A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 LABORATÓRIO DE FENÔMENOS DE SUPERFÍCIE LFS Universidade de São Paulo Escola Politécnica Departamento de Engenharia Mecânica A história história contada.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 LABORATÓRIO DE FENÔMENOS DE SUPERFÍCIE LFS Universidade de São Paulo Escola Politécnica Departamento de Engenharia Mecânica A história história contada."— Transcrição da apresentação:

1 1 LABORATÓRIO DE FENÔMENOS DE SUPERFÍCIE LFS Universidade de São Paulo Escola Politécnica Departamento de Engenharia Mecânica A história história contada por: Deniol TANAKA

2 IC (04/2005) - 2/48 Objetivo do LFS Estudar fenômenos resultantes da interação entre superfícies com o meio e o seu controle, atuando nos materiais, projeto e processo através dos através dos ensinos de graduação, pós-graduação e extensão, com pesquisas científicas e tecnológicas.

3 IC (04/2005) - 3/48 Atuação Vinculação do ensino com a pesquisa valorizando a vocação para a prática da ENGENHARIA com curiosidade CIENTÍFICA. vEnsinos de graduação, pós-graduação e extensão vEstágio supervisionado vIniciação científica vTrabalhos de formatura vPesquisas acadêmicas e tecnológicas vConsultoria e assessoria vDisseminação dos conhecimentos

4 IC (04/2005) - 4/48 Onde fica ? Atrás da SERRA no Departamento de Engenharia Mecânica Escola Politécnica Universidade de São Paulo

5 IC (04/2005) - 5/48 Porque Fenômenos de Superfície ? Tanaka – estudava corrosão e análise de falha Amilton – estudava desgaste e fundição

6 IC (04/2005) - 6/48 Quais eram os anseios em 1994 ? Integrar ensino, pesquisa e extensão através de pesquisa e orientação a níveis de graduação, pós-graduação e de extensão. Desenvolver atividades de assessoria e consultoria buscando forte interação com a cominudade industrial visando o sinergismo ensino-pesquisa-prática. Ser líder e reconhecido na sua área de atuação.

7 IC (04/2005) - 7/48 E a sua missão explicitada em 1997 … Tornar-se núcleo de excelência na área de sua competência.

8 IC (04/2005) - 8/48 Como começamos ? Projeto Temático FAPESP 94/ Interação dos Fenômenos Superficiais e Sub-superficiais Associados ao Desgaste e Corrosão ( ) Prof. Dr. Amilton Sinatora - PMC Prof. Dr. Deniol K. Tanaka - PMC Prof. Dr. Stephan Wolynec - PMT

9 IC (04/2005) - 9/48 E com … Projeto FINEPTec - PNV Previsão de Vida Útil de Cabos Umbilicais e Tubos Flexíveis para Operação Offshore ( ) Prof. Dr. José Augusto Aranha – PNV (coordenador) Prof. Dr. Amilton Sinatora – PMC Prof. Dr. Celso P. Pece – PMC Prof. Dr. Clovis A. Martins – PMC Prof. Dr. Deniol K. Tanaka - PMC

10 IC (04/2005) - 10/48 Ah... teve também PITE e PIPE ! vFAPESPTec – PITE (Villares) uOtimização de processos de fabricação e desenvolvimento de materiais visando melhoria da resistência ao desgaste de cilindros de laminação vFAPESP Micro empresa – PIPE (Logos) uDesenvolvimento e avaliação de pseudo-quelantes no branqueamento de pasta de celulose por H 2 O 2 e na inibição de corrosão dos equipamentos

11 IC (04/2005) - 11/48 Chegamos em 1995 … NASCE O LFS ! Saudável, forte e robusto !!! … com sonhos, anseios e objetivos …

12 IC (04/2005) - 12/48 Quem éramos ? Amilton Sinatora - PMC André Paulo Tschiptschin - PMT Deniol Katsuki Tanaka - PMC Gilmar Ferreira Batalha - PMC Urbano Ordoñez Hernandez - Pesquisador Visitante E a Silene? Só em 1997 e o Sidney em 2000.

