A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Www.professores.ifba.edu.br/antoniocarlos1 Introdução a Computação Coletânea de Conceitos Antonio Carlos Souza ADS/IFBA Aula 3 www.professores.ifba.edu.br/antonio.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Www.professores.ifba.edu.br/antoniocarlos1 Introdução a Computação Coletânea de Conceitos Antonio Carlos Souza ADS/IFBA Aula 3 www.professores.ifba.edu.br/antonio."— Transcrição da apresentação:

1 Introdução a Computação Coletânea de Conceitos Antonio Carlos Souza ADS/IFBA Aula 3 carlos carlos

2 2 C.Computação = Informática EUAEuropa Brasil Computação <>/= Informática Aplicação das tecnologias de computação aos processos de automação Processo Computacional Computar termos E/S Ciência Conceitos

3 Computação -Vem de Computar, -Nasce com a matemática, -contar quantos 'animais' haviam no rebanho para depois conferir -daí o surgimento do primeiro 'computador', chamado Abaco.

4 Informática -Informática = Informação + Automática -Como automatizar a informação -Como torná-la prática, acessível, reaproveitável

5 Onde a Computação vale a pena? Grande Volume de Informação Grande Processamento

6 Processamento de dados Convivemos no nosso dia a dia com processamento de dados. Convivemos no nosso dia a dia com processamento de dados. Podemos dividir o P.D. em três fases: Podemos dividir o P.D. em três fases: – Entrada – Processamento – Saída

7 Processamento Humano Entrada – Impressões sensoriais Processamento – Pensar, Ordenar, Controlar, Combinar, Comparar, etc. Saída – Voz, Gestos, Trabalhos realizados

8 Grandes Volumes x Tempo A medida que evoluía o homem começou a inventar máquinas para auxiliá-lo a resolver suas tarefas mais rapidamente: – Abaco, Régua de cálculo, Máquina de calcular mecânica, Cartões de madeira, Cartões de cartolina (tear automático), Sistema binário, Calculadora automática (programa), Mark I (relés), Eniac (válvulas), Máquinas com transistor, Máquinas com circuito integrado, Microcomputadores,...

9 Gerações de Computadores 1ª Geração (1952) – Computadores grandes – Usavam válvulas – Grande dissipação de calor – Linguagem de máquina – Operações em milissegundos (Complementar em sala discutindo com o grupo) (Complementar em sala discutindo com o grupo)

10 Gerações de Computadores 2ª Geração (1959) – Usavam transístores – Diminui o problema com o calor – Comandos abreviados - mneumônicos – Operações em milionésimos de segundo. (Complementar em sala discutindo com o grupo) (Complementar em sala discutindo com o grupo)

11 Gerações de Computadores 3ª Geração (1964) – Micro circuitos – Linguagem de alto nível (Cobol, Fortran) – Operações em nanosegundos. (Complementar em sala discutindo com o grupo) (Complementar em sala discutindo com o grupo)

12 Gerações de Computadores Depois da 3ª Geração – Circuitos pré-impressos – Chips – Linguagem de alto nível (Natural) – Banco de Dados – Grande proliferação de Microcomputadores – Grande evolução na área de teleprocessamento (Complementar em sala discutindo com o grupo) (Complementar em sala discutindo com o grupo)

13 Custos de Pessoal X Computador Computador Pessoal Ano Custo

14 Computador O Computador não passa de um amontoado de peças plásticas, metálicas, circuitos e outros componentes eletrônicos, construído com o intuito de nos ajudar. Sozinho, esse amontoado, por mais engraçadinho que seja, não consegue fazer nada. É necessário que alguém instrua-o para que saiba o que fazer (software e programas em geral)

15 HW x SW x PW x FW Hardware – É a parte física do computador, ou seja, o conjunto de máquinas. Software – É a parte lógica do computador, ou seja, um conjunto de programas e instruções que serão introduzidos na máquina com a finalidade de controlar e realizar o processamento das informações. Peopleware – É a parte humana do processamento de dados (Gerentes, Analistas, Programadores, Operadores, Digitadores, Técnicos, Pessoal de apoio, etc.) Firmware – É o software encapsulado num hardware (BIOS).

