

60 60 Abertura da Empresa Instituições Financeiras de Onde Pretende Obter o Empréstimo de Capital Base: 506* Percepção distorcida da função da entidade * Total de entrevistados que pretendem fazer empréstimos de instituições financeiras.

61 61 Abertura da Empresa Instituições Financeiras de Onde Pretende Obter o Empréstimo de Capital Percentual de Empreendedores que Pretendem Obter Empréstimo de Capital no Sebrae por Segmentos Base: Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

62 62 Abertura da Empresa Motivos que Influenciaram na Decisão de Abrir um Novo Negócio – Estimulada Base: 1462

63 63 Abertura da Empresa Motivos que Influenciaram na Decisão de Abrir um Novo Negócio – Estimulada Base: Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Percentual de Empreendedores que Citaram a Perda do Emprego ou a Dificuldade de Colocação no Mercado como Motivo que Mais Influenciou na Decisão de Abrir um Novo Negócio por Segmentos

64 64 Abertura da Empresa Motivos que Influenciaram na Decisão de Abrir um Novo Negócio – Estimulada Base: Por Setor Percentual de Empreendedores que Citaram a Perda do Emprego ou a Dificuldade de Colocação no Mercado como Motivo que Mais Influenciou na Decisão de Abrir um Novo Negócio por Segmentos Por IDH

65 65 Abertura da Empresa Base: 1462 Principal Motivo que Influenciou na Decisão de Abrir um Novo Negócio – Espontâneo

66 66 Abertura da Empresa Base: Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor Percentual de Empreendedores que Citaram a Possibilidade de ter Mais Liberdade e Flexibilidade como Motivo Influenciador na Decisão de Abrir um Negócio Por Segmentos Principal Motivo que Influenciou na Decisão de Abrir um Novo Negócio – Espontâneo

67 67 Abertura da Empresa Já Fechou ou Desativou Alguma Empresa? Base: 1462 Média: 1,18 Empresas Fechadas Média de Empresas Fechadas

68 68 Abertura da Empresa Base: Percentual de Entrevistados que já Fecharam ou Desativaram Alguma Empresa por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor Já Fechou ou Desativou Alguma Empresa?

69 69 Abertura da Empresa Base: 7-107* Média de Empresas Fechadas por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor * Total de entrevistados que já fecharam ou desativaram alguma empresa. Já Fechou ou Desativou Alguma Empresa?

70 70 Abertura da Empresa Base: 201* * Total de entrevistados que já fecharam ou desativaram alguma empresa. Principais Motivos que Levaram ao Fechamento da Empresa Motivos clássicos para o fracasso dos negócios

71 71 Abertura da Empresa Resumo da Abertura da Empresa Maiores Destaques Regional Maringá (97%) Indústria (97%) Estimativa do Capital Necessário para Compra ou Início da Empresa (R$) Percentual de Empreendedores que Recorrerão a Empréstimo em Instituições Financeiras no Capital para Abertura da Empresa Percentual de Empreendedores que Pretendem Fundar a Empresa Sozinho Percentual de Empreendedores que Pretendem Fundar a Empresa Menores Destaques Percentual de Empreendedores que já Fecharam ou Desativaram Alguma Empresa Regional Cascavel (93%) Regional Cascavel (82%) Comércio (76%) Regional Curitiba (69%) Capital (64%) Indústria (72%) Regional Pato Branco (17,1 mil) Capital (19,2 mil) Agrobusiness (17,1 mil) Maringá (10,7 mil) Interior Cidades Maiores (9,2 mil) Comércio (11 mil) Regional Cascavel (38%) Interior Cidades Maiores (39%) Indústria (42%) Regional Londrina (32%) RM de Curitiba (29%) Comércio (31%) Regional Pato Branco (18%) Capital (16%) Comércio (15%) Regional Maringá (10%) RM de Curitiba (8%) Indústria (10%)

72 IX – Apoio Institucional aos Empreendedores Recebimento de Apoio Institucional, Conhecimento do Sebrae, Tipo de Contato Realizado e Motivos para Não Procurar o Sebrae

73 73 Apoio aos Empreendedores Base: 1462 Principais Instituições que Procurou Apoio ou Orientações – Estimulado Procurou Alguma Instituição para Receber Apoio ou Orientação? Instituições Pelas Quais Procurou para Receber Apoio ou Orientação Base: 1462* *Manteve-se o percentual sobre o total da base para apontar a penetração do Sebrae na procura por orientação.