13 IC (04/2005) - 13/48 E os escravos ? Alunos de mestrado Eng. Carlos Henrique da Silva CNPq Eng. Carlos Monezi – CAPES Eng. Giuseppe Pintaúde – CAPES Eng. Luiz Henrique Dias Alves – CRUZAÇO Eng. Marcia Marie Maru – CAPES Eng. Márcio Gustavo V. Cuppari – CAPES Eng. Miguel J. Sandoval Rodriguez s/bolsa Alunos de iniciação científica Henrique R. N. Martins Kleber de Araújo Murilo di Cicco Ricardo Nishimoto Rubem Ribeiro Neto Estagiário Luciano Ferreira

14 IC (04/2005) - 14/48...em 1997 juntaram... Mestrando Eng. Adriana Saldanha – 1997 – s/bolsa Eng. Maria Cristina Moré Faria – FAPESP Eng. Relbis Valera – FAPESP … formados os primeiros mestres no LFS... M.E. Carlos Henrique da Silva - FAPESP M.E. Giuseppe Pintaude - FAPESP M.E. Márcio Gustavo di Vernieri Cuppari - FAPESP M.E. Marcia Marie Maru - FAPESP

15 IC (04/2005) - 15/48...e em Mas... com a divisão do PMC para PME e PMR Prof. Dr. Gilmar F. Batalha optou pelo PMR e nos deixou... Vieram Prof. Dr. Linilson Padovese - PME Dr. Mario Boccalini – IPT... e foram promovidos a doutorandos.... Eng. M.E. Carlos Henrique da Silva - FAPESP Eng. M.E. Giuseppe Pintaude - FAPESP Eng. M.E. Márcio Gustavo di Vernieri Cuppari - FAPESP Eng. M.E. Marcia Marie Maru - FAPESP Em compensação... vieram... Felipe Gustavo Bernardes Márcio Matos dos Santos e Silene Marques Carneiro... e os primeiros doutorandos... Eng. M.E. Paulo Ferrari – Embraer Eng. M.E. João Telésforo Nóbrega de Medeiros – UFRN Eng. M.E. Adelci Menezes - Bolsista CAPES

16 IC (04/2005) - 16/48...e muitos passaram pelo LFS... Doutorandos ME Andreia Ranzan MFis Efraín Pantaleon Matamoros Pós-doutorandos Dr. Roberto Martins Dr. André Parada Expósito - Cuba Dr. Jose Anglada - Cuba Dr. Julio Capo - Cuba Dr. Carlos R. Figueiros H.– Cuba Mestrandos André Guimarães Marcelo Guimarães Argemiro Costa (Pirelli) Eduardo Pinheiro (Pirelli) Luis F. Rocha (Suzano Papel e Celulose) Sidnei Pereira (Fei) Luis Mari (Pirelli) Ricardo Murillo Dias (Pirelli) Marcello Attílio (Shell) Djalma Souza (FEI) Jarbas Gomes (Fatec) Antonio Miranda (Fatec) Rodrigo Citta Professores visitantes Prof. Dr. Yasuhiro Matsubara – Kurume N. C. - Japão Dr. Ing. Frank Wischnowsky - U. RHUR - Alemanha

17 IC (04/2005) - 17/48...e HOJE (04/2005) Doutorandos (5) Aloisio Schuitek Daniel Hioki Julio Cesar K. das Neves Ossimar Maranho Vanderlei Ferreira Pós-doutorandos (2) Gustavo Cueva Maria Cristina Moré Farias Mestrandos (9) Diego Buteler Felipe Bernardes Fernando Aleixo John F. Alvarez Rosario Leonardo Villabón Ramos Marcio Matos Marjorie Benegra Ricardo Murilo Dias Ronaldo Câmara Cozza Técnicos (4) Raquel Camponucci Prioete Leandro Justino de Paula Jovanio Santos de Oliveira Francisco dos Reis Faustino Iniciação científica (21) Alexandre Martins Conrado Christoph Rossger Cristiano Fernandes David E. Kommers Barrientos Débora Maria Mitter Marques Eleir Mundim Bortoleto Favio Fabozzi Felipe Carneiro da Silva Flavio Namura Macari Guilherme K. Weisheimer Gustavo Blazek Gustavo Silveira Böhme Marcos Celso G. Al. Simões Newton Kiyoshi Fukumasu Paula Luci Pelegrino Paulo Roberto P. Pinto Filho Pedro Utida C. Neves Priscila Wen Uy Liao Rodrigo Teixeira Marcolino Rubens Kazuto Tsukamoto Sergio Katsumi Beppu Engenheiros (3) Leonardo Villabón Ramos Marco Aurélio Mendes Marcos Ara Se esqueci alguém, a culpa é da Silene ! Docentes (6) AMILTON Sinatora ANDRÉ P. Tschiptschin Deniol K. TANAKA IZABEL F. Machado MÁRIO Bocallini Jr. ROBERTO M. de Souza

