A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

As palavras têm uma história e, de certa maneira, também as palavras fazem a história.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "As palavras têm uma história e, de certa maneira, também as palavras fazem a história."— Transcrição da apresentação:

1 as palavras têm uma história e, de certa maneira, também as palavras fazem a história

2 ORIGEM DO TERMO CULTURA CULTURA (latim): cuidado dispensado ao campo ou ao gado. XIII: designa uma parcela de terra cultivada. XVI (começo): não significa mais um estado (da coisa cultivada), mas uma ação (o fato de cultivar). XVI (metade): pode designar também a cultura de uma faculdade, o fato de trabalhar para desenvolvê-la (cultura das artes, cultura das letras, etc.)

3 ORIGEM DO TERMO CULTURA ILUMINISMO (século XVIII): fala-se do estado do indivíduo que tem cultura, estigmatizando um espírito natural e sem cultura. É aí que se inicia a oposição NATUREZA / CULTURA. Essa oposição é fundamental para os pensadores iluministas que concebem a cultura como um caráter distintivo da espécie humana.

4 ORIGEM DO TERMO CULTURA Iluminismo ou esclarecimento foi um movimento intelectual surgido na França, na segunda metade do século XVIII (o chamado "século das luzes"), que enfatizava a razão e a ciência como formas de explicar o universo. A inspiração do Iluminismo parte da Revolução Intelectual do século XVII, com tríplice paternidade: Descartes (francês do Penso, logo existo) Newton (inglês que formulou leis físicas) Locke (inglês, sensacionismo, experiência de mundo)

5 ORIGEM DO TERMO CULTURA John Locke ( ): acreditava que o homem adquiria conhecimento através do empirismo. Voltaire ( ): defendia a liberdade de pensamento e criticava a intolerância religiosa. Jean-Jacques Rousseau ( ): defendia a noção de estado democrático e igualdade para todos. Montesquieu ( ): defendeu a divisão do poder político em Legislativo, Executivo e Judiciário. Denis Diderot ( ) e D´Alembert ( ): organizaram uma enciclopédia com conhecimentos e pensamentos filosóficos da época.

6 ORIGEM DO TERMO CULTURA CULTURA Razão EvoluçãoProgresso Educação

7 ORIGEM DO TERMO CULTURA No vocabulário francês do século XVIII: CULTURA Progressos individuais CIVILIZAÇÃO Progressos coletivos

8 ORIGEM DO TERMO CULTURA Tanto cultura quanto civilização são termos utilizados apenas no singular, marcando o UNIVERSALISMO e o HUMANISMO dos filósofos.

9 ORIGEM DO TERMO CULTURA Em 1882, em uma célebre conferência chamada O que é uma nação?, Ernest Renan afirmava com convicção que: antes da cultura francesa, da cultura alemã, da cultura italiana, existe a cultura humana.

10 ORIGEM DO TERMO CULTURA Na Alemanha do século XIX, o termo KULTUR tende cada vez mais para a delimitação e a consolidação das diferenças nacionais. O povo alemão, que ainda não conseguiu sua unificação política, procura afirmar sua existência glorificando sua cultura.

11 ORIGEM DO TERMO CULTURA Johann Herder (1774), tomava partido pela diversidade de culturas, riqueza da humanidade. Contra o universalismo uniformizante do ILUMINISMO (que é um conceito empobrecedor).

12 ORIGEM DO TERMO CULTURA Johann Herder é considerado, então, o precursor do conceito RELATIVISTA de cultura. foi Herder que nos abriu os olhos sobre as culturas (Dumont, 1986)

13 ORIGEM DO TERMO CULTURA A idéia alemã de cultura evoluiu pouco no século XIX sob a influência do nacionalismo. ALEMANHA – cultura liga-se ao conceito de nação. FRANÇA – cultura está relacionada à idéia de desenvolvimento intelectual e confunde-se, muitas vezes, com civilização. Unidade do gênero humano.

14 ORIGEM DO TERMO CULTURA Enfim, o debate franco-alemão do século XVIII ao século XX representa duas concepções de cultura: uma PARTICULARISTA e a outra UNIVERSALISTA. Essas duas idéias estão na base das maneiras de definir o conceito de cultura nas ciências sociais contemporâneas.

15 ORIGEM DO TERMO CULTURA Dois caminhos seguidos por etnólogos: 1.Privilegia a unidade e minimiza a diversidade, reduzindo-a a uma diversidade temporária, seguindo um esquema evolucionista; 2.Privilegia a diversidade, demonstrando que ela não é contraditória com a unidade fundamental da humanidade.

16 CONCEITO DE CULTURA CLIFORD GEERTZ cita que CLYDE KLUCKHOHN, em apenas 27 páginas de seu livro, definiu a cultura como: 1.Modo de vida global de um povo; 2.Legado social que o indivíduo adquire de seu grupo; 3.Forma de pensar, sentir e acreditar; 4.Abstração do comportamento; 5.Teoria elaborada por um antropólogo sobre a forma como um grupo de pessoas se comporta realmente;

17 CONCEITO DE CULTURA 6.Celeiro de aprendizagem em comum; 7.Conjunto de orientações padronizadas para os problemas recorrentes; 8.Comportamento aprendido; 9.Mecanismo para a regulamentação normativa do comportamento; 10. conjunto de técnicas para se ajustar ao ambiente externo; 11. precipitado da história; 12. e ainda compara-a a peneira e matriz.

18 CONCEITO DE CULTURA o homem é um animal amarrado a teias de significado que ele mesmo teceu (WEBER / GEERTZ). A cultura é essas teias.

19 CONCEITO DE CULTURA CULTURA: sistemas entrelaçados de signos interpretáveis. Cultura como contexto. CULTURA: modos de vida e se conduta, e de formas de criatividade, por meio dos quais a sociedade se exprime e se realiza como ponto, como seu estilo de vida (MICHAUD & MARC, 1981).

20 ORIGEM DO TERMO CULTURA CUCHE, Denys. A noção de cultura nas ciências sociais. Bauru: EDUSC, GEERTZ, Cliford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, PERUZZOLO, Adair. A comunicação como encontro. Bauru: EDUSC, 2006.


Carregar ppt "As palavras têm uma história e, de certa maneira, também as palavras fazem a história."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google