A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Módulo IX Lei de Adoração Roteiro 2 A prece: importância, eficácia e ação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Módulo IX Lei de Adoração Roteiro 2 A prece: importância, eficácia e ação."— Transcrição da apresentação:

1 Módulo IX Lei de Adoração Roteiro 2 A prece: importância, eficácia e ação.

2 A prece: importância, eficácia e ação Objetivos específicos: Conceituar prece. Conceituar prece. Justificar a importância da prece. Justificar a importância da prece. Explicar a eficácia e a ação da prece. Explicar a eficácia e a ação da prece.

3 Conceito de Prece A prece é um ato de adoração. Orar a Deus é pensar nele; é aproximar- se dele; é pôr-se em comunicação com Ele. Pela prece podemos fazer três coisas: louvar, pedir, agradecer. (LE: 659)

4 Mecanismo da prece A prece é uma das maiores forças do Universo. A nossa prece chega até Deus por meio do pensamento e da vontade, que atuam sobre o Fluido Universal, propagando-se em forma de ondas, mais rápido do que a velocidade da luz. TORCHI, CHRISTIANO. Espiritismo passo a passo com Kardec. Rio de Janeiro: Federação Espírita Brasileira, p.105.

5 A mente atua como estação receptora e emissora de ondas magnéticas. Por isso, não há distância para a prece. TORCHI, CHRISTIANO. Espiritismo passo a passo com Kardec. Rio de Janeiro: Federação Espírita Brasileira, p.105.

6 O Espectro Eletromagnético

7 A prece é um processo de comunicação em duas vias, que estabelecido, nos traz como retorno a energização positiva do plano espiritual superior. Ela renova e fortifica as energias sutis que circulam nosso perispírito.

8 Na prece, a concentração é essencial para maximizar nossas potencialidades energéticas de comunicação com o plano espiritual. Alta concentração Baixa concentração

9 Já afirmara Kardec, em O Livro dos Espíritos: Já afirmara Kardec, em O Livro dos Espíritos:... Pois que ao Espírito é possível tão grande ação sobre a matéria elementar, concebe-se que lhe seja dado não só formar substâncias, mas também modificar-lhes as propriedades, fazendo para isto a sua vontade o efeito de reativo... É a prece, pois, ferramenta fundamental para que alteremos nossa realidade, para que possamos construir nossa felicidade. Utilizando a prece sincera e verdadeira para estabilizar nossos pensamentos e sintonizá-lo com as vibrações do bem, estimularemos nosso pensamento construtivo, que mantido no dia-a-dia, nos levara a um futuro melhor, a uma nova realidade.

10 P r e c e PensamentoPotencializado Construção de uma nova realidade

11 A prece ou oração é uma forma de comunicação com Deus, com seus prepostos, com a espiritualidade superior. A prece ou oração é uma forma de comunicação com Deus, com seus prepostos, com a espiritualidade superior. A prece nada tem de mística ou de ritualística, sendo um recurso valioso a disposição das pessoas como forma de ligação direta com os planos superiores da Criação. A prece nada tem de mística ou de ritualística, sendo um recurso valioso a disposição das pessoas como forma de ligação direta com os planos superiores da Criação. A prece é na verdade um chamamento àquele a quem oramos, para uma conversa íntima, onde se abre a mente e o coração, onde a verdade do que somos, do que sentimos e do que pensamos deve aflorar, num processo de confiança, de fé, de certeza e de verdade. A prece é na verdade um chamamento àquele a quem oramos, para uma conversa íntima, onde se abre a mente e o coração, onde a verdade do que somos, do que sentimos e do que pensamos deve aflorar, num processo de confiança, de fé, de certeza e de verdade. A prece verdadeira, é aquela que vem do fundo do coração, do interior do espírito, repleta de verdade e sinceridade, sentida e vivida em cada uma de suas palavras. A prece verdadeira, é aquela que vem do fundo do coração, do interior do espírito, repleta de verdade e sinceridade, sentida e vivida em cada uma de suas palavras.