18 IC (04/2005) - 18/48 E equipamentos ? Britador de mandíbulas Máquinas para estudo de desgaste abrasivo Moinho de bolas

19 IC (04/2005) - 19/48... Com o TEMÁTICO vieram... Caracterização de Materiais umicroscópios ópticos vmetalografia quantitativa vsistema de aquisição de imagens uNanodurômetro vdureza dinâmica, vmódulo de elasticidade vTenacidade à fratura K IC

20 IC (04/2005) - 20/48 Máquina tipo pino sobre disco de baixa carga Máquina tipo pino sobre disco de baixa carga com indexação (carga máx. 22 N, rotação máx. 400 rpm) Atrito e desgaste por deslizamento

21 IC (04/2005) - 21/48 Máquina tipo pino sobre disco de alta carga (com movimento rotativo) (com movimento alternado) Atrito e desgaste por deslizamento (carga máx N, rotação máx rpm)

22 IC (04/2005) - 22/48 Máquina disco-contra-disco Fadiga de contato e térmica Dispositivo para ciclagem térmica

23 IC (04/2005) - 23/48 Cavitação

24 IC (04/2005) - 24/48 Corrosão

25 IC (04/2005) - 25/48... Também construimos máquinas... Fadiga contato Micro abrasão Erosão Pneu-asfalto Roda borracha

26 IC (04/2005) - 26/48 E a produção científica ? E daí ??? Alguém leu estes trabalhos ???

27 IC (04/2005) - 27/48 SIM !!! Fomos citados Citações internacionais recebidas Ano Trabalhos publicados por Trabalhos publicados por Amilton,Amilton, Tanaka eTanaka e Roberto.Roberto.

28 IC (04/2005) - 28/48... produzimos trabalhos de PONTA... Citado na NATURE … G. G. Long, D. A. Fisher, J. Kruger, D. R. Black, D. K. Tanaka, G. A. Danko. Surface-extended X-Ray-Absorption Fine-Structure Experiments at Atmospheric-pressure by Means of a Photocathode Proportional Counter with Monolayer Sensitivity. Physical Review B. 39 (1989) Citado por: S. G. D. Moggridge, T. Rayment, R. M. Ormerod, et al. Spectroscopic Observation of a Catalyst Surface in a Reactive Atmosphere at High-Pressure. Nature 358. (1992)

29 IC (04/2005) - 29/48... produzimos trabalhos CLÁSSICOS... Tem gerado trabalhos clássicos (vida longa): u Em 2003 teve 1 citação de um trabalho de 1982 ( 21 anos após publicação ) v D. K. Tanaka - Coordenador. Corrosão e Proteção Contra Corrosão de Metais. São Paulo, IPT, Publicação p Citado por: S. M. Traldi, J. L. Rossi e I. Costa. Rev. Metalurgia Supplem. S (2003) u Em 2003 teve 2 citações de trabalhos de 1983 ( 20 anos após publicação ) v D. K. Tanaka & S. Wolynec. Corrosão de metais pelos álcoois: Revisão bibliográfica. In: Simpósio Nacional de Corrosão na Produção e Utilização de Álcool, 3. Rio de Janeiro, 7-9 dez Anais. Rio de Janeiro, ABRACO, p Citado por: F. R. Wojcicki, N. E. M. Negrisoli e C. V. Franco. Rev. Metalurgia Supplem. S (2003) v G. G. Long, D. R. Black, A. Feldman, E. N. Farabaugh, R. D. Spal, D. K. Tanaka. Z. Zhang. Structure of Vapor-deposited Ytria and Zirconia Thin-films. Thin Solid Films. 217 (1992) 1-2 [FI 1,443] Citado por: M. G. M. Choudhury, J. S. Kao, G. R. Lai et al. Indian J. Pure Ap. Phy. 41 (2003) u Em 2003 teve 1 citação de um trabalho de 1992 (11 anos após publicação) v A. Sinatora E. Albertin, M. Poohl. Some Observation UponSilicon Effect on Solidification of White Cast Iron. Proceedings. World Foudr C Pek. (1994) Citado por: E. Zumelzu, O. Opitz, C. Cabezas, et al. J. Sci. & Ind. Research. 62 (2003)

