A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Engenharia de Negócios Just-in-Time & Operações Enxutas Prof. Fernando Ferreira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Engenharia de Negócios Just-in-Time & Operações Enxutas Prof. Fernando Ferreira."— Transcrição da apresentação:

1 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Engenharia de Negócios Just-in-Time & Operações Enxutas Prof. Fernando Ferreira

2 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Introdução Origens: o Arrasada no pós-guerra, a indústria japonesa estava diante de um ambiente de recursos muito escassos. o A indústria automobilística japonesa, mesmo antes da 2ª Grande Guerra, era muito menos competitiva que sua contraparte americana. o Para sobreviver à ameaça americana, a indústria japonesa precisaria eliminar desperdícios e multiplicar a produtividade por 10 em menos de 3 anos. Lançavam-se aí as sementes do Just in Time.

3 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Introdução Origens: o O Just in Time (JIT) surgiu no Japão por volta dos anos 1970, sendo sua idéia básica creditada a Toyota Motor Company. o Desde então, algumas expressões começaram a ser utilizadas para explicar essa filosofia, tais como: Produção sem estoques Produção enxuta (lean production) Eliminação de Desperdícios Manufatura de fluxo contínuo.

4 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Problemas Filas Quebras Entregas atrasadas ou defeituosas Operadores destreinados Retrabalho Refugo Ataque seletivo aos problemas Estoques Melhoria contínua Demanda instável O JIT e a redução de estoques Os estoques ocultam as ineficiências e desperdícios do sistema

5 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Empurrado 1.Disponibilidade do material 2.Presença da ordem no programa definida a partir de previsões 3.Disponibilidade do equipamento Demanda Puxado : 1.Sinal vindo da demanda (quadro Kanban) 2.Disponibilidade do equipamento 3.Disponibilidade do material

6 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Na Filosofia JIT... oOs fluxos de produção são puxados pela demanda, em vez de empurrados pelas previsões. oOs estoques devem ser reduzidos, pois ocupam espaços e representam altos investimentos de capital. oOs lotes de produção e de compra são reduzidos. o Os erros são considerados evitáveis, assumindo explicitamente a meta de eliminá-los por inteiro.

7 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Metas inatingíveis JIT o Zero defeito o Tempo zero de preparação o Estoques zero o Movimentação zero o Quebras zero o Lead time zero o Lote unitário

8 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Custos Tamanho do lote Custo de estocar Custo de pedir Custo total Lote Econômico (Tamanho de lote que minimiza custo total) Abordagem tradicional: determinação passiva do tamanho dos lotes econômicos Custos Tamanho do lote Custo de estocar Custo de pedir Custo total Lote Econômico reduzido Abordagem JIT:esforços contínuos na redução do tamanho dos lotes. Reduzir! Filosofia JIT aplicada aos lotes de produção

9 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Na Filosofia JIT... oOs operários diretos e indiretos possuem autonomia para tomar de decisões e o papel destes na manutenção é ampliado. oOrganização e limpeza são essenciais.

10 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time 7 desperdícios Os Desperdícios no Sistema JIT Eliminar desperdícios significa eliminar as que não agregam valor à produção. Tipos: oSuper-produção oEspera oTransporte oProcessamento oMovimento oProduzir defeitos oEstoques

11 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Fornecimento de materiais JIT o Lotes reduzidos o Recebimentos freqüentes e confiáveis o Lead-times de fornecimento reduzidos o Altos níveis de qualidade o Redução da base de fornecedores o Informações comerciais, de projeto e de produção compartilhadas o Redução de custos de aquisição o Localização de fornecedores

12 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Kanban oCartões que operacionalizam o sistema JIT na fábrica, disparando ordens de produção e de transporte. Planejamento e Controle de Produção para JIT

13 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time KT-C KT-B KT-A Container vazio Container com peças 1 2 Para o centro J-32 (produtor do rotor tipo C) Kanban – controle de produção JIT

14 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Centro de produção M-12 Centro de produção J-32 ABCDE KTKPKTKP ABCDE Estoque de entrada Estoque de saída Estoque de entrada Estoque de saída Para a posição da linha de montagem, usuária do rotor Planejamento e Controle de Produção para JIT

15 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Centro de produção M-12 Centro de produção J-32 ABCDE KTKPKTKP ABCDE Estoque de entrada Estoque de saída Estoque de entrada Estoque de saída Planejamento e Controle de Produção para JIT

16 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Kanban oEsquema simplificado de um fluxo Kanban. M-12J-32Linha EE = Estoque de entrada ES = Estoque de saída Fluxo de material Fluxo de kanbans de transporte Fluxo de kanbans de produção ESEEESEE Planejamento e Controle de Produção para JIT

17 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Projeto para manufatura JIT oNas empresas que adotam o JIT, o mercado-alvo é geralmente limitado e as opções de produtos são igualmente limitadas. Projeto do Sistema de Produção JIT

18 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Layout JIT oOs objetivos almejados pelo sistema JIT implicam mudanças na forma de arranjar os recursos produtivos na fábrica. oO layout geralmente adotado é o celular, pelas vantagens de: Menos estoques de produtos em processo; Menores custos de movimentação de materiais; Menores lead times de produção; Melhor controle visual das operações; Menos trocas de ferramentas. Projeto do Sistema de Produção JIT

19 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Lead Time oA redução do lead time, o tempo entre a realização de um pedido e a entrega deste, é essencial no alcance de flexibilidade. oPoucas são as atividades que agregam valor durante o lead time. Redução de Tempos Envolvidos no Processo

20 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Produto A Módulo X Componente Y Produto B Módulo X Componente W Produto C Módulo X Componente Z Módulo X comum a várias estruturas de produtos Utilização de módulos comuns

21 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Lógica da Qualidade Total Lógica JIT JIT vs Qualidade total

22 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Identificação da necessidade do material Material disponível para uso Lead time Espera em fila Tramitação da ordem Preparação do equipamento Movimentação Processamento Composição do lead-time

23 Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time BIBLIOGRAFIA UTILIZADA: CORRÊA, Henrique L.; CORRÊA, Carlos A. Administração da Produção e Operações. São Paulo: Editora Atlas. 1ª edição Capítulo 19.


Carregar ppt "Engenharia de Negócios – Professor Fernando Ferreira 5 Just in Time Engenharia de Negócios Just-in-Time & Operações Enxutas Prof. Fernando Ferreira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google