12 Prece é, sem sombra de dúvida, comunicação, da mais sublime, da mais elevada. Prece é, sem sombra de dúvida, comunicação, da mais sublime, da mais elevada. Por isso, necessita ser entendida em suas características, para que possa propiciar o máximo efeito. Por isso, necessita ser entendida em suas características, para que possa propiciar o máximo efeito. Num processo de comunicação normal, de nosso dia-a-dia, temos sempre três elementos: Num processo de comunicação normal, de nosso dia-a-dia, temos sempre três elementos: o emissor da mensagem (emitente) o emissor da mensagem (emitente) o receptor da mensagem (destinatário) o receptor da mensagem (destinatário) a mensagem em si (conteúdo da comunicação) a mensagem em si (conteúdo da comunicação)

13 A prece, enquanto comunicação, deve atender a essas mesmas condições da comunicação normal para que a mensagem enviada pelo emissor (nós) chegue ao receptor (aquela a quem oramos): A prece, enquanto comunicação, deve atender a essas mesmas condições da comunicação normal para que a mensagem enviada pelo emissor (nós) chegue ao receptor (aquela a quem oramos): a) endereçamento ou sintonia correta: tem-se que sintonizar para quem oramos, endereçar corretamente a nossa prece; tem-se que sintonizar para quem oramos, endereçar corretamente a nossa prece; para tal, temos que mentalizar a quem oramos. Se oramos a Deus, o mentalizaremos através de seus atributos, e não através de uma imagem ou figura; para tal, temos que mentalizar a quem oramos. Se oramos a Deus, o mentalizaremos através de seus atributos, e não através de uma imagem ou figura; temos que ter claro o alvo, o endereço de nossa mensagem; temos que ter claro o alvo, o endereço de nossa mensagem; não basta orar por orar. não basta orar por orar.

14 b) força ou potência para atingir aquele a quem oramos no caso da prece, sua força está diretamente ligada a alguns fatores determinantes: no caso da prece, sua força está diretamente ligada a alguns fatores determinantes: o mérito de quem ora; o mérito de quem ora; a fé de quem ora; a fé de quem ora; a sinceridade de sentimentos e propósitos de quem ora; a sinceridade de sentimentos e propósitos de quem ora; a veracidade do que se coloca na prece. a veracidade do que se coloca na prece. c) ser inteligível, compreensível simples, direta, objetiva simples, direta, objetiva sem palavras vazias, sem prolixidade sem palavras vazias, sem prolixidade conteúdo, e não forma conteúdo, e não forma repetição de nada adianta repetição de nada adianta

15 A prece pode ser utilizada para diferentes finalidades: A prece pode ser utilizada para diferentes finalidades: a) pedido: por nós ou por outra pessoa é necessário saber o que pedir, o que se deve e o que não se deve pedir; é necessário saber o que pedir, o que se deve e o que não se deve pedir; é muito importante perceber a resposta, que muitas vezes não é a que nós queremos, mas é a que nós necessitamos. é muito importante perceber a resposta, que muitas vezes não é a que nós queremos, mas é a que nós necessitamos. b) reconhecimento ou agradecimento agradecer àquilo que temos, que recebemos, as oportunidades, os talentos, as bênçãos. agradecer àquilo que temos, que recebemos, as oportunidades, os talentos, as bênçãos. c) Louvor, Contemplação ou Glorificação prece de louvor a Deus pela beleza, pela natureza, pela perfeição, por puro amor ao pai, é uma mensagem de carinho, de afeto e de ternura, por entender o que é amar a Deus sobre todas as coisas. prece de louvor a Deus pela beleza, pela natureza, pela perfeição, por puro amor ao pai, é uma mensagem de carinho, de afeto e de ternura, por entender o que é amar a Deus sobre todas as coisas.