16 Tipos de Computadores Grande Porte – Grande capacidade de processamento e armazenamento – Permite que muitos usuários utilizem-no ao mesmo tempo – Altíssimo custo de aquisição e manutenção – Operação e manutenção altamente especializada – Programação altamente especializada (Atualizar em sala discutindo com o grupo) (Atualizar em sala discutindo com o grupo)

17 Tipos de Computadores Médio Porte – Média capacidade de processamento – Permite que mais de um usuário utilize-o ao mesmo tempo – Médio custo de aquisição e manutenção – Operação especializada – Programação especializada (Atualizar em sala discutindo com o grupo) (Atualizar em sala discutindo com o grupo)

18 Tipos de Computadores Microcomputador – Pequena capacidade de processamento e armazenamento – Somente um usuário de cada vez – Pequeno custo de aquisição e manutenção – Operação simples, qualquer pessoa pode operá-lo com pouco treinamento – Programação mais simples, podendo utilizar-se de linguagens de quarta geração, de fácil aprendizado (Atualizar em sala discutindo com o grupo) (Atualizar em sala discutindo com o grupo)

19 Exemplo de Processamento de Dados Vejamos o que seria necessário para um funcionário emitir uma relação de salários de uma empresa. Nessa relação deverá constar o nome e o salário de cada funcionário, e um total com o somatório destes salários. Vejamos o que seria necessário para um funcionário emitir uma relação de salários de uma empresa. Nessa relação deverá constar o nome e o salário de cada funcionário, e um total com o somatório destes salários.

20 Exemplo de Processamento de Dados Precisamos de uma mesa de trabalho; Precisamos de uma mesa de trabalho; do arquivo de fichas da empresa, contendo os dados cadastrais dos empregados; do arquivo de fichas da empresa, contendo os dados cadastrais dos empregados; uma máquina de escrever com papel, onde será datilografada nossa relação de salários; uma máquina de escrever com papel, onde será datilografada nossa relação de salários; uma calculadora para efetuar a soma dos salários; uma calculadora para efetuar a soma dos salários; uma folha de rascunho para que o funcionário faça alguma anotação caso necessário uma folha de rascunho para que o funcionário faça alguma anotação caso necessário e uma lista dos passos que o funcionário deverá seguir para a realização da tarefa. e uma lista dos passos que o funcionário deverá seguir para a realização da tarefa.

21 Exemplo de Processamento de Dados Lista dos passos a serem seguidos. Lista dos passos a serem seguidos. 1-Abrir a gaveta do fichário, preparar máq.escrever 1-Abrir a gaveta do fichário, preparar máq.escrever 2-Datilografar o título Relação de Salários... 2-Datilografar o título Relação de Salários... 3-Apanhar uma ficha do arq. (Se acabou passo 7). 3-Apanhar uma ficha do arq. (Se acabou passo 7). 4-Somar o valor do salário. 4-Somar o valor do salário. 5-Datilografar o nome e o salário constante da ficha 5-Datilografar o nome e o salário constante da ficha 6-Voltar ao passo 3 6-Voltar ao passo 3 7-Imprimir a linha com o total dos salários 7-Imprimir a linha com o total dos salários 8-Liberar o arquivo e a máquina de escrever. 8-Liberar o arquivo e a máquina de escrever. 9-Fim 9-Fim

22 Folha de Pagamento Correlações Manual Fichário Ficha Máq.de escrever Calculadora Funcionário Mesa Lista de passosff Com o Computador Arquivo (Fita,Disco, etc) Registro do func. Impressora Un. Aritmética e Lógica Un.de Controle Memória Programa

23 Sistema x Sub-Sistema Sistema: Conjunto de elementos em interação com vistas a atingir um objetivo. Sistema: Conjunto de elementos em interação com vistas a atingir um objetivo. Sub-Sistema: São os elementos independentes que interagem. Sub-Sistema: São os elementos independentes que interagem. Exemplo: O Carro tem o objetivo de transporte e seus sub-sistemas podem ser: Exemplo: O Carro tem o objetivo de transporte e seus sub-sistemas podem ser: – Freio, Motor, Carroceria, Suspensão, etc.

24 Exercícios para Pensar Torre de Hanói Coelho, Raposa, Cenoura para atravessar via barco Sistema de Numeração Binário Freqüência do clock do processador


Carregar ppt "Www.professores.ifba.edu.br/antoniocarlos1 Introdução a Computação Coletânea de Conceitos Antonio Carlos Souza ADS/IFBA Aula 3 www.professores.ifba.edu.br/antonio."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google