74 74 Apoio aos Empreendedores Principais Instituições que Procurou Apoio ou Orientações – Estimulado Base: Percentual de Empreendedores Procuraram Alguma Instituição para Receber Apoio ou Orientação Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

75 75 Apoio aos Empreendedores Principais Instituições que Procurou Apoio ou Orientações – Estimulado Base: Percentual de Empreendedores que Procuraram o Sebrae para Receber Apoio ou Orientação Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

76 76 Apoio aos Empreendedores Tipo de Apoio ou Orientação que Recebeu do Sebrae Base: 169* * Total de entrevistados que receberam apoio ou orientação do Sebrae.

77 77 Apoio aos Empreendedores Tipo de Apoio ou Orientação que Recebeu do SENAC Base: 88* * Total de entrevistados que receberam apoio ou orientação do SENAC.

78 78 Apoio aos Empreendedores Tipo de Apoio ou Orientação que Recebeu do SENAI Base: 70* * Total de entrevistados que receberam apoio ou orientação do SENAI.

79 79 Apoio aos Empreendedores Base: 1462 Principais Instituições que Pretende Procurar Apoio ou Orientações – Estimulado Pretende Procurar Alguma Instituição para Receber Apoio ou Orientação? Instituições Pelas Quais Pretende Procurar para Receber Apoio ou Orientação Base: 1462* 72% (623 entrevistados) não haviam procurado nenhuma Instituição 28% (247 entrevistados) já haviam procurado e pretendem procurar novamente Base: 870 *Manteve-se o percentual sobre o total da base para apontar a penetração do Sebrae na procura por orientação.

80 80 Apoio aos Empreendedores Principais Instituições que Pretende Procurar Apoio ou Orientações – Estimulado Base: Percentual de Empreendedores que Pretendem Procurar Alguma Instituição para Receber Apoio ou Orientação Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

81 81 Apoio aos Empreendedores Principais Instituições que Pretende Procurar Apoio ou Orientações – Estimulado Base: Percentual de Empreendedores que Pretendem Procurar o Sebrae para Receber Apoio ou Orientação Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

82 82 Apoio aos Empreendedores Tipos de Apoio ou Orientação que Espera Receber do Sebrae Base: 713* * Total de entrevistados que pretendem procurar o Sebrae para receber apoio ou orientação.

83 83 Apoio aos Empreendedores Base: Percentual de Empreendedores que Pretendem Receber Empréstimo ou Financiamento do Sebrae Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor Tipos de Apoio ou Orientação que Espera Receber do Sebrae

84 84 Apoio aos Empreendedores Tipos de Apoio ou Orientação que Espera Receber do SENAC Base: 217* * Total de entrevistados que pretendem procurar o SENAC para receber apoio ou orientação.

85 85 Apoio aos Empreendedores Tipos de Apoio ou Orientação que Espera Receber do SENAI Base: 204* * Total de entrevistados que pretendem procurar o SENAI para receber apoio ou orientação.

86 86 Conhecimento do Sebrae – Estimulado Apoio aos Empreendedores Base: % dos entrevistados conhecem o Sebrae

87 87 Conhecimento do Sebrae – Estimulado Apoio aos Empreendedores Percentual de Empreendedores que Já Tiveram Algum Contato Com o Sebrae Por Segmentos Base: Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

88 88 Apoio aos Empreendedores Base: 1375* * Total de entrevistados que conhecem o Sebrae mesmo que só de ouvir falar. Imagem que o Entrevistado Possui do Sebrae

89 89 Apoio aos Empreendedores Percentual de Empreendedores que Conhecem o Sebrae por Oferecer Cursos e Treinamentos Profissionalizantes Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor Imagem que o Entrevistado Possui do Sebrae Base:

90 90 Apoio aos Empreendedores Percentual de Empreendedores que Conhecem o Sebrae por Prestarem Ajuda Financeira às Empresas Através de Empréstimos para Aplicação na Mesma Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor Imagem que o Entrevistado Possui do Sebrae Base:

91 91 Apoio aos Empreendedores Percentual de Empreendedores que Conhecem o Sebrae Apenas de Ouvir Falar Por Segmentos Base: Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor Imagem que o Entrevistado Possui do Sebrae

92 92 Apoio aos Empreendedores Base: 218* Tipo de Contato Realizado com o Sebrae * Total de entrevistados que tiveram algum contato com o Sebrae. Entrou em contato para pedir informações 50%

93 93 Tipo de Contato Realizado com o Sebrae Apoio aos Empreendedores Percentual de Empreendedores que Tiveram Contato com Sebrae Através da Participação em Treinamentos e Palestras Por Segmentos Base: Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

94 94 Apoio aos Empreendedores Base: 218* Principais Benefícios Obtidos Após Contato com o Sebrae – Estimulado * Total de entrevistados que tiveram algum contato com o Sebrae Foram apresentadas aos entrevistados alternativas de benefícios dos quais eles respondiam se tinham adquirido ou não após o contato com o Sebrae. Aqueles que responderam não para todos os benefícios tiveram sua resposta classificada como Não obteve nenhum benefício

95 95 Apoio aos Empreendedores Base: 1157* Principais Motivos por Não ter Procurado pelo Sebrae * Total de entrevistados que conhecem o Sebrae mas não tiveram nenhum contato com a Instituição.