16 Algumas considerações correlatas: Algumas considerações correlatas: a prece não tem uma fórmula. Não existe uma prece mais poderosa no que se refere a sua fórmula ou forma; a prece não tem uma fórmula. Não existe uma prece mais poderosa no que se refere a sua fórmula ou forma; a simples repetição de palavras não constitui uma prece. Recitar palavras de nada adianta. É preciso que cada palavra tenha um profundo significado e nossa mente e coração; a simples repetição de palavras não constitui uma prece. Recitar palavras de nada adianta. É preciso que cada palavra tenha um profundo significado e nossa mente e coração; Quantidade e repetição não tornam a prece mais eficiente. Apenas a ritualiza e faz com que perca sua eficácia; Quantidade e repetição não tornam a prece mais eficiente. Apenas a ritualiza e faz com que perca sua eficácia; A prece só tem valor pelo pensamento que lhe está conjugado. Uma só palavra pode ser poderosa prece; A prece só tem valor pelo pensamento que lhe está conjugado. Uma só palavra pode ser poderosa prece;

17 A prece não tem finalidade de barganhar com o plano maior, que não necessita de trocas materiais, mas socorre a quem verdadeiramente tem bons propósitos, manifestados de forma inequívoca nas energias que emitimos ao orar; A prece não tem finalidade de barganhar com o plano maior, que não necessita de trocas materiais, mas socorre a quem verdadeiramente tem bons propósitos, manifestados de forma inequívoca nas energias que emitimos ao orar; a prece, por ser uma atitude íntima, independe de hora, local ou companhia. Sempre que possível, deve-se buscar condições que propiciem o recolhimento e a concentração; a prece, por ser uma atitude íntima, independe de hora, local ou companhia. Sempre que possível, deve-se buscar condições que propiciem o recolhimento e a concentração; a prece não necessita de gestos, de atitudes específicas, de sacrifícios, de qualquer espécie de ritual preparatório ou ainda de velas, flores, imagens, objetos, etc. a prece não necessita de gestos, de atitudes específicas, de sacrifícios, de qualquer espécie de ritual preparatório ou ainda de velas, flores, imagens, objetos, etc.

18 Qualidades da Prece Com sinceridade nas palavras; Com atitude sem afetação; Com simplicidade no coração; Revestido do sentimento de caridade; Com desejo profundo no bem ; Imbuído do sentimento de perdão; Com o sentimento de humildade; Sem exaltação de suas qualidades; Consciente de seus defeitos; Com fé inabalável na bondade de Deus.

19 A prece é um ato de adoração. Orar a Deus é pensar Nele; é aproximar-se Dele; é pôr-se em comunicação com Ele. A três coisas podemos propor-nos por meio da prece: adoração louvarlouvar, pedir, agradecer. [LE- página 319 questão 659]

20 Poderemos utilmente pedir a Deus que perdoe as nossas faltas. Deus sabe discernir o bem do mal; a prece não esconde as faltas. Aquele que a Deus pede perdão de suas faltas só o obtém mudando de proceder. As boas ações são a melhor prece, por isso que os atos valem mais que as palavras. [LE - página 319 questão 661] Em verdade, o ato de pensar já é, em si mesmo, uma prece, porque pensando expedimos para fora de nós ondas de força mentelétrica, carregadas de peculiar magnetismo, que sensibilizam outras mentes ajustadas no mesmo plano de sentimentos e interesses.ato de pensarforça mentelétricasentimentos Orar, portanto, longe de ser atitude esporádica de alguns poucos, é exercício de todos, a todos os instantes, força de conexão que mantém as sintonias em ação, que forja acontecimentos, muitas vezes de importância e de conseqüências imprevisíveis. Daí a necessidade de vigilância mental dos discípulos do Senhor, porque as palavras enunciadas, na verbalização das preces, muito amiúde nada têm a ver com a essência das forças postas em movimento pelas mentes em atividade. 90] CORREIO ENTRE DOIS MUNDOS - Hernani T. Sant´Anna - Diversos Espíritos

21 A prece ou oração é uma forma de comunicação com Deus, com seus prepostos, com a espiritualidade superior. A prece nada tem de mística ou de ritualística, sendo um recurso valioso a disposição das pessoas como forma de ligação direta com os planos superiores da Criação. A prece, além de estabelecer um valioso canal de interligação com o Alto, nos retorna energias positivas e revigoradoras, decorrentes do padrão vibratório que se está acessando.