30 IC (04/2005) - 30/48... e também CONTEMPORÂNEOS... No mesmo ano de publicação (2001) u Deniol K. Tanaka, Amilton Sinatora, Andre P. Tschiptschin, Giuseppe Pintaude, Simone O. Custodio. Influence of Granite Particle Size on Corrosion-Wear Synergism of White Cast Iron Mill Balls. PROCEEDINGS of 14 th International Corrosion Congress 26-/09-1/ Cape Town, Africa do Sul. Citado por: G. Pintaude, A.P. Taschiptschin, D. K. Tanaka & A. Sinatora. Wear 250 (2001) 66 –70 u R. M. de Souza, G. G. W. Mustoe, J. J. Moore. Finite Elementy Modeling of the Stress, Fracture and Delamination During the Indentation of Hard Elastic Films on Elastic-plastic Soft Substrate. Thin Solid Films 392 (2001) Citado por: R. M. Souza, A. Sinatora, G. G. W. Mustoe, et al. Wear. 250 (2001) u A. Sinatora H. Goldenstein, P. R. Mei, E. Albertin, R. Fuoco, C. L. Mariotto. Effects of Carbon, Chromium and Molybdenum Contents on Solicification and Microstructure of 15 or 20% Cr White Cast Iron. 55 Int Foudr C Mosc. Volune (1988) 4-10 Citado por: J. A. S. Tenorio, E. Albertin, D. C. R. Espinosa. Int. J. of Cast Met. Res. 13 (2000)

31 IC (04/2005) - 31/48... CONTEMPORÂNEOS... (cont.) Um ano após publicação (2002 de 2001) u M. S. Guimaraes, A. Sinatora M. I. Alayo, I. Pereira, M. N. P. Carreno. Mechanical and Thermophysical Properties of PECVD Oxynitride Films Meassured by MEMS. Thin Solid Films. 398 (2001) Citado por: M. N. P. Carreno, M. I. Alayo, I. Pereira, et al. Sensor Actual A- Phys. 100 (2002) uG. Pintaude, D. K. Tanaka, A. Sinatora. Effects of Indentation Size and Microhardness Calculation on Abrasive Wear Severity. Scripta Materialia. 44 (2001) Citado por: J. K. Emmanouil, P. Kavouras, T. Kehagias. J. Dentistry. 30 (2002) u R. M. Souza, A. Sinatora, G. G. W. Mustoe e J. J. Moore. Numerical and Experimental Study of the Circular Cracks Observed at the Contact Edges of the Indentations of Coated Systems with Soft Substrates Wear 251 (2001) Citado por: Zhang S, Sun D, Fu YQ J Mater Sci Technol 18 (2002):

32 IC (04/2005) - 32/48... CONTEMPORÂNEOS... (cont.) Dois ano após publicação (2003 de 2001) u R. M. Souza, A. Sinatora, G. G. W. Mustoe e J. J. Moore, Numerical and Experimental Study of the Circular Cracks Observed at the Contact Edges of the Indentations of Coated Systems with Soft Substrates Wear 251 (2001) Citado por: H. Chai. Int J Fracture 119 (2003) u R. M. Souza, A. Sinatora, G. G. W. Mustoe e J. J. Moore. Numerical and Experimental Study of the Circular Cracks Observed at the Contact Edges of the Indentations of Coated Systems with Soft Substrates Wear 251 (2001) Citado por: S. Bhowmick, A. N. Kale, V. Jayaram, et al. Thin Solid Films 436 (2003): u R. M. Souza, A. Sinatora, G. G. W. Mustoe e J. J. Moore. Numerical and Experimental Study of the Circular Cracks Observed at the Contact Edges of the Indentations of Coated Systems with Soft Substrates Wear 251 (2001) Citado por: S. Zhang, D. Sun, Y. Q. Fu, et al. Surf Coat Tech 167 (2003): u R. M. Souza, A. Sinatora, G. G. W. Mustoe e J. J. Moore. Numerical and Experimental Study of the Circular Cracks Observed at the Contact Edges of the Indentations of Coated Systems with Soft Substrates Wear 251 (2001) Citado por: H. Chai Int J Solids Struct. 40 (2003): u A. Sinatora E. Albertin, M. Poohl. Some Observation UponSilicon Effect on Solidification of White Cast Iron. Proceedings. World Foudr C Pek. (1994) Citado por: E. Zumelzu, I. Goyos, C. Cabezas, et al. Tech. 128 (2002)