96 96 Apoio aos Empreendedores Base: Percentual de Empreendedores que Citaram Não ter Procurado o Sebrae por Nunca Ter Sentido Necessidade de Apoio Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor Principais Motivos por Não ter Procurado pelo Sebrae

97 97 Apoio aos Empreendedores Principais Benefícios ou Serviços que o Fariam Procurar o Sebrae Base: 1157* Existe Algum Benefício ou Serviço que o Faria Procurar pelo Sebrae? Base: 966** Quais Benefício ou Serviço que o Faria Procurar pelo Sebrae? * Total de entrevistados que conhecem o Sebrae mas não tiveram nenhum contato com a Instituição ** Total de entrevistados que citaram pelo um menos benefício ou serviço

98 98 Apoio aos Empreendedores Principais Benefícios ou Serviços que o Fariam Procurar o Sebrae Base: * Percentual de Empreendedores que Citaram Algum Benefício ou Serviço que o Faria Procurar pelo Sebrae Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor * Total de entrevistados que conhecem o Sebrae mas não tiveram nenhum contato com a Instituição

99 99 Apoio aos Empreendedores Principais Atividades Conhecidas e Desenvolvidas pelo Sebrae – Estimulado Para levantar o conhecimento das atividades desenvolvidas pelo Sebrae foi entregue ao entrevistado um cartão com 9 atividades que o Sebrae desenvolve. As atividades apresentadas são: Auxílio para abertura da empresa Cursos e treinamentos para administração da empresa Consultoria com preço mais barato Formação de grupos de trabalho de empresas do mesmo setor para promover cooperação e desenvolvimento conjunto Auxílio no desenvolvimento de projetos para captação de financiamentos Promoção de rodadas de negócio para aproximar empresas e gerar vendas entre elas Realização de esforços para a aprovação de políticas que favoreçam as pequenas e microempresas Desenvolvimento de conteúdos sobre empreendedorismo para o ensino médio e fundamental Orientação aos empreendedores para e elaboração do plano de negócios Quando o entrevistado não conhecia nenhum atividade era classificado como: Não conhece nenhuma atividade desenvolvida pelo Sebrae.

100 100 Apoio aos Empreendedores Base: 1375* * Total de entrevistados que conhecem o Sebrae mesmo que só de ouvir falar. Conhecimento das Atividades Desenvolvidas pelo Sebrae – Estimulado

101 101 Apoio aos Empreendedores Conhecimento das Atividades Desenvolvidas pelo Sebrae – Estimulado

102 102 Apoio aos Empreendedores Conhecimento das Atividades Desenvolvidas pelo Sebrae – Estimulado

103 103 Apoio aos Empreendedores Conhecimento das Atividades Desenvolvidas pelo Sebrae – Estimulado

104 104 Apoio aos Empreendedores Para levantar o conhecimento das ferramentas utilizadas pelo Sebrae foi entregue ao entrevistado um cartão com 6 projetos ou atividades. As ferramentas apresentadas são: Programa Próprio Programa Empretec Publicações especializadas para as pequenas e microempresas Feiras de negócio Atendimento no balcão Projetos Geor O entrevistado deveria classificar cada ferramenta como: Participou ou teve acesso ao programa ou ferramenta Conhece informações sobre o programa ou ferramenta, mas não participou Conhece apenas de ouvir falar Não conhece Conhecimento dos Programas e Ferramentas do Sebrae

105 105 Apoio aos Empreendedores Programas e Ferramentas do Sebrae Base: 1375* * Total de entrevistados que conhecem o Sebrae mesmo que só de ouvir falar.

106 106 Apoio aos Empreendedores Resumo do Apoio aos Empreendedores Maiores Destaques Capital (28%) Indústria (28%) Percentual de Empresas que Citaram que Algum Benefício ou Serviço Fariam Aproximá-los do Sebrae Percentual de Empresários que Procuraram Alguma Instituição para Receber Apoio ou Orientação Menores Destaques RM de Curitiba (15%) Comércio (17%) Capital (22%) Escritório Londrina (20%) Indústria (19%) Interior Cidades Maiores (11%) Interior Cidades Menores (11%) Escritório Maringá (10%) Indústria (87%) Interior Cidades Maiores (87%) Escritório Cascavel (87%) Interior Cidades Menores (80%) Escritório Maringá (78%) Percentual de Empresas que Já Tiveram Algum Contato com o Sebrae

107 X – Necessidades e Demandas dos Empreendedores Dificuldades Que Poderão Encontrar na Condução da Empresa, Orientações e Conhecimentos que Ajudariam na Condução da Empresa