22 Para que a prece atinja todos os seus objetivos e efeitos, tem que ser feita com os requisitos necessários para tal, ou seja, que se constitua numa verdadeira comunicação com o Alto, que seja verdadeira e sincera, e que construa mentalmente o bem. A prece verdadeira, é aquela que vem do fundo do coração, do interior do espírito, repleta de verdade e sinceridade, sentida e vivida em cada uma de suas palavras.

23 Prece é, sem sombra de dúvida, comunicação, só que comunicação da mais sublime, da mais elevada. Por isso, necessita ser entendida em suas características, para que possa propiciar o máximo efeito. Portanto, a prece enquanto comunicação, deve atender as mesmas condições da comunicação normal para que a mensagem enviada pelo emissor (nós) chegue ao receptor (aquele a quem oramos).

24 1) É necessário endereçar corretamente a prece, sintonizar efetivamente para quem oramos: para tal, temos que mentalizar a quem oramos. Se oramos a Deus, o mentalizaremos através de seus atributos, e não através de uma imagem ou figura; para tal, temos que mentalizar a quem oramos. Se oramos a Deus, o mentalizaremos através de seus atributos, e não através de uma imagem ou figura; temos que ter claro o alvo, o endereço de nossa mensagem, para quem estamos orando; temos que ter claro o alvo, o endereço de nossa mensagem, para quem estamos orando; não basta orar por orar. não basta orar por orar.

25 2) É necessário que a prece tenha força ou potência para atingir aquele a quem oramos no caso da prece, sua força está diretamente ligada a alguns fatores determinantes: no caso da prece, sua força está diretamente ligada a alguns fatores determinantes: o mérito de quem ora; o mérito de quem ora; a fé de quem ora; a fé de quem ora; a sinceridade de sentimentos e propósitos de quem ora; a sinceridade de sentimentos e propósitos de quem ora; a veracidade do que se coloca na prece. a veracidade do que se coloca na prece.

26 3) É necessário que a prece seja clara, objetiva inteligível, compreensível a prece de ver ser simples, direta, objetiva, sem palavras vazias, sem prolixidade a prece de ver ser simples, direta, objetiva, sem palavras vazias, sem prolixidade na prece, o importante é o conteúdo, e não a forma na prece, o importante é o conteúdo, e não a forma repetição, quantidade, de nada adianta. repetição, quantidade, de nada adianta.

27 O que poucas vezes lembramos, é que a prece não serve apenas para pedir, mas que serve, principalmente, para construir. Necessitamos compreender a possibilidade construtora de nosso pensamento. A possibilidade construtora de nosso pensamento é potencializada pela prece, ou seja, os pensamentos colocados na prece efetivamente se materializam, se expressados com verdade interior. O pensamento organiza a matéria. A prece é pensamento potencializado, e tem imenso potencial de estruturar, organizar e mudar a matéria.

28 Temos que lembrar também que a troca de energias propiciada pela prece, faz com que possamos absorver e metabolizar energias de vibração elevada, o que nos traz, em decorrência, bem estar, equilíbrio e aumento da saúde energética, física e mental. A importância de um pensamento equilibrado e positivo é tão fundamental, que Kardec nos trouxe a máxima: ORAR E VIGIAR. ORAR para elevar o pensamento e colocá-lo de forma construtiva e positiva. VIGIAR, para impedir que nosso pensamento descambe em padrões inferiores e que deterioram o bem e a felicidade.