33 IC (04/2005) - 33/48 Só divulgaram ? Não! Também organizamos eventos... !!! Evento NACIONALData I Workshop Desafios, Experiências e Expectativas sobre rugosidade de chapas para a industria automobilística (FINEP/RECOPE) 10/1998 I Workshop Tratamento de Superfícies para a industria Automobil.ística (FINEP/RECOPE)11/1998 I Jornada de Discussões sobre Fenômenos de Superfície03/1999 I Workshop Qualificação de chapas para a industria automobilística (FINEP/RECOPE)04/1999 II Workshop Tratamento de superfícies para a indústria automobilística (FINEP/RECOPE)05/1999 I Workshop Moldes para Conformação de plásticos (FINEP/RECOPE)06/1999 NACE-Brazil Corrosion99 - EPUSP / NACE09/1999 II Workshop Moldes para Conformação de Plásticos (FINEP/RECOPE)06/2000 II Workshop Desafios, Expectativas e Experiências na Produção e Utilização de Lubrificantes: Uma abordagem cooperativa 11/2000 IIII Jornadas de Discussões sobre Fenômenos de Superfície Trabalhos em andamento /2003 IV Encontro de Iniciação Científica12/2003 Evento INTERNACIONALData 2nd NACE Latin American Region Corrosion Congress 09/1996

34 IC (04/2005) - 34/48 Tudo bem !...é daí... ??? é... muito bonito falar de sí mesmo... !!! E a comunidade... o que pensa ???

35 IC (04/2005) - 35/48...reconheceu a LIDERANÇA do LFS !!! uIPT uIF – USP uIF – UNICAMP uPMT-EPUSP uIPEN uPUC – RJ uUSP-SC uUFMG u UFU Parceiros Coordenação da sub-rede da RECOPE Nova geração de processos de recobrimento de aços estruturais e para componentes ou peças (FINEP ) (1997 – 2000) Coordenador – Amilton Sinatora

36 IC (04/2005) - 36/48...e também a EXCELÊNCIA !!! Instituições Participantes LFS-PME-EPUSPIPENUFRNUFSC PRONEX97 PROGRAMA DE APOIO A NÚCLEO DE EXCELÊNCIA (FINEP/CNPq) Processamento e caracterização de materiais de alta resistência mecânica e ao desgaste (FINEP/CNPq Nº /1997) (1997 – 2004)

37 IC (04/2005) - 37/48... e a GLÓRIA !!! PRONEX Estudo de fenômenos de superfície associados a filmes tribológicos (FAPESP/CNPq Nº 03/ ) ( ) Instituições Participantes LFS-PME-EPUSPPMT-EPUSPIPTUMC Outro PRONEX... !!!

38 IC (04/2005) - 38/48 … e trabalho para a sociedade ??? Estamos lá também... Projetos rolando (andando)... com participação ativa de estudantes …

39 IC (04/2005) - 39/48 Projetos andamento - Fomento 1.(PRONEX) Estudo de fenômenos de superfície associados a filmes tribológicos (FAPESP Nº 03/ ) – LFS, PMT, IPT, UMC 2.Estudo da Influência das Características de Camadas Fosfatizadas nas Operações de Estampagem com e sem Lubrificantes (FAPESP 04/ ) – LFS-IPT 3.Estudo de fenômenos de superfície associados a filmes tribológicos (FAPESP 03/ ) – LFS, PMT, IPT e UMC 4.Cilindros para Melhoria de Chapas Laminadas a Quente – HIPERROL (FINEP ) – LFS, IPT, CSN, Villares, LTM-UFU, DEM-PUC/RJ 5.Materiais Avançados para Cilindros de Laminação a Quente (CNPq / ) – LFS, Villares, IPT, LTM-UFU, DEM-PUC/RJ 6.Erosão de materiais utilizados na fabricação de componentes para mineração e geração de energia (CNPq-Prosul /04-2) – LFS, PMT, CNEA-Argentina, U Antiqua – Colombia, U. Tec. Nac.- Argentina) 7.Processamento e Caracterização de Materiais Resistentes ao Desgaste e à Corrosão (PROCAD-CAPES 0046/01-9 ) LFS, CEFET-PR 8.Inovação do Processo Produtivo e Desenvolvimento de Aços para Construção Mecânica - CONSTRUMEC (FINEP 2999/04) – LFS, PMR, IPT, Villares.