108 108 Principais Dificuldades que Poderá Encontrar na Condução do Futuro Negócio Necessidades e Demandas dos Empreendedores Base: 1462 Base: 1212* Acredita que Enfrentará Dificuldades na Condução e Administração do seu Futuro Negócio? Principais Dificuldades que Acredita que Encontrará na Condução do Futuro Negócio * Total de entrevistados que acreditam que encontrarão alguma dificuldade na condução e administração do seu futuro negócio

109 109 Principais Dificuldades que Poderá Encontrar na Condução do Futuro Negócio Necessidades e Demandas dos Empreendedores Base: Percentual de Empreendedores que Acredita que Passarão por Alguma Dificuldade na Condução e Administração do seu Futuro Negócio Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

110 110 Principais Dificuldades que Poderá Encontrar na Condução do Futuro Negócio Necessidades e Demandas dos Empreendedores Base: 1212* O que Ajudaria a Enfrentar Estas Dificuldades e Obter Mais Sucesso? * Total de entrevistados que acreditam que encontrarão alguma dificuldade na condução e administração do seu futuro negócio Principais Instituições Sebrae: 73% SENAI: 5% SENAC: 3% Governo municipal (Prefeitura): 2% Base: 128

111 111 Necessidades e Demandas dos Empreendedores Percentual de Empreendedores que Acreditam que Injeção de Capital Ajudaria a Enfrentar as Dificuldades por Segmentos Base: Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor Principais Dificuldades que Poderá Encontrar na Condução do Futuro Negócio

112 112 Necessidades e Demandas dos Empreendedores Base: 1462 Principais Orientações e Conhecimentos que Ajudariam no Processo de Abertura da Empresa

113 113 Necessidades e Demandas dos Empreendedores Percentual de Empreendedores que Acreditam que Orientações sobre Gestão Financeira e do Negócio Ajudariam no Início por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor Base: Principais Orientações e Conhecimentos que Ajudariam no Processo de Abertura da Empresa

114 114 Participação em Atividades, Cursos, Treinamentos com Outras Empresas Necessidades e Demandas dos Empreendedores Base: 1462 Estaria Disposto a Participar de Cursos e Treinamentos com Outras Empresas com o Objetivo de Melhorar a Atuação da sua Empresa?

115 115 Participação em Atividades, Cursos, Treinamentos com Outras Empresas Necessidades e Demandas dos Empreendedores Base: Percentual de Empreendedores Estariam Dispostos a Participar de Cursos e Treinamentos com Outras Empresas com o Objetivo de Melhorar a Atuação da sua Empresa Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor

116 116 Participação em Atividades, Cursos, Treinamentos com Outras Empresas Necessidades e Demandas dos Empreendedores Média: 4 horas Quantidade de Horas Disponíveis para Participar de Cursos e Treinamentos Base: 1240* * Total de entrevistados que estariam dispostos a participar de cursos e treinamentos com outras empresas. Dois entrevistados não informaram a quantidade de horas disponíveis para participar de cursos e treinamentos, o que representa 0,2% do total de respondentes.

117 117 Participação em Atividades, Cursos, Treinamentos com Outras Empresas Necessidades e Demandas dos Empreendedores Base: * Média de Horas Disponíveis para Participar de Cursos e Treinamentos Por Segmentos Por Escritório Regional Por Tipo de Cidade Por Setor * Total de entrevistados que estariam dispostos a participar de cursos e treinamentos com outras empresas.

118 118 Necessidades e Demandas dos Empreendedores Participação em Atividades, Cursos, Treinamentos com Outras Empresas Período Mais Adequado para Participar de Cursos e Treinamentos Base: 1240* * Total de entrevistados que estariam dispostos a participar de cursos e treinamentos com outras empresas. Dois entrevistados não informaram a quantidade de horas disponíveis para participar de cursos e treinamentos, o que representa 0,2% do total de respondentes.

119 119 Necessidades e Demandas dos Empreendedores Resumo das Necessidades e Demandas dos Empreendedores Maiores Destaques Escritório Curitiba (93%) RM de Curitiba (98%) Percentual de Empreendedores que Acreditam que Orientações sobre Gestão Financeira e do Negócio Ajudariam no Início por Segmentos Percentual de Empreendedores Estariam Dispostos a Participar de Cursos e Treinamentos com Outras Empresas Percentual de Empreendedores que Acreditam que Injeção de Capital Ajudaria a Enfrentar as Dificuldades Percentual de Empreendedores que Acredita que Passarão por Alguma Dificuldade na Condução e Administração do seu Futuro Negócio Menores Destaques Escritório Londrina (76%) Interior Cidades Menores (78%) Indústria (81%) Escritório Cascavel (44%) Cidades Pólo (41%) Indústria (39%) Escritório Curitiba (26%) Capital (21%) Comércio (35%) Escritório Maringá (64%) Cidades Pólo (63%) Comércio (59%) Serviço (58%) Escritório Curitiba (55%) Capital (50%) Escritório Curitiba (87%) Capital (90%) Indústria (91%) Escritório Maringá (81%) Interior Cidades Maiores (83%) Comércio (82%)