29 Energias Elevadas Estado de Prece METABOLIZAÇÃO

30 Fonte: PONTOS PARA NOSSA REFLEXÃO Não existem fórmulas para a prece. Não existe uma prece mais poderosa do que outra; Não existem fórmulas para a prece. Não existe uma prece mais poderosa do que outra; A simples repetição de palavras não constitui uma prece. Recitar palavras de nada adianta. É preciso que cada palavra tenha um profundo significado em nossa mente e coração; A simples repetição de palavras não constitui uma prece. Recitar palavras de nada adianta. É preciso que cada palavra tenha um profundo significado em nossa mente e coração; A quantidade e repetição das palavras não tornam a prece mais eficiente. Apenas a ritualiza e faz com que perca sua eficácia; A quantidade e repetição das palavras não tornam a prece mais eficiente. Apenas a ritualiza e faz com que perca sua eficácia;

31 Fonte: PONTOS PARA NOSSA REFLEXÃO A prece só tem valor pelo pensamento que lhe está conjugado. Uma só palavra pode ser poderosa prece; A prece só tem valor pelo pensamento que lhe está conjugado. Uma só palavra pode ser poderosa prece; A prece não tem finalidade de barganhar com o Plano Maior, que não necessita de trocas materiais, mas socorre a quem verdadeiramente tem bons propósitos, manifestados de forma inequívoca nas energias que emitimos ao orar; A prece não tem finalidade de barganhar com o Plano Maior, que não necessita de trocas materiais, mas socorre a quem verdadeiramente tem bons propósitos, manifestados de forma inequívoca nas energias que emitimos ao orar;

32 Fonte: PONTOS PARA NOSSA REFLEXÃO a prece, por ser uma atitude íntima, independe de hora, local ou companhia. Sempre que possível, deve-se buscar condições que propiciem o recolhimento e a concentração a prece, por ser uma atitude íntima, independe de hora, local ou companhia. Sempre que possível, deve-se buscar condições que propiciem o recolhimento e a concentração a prece não necessita de gestos, de atitudes específicas, de sacrifícios, de qualquer espécie de ritual preparatório ou ainda de velas, flores, imagens, objetos, etc. a prece não necessita de gestos, de atitudes específicas, de sacrifícios, de qualquer espécie de ritual preparatório ou ainda de velas, flores, imagens, objetos, etc.

33 Em 6 Grupos

34 TarefasTarefas a)Ler os subsídios do Roteiro 2 (Conceito de prece, Importância da prece, Eficácia e ação da prece) do Módulo IX Lei de Adoração; b)Analisar, responder e comentar a questão proposta para o grupo. Consultar as Obras Básicas se necessário. a)Ler os subsídios do Roteiro 2 (Conceito de prece, Importância da prece, Eficácia e ação da prece) do Módulo IX Lei de Adoração; b)Analisar, responder e comentar a questão proposta para o grupo. Consultar as Obras Básicas se necessário.

35 Resultados do Estudo Resultados

36 A prece deve externar nossa conformação perante as leis de Deus, nossos melhores sentimentos e pensamentos: isso que Jesus ensina no Pai Nosso. E é na compreensão desta verdade que S. Francisco estrutura sua inconfundível prece: Fazei, Senhor, de cada um de nós, um instrumento de vossa paz; Que onde haja ofensa, derramemos o perdão; Onde haja discórdia, consigamos união; Onde haja dúvida, acendamos a certeza; Onde haja erro, anunciemos a verdade; Onde haja desespero, semeemos a esperança; Onde haja a tristeza, conduzamos alegria; Onde haja trevas, difundamos claridade. Mestre bem amado, não procuremos ser consolados, mas procuremos consolar; Não busquemos ser compreendidos, mas busquemos compreender; Não desejemos ser amados, mas desejemos amar; Porque é dando que recebemos; é esquecendo-nos, que nos encontramos; É perdoando, que somos perdoados; É morrendo, que ressuscitamos para a vida eterna.DeusJesus Mestre

37

38 Vibração é um processo mental de irradiação fluídica, ou seja: é a emissão de energias através da força do nosso pensamento direcionadas a algum objetivo específico. (Para maior compreensão queira, por favor, ler "Eficácia da Prece" e "Ação da Prece - Transmissão do pensamento" Evangelho Segundo o Espiritismo - Allan Kardec, Cap.XXVII )

39

40 Se em minha vida não ajo como filho de Deus, fechando meu coração ao amor. Será inútil dizer: PAI NOSSO. Se em minha vida não ajo como filho de Deus, fechando meu coração ao amor. Será inútil dizer: PAI NOSSO.