40 IC (04/2005) - 40/48 Projetos andamento - Empresa 1.Rolls for Commentry Plante (Erasteel – França) – LFS, IPT 2.Projeto cooperativo: Aços Villares/Sidenor Construção Mecânica 3.Melhoria do Processo de Fabricação e do Projeto de Cruzetas Automotivas Patrocinador: Agrostahl 4.Estudo do Desgaste Irregular de Pneus – Pirelli Pneus 5.Desenvolvimento de uma cruzeta forjada a frio para uso agrícola com lubrificação permanente – Agrostahl Outros em negociação...

41 IC (04/2005) - 41/48 E as crias onde estão? Universidades vCarlão – CEFET – PR vDiego – U. Antioquia – Colômbia vEduaro Perez – U. Idague – Colômbia vJuan – U. N. Colômbia - Medellin vMacio Cuppari – EPUSP – PMT vRicardo Itiro – U. Tóquio vTelésforo – UFRN Empresas vDe Marchi – Mercedes vFerrareze - Mahle vLuiz Henrique - Maxion vMordente – Mahle vRicardo Nishimoto – SANYO, Japão (a última vez estava em Filipinas depois de passar por Hong Kong, Tóquio e sei lá mais onde) vRovai – Vistion Já somos avôs internacionais !!! vGiuseppe – CEFET – PR (já orientou mestrado) vAlejandro – U. N. Colômbia – Medellin (já orientou mestrado)

42 IC (04/2005) - 42/48 Vocês devem estar pensando … BONITO DISCURSO … E HOJE ??? O que pensa o LFS ??? Bem... acho … Ser um núcleo de, excelência, reconhecido e líder na sua área de atuação, atuação, estudando fenômenos resultantes da interação entre superfícies com o meio e o seu controle, vinculando vinculando o ensino ensino com a pesquisa, valorizando valorizando a prática da ENGENHARIA ENGENHARIA com curiosidade CIENTÍFICA.

43 IC (04/2005) - 43/48 Ainda falta uma pergunta … O LFS PERDEU algo nestes 10 anos ??? Sim, ao longo dos anos o COMPANHEIRISMO e o trabalho em EQUIPE esmaereceram-se... por que não estavam EXPLÍCITOS …

44 IC (04/2005) - 44/48 … seminários ocorriam semanalmente … … discussão em grupo … … compartilhavam-se salas … … compartilhavam-se salas … E computadores também … Mais do que isso … Tanaka e Amilton estavam disponíveis … e … todos sabiam o que o outro fazia … … em 1995/6 … … hoje paira o individualismo …

45 IC (04/2005) - 45/48 Um Um núcleo de, excelência, reconhecido e líder na sua área de atuação, atuação, estudando fenômenos resultantes da interação entre superfícies com o meio e o seu controle, vinculando vinculando o ensino ensino com a pesquisa, valorizando valorizando a prática da engenharia, trabalhando em em EQUIPE, EQUIPE, com curiosidade científica. … e que o LFS seja … Precisamos RESGATAR o perdido …

46 IC (04/2005) - 46/48 Para quem não nos conhece... Quem achar o TANAKA ganha um picolé de limão como diz a Bárbara Gancia ERROU !!! É o AMILTON !!! ERROU !!! É o ROBERTO !!! ERROU !!! Vá ao oftalmologista urgente !!!

47 IC (04/2005) - 47/48 … Afinal onde está o TANAKA ???

48 IC (04/2005) - 48/48 Aqui … … para responder perguntas …


Carregar ppt "1 LABORATÓRIO DE FENÔMENOS DE SUPERFÍCIE LFS Universidade de São Paulo Escola Politécnica Departamento de Engenharia Mecânica A história história contada."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google