120 XI – Idéias Centrais do Estudo do Público-Alvo do Sebrae Quantos e Quem São os Componentes do Público-Alvo do Sebrae

121 121 Idéias Centrais do Estudo O estudo do Perfil do Público-Alvo é amplo, denso, e sua conclusão pode levar a simplificações inadequadas para o tamanho do estudo. É certo que o Sebrae pode usufruir das informações para traçar suas estratégias de atuação em cada escritório, cidades ou segmento empresarial. Abrindo o conceito do Público-Alvo do Sebrae, considerando pequenos negócios, informais, autônomos e profissionais liberais, nota-se que o volume de empresários e empreendedores é um contingente magnífico de pessoas, atingindo aproximadamente um quinto da população adulta do Paraná. 1,3 milhões é o número de pessoas que podem se encaixar dentro do público-alvo do Sebrae. Este número é quase três vezes o número de pequenas e microempresas registradas no Ministério do Trabalho no ano de 2006, a mais confiável das fontes para a verificação do volume de empresas formais. A informalidade é presente: para cada 13 empresas formais no mercado, há pelo menos mais 9 informais. 59% dos empresários possuem uma empresa formal ou algum registro para exercer a atividade.

122 122 Idéias Centrais do Estudo O Empresário e o Empreendedor são agentes solitários. O pensamento e a prática da associação estão distantes da sua realidade. Este comportamento permanece nos dias atuais. Uma sociedade é muito pouco considerada para a elevação do potencial da empresa. E quando é considerada, a injeção de capital é o benefício procurado. O empresário construiu sua posição em cima de seus esforços, sem contar com ajuda, financiamento, apoio ou orientações. Este ponto pode estar evoluindo à medida que 35% dos empreendedores consideram a utilização de financiamentos oficiais para a abertura do negócio. Esta pode ser uma mudança de comportamento em curso. Condutas e ComportamentosEmpreendedoresEmpresários Fundou ou fundará a empresa sozinho 75%72% Fundou ou fundará a empresa com sócios não parentes 5%4% Capital necessário para a abertura 13,2 mil21,7 mil Percentual que utilizou ou utilizará fontes oficiais para financiamento 35% 7%

123 123 Idéias Centrais do Estudo Condutas e ComportamentosEmpreendedoresEmpresários A abertura da empresa foi motivada pela liberdade 75%64% A abertura da empresa foi motivada por perda de emprego 34%28% Procurou instituições para obter ajuda 21%27% Procurou o Sebrae para obter orientações (espontâneo) 12%17% A sombra do desemprego, que é o empreendedorismo ruim, atinge cerca de um terço do público- alvo do Sebrae. Este fenômeno é maior entre os empreendedores do que entre os empresários, até porque estes últimos já passaram por uma espécie de seleção natural do mercado. Mas o principal motivo que leva a empreender é a possibilidade que a pessoa enxerga nesta atividade de obter mais liberdade, não estar preso a horários, não ter chefe. Por isto a necessidade dos projetos do Sebrae prepararem o empreendedor para as dificuldades que ele vai enfrentar, as jornadas de trabalho extensas e a difícil separação entre vida pessoal e profissional. O aparato institucional atinge um razoável número de empresários e empreendedores, e o Sebrae é a instituição mais procurada. Entretanto, esta penetração varia muito: de 21% nas cidades pólo, onde os escritórios regionais exercem grande influência, para 10% na Região Metropolitana de Curitiba. Embora estes números possam ser reflexo da estrutura de atendimento do Sebrae, é possível detectar áreas de maior potencial de crescimento a partir de uma maior capilaridade de atendimento.

124 124 Idéias Centrais do Estudo As atividades e ferramentas do Sebrae ainda são pouco conhecidas. O conhecimento da instituição é grande, sua imagem é positiva, mas aparentemente o público ainda não sabe exatamente como o Sebrae pode ajudar e que ferramentas ele dispõe para isto. A imagem da instituição ainda está fortemente voltada para os cursos e treinamentos empresariais, mas os dados mostram que esta realidade pode estar mudando, com a penetração já significativa dos projetos GEOR entre aqueles que já tiveram algum contato com o Sebrae, atingindo 15% em Pato Branco e 14% na Região Metropolitana. E uma relação virtuosa é que quando há maior participação de empresas em projetos GEOR, há uma tendência de verificar benefícios mais concretos após o contato com o Sebrae, apontando ser esta a estratégia mais efetiva para o auxílio do público-alvo. Mas isto precisa ser comunicado. Segmentos Participaram de Grupos de Trabalho Verificaram Aumento de Vendas Tiveram Acesso à Tecnologia Pato Branco 15%21%15% Região Metropolitana 14%18% 9% Maringá 3%9%5% Capital 5%11%8%