41 Se os meus valores são representados pelos bens da terra. Será inútil dizer: QUE ESTAIS NO CÉU. Se os meus valores são representados pelos bens da terra. Será inútil dizer: QUE ESTAIS NO CÉU.

42 Se penso apenas em ser cristão por medo, superstição e comodismo. Será inútil dizer: SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME. Se penso apenas em ser cristão por medo, superstição e comodismo. Será inútil dizer: SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME.

43 Se acho tão sedutora a vida aqui, cheia de supérfluos e futilidade. Será inútil dizer: VENHA A NÓS O VOSSO REINO. Se acho tão sedutora a vida aqui, cheia de supérfluos e futilidade. Será inútil dizer: VENHA A NÓS O VOSSO REINO.

44 Se no fundo o que eu quero mesmo é que todos os meus desejos se realizem. Será inútil dizer: SEJA FEITA A VOSSA VONTADE. Se no fundo o que eu quero mesmo é que todos os meus desejos se realizem. Será inútil dizer: SEJA FEITA A VOSSA VONTADE.

45 Se prefiro acumular riquezas, desprezando meus irmãos que passam fome. Será inútil dizer: O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAI HOJE. Se prefiro acumular riquezas, desprezando meus irmãos que passam fome. Será inútil dizer: O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAI HOJE.

46 Se não me importo em ferir, injuriar, oprimir e magoar aos que atravessam o meu caminho Será inútil dizer: PERDOAI AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO. Se não me importo em ferir, injuriar, oprimir e magoar aos que atravessam o meu caminho Será inútil dizer: PERDOAI AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO.

47 Se escolho sempre o caminho mais fácil, que nem sempre é o caminho do Cristo. Será inútil dizer: E NÃO NOS DEIXEIS CAIR EM TENTAÇÃO. Se escolho sempre o caminho mais fácil, que nem sempre é o caminho do Cristo. Será inútil dizer: E NÃO NOS DEIXEIS CAIR EM TENTAÇÃO.

48 Se por minha vontade procuro os prazeres materiais e tudo o que é proibido me seduz. Será inútil dizer: LIVRAI-NOS DO MAL.... Se por minha vontade procuro os prazeres materiais e tudo o que é proibido me seduz. Será inútil dizer: LIVRAI-NOS DO MAL....

49 Se sabendo que sou assim, continuo me omitindo e nada faço para me modificar. Será inútil dizer: AMÉM. Se sabendo que sou assim, continuo me omitindo e nada faço para me modificar. Será inútil dizer: AMÉM.

50 Que Jesus nos inspire para a construção do novo milênio, fazendo-nos homens melhores num mundo melhor. Que Deus abençoe a todos nós.... Que Jesus nos inspire para a construção do novo milênio, fazendo-nos homens melhores num mundo melhor. Que Deus abençoe a todos nós....

51

52 No processo de comunicação normal, o emissor ou remetente manda um conteúdo (mensagem) para um destinatário (receptor). No processo de comunicação normal, o emissor ou remetente manda um conteúdo (mensagem) para um destinatário (receptor). Para que a mensagem chegue ao destinatário ou receptor, é necessário que a mensagem tenha o endereço ou sintonia correta: Para que a mensagem chegue ao destinatário ou receptor, é necessário que a mensagem tenha o endereço ou sintonia correta: Fulano de Tal R. do Touro Ctba - Pr

53 Na comunicação normal, é necessário que a mensagem tenha força ou potência necessária para chegar a seu destino: Na comunicação normal, é necessário que a mensagem tenha força ou potência necessária para chegar a seu destino: Mr. Beltrano Roncador St. Neew Treck, 123 New Jersey - USA

54 Finalmente, na comunicação normal, a mensagem enviada tem de ser inteligível por que a recebe: Finalmente, na comunicação normal, a mensagem enviada tem de ser inteligível por que a recebe: Alo, aqui é do CELE e eu quero falar com o responsável do COEM aí !!!! CELE? What is this? Where is COEM????


Carregar ppt "Módulo IX Lei de Adoração Roteiro 2 A prece: importância, eficácia e ação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google