125 125 Idéias Centrais do Estudo Por fim, uma ferramenta que o Sebrae pode utilizar para atrair mais empresários e empreendedores é orientar sobre formas de acesso ao crédito: 37% dos empresários que poderiam procurar o Sebrae afirmam que este é o principal motivo que os levariam a fazer contato com a instituição. Entre os empreendedores que poderiam procurar pelo Sebrae, 28% deles o fariam para obter informações sobre acesso a recursos. Desta forma, embora não seja o negócio principal do Sebrae, um trabalho de orientação para captação de recursos ou mesmo a aproximação de fontes de financiamento dos grupos de trabalho GEOR incrementaria o interesse e a procura pelos seus serviços. Embora suas ferramentas ainda sejam pouco conhecidas e qualquer esforço para deixá-las mais claras acabe por refletir em maior procura, aparentemente há uma aceitação maior das ferramentas de acesso ao crédito e desenvolver tais recursos vai aproximar mais o Sebrae das necessidades do seu Público-Alvo.

126 XII – Anexos Tabelas Detalhadas

127 127 Anexos Durante o relatório são confeccionadas varias tabelas que contêm muitos detalhes. Estas tabelas não favorecem uma percepção geral dos fenômenos analisados, porém são úteis para quem vai avaliar minuciosamente o comportamento de um segmento. Neste sentindo no relatório, estas tabelas são substituídas por gráficos e esquemas, e as tabelas foram então deslocadas para este anexo.

128 128 História da Empresa e Trajetória do Empresário Atividade Desenvolvida Antes de Começar a Atuar como Empresário – Por Escritório Regional

129 129 História da Empresa e Trajetória do Empresário Atividade Desenvolvida Antes de Começar a Atuar como Empresário – Por Tipo de Cidade

130 130 História da Empresa e Trajetória do Empresário Atividade Desenvolvida Antes de Começar a Atuar como Empresário – Por Setor

131 131 História da Empresa e Trajetória do Empresário Motivos que Levaram a se Tornar Empresário – Estimulado – Por Escritório Regional

132 132 História da Empresa e Trajetória do Empresário Motivos que Levaram a se Tornar Empresário – Estimulado – Por Tipo de Cidade tabela

133 133 História da Empresa e Trajetória do Empresário Motivos que Levaram a se Tornar Empresário – Estimulado – Por Setor tabela

134 134 Tipo de Apoio ou Orientação que Recebeu do SEBRAE Apoio aos Empresários

135 135 Conhecimento do Sebrae – Estimulado Apoio aos Empresários

136 136 Conhecimento do Sebrae – Estimulado Apoio aos Empresários

137 137 Conhecimento do Sebrae – Estimulado Apoio aos Empresários

138 138 Imagem do Sebrae Apoio aos Empresários

139 139 Imagem do Sebrae Apoio aos Empresários

140 140 Imagem do Sebrae Apoio aos Empresários

141 141 Tipo de Contato Realizado com o Sebrae Apoio aos Empresários

142 142 Tipo de Contato Realizado com o Sebrae Apoio aos Empresários

143 143 Tipo de Contato Realizado com o Sebrae Apoio aos Empresários

144 144 Principais Dificuldades Enfrentadas Atualmente na Condução da Empresa Necessidades dos Empresários

145 145 Principais Dificuldades Enfrentadas Atualmente na Condução da Empresa Necessidades dos Empresários

146 146 Principais Dificuldades Enfrentadas Atualmente na Condução da Empresa Necessidades dos Empresários

147 147 Necessidades dos Empresários Principais Dificuldades Enfrentadas Atualmente na Condução da Empresa O que Ajudaria a Enfrentar as Dificuldades e Obter Mais Sucesso?

148 148 Necessidades dos Empresários Principais Dificuldades Enfrentadas Atualmente na Condução da Empresa O que Ajudaria a Enfrentar as Dificuldades e Obter Mais Sucesso?

149 149 Necessidades dos Empresários Principais Dificuldades Enfrentadas Atualmente na Condução da Empresa O que Ajudaria a Enfrentar as Dificuldades e Obter Mais Sucesso?

150 150 Necessidades dos Empresários Período de Dificuldade Enfrentado pelos Empresários O que Evitou o Fechamento da Empresa?

151 151 Necessidades dos Empresários Período de Dificuldade Enfrentado pelos Empresários O que Evitou o Fechamento da Empresa?

152 152 Necessidades dos Empresários Período de Dificuldade Enfrentado pelos Empresários O que Evitou o Fechamento da Empresa?

153 153 Principais Orientações e Conhecimentos que Ajudariam no Início da Vida como Empresário Necessidades dos Empresários

154 154 Principais Orientações e Conhecimentos que Ajudariam no Início da Vida como Empresário Necessidades dos Empresários

155 155 Principais Orientações e Conhecimentos que Ajudariam no Início da Vida como Empresário Necessidades dos Empresários

156 156 Principais Orientações e Conhecimentos que Favoreceriam a Atividade da Empresa no Presente Necessidades dos Empresários

157 157 Principais Orientações e Conhecimentos que Favoreceriam a Atividade da Empresa Necessidades dos Empresários

158 158 Principais Orientações e Conhecimentos que Favoreceriam a Atividade da Empresa Necessidades dos Empresários

159 159 Principais Carências a Serem Desenvolvidas para o Aumento do Desempenho Empresarial Necessidades dos Empresários

160 160 Principais Carências a Serem Desenvolvidas para o Aumento do Desempenho Empresarial Necessidades dos Empresários

161 161 Principais Carências a Serem Desenvolvidas para o Aumento do Desempenho Empresarial Necessidades dos Empresários

162 162 Tipo de Contato Realizado com o Sebrae Apoio aos Empresários

163 163 Tipo de Contato Realizado com o Sebrae Apoio aos Empresários

164 164 Tipo de Contato Realizado com o Sebrae Apoio aos Empresários

165 165 Principais Benefícios Obtidos Após Contato com o Sebrae Apoio aos Empresários

166 166 Principais Benefícios Obtidos Após Contato com o Sebrae Apoio aos Empresários

167 167 Principais Benefícios Obtidos Após Contato com o Sebrae Apoio aos Empresários

168 168 Apoio aos Empresários Principais Motivos por Não ter Procurado pelo Sebrae – Por Localidade

169 169 Apoio aos Empresários Principais Motivos por Não ter Procurado pelo Sebrae – Por Localidade

170 170 Apoio aos Empresários Principais Motivos por Não ter Procurado pelo Sebrae – Por Localidade

171 171 Apoio aos Empreendedores Principais Benefícios ou Serviços que o Fariam Procurar o Sebrae

172 172 Apoio aos Empreendedores Principais Benefícios ou Serviços que o Fariam Procurar o Sebrae

173 173 Apoio aos Empreendedores Principais Benefícios ou Serviços que o Fariam Procurar o Sebrae

174 174 Perfil dos Empreendedores Ocupação Atual dos Empreendedores – Por Segmentos

175 175 Perfil dos Empreendedores Ocupação Atual dos Empreendedores – Por Segmentos

176 176 Perfil dos Empreendedores Ocupação Atual dos Empreendedores – Por Segmentos

177 177 Características do Empreendimento Pretensão de Início das Atividades Quando Pretende Iniciar as Atividades? – Por Segmentos

178 178 Características do Empreendimento Pretensão de Início das Atividades Quando Pretende Iniciar as Atividades? – Por Segmentos

179 179 Características do Empreendimento Quando Pretende Iniciar as Atividades? – Por Segmentos Pretensão de Início das Atividades

180 180 Características do Empreendimento Pretensão de Parcerias com Outras Empresas Principais Tipos de Parceria que Pretende Fazer – Por Segmentos

181 181 Características do Empreendimento Principais Tipos de Parceria que Pretende Fazer – Por Segmentos Pretensão de Parcerias com Outras Empresas

182 182 Características do Empreendimento Principais Tipos de Parceria que Pretende Fazer – Por Segmentos Pretensão de Parcerias com Outras Empresas

183 183 Características do Empreendimento Equipamentos que Pretende Adquirir Rapidamente para a Futura Empresa – Por Segmentos

184 184 Características do Empreendimento Equipamentos que Pretende Adquirir Rapidamente para a Futura Empresa – Por Segmentos

185 185 Características do Empreendimento Equipamentos que Pretende Adquirir Rapidamente para a Futura Empresa – Por Segmentos

186 186 Abertura da Empresa Intenções na Busca de Sócios

187 187 Abertura da Empresa Intenções na Busca de Sócios

188 188 Abertura da Empresa Intenções na Busca de Sócios

189 189 Abertura da Empresa Origem do Capital para Compra ou Abertura da Empresa

190 190 Abertura da Empresa Origem do Capital para Compra ou Abertura da Empresa

191 191 Abertura da Empresa Origem do Capital para Compra ou Abertura da Empresa

192 192 Abertura da Empresa Instituições Financeiras de Onde Pretende Obter o Empréstimo de Capital

193 193 Abertura da Empresa Instituições Financeiras de Onde Pretende Obter o Empréstimo de Capital

194 194 Abertura da Empresa Instituições Financeiras de Onde Pretende Obter o Empréstimo de Capital

195 195 Abertura da Empresa Motivos que Influenciaram na Decisão de Abrir um Novo Negócio – Estimulada

196 196 Abertura da Empresa Motivos que Influenciaram na Decisão de Abrir um Novo Negócio – Estimulada

197 197 Abertura da Empresa Motivos que Influenciaram na Decisão de Abrir um Novo Negócio – Estimulada

198 198 Abertura da Empresa Principal Motivo que Influenciou na Decisão de Abrir um Novo Negócio – Espontâneo

199 199 Abertura da Empresa Principal Motivo que Influenciou na Decisão de Abrir um Novo Negócio – Espontâneo

200 200 Abertura da Empresa Principal Motivo que Influenciou na Decisão de Abrir um Novo Negócio – Espontâneo

201 201 Apoio aos Empreendedores Tipos de Apoio ou Orientação que Espera Receber do Sebrae

202 202 Apoio aos Empreendedores Tipos de Apoio ou Orientação que Espera Receber do Sebrae

203 203 Apoio aos Empreendedores Tipos de Apoio ou Orientação que Espera Receber do Sebrae

204 204 Conhecimento do Sebrae Apoio aos Empreendedores

205 205 Conhecimento do Sebrae Apoio aos Empreendedores

206 206 Conhecimento do Sebrae Apoio aos Empreendedores

207 207 Apoio aos Empreendedores Imagem que o Entrevistado Possui do Sebrae

208 208 Apoio aos Empreendedores Imagem que o Entrevistado Possui do Sebrae

209 209 Apoio aos Empreendedores Imagem que o Entrevistado Possui do Sebrae

210 210 Apoio aos Empreendedores Tipo de Contato Realizado com o Sebrae

211 211 Apoio aos Empreendedores Tipo de Contato Realizado com o Sebrae

212 212 Apoio aos Empreendedores Tipo de Contato Realizado com o Sebrae

213 213 Apoio aos Empreendedores Principais Benefícios Obtidos Após Contato com o Sebrae – Estimulado

214 214 Apoio aos Empreendedores Principais Benefícios Obtidos Após Contato com o Sebrae – Estimulado

215 215 Apoio aos Empreendedores Principais Benefícios Obtidos Após Contato com o Sebrae – Estimulado

216 216 Apoio aos Empreendedores Principais Motivos por Não ter Procurado pelo Sebrae

217 217 Apoio aos Empreendedores Principais Motivos por Não ter Procurado pelo Sebrae

218 218 Apoio aos Empreendedores Principais Motivos por Não ter Procurado pelo Sebrae

219 219 Apoio aos Empreendedores Principais Benefícios ou Serviços que o Fariam Procurar o Sebrae

220 220 Apoio aos Empreendedores Principais Benefícios ou Serviços que o Fariam Procurar o Sebrae

221 221 Apoio aos Empreendedores Principais Benefícios ou Serviços que o Fariam Procurar o Sebrae

222 222 Apoio aos Empreendedores Principais Benefícios ou Serviços que o Fariam Procurar o Sebrae

223 223 Principais Dificuldades que Poderá Encontrar na Condução do Futuro Negócio Necessidades e Demandas dos Empreendedores

224 224 Principais Dificuldades que Poderá Encontrar na Condução do Futuro Negócio Necessidades e Demandas dos Empreendedores

225 225 Principais Dificuldades que Poderá Encontrar na Condução do Futuro Negócio Necessidades e Demandas dos Empreendedores

226 226 Principais Dificuldades que Poderá Encontrar na Condução do Futuro Negócio Necessidades e Demandas dos Empreendedores

227 227 Principais Dificuldades que Poderá Encontrar na Condução do Futuro Negócio Necessidades e Demandas dos Empreendedores

228 228 Principais Dificuldades que Poderá Encontrar na Condução do Futuro Negócio Necessidades e Demandas dos Empreendedores

229 229 Necessidades e Demandas dos Empreendedores Principais Orientações e Conhecimentos que Ajudariam no Processo de Abertura da Empresa

230 230 Necessidades e Demandas dos Empreendedores Principais Orientações e Conhecimentos que Ajudariam no Processo de Abertura da Empresa

231 231 Necessidades e Demandas dos Empreendedores Principais Orientações e Conhecimentos que Ajudariam no Processo de Abertura da Empresa


Carregar ppt "Perfil do Público-Alvo no Paraná Elaborado para: Sebrae Por: Diferencial Pesquisa de Mercado Março de 2008 Parte II Informações dos Empreendedores."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google